Próximo Jogo


01.02 vs 18h

sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

Wilson Eduardo cedido ao ADO Den Haag

O Clube holandês HFC ADO Den Haag anunciou há momentos no seu site a contratação por empréstimo do avançado português Wilson Eduardo, que tinha estado previamente também por empréstimo nos croatas do GNK Dinamo Zagreb.

Durante este período na Croácia, o jogador efectuou um total 21 jogos (893 minutos), marcando um golo e fazendo uma assistência. Os responsáveis do Clube croata já tinham admitido que não contavam com Wilson Eduardo para a segunda metade da temporada, pelo que foi necessário encontrar uma nova solução para o jogador.

Espero que seja bem sucedido nesta sua nova aventura, para poder ou afirmar-se definitivamente no Sporting CP (o que duvido), ou então proporcionar um encaixe financeiro satisfatório. 

O que vos parece, Sportinguistas, boa solução?

Um abraço e Saudações Leoninas

quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

Reabre-se a discussão da (in)coerência

Com o empate de ontem, em Alvalade, para a Taça da Liga, ante um Vitória FC que jogou 50 minutos com 10 elementos, por 1-1, o Sporting Clube de Portugal vê-se dependente de resultados de terceiros para seguir em frente para as Meias-Finais da prova. Vitória FC e CF "Os Belenenses" terão obrigatoriamente que perder pontos na última jornada do Grupo C, a disputar no dia 4 de Fevereiro, ante Boavista FC e Vitória SC, respectivamente, para que os leões consigam o apuramento para a Meia-Final que se jogará no Estádio da Luz, ante o SL Benfica.
  • Que partido tirou o Sporting CP da Taça da Liga 2014/2015?
Comecemos pelos jogadores. Exceptuando o guardião Marcelo Boeck, que já todos conhecemos de outras épocas, Miguel Lopes demonstrou não ter capacidade para agarrar o lugar - mesmo perante um Cédric Soares a quem se possa encontrar defeitos vários ( e juntemos a isso o óbvio problema da massa salarial); André Geraldes, na esquerda ou na direita, parece curto, ainda que tenha demonstrado não ter ainda os predicados que dele se esperariam (embora não me pareça pior que, por exemplo, Miguel Lopes), consentâneos de um Clube com a grandeza do Sporting Clube de Portugal; no centro da defesa, finalmente Tobias Figueiredo provou a sua supremacia relativamente aos seus concorrentes - e subiu já ao plantel principal dos leões, e o egípcio Ramy Rabia mostrou, aqui e ali, potencial a ser explorado e exponenciado (tanto a defesa-central como a médio-defensivo) - embora me pareça ainda impreparado, já o franco-senegalês Naby Sarr só comprovou a sua notória falta de qualidade, ao ponto de não se vislumbrar qualquer futuro auspicioso com a verde-e-branca vestida.

A propósito: não consigo entender o receio - se é que é factual - em emprestar Naby Sarr, visto haver Paulo Oliveira, Tobias Figueiredo, Ramy Rabia, eventualmente Nuno Reis (e aqui elenco-o por comparação, porque não o acho suficientemente bom) e o brasileiro Ewerton, recém-contratado, assim que esteja fisicamente disponível.
 
No meio-campo, o brasileiro Wallyson Mallmann e o escocês Ryan Gauld foram os principais destaques. Julgo que Marco Silva deveria considerar chamá-los mais vezes aos jogos da equipa principal porque têm qualidade para isso, ao invés de os desperdiçar ao serviço de uma Equipa B, numa Segunda Liga que é claramente insuficiente para eles. Em contraponto, o búlgaro Simeon Slavchev que, 7 meses depois da sua chegada, tarda demasiado em agarrar um lugar sequer ao serviço da formação secundária dos leões - empréstimo em vista?! Para onde?! Dizer também que não desconsidero totalmente o médio búlgaro, por ora, porque me parece ter alguma qualidade, embora ache que pode ser mais e melhor rentabilizado numa posição mais recuada. André Martins teve também na Taça da Liga um aliado: mostrou que faz mais e melhor i) jogando em vez de Adrien Silva, na sua posição com as mesmas funções, ou ii) jogando num meio-campo sem Adrien Silva como companheiro de sector. Parece cada vez mais notório que a displicência do mais bem pago médio leonino - quer no controlo de bola, na visão de jogo e decisão ou nas coberturas - começa a ser um entrave às acções tácticas da equipa, pese embora a sua capacidade nas recuperações de bola. Quanto ao catalão Oriol Rosell, demonstra competência. Mas é ainda muito insuficiente para as necessidades da equipa.

Na frente de ataque, Daniel Podence parece ter muita qualidade mas ainda perde bastante por enfeitar demasiado as suas iniciativas. Falta-lhe sentido prático. Continuo a achar que a posição ideal para Ricardo Esgaio seria a médio-interior e, por isso, ao serviço dos leões parece-me que só terá alguma chance de futuro a lateral-direito, posição em que não gosto de o ver jogar devido à sua inteligência e visão de jogo, a pedir mais jogo, mais bola nos pés. O miúdo Gelson Martins é, essencialmente, um repentista. Bem trabalhado pode dar um jogador acima da média, mas não para já. Ousmane Dramé parece ter boa técnica (já o tinha demonstrado ao serviço dos bês) mas pouca inteligência táctica, ao contrário de Hadi Sacko que só consegue jogar com espaço, tirando partido da sua velocidade e alguma facilidade de remate. Sim, "jogar no Sporting não é para todos", como disse - e muito bem - Marco Silva.
 
Falta Junya Tanaka, Diego Rubio e Cristian Ponde. Todos sofrem do mesmo problema: nenhum dos três é um verdadeiro Ponta-de-Lança, um matador. São todos relativamente bons avançados, mas com uma clara falta de presença na área - embora, neste aspecto, o japonês me pareça o mais talhado para essas funções. O chileno demonstra aquilo que já se lhe conhecia desde que chegou a Alvalade. E daí não passou, continua igual! Cristian Ponde ainda está a tentar recuperar a qualidade que foi perdendo devido a uma lesão grave. A rever...

Porém, a verdade é que o Sporting Clube de Portugal correu o risco da não qualificação, ao enveredar pela estratégia de jogar com menos utilizados/bês. Conseguiu, ainda assim, 7 pontos (2 vitórias, 1 empate, 1 derrota) - o que é mais do que inicialmente previsto (por mim, pelo menos) - mas que pode ser insuficiente, em caso de vitória dos lisboetas do CF "Os Belenenses" ou dos setubalenses do Vitória FC.
  • E a coerência? Temos ou não temos princípios?
Quando nos primeiros jogos se conseguiu duas vitórias consecutivas, em Guimarães (0-2) e em Alvalade ante o Boavista FC (1-0), liam-se algumas (muitas) loas aos miúdos que conseguiam fazer frente aos graúdos e até vingar alguns resultados menos bons. As dúvidas começaram no jogo seguinte, quando nos deixámos perder 3-2 quando conseguimos estar a ganhar por 0-2 aos belenenses (independentemente de dois erros graves da equipa de arbitragem que resultaram em dois golos para os adversários). A imaturidade também se paga. Mas já não sabíamos disto?!
 
"Não seria melhor usar mais jogadores da equipa principal? Vamos ficar pelo caminho à custa disto! O Bruno de Carvalho devia repensar o que prometeu...", ouvi e li eu, vindo dos mesmos personagens que, depois, caem em cima que nem urubus perante aquilo que dizem ser promessas não cumpridas do Presidente. Costumo dizer que um homem sem princípios não é ninguém e, portanto, só posso estar de acordo com a continuidade nesta aposta (que já se sabia ser de risco a priori) e a manutenção de uma decisão que se fez por princípio, devido às recorrentes e constantes faltas de respeito de que o Sporting Clube de Portugal foi alvo nesta competição, ao longo das épocas. Mesmo que tenhamos que ir à Luz fazer frente ao SL Benfica...
  • E a aposta na formação? Só vejo estrangeiros...
É invariavelmente verdade que a nossa formação está pejada de estrangeiros e que, por isso, muitos jogaram nesta Taça da Liga. Reconheça-se, acrescentando, que os moldes e regulamentos desta competição, tal como estão/são, são quase inacreditavelmente constrictores para os Clubes mais pequenos, favorecendo claramente os Clubes de maior expressão das duas Ligas que consagram a Taça da Liga, além de não salvaguardarem a utilização devida do jogador português ou do jogador formado no País e/ou no Clube competidor, pelo que esta medida não deveria partir "só" da opção de cada Clube (e este ano até houve mais Clubes a apostarem em jovens jogadores da formação) mas sim da responsabilidade do organizador, que devia rever (senão acabar mesmo) quer os moldes competitivos quer os regulamentos desta competição que - recorde-se - começou a partir de um projecto conjunto em que Boavista FC e Sporting CP foram os Clubes apresentantes.

A formação leonina está notória e perigosamente em declínio, pese embora alguns bons valores (cada vez mais raros) que continua a produzir. O problema tem que ser atacado e resolvido pela base, desde as equipas mais jovens, com um recrutamento capaz e competente (sem entrar em loucuras no mercado, como têm feito os nossos principais rivais), pela inclusão de técnicos e coordenadores competentes, das mais variadas áreas de acompanhamento ao jovem jogador, por forma a propicionar-lhe não só crescimento desportivo mas também crescimento cívico e social. Quero acreditar que os responsáveis estão a par disto (que não criaram mas menosprezaram em certa medida) e comprometidos em tentar menorizar os estragos, numa primeira fase, e depois reencarrilar novamente aquela que é e - esperamos - será sempre uma das maiores bandeiras do Sporting Clube de Portugal!

quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

Andebol: Leões vencem jogo difícil ante ABC e ascendem ao 2.º posto da tabela

A quatro jornadas do terminus da Fase Regular, a formação leonina deu um importante passo para assegurar o segundo lugar, ao vencer os até então vice-líderes ABC por 31-29.

A primeira-parte contou com muitas desconcentrações de lado a lado e foi o ABC quem usufruiu inicialmente com este facto, aproveitando os maus passes da formação leonina em ataque organizado para se colocar em vantagem no marcador. O Clube de Alvalade esteve bem na defesa organizada e no contra-ataque como é seu apanágio, tendo em Ricardo Candeias um pilar essencial para o sucesso. Desta forma, e a partir dos 10 minutos iniciais, o Sporting CP virou o rumo dos acontecimentos e passou para a frente do marcador, alcançando a sua maior vantagem do primeiro tempo já perto do seu final (16-12). Ao intervalo a equipa de Alvalade vencia por 16-13.

Na etapa complementar uma entrada muito diferente dos dois conjuntos e principalmente da parte dos leões que melhoraram imenso o seu ataque organizado, ficando poucos aspectos por rectificar e poucas oportunidades para os forasteiros tentarem virar o resultado. Com oito minutos jogados o Clube de Alvalade encontrava-se com cinco tentos de vantagem e geria o marcador a seu bel-prazer, alcançando uma vantagem que chegou a ser de seis golos - diferença máxima de golos esta partida - aos 13 minutos do segundo tempo. Até final pouco se alterou. Um Sporting CP mais forte que o adversário em todos os sectores, almejou uma justa vitória por 31-29. Apesar de uma prestação positiva de grande parte, ou mesmo todos os elementos, destaques individuais para o guardião Ricardo Candeias e para o ponta direita Pedro Portela, este que foi o melhor marcador leonino com sete golos.

Com este resultado, os leões passaram o ABC na vice-liderança, contando neste momento com mais um ponto que os bracarenses.

Na próxima jornada, agendada para as 19h do próximo dia 31, Sábado, os leões deslocam-se ao reduto da formação do ADA Maia-ISMAI.

Taça da Liga: Leão com média de idades sub-23 empata em casa contra um Setúbal reduzido a 10 (1-1) e fica dependente dos resultados na última jornada para saber se disputa as "Meias"

Árbitro
Manuel Mota

Assistência | (Média (Casa)
9 084 | 29 852

Titulares: Marcelo Boeck (cap.); Miguel Lopes, Ramy Rabia, Naby Sarr e André Geraldes; Oriol Rosell, Wallyson Malmann e André Martins; Ricardo Esgaio, Daniel Podence e Junya Tanaka.
Suplentes: Luís Ribeiro; Nuno Reis; Simeon Slavchev e Francisco Geraldes; Gelson Martins, Hadi Sacko e Diego Rubio.
Fora da Ficha de Jogo: Lista de Convocados não divulgada.
Treinador: Marco Silva.

Golos:
  • 13' - AUTO-GOLO de Ney Santos (1-0). Canto curto de André Martins que volta a receber a bola e cruza para a área, Junya Tanaka cabeceia ao segundo poste e Ney Santos marca na própria baliza, quando tentava o corte. É o 3.º auto-golo favorável aos leões esta época.
  • 54' - Golo de Miguel Lourenço (1-1). Falha de marcação da defesa leonina, após um livre da direita, favorável aos setubalenses, batido por Luis Advíncula. François faz o amorti ao 2.º poste e Miguel Lourenço só tem que encostar. O Vitória FC empata com 10 elementos!
Sunstituições:
  • 59' - Entra Diego Rubio, sai Oriol Rosell. Marco Silva aposta na vitória. 
  • 70' - Entra Gelson Martins, sai Miguel Lopes. Ricardo Esgaio baixa no terreno para lateral-direito.
  • 74' - Entra Hadi Sacko, sai Daniel Podence.
Disciplina:
  • 25' - Miguel Lopes é atropelado por André Horta, ficando visivelmente mal tratado. O árbitro, Manuel Mota, não viu motivos para sancionar a falta. 
  • 36' - Marcelo Boeck é estorvado faltosamente enquanto tentava repôr a bola em jogo. Lance passível de cartão amarelo ao adversário que, porém, não foi mostrado.
  • 41' - Entrada duríssima de Lupeta a Wallyson Mallmann, para cartão vermelho claríssimo, ainda que a falta não pareça ter sido intencional. Boa decisão de Manuel Mota.
  • 52' - Pontapé de canto mal marcado, a favor dos leões. Daniel Podence foi o último jogador a tocar na bola. 
  • 65' - Cartaão amarelo para Wallyson Mallmann. Por falta sobre Hélder Cabral. É o 2.º cartão do amarelo do médio neste competição. 
  • 67' - Cartão amarelo para Ramy Rabia. Por falta sobre Suk. É o 1.º cartão amarelo do egípcio pela equipa principal dos leões
  • 80'- Offside mal assinalado a Junya Tanaka que, ainda assim, não resultaria em golo, já que o japonês falhou o remate.
  • 87' - Cartão amarelo para Hadi Sacko. Por falta sobre Suk. É o 1.º amarelo do franco-maliano pela equipa principal dos leões.
  • 90' - Cartão amarelo para Ricardo Esgaio. É o 2.º amarelo nesta competição, e o 3.º no total das competições.
Média de Idades Jogo | Média de Idades Fase de Grupos
22.643 | 22.161


Héldon recusa Marítimo e ruma ao Córdoba por empréstimo

O Sporting CP anunciou há momentos no seu site o acordo com o Córdoba CF para o empréstimo de Héldon Ramos (ala que esta época somava apenas 155 minutos em 4 jogos pelos leões, tendo assinado 1 golo), com duração até final da presente temporada.

Este negócio está, como é habitual, sujeito à aprovação do atleta nos exames médicos no Clube espanhol. O caboverdiano terá, portanto, recusado ingressar nos madeirenses do CS Marítimo, que haviam exercido a cláusula de opção, para rumar a Espanha.

Quanto a mim, é uma cedência que faz sentido, sobretudo devido à falta de qualidade que este jogador me parece ter em jogos com pouco espaço, o que acontece muitas vezes no Sporting CP. Compreendo no entanto algum cepticismo em relação a esta cedência, relacionado com o facto de sobrarem poucos extremos no plantel, sobretudo se considerarmos a possibilidade de saída de Diego Capel.

O que vos parece, Sportinguistas, boa opção ou nem por isso?

Um abraço e Saudações Leoninas

Ricardo Esgaio e Salim Cissé emprestados à Académica, Lewis Enoh emprestado ao Leixões; Wilson Manafá vendido ao Beira-Mar; Yan Zihao rescinde

O Sporting CP  anunciou há momentos no seu site oficial as cedências do polivalente Ricardo Esgaio, de (que somava 270 minutos em apenas 3 jogos pela Equipa B mais 1061 minutos em 14 jogos pela equipa principal dos leões) e do avançado Salim Cissé (que somava 1183 minutos em 16 jogos pela Equipa B, onde assinou 3 golos) à Associação Académica de Coimbra, até ao fim desta temporada. A formação briosa está actualmente classificada no penúltimo (17.º) lugar da Primeira Liga.

No caso do português, o empréstimo apenas terá começo no próximo dia 29, o que parece ser indicador de que ainda irá actuar pelo Sporting CP no jogo de amanhã contra o Vitória FC, a contar para a 4.ª jornada da Fase de Grupos da Taça da Liga. Tal como na temporada passada (Salim Cissé - FC Arouca), foram emprestados atletas a um Clube que já não poderá defrontar os leões durante o que resta da temporada. 

Também de acordo com informação oficial, o avançado camaronês Lewis Enoh, de 23 anos, foi emprestado ao Leixões SC até final da época. Os leixonenses estão actualmente no 15.º posto da Segunda Liga.

Acresce também a cedência definitiva de Wilson Manafá, atleta de 20 anos que faz toda a ala direita, aos aveirenses do SC Beira-Mar, actualmente no 14.º posto da Segunda Liga, sendo que os leões salvaguardam 50% de uma futura transferência. Já Yan Zihao, atleta de 20 anos que faz toda a ala esquerda rescindiu, por mútuo acordo.

O que vos parece Sportinguistas, boa gestão de activos ou nem por isso?

Um abraço e Saudações Leoninas

terça-feira, 27 de janeiro de 2015

Empréstimos: Mama Baldé ruma a Castelo Branco até final da época

Mama Baldé, avançado leonino de 19 anos que alinhava pela Equipa B do Sporting CP (somava apenas 36 minutos em 2 jogos) foi emprestado ao Sport Benfica e Castelo Branco, até final da temporada.

A formação albicastrense ficou no 1.º posto da Série E do Campeonato Nacional de Séniores, pelo que irá agora disputar o acesso à Segunda Liga.

Não foi possível apurar a extensão de contrato do avançado guineense. Os dados estatísticos relativos a este empréstimo serão adicionados ao post para o efeito, aqui no SVPN, cujo último post pode ser consultado em 2014/15: Como estão os nossos emprestados (III)?.

Recorde-se que Mama Baldé é o 5.º jogador do Sporting Clube de Portugal emprestado neste Mercado de Transferências de Janeiro, depois de Fabrice Fokobo e Iuri Medeiros (FC Arouca), Filipe Chaby (CF União) e Maurício (SS Lazio) - este último com cláusula de obrigatoriedade de compra por parte dos transalpinos.

segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

Um 31 de Intim(id)ações


Desde 1974, em Portugal a Liberdade é um dado adquirido que consagra, entre outras coisas, a Liberdade de Expressão e Opinião. No entanto, convém que não se confunda o conceito de Liberdade com os conceitos de Libertinagem ou Anarquia. Para que fiquemos todos esclarecidos:

Um dos motes de candidatura da Lista de Bruno de Carvalho
Liberdade de Expressão é o direito de manifestar livremente opiniões, ideias e pensamentos, sem a prática de qualquer crime que possa pôr em causa o direito de outrem, sob pena de difundir crime em massa através da comunicação social como poder criminoso sob a capa de fé-pública, designadamente a injúria e a difamação em abuso de um poder. A liberdade de expressão privada é uma relação natural entre as partes e por isso não necessita de prevenção ou censura. Já a liberdade de expressão pública necessita de censura como único meio de garantir a liberdade dos cidadãos e a igualdade de tratamento, responsabilizando-se o Estado em representar a parte a atingir pois não existe outra possibilidade prática. É um conceito fundamental nas democracias modernas nas quais a censura não tem respaldo moral.

Sim (pasme-se!), a Liberdade também tem regras.

Serve a introdução como ponto de partida para a discussão das mais recentes notícias, que dão conta que Bruno de Carvalho terá movido processos-crime por difamação contra 31 pessoas, adeptos e/ou associados do Sporting Clube de Portugal.
  • Bruno de Carvalho - o cidadão ou o Presidente?
É sempre muito difícil tentar fazer a distinção entre uma e outra coisa; Bruno de Carvalho cidadão e Bruno de Carvalho Presidente do Sporting CP acabam por se confundir, sendo quase impossível discernir entre uma e outra (id)entidade.

Pelo que se lê amiúde, consta que Bruno de Carvalho tentou seguir primariamente pela via interna, institucional, através do Conselho Fiscal & Disciplinar presidido por Jorge Bacelar Gouveia - órgão tutelar neste tipo de acções, mas este terá recusado seguir com os processos inerentes. Ora, perante isto convinha saber i) se isto é verdade; ou seja, que aquele órgão social esclarecesse os sócios da veracidade ou não deste rumor, visto a sensibilidade e a gravidade do assunto, e ii) se realmente for verdade, esclarecer os motivos pelos quais este Conselho não se achou competente para o efeito. Parece-me só o mínimo que terão que fazer.

Dada a recusa do Conselho Fiscal & Disciplinar do Sporting CP, Bruno de Carvalho terá enveredado então pelas vias civis. É aqui que as coisas se confundem, já que as eventuais difamações contra Bruno de Carvalho são expressas pela figura institucional que o próprio afigura. Ou seja, BdC moveu processos-crime a nível particular sendo que na base das eventuais acusações está a sua figura institucional, enquanto Presidente do Sporting Clube de Portugal, sem desprezo pela legitimidade do cidadão em fazê-lo, se de facto foi ofendido, vilipendiado, na sua honra e dignidade, sendo ela particular ou institucional, porque, afinal, são duas coisas distintas e a mesma coisa simultaneamente.
  • Processos: Razoáveis ou nem por isso?
Posto todo o susodito, resta responder a esta questão. O Presidente, enquanto figura máxima da Instituição que serve não deve sucumbir a este tipo de atitudes. Mais que mais nada, demonstra que se deixa afectar pelo que dele dizem, tanto ao ponto de (...) fazer isto, e um Presidente, seja de que instituição ou empresa for, tem que estar acima da crítica, qualquer que ela seja (excepto, obviamente, casos de claro abuso, acusações graves e afins - o que não me parece ser o caso). Se todos enveredassemos pelo mesmo tipo de acção cada vez que, na nossa vida pessoal, profissional ou institucional, alguém nos ataca, mais ou menos razoavelmente, o Estado de Direito deste País (e do resto do Mundo) estaria literalmente afogado em trabalho. Há que (conseguir) ter um certo distanciamento - não confundir com indiferença - perante as críticas, sejam elas boas ou más, para que se possa seguir um caminho.

Uma liderança autocrática gera sempre problemas, dos mais simples aos mais complicados, dos mais variados. Uma liderança autocrática, quando não ponderada, torna-se errática, e pode levar ao desabamento de todo um edifício ideológico - e veja-se o recente caso da quasi-crise com o Treinador, Marco Silva.

Bruno de Carvalho deve compreender que o Sporting Clube de Portugal é mais, muito mais que o seu id. Somos muitos, e juntos somos mais fortes.


Resumindo e concluindo, não desmerecendo as razões que poderá eventualmente ter, não me reconheço neste tipo de acções nem nelas vejo razoabilidade alguma para que se enverede por estas medidas de choque. Mesmo compreendendo que as pessoas são geralmente mal-educadas e não têm qualquer sentido do que estão a dizer, do que é legítimo e do que se torna ilegítimo dizer, ostensivamente, insultuosa e ofensivamente - e também eu reparo no fenómeno das redes sociais e dos verdadeiros atentados à sanidade da sociedade que por lá se vomitam.

Futsal: UEFA concede organização da Final-Four da UEFA Futsal Cup aos Leões

O Comité Executivo da UEFA decidiu hoje atribuir a organização da Final-Four da UEFA Futsal Cup ao Sporting Clube de Portugal. Assim, as decisões da prova irão realizar-se em Lisboa, no MEO Arena, no último fim-de-semana de Abril.

Além da candidatura verde-e-branca, estavam também na corrida as restantes três equipas apuradas para esta fase: Barcelona, Kairat Almaty e Dina Moscovo.

Recorde-se que os leões já tinham também recebido o Grupo A da Ronda de Elite, entre os dias 20 e 23 de Novembro, no Pavilhão Multiusos de Odivelas. Os comandados de Nuno Dias venceram os três encontros com Charleroi (5-2), Pro Varna (8-2) e Inter FS (1-0).

Este acaba por ser um regresso às origens: o Sporting CP organizou a primeira Fase Final da UEFA Futsal Cup, em 2002, no (na altura) Pavilhão Atlântico.

“Já estivemos aqui noutras organizações portuguesas, em 2002 e em 2010. Estamos muito agradados com as instalações que temos em Lisboa. O MEO Arena é um dos recintos de topo da Europa e trabalhar aqui é sempre óptimo”, tinha referido Laurent Maurel, delegado da UEFA, na altura da visita às instalações, a 1 de Dezembro.

domingo, 25 de janeiro de 2015

Modalidades: Futsal leonino ganha pela margem mínima | Andebol leonino vence em Águas Santas | Hóquei leonino volta às vitórias no Livramento | Futsal Feminino goleia e mantém liderança | Basket Feminino perde ante SIMECQ | Bruno Susano conquista Título Ibérico de Kickboxing

  • Futsal (Liga Sport Zone Futsal - Fase Regular
Numa primeira-parte jogada com intensidade e dinâmica, os golos, porém, tardaram. Pedro Cary colocou o Sporting CP em vantagem aos 18’, com um belo remate pela esquerda, depois da desmarcação de Marcelinho. Apenas 30 segundos depois, a equipa da casa chegou ao empate através de um livre directo apontado por Diogo Santos, a penalizar a sexta falta leonina, cometida por Alex.

O Sporting CP partia para o segundo tempo com uma disparidade de remates gritante – 22 para 10 do CR Leões de Porto Salvo – mas apenas marcou por mais uma vez. Diogo agarrou na bola, progrediu pela zona central e, com o seu pior pé, o direito, finalizou para a vitória do Bicampeão Nacional. Os leões locais ainda tentaram evitar a derrota, colocando o guarda-redes avançado, e, a sete segundos do final, quase conseguiram a repartição de pontos, mas a bola acabou por morrer nas mãos de André Sousa.

Com este resultado, o Sporting CP soma a quinta vitória consecutiva para o Campeonato.

Na próxima jornada, agendada para o próximo fim-de-semana, os leões recebem a formação do Rio Ave FC, pelas 16h de Domingo.

  • Andebol (Campeonato Nacional - I Divisão - Fase Regular)
O Sporting CP goleou hoje na Maia o AA Águas Santas por claros 23-33, num jogo a contar para a Jornada 17 da Fase Regular do Campeonato Fidelidade Andebol 1.

Os leões entraram melhor no encontro, com o sistema defensivo de Frederico Santos a resultar em pleno não só na missão de anular o ataque do AA Águas Santas mas também na forma como foi permitindo a saída em transições rápidas ou contra-ataques, concluídos grande parte das vezes por Pedro Solha. Os visitados ainda esboçaram uma reacção mas o máximo que conseguiram foi reduzir a desvantagem ao intervalo para 13-17.

No segundo tempo, Paulo Faria adoptou outro sistema defensivo para tentar travar os leões e ainda conseguiu encurtar distâncias, mas a melhoria de rendimento da primeira linha verde-e-branca, bem como a boa exibição de Ricardo Candeias, acabaram por manter o desnível entre ambos os conjuntos. Nos últimos dez minutos, o Sporting CP ‘matou’ o encontro com um parcial de 2-7 aproveitando uma série de transições rápidas. Pedro Solha, com 11 golos, foi o melhor marcador leonino, seguido de Pedro Spínola (cinco), Pedro Portela, Bosko Bjelanovic, Frankis Carol e Fábio Magalhães (todos com três).

Com este resultado, o Sporting CP mantém o 3.º lugar com 45 pontos (13 vitórias, dois empates e duas derrotas).

Na próxima jornada, agendada para as 21h do próximo dia 28, Quarta-feira, os leões recebem a formação do ABC.

  • Hóquei em Patins (Campeonato Nacional - I Divisão)
O Sporting CP está de regresso às vitórias no Campeonato Nacional da I Divisão, após desaires com SL Benfica e AD Valongo. No Livramento, os pupilos de Nuno Lopes venceram a formação do HC “Os Tigres” por 6-2.

Uma partida jogada a muito bom nível e intensidade, com o Sporting CP a demonstrar melhores armas para alcançar o triunfo. Assim, e após alguns lances de perigo em ambas as balizas onde os guarda-redes se superiorizaram, João Pinto tirou da cartola uma genial assistência para Poka concretizar de primeira, no interior da área almeirinense, estavam decorridos 14 minutos. Dois minutos depois, o mesmo João Pinto batia Francisco Veludo no seguimento de um contra-ataque de dois avançados leoninos para um defesa forasteiro. O internacional angolano deixou a decisão do passe em suspenso até optar pelo remate enrolado, enganando o guardião do HC “Os Tigres”.

Na segunda-parte os visitantes reduziram por Filipe Bernardino, de uma forma, no mínimo, estranha, já que o golo foi marcado com as costas. No entanto, a vantagem mínima acabaria por ser liquidada de pronto, com o golo de André Moreira ao minuto cinco da etapa complementar. A grande intensidade imposta em rinque acabou por beneficiar os leões, com mais soluções e mais pujança física. Assim, o resultado acabou por se avolumar naturalmente. Primeiro por Poka de livre directo e depois por Tiago Losna, em duas ocasiões, de contra-ataque e de grande penalidade, por esta ordem. Filipe Bernardino ainda reduziu de grande penalidade, fixando o marcador nuns claros 6-2 a favor do Clube de Alvalade.

Na próxima jornada, agendada para as 15h do próximo dia 31, Sábado, os leões deslocam-se ao reduto da formação do FC Porto.

Classificação & resultados aqui.
  • Futsal Feminino (Campeonato Distrital - AF Lisboa . Divisão de Honra)
A equipa feminina de Futsal do Sporting CP deslocou-se ao reduto da formação do AEIS Técnico, este Domingo, em jogo relativo à Jornada 17 da Divisão de Honra do Campeonato Distrital da AF Lisboa, vencendo o desafio por 2-6.

Inês (bis), Nádia, Sheila, Eliana e Catarina foram as marcadoras leoninas desta partida.

A formação leonina passa a somar 47 pontos (15 vitórias e dois empates), mais três do que o Atl. Povoense, que venceu o Carnide esta ronda.

Na próxima jornada, agendada para as 19h do próximo dia 1 de Fevereiro, Domingo, as leoas recebem a formação do Juventude da Castanheira.

Classificação & resultados aqui.
  • Basquetebol Feminino (Campeonato Nacional - I Divisão - Fase Regular)
A equipa feminina de Basquetebol do Sporting CP saiu derrotada na deslocação à Cruz Quebrada por 51-49, em jogo a contar para a Jornada 12 da Fase Regular do Campeonato Nacional da I Divisão.

Apesar de terem saído em vantagem no final do primeiro período (8-9), as leoas acabaram por ser ultrapassadas pelo SIMECQ, que ganhava por um ponto ao intervalo (21-20).

A poucos segundos do final do encontro, Andrea Alonso ainda converteu o cesto que valeria o empate mas o lance acabou por ser anulado por alegada falta ofensiva da espanhola.

“Foi mais um jogo equilibrado, como é normal nesta divisão, contra uma equipa que já nos tinha ganho na primeira volta por margem reduzida. Tivemos uma semana complicada, com algumas jogadoras engripadas, e isso acabou por notar-se. Queremos ganhar todos os jogos possíveis até ao final da fase regular”, analisou Luís Abreu, treinador da formação verde-e-branca, em declarações à Sporting TV.

“O SIMECQ obrigou-nos a arriscar no jogo exterior e os lançamentos não estavam a sair. Há muitos jogos pela frente e esperamos regressar já às vitórias. Quando o jogo é equilibrado sente-se mais a derrota mas vamos continuar a trabalhar”, acrescentou Catarina Correia.

Na próxima jornada, agendada para as 17h30 do próximo dia 1 de Fevereiro, Domingo, as leoas recebem a formação do CP Esgueira.

Classificação & resultados aqui.
  • Kickboxing (Gala do XXVII Aniversário da Federação Portuguesa de Kickboxing e Muaythai
O leão Bruno Susano conquistou, ontem à noite, o Título Ibérico de Kickboxing, depois de vencer o espanhol Mourad Zakari, na Gala do XXVII Aniversário da Federação Portuguesa de Kickboxing e Muaythai.

O atleta verde-e-branco venceu o combate logo no segundo round, depois de o seu adversário se ver obrigado a desistir por decisão médica – o espanhol sangrava abundantemente do nariz, depois de uma série de golpes fortes de Bruno Susano.

A realizar o seu combate de estreia pelo Sporting CP, Adolfo Barão também competiu na Gala do XXVII Aniversário da Federação Portuguesa de Kickboxing e Muaythai, tendo defrontado Diogo Neves, no Super Fight. No final dos três rounds, o árbitro decidiu decretar o empate, apesar da supremacia conquistada pelo atleta leonino.

A Gala do XXVII Aniversário da Federação Portuguesa de Kickboxing e Muaythai terminou, assim, com mais um Título para o Kickboxing do Sporting CP e mais uma conquista individual para Bruno Susano, que já se havia sagrado Campeão do Mundo e da Europa.

João Mário assina vitória curta para tanto domínio, ante Académica (1-0), e Leões cimentam 3.º posto no Campeonato

Árbitro
Rui Costa

Assistência | Média (casa)
37 769 | 31 236

Titulares: Rui Patrício (cap.); Cédric Soares, Paulo Oliveira, Tobias Figueiredo e Jefferson; William Carvalho, Adrien Silva e João Mário; André Carrillo, Nani e Fredy Montero.
Suplentes: Marcelo Boeck; Miguel Lopes e Naby Sarr; Oriol Rosell e André Martins; Carlos Mané; Junya Tanaka.
Fora da Ficha de Jogo: Lista de Convocados não divulgada.
Treinador: Marco Silva.

Golos:
  • 76' - GOLO de João Mário (1-0). Está quebrado o enguiço! William Carvalho centra primorosamente da meia-direita, o japonês Junya Tanaka cabeceia para um grande defesa de Lee e, na recarga, João Mário atira, também de cabeça, a contar...  É o 4.º golo do médio no Campeonato, e o 6.º no total das competições.
Substituições:
  • 67' - Entram Carlos Mané e Junya Tanaka, saem Adrien Silva e André Carrillo
  • 88' - Entra Miguel Lopes, sai Jefferson.
Disciplina:
  • 40' - Lance duvidoso na grande área da briosa, com Adrien Silva a cair na grande área após lance dividido com Fernando Alexandre.
  • 45' - Falta à entrada da área dos academistas, de Richard Ofori sobre Adrien Silva, não assinalada. Na sequência, o médio leonino vê o cartão amarelo, por protestos. É o 6.º cartão amarelo do médio no Campeonato, e o 7.º no total das competições.
  • 86' - Cartão amarelo para Jefferson. É o 5.º amarelo do defesa brasileiro no Campeonato (fica, por isso, de fora do próximo jogo, na deslocação a Arouca).
  • 90' + 1 - Cartão amarelo para Nani, o seu 5.º no Campeonato (fica também de fora na deslocação a Arouca), e o 6.º no total das competições.

Formação: Equipa B volta às vitórias na goleada ao Farense | Juniores leoninos vencem Oeiras | Juvenis iniciam Fase de Manutenção com vitória

  • Equipa B (Segunda Liga
Uma das melhores exibições leoninas esta época, na recepção ao SC Farense que marcou o regresso da Equipa B às vitórias, após o empate frente ao Braga B. Os pupilos de João de Deus venceram por 5-3 e não deixaram dúvidas quanto à justiça do resultado.

A supremacia verde-e-branca começou a demonstrar-se a partir do minuto 24, altura em que Diego Rubio marcou o primeiro, de cabeça, após centro de Francisco Geraldes, num lance surgido de uma recuperação de bola no meio-campo adversário. Dois minutos depois o avançado leonino esteve perto de bisar, atirando de cabeça ao poste da baliza à guarda de Ricardo. No minuto seguinte foi Sambinha a rematar de cabeça e também no seguimento de um pontapé de canto. Desta vez, atirou certeiro para o fundo das redes, fazendo o 2-0 que se coadunava com a superioridade do Clube de Alvalade, apresentando muita qualidade na troca de bola até à hora de jogo.

Os últimos 30 minutos começaram com um pequeno percalço, já que o Sporting B sofreu dois tentos no mesmo minuto, da autoria de Harramiz e Irobiso. Depois de alguns momentos turbulentos onde a dificuldade em ter a bola foi maior, os comandados de João de Deus voltaram à forma inicial, conseguindo mais um golo, marcado por Hadi Sacko, ao minuto 83. Até final o SC Farense reduziu já nos descontos por Hernâni e dispôs de mais um par de boas oportunidades que a defesa leonina conseguiu resolver, já nas últimas circunstâncias. Resultado justo e com os oito golos a reflectirem a intensidade com que a partida foi disputada.

Na próxima jornada, agendada para as 15h do próximo dia 1 de Fevereiro, Domingo, os leões deslocam-se aos Açores para defrontar o CD Santa Clara.

  • Juniores (Campeonato Nacional - 1.ª Fase - Zona Sul)
O Sporting CP venceu, esta tarde, o AD Oeiras, na Academia Sporting, em jogo a contar para a Jornada 21 da Zona Sul da 1.ª Fase do Campeonato Nacional da categoria.

A equipa leonina entrou bem no jogo e controlou a partida do início ao fim, saindo para o intervalo a vencer por 3-0 com golos apontados por Bruno Wilson, José Postiga e Lisandro Semedo.

No reatamento do encontro, Rafael Barbosa fez o último golo do jogo. Aos 68 minutos, Ivanildo Fernandes foi expulso, ficando a equipa reduzida a dez elementos. Sete minutos depois, por acumulação de cartões amarelos, Lisandro Semedo viu também a cartolina vermelha. Apesar da inferioridade numérica, os jovens comandados de Luís Boa Morte mantiveram a sua prestação e o triunfo por 4-0.

Com este resultado, o Sporting CP mantém a segunda posição na tabela classificativa com 40 pontos, estando já assegurado na próxima Fase de Apuramento de Campeão

Na próxima jornada, a última desta 1.ª Fase, os leões deslocam-se ao reduto do UD Leiria, pelas 15h do próximo dia 31, Sábado.

Classificação & resultados aqui.
  • Juvenis (Campeonato Nacional - 2.ª Fase - Manutenção - Série D)
Estreia positiva de João Couto ao comando da formação de Juvenis que este Domingo venceu o FC Alverca por 4-2, no primeiro encontro da 2.ª Fase do Campeonato Nacional da categoria, Fase de Manutenção, Série D.

Os leões dominaram o jogo por inteiro e só a qualidade individual de Sérgio Félix impediu o Clube de Alvalade de melhor resultado. O desfecho final começou a desenhar-se aos minutos 22 e 28, com dois tentos surgidos de bola parada. O primeiro marcado por Gil Santos de cabeça e o segundo por Diogo Fernandes, num livre directo que castigou a falta do guardião Daniel Caetano que acabou expulso, após derrubar Jefferson Encada que seguia isolado. O extremo acabou por sair lesionado do lance e foi substituído minutos depois.

No segundo tempo o FC Alverca surpreendeu com o primeiro tento de Sérgio Félix, surpreendendo o guarda-redes verde-e-branco Tomás Foles com um remate do meio da rua. O Sporting CP restaurou a vantagem de dois golos logo de seguida, por Mohamed Djamanca, estavam decorridos 66 minutos. Ao minuto 68, Sérgio Félix voltou a reduzir com mais um belo remate mas o Sporting CP respondeu na mesma moeda, com João Moutinho a fazer o 4-2 final ao minuto 71, com uma finalização exemplar no interior da área, à imagem do terceiro golo.

Classificação & resultados aqui.

quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

OFICIAL: Ewerton (ex-Braga) chega do Anzhi por empréstimo, com opção de compra

Ewerton, defesa-central (também actua na esquerda da defesa) de 25 anos está confirmado como reforço de Inverno do Sporting Clube de Portugal.

O brasileiro alinhava pelos russos do FC Anzhi Makhachkala, actual 1.º classificado da 1. Division (equivalente à 2.ª Divisão) daquele País onde alinhou apenas por 6 vezes esta época (4 jogos a titular e 2 como suplente utilizado; em outros 4 jogos o brasileiro estava inscrito na ficha de jogo mas não saiu do banco). Nas duas épocas e meia ao serviço dos russos, o central brasileiro soma 2762 minutos (em 39 jogos), onde assinou 2 golos e viu serem-lhe mostradas 9 cartolinas amarelas e 1 cartão vermelho directo.

Recorde-se que Ewerton já passou pelo futebol português, ao serviço do SC Braga, na temporada 2011/12, onde somou 2880 minutos (32 jogos), assinando 2 golos.

O Sporting CP paga 300 mil € pelo empréstimo até final da temporada, sem custos salariais, sendo que até final de Junho poderá accionar cláusula de compra no valor de 1.5M €. Está, assim, encontrado o substituto de Maurício, entretanto transferido para os italianos da SS Lazio.

Honoris (opinião): Teoricamente, a contratação de Ewerton significa um acréscimo de qualidade ao eixo central da linha defensiva do Sporting CP. É um central que irá oferecer mais qualidade na construção dado que é melhor tecnicamente que Naby Sarr, Paulo Oliveira e Tobias Figueiredo. Relativamente aos comportamentos defensivos não consigo ter uma opinião formada neste momento, dado que há mais de 2 anos que não vejo qualquer jogo dele. A pouca utilização na Rússia, a julgar pelos números, pode ser um indicador negativo...

Licença de Conteúdos

Licença Creative Commons
Esta obra foi licenciada com uma Licença Creative Commons.Quem copiar conteúdos sem especificar a origem está infringir os termos de copyright e fica sujeito a coima.
myfreecopyright.com registered & protected

Etiquetas

Tags:

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Best Web Hosting Coupons