03/07/2015

Quando confiança só não chega...

Na mais recente Assembleia Geral da Liga de Clubes foi sufragada e aprovada uma nova mudança, que atingirá todo o edifício do Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol: o sistema de nomeações dos árbitros cessará, dando lugar ao sorteio condicionado dos mesmos. Mas as mudanças não se ficam por aqui. Não sabemos ainda de toda a profundidade de critérios e mudanças que consagram este novo paradigma regulamentar mas já sabemos, por exemplo, que os Clubes poderão interferir nas notas dos observadores dos árbitros.

Esta era (só mais) uma de tantas propostas idealizadas pelo Sporting Clube de Portugal que, agora, ao fim de dois anos, consegue fazer passar em sede própria. Ao que parece, o FC Porto ter-se-á juntado ao Clube de Alvalade nesta demanda - e não tenho dúvidas que esta conveniente convergência episódica foi fulcral para a aprovação da proposta -, dando ainda mais voz ao descontentamento pelo Conselho de Arbitragem, pelo actual sistema de nomeações directas e, sobretudo, pelo Presidente desse órgão federativo, Vítor Pereira.

Ao contrário dos leões, ainda há meras semanas atrás, os dragões eram liminarmente contra a proposta do Sporting Clube de Portugal. Algo terá mudado entretanto, redundando num alinhamento cósmico invulgar (na actual vigência leonina); porventura, também quanto a esta matéria, ter-se-ão apercebido que dois anos sem troféus é muito tempo, e que há que encontrar "bodes expiatórios" para conter a própria massa de adeptos e associados. Estratégia perfeitamente normal...

Vítor Pereira, Presidente do Conselho de Arbitragem, pode ter feito (e continuar a fazer) muito pela evolução do sector mas, no que à sua mais mediática função diz respeito, a nomeação das equipas de arbitragem, é um desastre. O mais recente caso, de uma panóplia interminável, centra-se na nomeação do madeirense Marco Ferreira para uma Final da Taça de Portugal, sabendo de antemão (porque tem obrigação disso) que aquele árbitro corria o risco de ser despromovido, como haveria de se confirmar apenas dias depois. Podia aqui discorrer a tarde inteira acerca da imperceptibilidade das suas nomeações, ou, mais que isso, a completa ausência de qualquer lógica ou critério. Creio que todos teremos memória!

Esta é a aprovação de um novo paradigma na arbitragem. Mas é, mais que isso, um chumbo ao contraproducente Vítor Pereira, que ao mesmo tempo que repete, ad æternum, o chavão dos "melhores árbitros para os melhores jogos", nomeia João Capela sistemática e sintomaticamente para jogos em que, seguindo apenas a lógica e a razoabilidade - bastava isso!, não deveria estar presente... Não é nada por acaso que o SL Benfica esteja contra esta mudança; a "colagem" por parte do FC Porto aos leões é, em si mesma, a assumpção do poder que as águias detêm junto daquele órgão.

Falta ainda a Federação Portuguesa ratificar (ou não) esta proposta, mas - creio - não será difícil adivinhar que o órgão máximo do Futebol português não se oporá a esta decisão dos Clubes.

Contudo, não nos enganemos. O problema não desaparecerá perante esta mudança direccional. Os erros continuarão a existir e, com eles, a crítica dos Clubes. Pelo menos até que os juízes de campo se tornem mais competentes e lhes dêem mais condições para tal. Porém, desconfio que tal nunca será possível, face ao status quo. Este sistema favorece muita gente e muita gente não admitirá nunca perder esses privilégios.

Esta é, ainda assim, uma vitória. Muito pequena, mas uma vitória. Não do Sporting CP nem do FC Porto nem dos demais Clubes mas, antes, do Futebol português!

02/07/2015

Dia J: o bom Jesus, o Octávio malvado... e o Manel

Ontem, dia de arranque oficial da época desportiva de 2015/16, foi também dia de arranque dos trabalhos do Sporting Clube de Portugal para a nova época. Novo ano, novo Treinador: tem sido assim ao longo dos últimos largos anos, e este não será excepção!

Eram sensivelmente 18h30 de ontem, Quarta-feira, e Jorge Jesus subia ao relvado do Estádio José Alvalade, pela primeira vez como técnico do Sporting CP, para ser saudado por uma plateia de mais de 5000 adeptos. Uma apresentação, emocional, como não me lembro (sim, eu sei que sou ainda muito novo).

Bem-vindo, Jorge Jesus!
Bem-vindo de volta ao Clube do teu coração, Jorge Jesus!#BemVindoJesus Welcome back to your Club, Jorge Jesus!
Posted by Sporting Clube de Portugal on Quarta-feira, 1 de Julho de 2015

O técnico, ex-SL Benfica, quase não conseguiu conter as lágrimas, no seu regresso àquela que sempre foi e será a sua casa.

Com Jorge Jesus, veio também uma mudança de paradigma, virando 180º, desde o presidencialismo exacerbado de Bruno de Carvalho para a delegacia. Para a concretização dessa mudança, Octávio Machado e Manuel Fernandes foram chamados de volta ao Clube.

Bem sei: ainda no ano passado houve um mal-entendido entre Manuel Fernandes e Bruno de Carvalho (consultar aqui) - entretanto sanado, e que Octávio Machado era, até há dias atrás, um crítico mais ou menos acérrimo da Presidência de Bruno de Carvalho. Deste ponto de vista, consigo compreender quem agora diz que a convivência destas quatro personalidades é um barril de pólvora à espera de explodir. Assim, considero até que a "estrutura" (*) ficou tanto mais forte quanto mais vulnerável, o que acontece sempre neste tipo de circunstâncias...

* Não gosto de utilizar esta nomenclatura, pois a "estrutura" não passa de um modelo organizativo que, como qualquer outro, será mais ou menos forte conforme a competência das pessoas mediante as suas funções dentro da mesma.

Octávio e Manel terão sido, ambos, pedidos expressos de Jesus. Ao que se diz, o primeiro será director-geral para o Futebol e o segundo será director do departamento de Scouting para o Futebol Profissional.

Queira-se ou não, goste-se ou não do estilo, Octávio Machado, apesar de há muitos anos fora da esfera futebolística, conhece os meandros do Futebol como poucos e, julgo eu, terá sido por isso também que terá sido convidado a regressar a um Clube de onde saiu há 17 anos, de forma inglória e inexplicável até. Creio, Octávio servirá como um escudo protector da equipa e plantel principal, bem como reflector da figura que até agora o Presidente Bruno de Carvalho encarnava, ou seja, denunciando e criticando o que se entender criticável ao longo da época. No fundo - e desculpem a analogia - creio que Octávio Machado constituirá uma espécie de escape, para que a equipa e o seu Treinador possam trabalhar descansados, sem ruídos desnecessários, e para que o Presidente possa direccionar o seu foco para aquilo que foi eleito, a Presidência do Clube que, como todos bem sabemos, merece muita dedicação, devoção e... trabalho!

Já de Manuel Fernandes, não descurando a mística que carrega consigo e que será sempre muito útil, não lhe reconheço (por desconhecimento, confesso) quaisquer valências para qualquer outro cargo que não algo de ordem técnica. Li algures que o Manel trabalhará também de perto com a Equipa B. Oxalá se confirme... É, sobretudo, mais um regresso de alguém que deveria ter contrato vitalício com o Sporting Clube de Portugal, assim fosse possível! E é também o abandono do painel de um programa televisivo (Playoff, da SIC Notícias) onde servia de saco de pancada de dois verdadeiros canalhas, Rodolfo Reis e António Simões.

Sejam, ambos, Manel e Octávio, bem-vindos, e que com eles tragam o sucesso que obtiveram em tempos idos!

Com toda esta reorganização, que já levou à realocação de Augusto Inácio (chamem-lhe "prateleira dourada", se quiserem), o afastamento de Bruno de Carvalho do centro nevrálgico do Futebol parece claro. Se é bom ou mau? Mais que bom ou mau, a mim parece-me necessário, face a Jorge Jesus que, com certeza, não admitirá imiscuições no seu trabalho a quem não reconhece competências para tal.

"Vocês três, façam um quadrado", terá dito Jorge Jesus a Octávio Machado, Manuel Fernandes e Bruno de Carvalho. Num meio de triangulações várias, cá estaremos para aferir se a quadratura deste círculo funcionará na perfeição...

Nota: Ontem foi anunciado o ingresso de Martunis na Academia do Sporting Clube de Portugal. Quem comigo priva sabe de antemão que, aquando da história do pedido e envio de uma camisola do Sporting Clube de Portugal ao rapaz, sugeri trazê-lo para a Academia. Não esperava que tal sugestão se viesse a concretizar, mas... por vezes os sonhos realizam-se!

Importa sublinhar que, mais que uma aquisição desportiva, Martunis chega numa lógica de ajuda social, projectando o seu desenvolvimento humano, mais que o desportivo. Treinará na Academia, realizando o seu sonho, mas trabalhará também nos serviços do Clube. E ainda terá que estudar.

Parece-me, honestamente e fora de considerações parvas (que já as li), uma boa medida, onde todas as partes terão algo a ganhar!...

P.S.: Esta época não vamos perder semanas em discussões infantis acerca dos calções. Ou vamos?...

01/07/2015

O Sporting de Jorge Jesus


Mais candidato que nos últimos anos. É esta a premissa com que o Sporting CP irá enfrentar a época que se aproxima. É mais candidato porque, em comparação com os últimos anos, tem um treinador muitíssimo competente nos vários momentos do jogo. Ao contrário do que muitos adeptos pensam/dizem, a chegada de Jorge Jesus ao Sporting CP não é sinonimo de títulos- porque isso ninguém pode garantir, por mais competente que seja. O que Jorge Jesus pode garantir com toda a certeza é que, nos comportamentos colectivos, este novo Sporting CP será uma equipa muito mais forte que nos últimos anos. 

Ao nível da organização defensiva, com o devido tempo, a diferença entre a época passada e a próxima será enorme em vários comportamentos como por exemplo:
  • Controlo da profundidade: Um dos grandes problemas da linha defensiva do Sporting CP de Marco Silva. Com Jorge Jesus iremos observar uma linha defensiva capaz de reagir aos estímulos, ou seja, uma linha defensiva com capacidade de perceber quando deve recuar uns metros controlando assim o espaço nas suas costa.
  • Transição defensiva: Maior número de jogadores na zona da bola e maior agressividade na recuperação da mesma.
  • Referências apenas zonais da dupla de centrais.
  • Controlo da largura: Pouco espaço, em largura, entre os elementos da linha defensiva.
  • Bloco compacto: Pouco espaço entre sectores. 

  • Qualidade nos ajustes defensivos.
  • Pressão agressiva e organizada.

Do ponto de vista ofensivo, são também esperadas várias alterações como por exemplo:
  • Aproveitamento do corredor central: Com a chegada de Jorge Jesus, a qualidade do jogo interior irá aumentar significativamente. Menos cruzamentos e mais combinações no corredor central. 
  • Mais jogadores no espaço entre-linhas dos adversários.
  • Mais proximidade entre sectores na fase de construção.
  • Maior dinâmica e mobilidade ofensiva.
Estes são apenas alguns exemplos do que irá mudar (para melhor) com a chegada de Jorge Jesus ao Sporting CP. Num futuro post serão abordados mais ao pormenor cada um destes aspectos para melhore compreensão.

Sporting Clube de Portugal: 109 anos de orgulho verde-e-branco!


Parabéns Sporting Clube de Portugal!

109 anos de uma História ímpar que merece ser vangloriada. Que atrás de 109 anos de Glórias venham mais 109, que da felicidade rejubilemos, que da tristeza aprendamos a superar-nos e que dos erros aprendamos valiosas lições, para que não mais se repitam!

Modalidades: Tuco (ex-Benfica) é o 4.º reforço para o Hóquei em Patins; Filipe Carneiro é substituído por Pedro Nobre (ex-Benfica) à frente do Futsal Feminino, Naty Silva e Maria Martins também reforçam a equipa

  • Hóquei em Patins
Esteban Ábalos, mais conhecido por Tuco, é o quarto reforço da equipa de Hóquei em Patins do Sporting Clube de Portugal para a próxima época, depois de Luís Viana "Zorro", André Centeno e Cacau.

O defesa/médio argentino de 35 anos alinhou nas últimas cinco temporadas no SL Benfica, depois de vários anos no campeonato italiano. Após passagem pelo Andes Talleres Mendoza, ingressou aos 13 anos no Independiente Mendoza onde se estreou como sénior com apenas 16 anos. Em 2003, aceitou a primeira aventura europeia nos italianos do Novara, tendo depois passado por outros Clubes transalpinos como Primavera Prato, Breganze, Trissino e Bassano, onde venceu o ‘Scudetto’ em 2009 e a Supertaça, no ano seguinte.

Ao serviço do SL Benfica, Tuco venceu 2 Campeonatos Nacionais, 2 Taças de Portugal, 2 Supertaças, 1 Euroleague Cup (prova máxima do Hóquei em Patins), 1 CERS Cup, 2 Supertaças Europeias e 1 Taça Intercontinental.

Ao serviço da Selecção argentina, participou em cinco mundiais e foi quatro vezes Vice-Campeão, perdendo todas as Finais frente à Espanha. Ganhou ainda a Copa América de 2008, tendo perdido a Final dessa mesma prova em 2010.

“O Sporting tem um bom futuro, um bom projecto pela frente. Fiquei muito interessado quando falei com os responsáveis do Clube e acredito muito no grupo e nos seus jogadores. Gosto de desafios importantes e aliciantes. O Hóquei em Patins do Sporting está a subir, já conseguiu ganhar títulos e queremos reforçar isso esta época”, explicou ao Jornal Sporting.
  • Futsal Feminino
O Sporting Clube de Portugal informa que o treinador da equipa de Futsal Feminino do nosso Clube, Filipe Carneiro, não continuará no comando técnico da formação na próxima época.

Filipe Carneiro foi ainda convidado para integrar o projecto do Futsal Feminino noutras funções, mas compromissos pessoais e profissionais não permitiram a sua continuidade.

A Filipe Carneiro e a toda a sua equipa técnica, o Sporting Clube de Portugal agradece a forma séria e profissional como representaram o nosso Clube, deixando votos de felicidades para o futuro pessoal, desportivo e profissional.

Pedro Nobre sucede a Filipe Carneiro na condução da equipa sénior feminina de Futsal, que na próxima temporada se estreia na I Divisão Nacional depois de um percurso ascendente de dois anos que culminou com a conquista da Taça Nacional, no Domingo passado.

Para o treinador de 40 anos, este é o regresso ao Clube do seu coração, depois de, ainda enquanto jogador, ter alinhado nos Juniores do Sporting CP, durante uma época.

“Aceitei o convite na hora. O Futsal do Sporting tem uma organização muito forte, este projecto é extremamente aliciante e, felizmente, tenho tido a felicidade e a competência de conquistar títulos nos últimos anos. É isso que quero continuar a fazer: vencer. Agora no Sporting, agradecendo com títulos a oportunidade de voltar a vestir esta camisola. O Sporting é o meu Clube do coração e como tal era um sonho voltar”, disse o técnico em declarações ao Jornal Sporting.

Pedro Nobre estreou-se como treinador aos 26 anos, como adjunto no Forte da Casa, na altura na I Divisão. Teve depois passagens pelo Onze Unidos, Operário, Bairro D. Leonor e Sport Ereira e Benfica, onde, em 2009/10, foi Campeão da Divisão de Honra – título que repetiu um ano depois no Desportivo Operário do Rangel. Mudou-se depois para o Atlético Clube de Portugal, numa passagem de dois anos que culminou com o terceiro título distrital da sua carreira.

Em 2013/14 foi convidado para treinar os Juniores do SL Benfica, mas acabou à frente da equipa feminina, tendo conquistado, num ano e meio, 1 Taça de Portugal, 1 Supertaça e 1 Taça de Honra.

Naty Silva, guarda-redes de 27 anos que se sagrou Vice-Campeã do Mundo em 2014 ao serviço da Selecção Nacional e que actuou na Quinta dos Lombos nos últimos cinco anos, é o primeiro reforço da equipa de seniores femininos de Futsal para 2015/16.

“Há alturas na vida em que precisamos de mudar. Queria novos objectivos, novas experiências, outra estrutura. Tive outros convites mas este foi o mais adequado às minhas ambições. Quero sempre mais e mais e penso que no Sporting, com a equipa técnica e com as minhas colegas, vou atingir os objectivos”, destacou a guardiã ao Jornal Sporting.

Uma das referências mundiais na sua posição, Naty é internacional pela equipa das Quinas desde 2010, tendo-se sagrado Vice-Campeã do Mundo em 2014, 2010 e 2012, e tendo participado também no terceiro lugar obtido em 2011 e no 4.ª alcançado em 2013.

A atleta começou a jogar aos 12 anos no Pinhal Vidal, por influência do irmão, que também foi guarda-redes de Futsal. Alinhou ainda pelo Portugal Cultura e Recreio, antes de se transferir para a Quinta dos Lombos, onde venceu 2 Campeonatos da I Divisão de Honra (2010/11 e 2011/12), 1 Supertaça (2011), 1 Taça Nacional (2012/13) e 1 Taça de Portugal, este ano, num jogo em que fez a assistência para o golo decisivo frente à Novasemente, validado já em cima do tempo regulamentar

Maria Martins, ala internacional que alinhou na Quinta dos Lombos nas últimas sete temporadas, é o segundo reforço da equipa de seniores femininos, depois da guarda-redes Naty Silva, que também se transfere do emblema de Carcavelos.

“Para além de o Sporting ter mais visibilidade do que a Quinta dos Lombos, senti que precisava de um novo estímulo, novas experiências e o Sporting pareceu-me a melhor opção. Este convite veio na hora certa. O objectivo do Sporting é lutar pelo título e é isso que vou tentar fazer”, disse a ala de 29 anos ao Jornal Sporting.

Maria conta com 17 internacionalizações pela Selecção Nacional, tendo rubricado a última participação na equipa das ‘quinas’ no Mundial de 2012, que terminou com o Vice-Campeonato português.

Maria começou na modalidade aos 14 anos, no desporto escolar, e federou-se aos 17, alinhando pelo Grupo Desportivo Operário, onde conquistou um Campeonato Distrital da III Divisão e marcou presença na Final da Taça de Lisboa. Transferiu-se ao fim de cinco anos para a Quinta dos Lombos e foi-se afirmando como uma das melhores marcadoras da equipa e também como autora de várias assistências. Pelo emblema de Carcavelos, Maria Martins conquistou 1 Campeonato Distrital da I Divisão de Honra (2011/12), 2 Campeonatos Distritais da I Divisão (2008/09 e 2010/11), 2 Taças Nacionais (2008/09 e 2012/13), 2 Supertaças (2010 e 2011) e ainda 1 Taça de Portugal (2014/15).

30/06/2015

iScout: Os meus 10 Milhões


Ultimamente têm sido esmiuçadas as linhas definidoras do plantel do Sporting Clube de Portugal, versão 2015/16. As informações veiculadas têm apontado que o valor que será disponibilizado para o reforço do plantel ronda os 10M €. Francamente, acho pouco, por ser até até inferior ao investimento da época transacta. Por isso, duvido desta informação. Se tivesse de apostar, indicaria um orçamento a rondar os 15/16M €. No entanto, não me surpreenderia que a verba apontada fosse mesmo o crédito disponível para o manager Jorge Jesus.

Apesar do Sporting CP já dispor de uma excelente base produtiva e ser agora conduzidos por um Treinador perito em fazer "renascer" jogadores ou encontrar soluções internas, temos de ir ao mercado. Como em qualquer outro, o nosso plantel tem algumas lacunas. Acresce que estas podem tornar-se mais notórias com esta mudança.Porque não devemos esquecer que o modelo de Jorge Jesus tem várias particularidades, decorrentes do seu cunho pessoal. Por isso, é perfeitamente normal que Jorge Jesus pretenda um ou outro jogador, à sua imagem.

A margem de manobra de 10M € não é fácil de gerir, pelo que esse dinheiro terá que ser canalizado para o que se categoriza por negócios "cirúrgicos", aos quais a margem de erro terá que ser diminuta.

Como é costume, no que toca ao mercado, irei sugerir contratações que considero possíveis, e tentar mostrar que podemos fazer boas movimentações no mercado, mesmo com uma margem tão pequena. Conto já com a contratação de Bryan Ruiz, possivelmente por um valor a rondar os 1/2M €. Portanto, a linha de partida cifrará-se nos 8M €.

Acredito que se esteja a considerar 4 contratações. Convém dizer que este número que aponto está dependente de saídas de jogadores, como pode acontecer com William Carvalho ou Jefferson, por exemplo. Por razões óbvias, saindo este último, e mesmo acreditando em Jonathan Silva, o lateral argentino ficaria sem concorrente.
  • Iván Balliu
Parece-me que o Sporting CP anda no mercado por um defesa direito, tendo-se falado em Maurício Isla ou Patric.

Não sei até que ponto não seria bom para Ricardo Esgaio continuar a adaptar-se a um grau de exigência maior como fez na  Assoc. Académica de Coimbra. Neste sentido, gostava de o ver novamente emprestado, mas desta vez ao Vitória SC (Guimarães), que apresenta debilidades naquela posição e que pode ir à Fase de Grupos da UEFA Europa League.

Para colmatar a saída de Cédric Soares gostaria de ver o espanhol de 23 anos do FC Arouca, Iván Balliu. 

Admito que estive sempre atento à sua evolução, num Clube muito perto de onde moro. Já o conhecia da Equipa B do FC Barcelona e via-lhe qualidades, por isso não fiquei surpreso das 2 excelentes épocas que produziu, já em Portugal.


Peça fulcral na época do FC Arouca, tendo sido o jogador de campo com mais minutos, Balliu destaca-se sobretudo por ser bastante eficiente defensivamente. Talvez seja dos melhores laterais da Liga NOS, neste aspecto. Ofensivamente também é muito bom, ataca com critério, muita das vezes por dentro. É a atacar que se vê a profunda influência da formação de La Masia no jogador, sabe efectuar a melhor decisão não se limitando a despejar bolas na linha.

Curiosamente - ou não, acabou por relegar sempre para o banco o outro lateral, Patric, no Barça B, que recentemente foi apontado ao Sporting CP, tendo acabado por rumar à SS Lazio.

Iván Balliu encontra-se em fim de contrato pelo que a sua transferência não implicaria grandes custos. Em relação preço/qualidade, duvido seriamente que encontremos melhor. 

Conhecer melhoraqui & aqui
  • Carlos Zambrano
Como referi acima, o modelo de Jorge Jesus tem algumas particularidades, e isso parece está patente na vontade de contratar outro defesa-central mais experiente, para coordenar a defesa. O recente rumor, que apontava para a possível contratação de Bruno Alves, vai nesse sentido.

O peruano Carlos Zambrano, que em várias épocas foi apontado ao SL Benfica de Jorge Jesus (mesmo ainda numa fase prematura onde alinhava pela equipa secundária do FC Schalke 04), poderia ser esse central de confiança.

Já foi apresentado aqui no SVPN (consultar aqui), por esta altura, o ano passado. Zambrano é descrito como um central raçudo, que joga muito com o físico e que revela bons comportamentos na linha defensiva.


Com uma leitura de jogo acima da média, o que lhe permite por várias vezes perceber o lance antes do adversário e, assim, conseguir antecipar-se a ele. Forte no jogo aéreo como JJ gosta, pode ser bastante útil nas bolas paradas ofensivas.

Para além disso, é bastante forte no passe vertical, iniciando muitas das vezes a fase de construção, eficientemente, e é móvel o suficiente para fechar a ala direita, quando, no processo ofensivo, JJ optar pelas típicas 3 unidades defensivas.

Não há muito mais a dizer de um jogador que tem um valor de mercado a rondar os 10M €, e que se encontra em fim de contrato. Acredito que a sua contratação se poderia firmar por valores a rondar os 1M €, que também poderia ter como ajuda o compatriota Carrillo, envolvendo alguns prémios.

  • Hakim Ziyech
Depois da saída de Nani, urge contratar um desequilibrador nato que jogue pela esquerda. Normalmente, Jorge Jesus gosta de extremos que joguem muito por dentro e que também revelem capacidade física para acompanhar o lateral adversário ou cobrir dentro o lateral da própria equipa.

Curiosamente a minha escolha recaiu novamente num jogador que apresentei no último ano (consultar aqui), e vou passar a explicar porquê.

Hakim voltou a fazer uma enorme época - para mim até talvez tenha sido o melhor jogador da Eredivisie (Holanda) mas, mesmo assim, continua a ser um jogador subvalorizado e tido pouco em conta. Para além disso, o FC Twente encontra-se numa situação caótica, já tendo perdido mesmo pontos no Campeonato por dificuldades financeiras.

Do pé esquerdo do internacional jovem holandês sai muita magia, podendo ser útil nas mais variadas situações em campo. Em bolas paradas ofensivas, em iniciativas individuais, no último passe, Ziyech é um craque dos pés à cabeça.


Não só fantasista como cerebral, sabe privilegiar o colectivo quando necessário. Prova disso mesmo são as 17 assistências na época que terminou. A essas 17 assistências somou o mesmo número de golos, o que só revela a sua capacidade individual e o quanto poderia ajudar o nosso plantel. Por tudo isto, acho que o Sporting CP teria uma oportunidade fantástica de adquiririr um grande craque, subvalorizado, a um preço irrisório, tendo em conta os eu real valor.

Oferecendo algo entre os 4/5M € acredito que é possível trazer Ziyech, nem que para isso tivéssemos de colocar, por exemplo, Wilson Eduardo no negócio, que se encontra bem cotado no país das tulipas.

  • Ángelo Henriquez
O Sporting CP tem encetado pela procura de um avançado que dê uma maior variedade de soluções de jogo. Um jogador que não seja só bom dentro da área (caso de Islam Slimani) como também fora dela (como, por exemplo, FredyMontero). Que contribua com igual qualidade nas várias fases do jogo.

Enquanto Duje Čop emergia e se tornava uma coqueluche do Futebol europeu, ia sorrateiramente dando passos no sentido de se tornar o novo goleador do GNK Dinamo Zagreb. Nessa altura, jogava numa das alas mas com o seu jogo sempre orientado para a baliza. Quase como se tratasse de um ponta-de-lança descaído. Falo do jovem chileno Ángelo Henriquez, que aos 21 anos já actuou por exemplo na English Premier League (Inglaterra) ou na Liga BBVA (Espanha).

Contratado em tenra idade pelo Manchester United FC, depois de brilhar precocemente no CFP Universidade de Chile, responsável pela produção dos maiores talentos do país. Ángelo tem aproveitado todos os seus empréstimos para reforçar a sua adaptação ao Velho Continente, tendo tido bastante sucesso e quebrando algumas etapas.

Forte no cabeceamento, veloz e de remate colocado, Henriquez é um jogador que gosta muito de vir procurar jogo fora da área e ajudar no processo de construção da equipa. Também característicos do jovem chileno são os movimentos diagonais e incursões exteriores, dando-se muito pouco à marcação directa. Dentro da área é agressivo a atacar os espaços e muito batalhador em todos os duelos, com o típico garra dos sul-americano. Por vezes tem traços que me fazem lembrar Luís Suárez, com as devidas diferenças.

Esteve perto de ser contratado pelo GNK Dinamo Zagreb por um valor bastante baixo. No entanto o negócio acabou por não se concretizar. Com esta indefinição de estratégias do Manchester United FC, duvido que tenha lugar no plantel - assim como James Wilson, outro jovem goleador. Por isso, um negócio de empréstimo com opção de compra, ou mesmo uma proposta de 3M, seria excelente para as 3 partes, já que o Clube de Manchester o adquiriu por pouco mais que isso.



29/06/2015

Notas soltas sobre a A.G. de 28 de Junho de 2015

Ontem estive na Assembleia Geral Ordinária do Sporting Clube de Portugal (convocatória aqui) por algumas horas, sendo-me impossível - por motivos pessoais - assistir a todo o evento. Irei, ainda assim, tentar dar uma ideia daquilo que de mais relevante se passou no pavilhão multi-desportivo de Alvalade durante a tarde de ontem.

Convido, desde já, todos os leitores que lá tenham estado a contribuírem para este post com toda e qualquer informação adicional que pareça relevante/pertinente partilhar. Antes de começar, parece-me relevante realçar tanto a fantástica participação nesta reunião magna (mais de mil sócios participaram, numa tarde de Domingo de muitíssimo calor), como também o facto deste evento ter decorrido dentro do maior civismo e normalidade, o que nos tempos que correm me parece ser um excelente indicador. Então aqui vão alguns aspectos que retive:
  • A AGO começou com o Ponto I da ordem de trabalhos, que consistia na apresentação do projecto de construção do Pavilhão João Rocha da autoria da empresa Ferreira Build Power, em substituição da SOMAGUE, cujo conflito com o Sporting CP todos já conhecemos. Os sócios reagiram positiva e entusiasticamente a esta apresentação, que também incluiu a maqueta do edifício e algumas imagens virtuais (como a que está exibida abaixo). O Ponto II, acerca de distinções honoríficas (platina) a sócios com muitos anos de filiação e dedicação extraordinária ao Clube, também decorreu com forte aceitação e celeridade. O Ponto III, relativo à dissolução de várias empresas (aparentemente inúteis e obsoletas) do Grupo Sporting, foi também ele aprovado com relativa rapidez, e sem grandes questões. 
  • O Ponto IV era o tema quente desta AGO, consistindo numa apresentação sobre os resultados da Auditoria de Gestão - Fase III (mandato de Filipe Soares Franco – 19/10/2005 a 05/06/2009 e imobiliário 1995-2013). Bruno de Carvalho fez questão de fazer um ponto prévio antes de começar a apresentação propriamente dita, onde esclareceu duas questões: primeiro afirmou que não faria sentido pedir esclarecimentos aos visados em relação à Auditoria, uma vez que esta reúne factos sobre números e decisões de gestão, interpretando-os em seguida, sem necessidade de consulta aos intervenientes. Ou seja, esta foi uma resposta às reclamações de alguns dos ex-dirigentes leoninos, que recentemente se mostraram indignados relativamente ao facto de não terem sido consultados. O Presidente informou também acerca da disponibilidade de acesso ao documento integral desta Auditoria para os sócios. Essa disponibilidade estará, no entanto, sujeita a um compromisso de confidencialidade (para quem estiver interessado, poderá pedir mais informações na secretaria de Alvalade).
  • Durante a apresentação dos resultados da Auditoria, foram referidas várias coisas, das quais provavelmente - e até porque não tomei notas - esqueci boa parte dos detalhes. Não entrarei em pormenores, até porque corro o sério risco de vos induzir em erro e porque, como já referi, todos os sócios poderão consultar este documento. No entanto, a impressão geral com que fiquei é a de que o Sporting Clube de Portugal, nas últimas duas décadas, passou de um Clube com muito mais activo que passivo (cerca do dobro), e com uma dívida bancária diminuta, para um Clube enterrado em dívidas aos bancos e com capitais próprios altamente negativos. E alguns dos pormenores que ajudam a explicar esta dinâmica catastrófica são de facto revoltantes. Os salários pagos a vários administradores, as suas indemnizações milionárias e vários negócios efectuados (estou a referir-me sobretudo ao âmbito não-desportivo) são dificilmente interpretáveis à luz do superior interesse do Sporting Clube de Portugal. Terá havido dolo ou somente um somar de terríveis asneiras? Não sei... mas que várias destas coisas cheiram a esturro, disso não tenho quaisquer dúvidas. Veremos quais os próximos capítulos deste processo: será que "a montanha vai parir um rato", como alguns gostam de apregoar? Não tenho assim tantas certezas em relação a isso.
Entretanto, e como já vos referi, tive que abandonar a AGO por motivos pessoais e, assim sendo, não assisti a mais nada. Soube, pela Comunicação Social, que as contas terão sido aprovadas com uma maioria esmagadora. Soube também que o Conselho Fiscal & Disciplinar, na pessoa do seu líder Jorge Bacelar Gouveia, informou os sócios acerca da expulsão de Luiz Godinho Lopes, da suspensão de Luís Duque e das auto-exclusões de José Filipe Nobre Guedes e de Carlos Freitas de sócios do Sporting Clube de Portugal (processo explicado aqui). Sobre este assunto, e devido à sua complexidade, escreverei noutra ocasião.

Qual a vossa impressão acerca desta AGO, recheada de incidências? Positiva para o futuro do Sporting CP ou nem por isso?

Um abraço e Saudações Leoninas

Hóquei: Carlitos acaba carreira

O Sporting Clube de Portugal terminou o vínculo contratual com o atleta Carlos Martins (Carlitos). O jogador colocou um ponto final na carreira de hoquista.

O Sporting CP mostra a sua gratidão pelos serviços prestados por Carlitos e ainda por tudo o que ajudou a conquistar para o nosso Clube.


Obrigado, Carlitos!!!

Futsal: Rodolfo Fortino é o 2.º reforço leonino

Rodolfo Fortino, pivot canhoto de 32 anos que se sagrou Campeão Europeu de Selecções em 2014, pela Itália, e actuou na última temporada no ASD Asti, é o segundo reforço da equipa de Futsal do Sporting CP, juntando-se ao já anunciado Alex Merlim.

Nascido no Brasil mas com nacionalidade italiana, Fortino soma 57 internacionalizações e 32 golos pelo conjunto transalpino, tendo sido o segundo melhor marcador no último Campeonato do Mundo realizado na Tailândia, onde a Itália ganhou o bronze.

Curiosamente, o pivot acaba por ser bem conhecido da Selecção Nacional... pelas piores razões: no Mundial de 2012, Fortino apontou o golo que levou o encontro dos Quartos-de-Final para prolongamento no último minuto (os transalpinos venceriam por 4-3) e marcou também o último tento dos italianos no triunfo por 4-3 frente à equipas das 'quinas' nas Meias-Finais do Campeonato da Europa de 214.

Conhecido como um jogador que segura bem a bola de costas para a baliza e permite esticar o jogo para um modelo de 3x1, o internacional tem finalização fácil e é considerado uma das principais referências mundiais na posição, até pela vasta experiência.

Em Itália, Fortino esteve quatro anos no ASDMC Augusta, passando depois pelo Luparense Calcio e pelo ASD Asti. Além de ter sido o melhor marcador do Campeonato em 2011, sagrou-se Campeão Nacional em 2012 e somou mais três títulos nas últimas duas temporadas (1 Taça de Itália e 2 Winter Cup). Na Selecção, venceu o Campeonato da Europa de 2014 e foi medalha de bronze no Mundial de 2012.

“Chego com a ambição de conquistar títulos importantes, dando o meu melhor para ajudar a equipa a voltar a disputar a UEFA Futsal Cup. Estou ansioso para conhecer os meus novos companheiros e o Clube, que sem dúvida me dará todo o suporte necessário para que possa render o máximo. O Sporting é hoje a terceira melhor equipa da Europa, formada por jogadores de alto nível e o melhor Clube português de Futsal. Foi isso que me levou a aceitar o convite do Clube”, destacou o pivot ao Jornal Sporting.

28/06/2015

Futsal Feminino: Leoas conquistam Taça Nacional

A equipa feminina de Futsal do Sporting CP venceu a Taça Nacional, esta tarde de Domingo, com um empate por 4-4 frente ao UA Povoense, na terceira jornada da competição, que decorreu em Ponte de Sor.

As comandadas de Filipe Carneiro entraram mal no jogo, desorganizadas e sem coesão. Aos três minutos da primeira-parte, Débora Venâncio faz o primeiro para o UA Povoense. Um minuto depois, na sequência de uma perda de bola da capitã Elizabete, Nanci Neves faz o segundo golo. As jovens leoas continuaram com algumas dificuldades em construir jogadas e criar perigo ao adversário. No entanto, na sequência de um erro defensivo do UA Povoense, Ana Marques coloca o esférico no fundo das redes e faz o 2-1 a sete minutos do intervalo.

Na segunda-parte, a equipa verde-e-branca começou com mais posse de bola frente a um adversário mais organizado defensivamente. Dois minutos depois do reatamento da partida, Cheila faz o 2-2. O 2-3 surge no minuto seguinte, na sequência de uma grande penalidade sobre Eliana, Catarina coloca o Sporting CP na frente do marcador. As comandadas de Filipe Carneiro começam a evidenciar alguma desconcentração e pouca coordenação. Aos 32 minutos, Inês Gonçalves faz o 3-3, porém as leoas respondem dois minutos depois quando Eliana cruza para Nádia que, do lado direito, encosta a bola para o fundo da baliza adversária, recolocando o Sporting CP em vantagem. O UA Povoense apostou no guarda-redes avançado e a três minutos do fim, com o encontro controlado, uma falha da defesa leonina permitiu que a adversária Nanci Neves fixasse o marcado no 4-4, empate que deu a conquista da Taça Nacional à equipa leonina, depois de ter vencido o GCR Nun’Álvares por 6-4 e o FC Águias de Santa Marta por 2-7

Parabéns, leoas!!!

Futsal Feminino: Leoas a 3 pontos de conquistar a Taça Nacional

A equipa feminina de Futsal do Sporting CP começou da melhor forma a Final-Four da Taça Nacional, vencendo em Ponte de Sor o GCR Nun’Álvares por 6-4 na primeira jornada. Ainda assim, o Sporting CP enfrentou grandes dificuldades sobretudo no primeiro tempo, arrancando depois para um final de partida que permitiu alcançar os três pontos.

Com dois golos nos primeiros 14 minutos (Loira, após um roubo de bola em zona ofensiva, e Ana, depois de uma jogada individual), a eficácia do GCR Nun’Álvares veio ao de cima na etapa inicial e o máximo que as comandadas de Filipe Carneiro conseguiram foi reduzir a desvantagem por Sheila, a não perdoar isolada frente à guarda-redes adversária Belinha. Ao intervalo, as leoas perdiam por 1-2, parecendo acusar um pouco a pressão da partida.

Por isso, esperava-se uma forte reacção do Sporting CP no reatamento da partida, mas foi mesmo a formação bracarense a aumentar a vantagem contra a corrente do jogo, através de um livre directo. Ainda assim, as campeãs distritais verde-e-brancas nunca baixaram os braços e Catarina, aos 25 minutos (após um remate forte à entrada da área), e Eliana, assistida por Ana Marques numa transição rápida logo no minuto seguinte, restabeleceram o empate.

Voltava a estar tudo em aberto mas, por infelicidade própria, seria o GCR Nun’Álvares de novo a adiantar-se no marcador beneficiando de um auto-golo de Cheila. A resposta foi rápida e, dois minutos depois, Catarina bisou numa grande jogada individual culminada com um remate de longe, fazendo o 4-4 no melhor golo da noite. A meio da segunda-parte, e pela primeira vez no encontro, Eliana (a encostar após remate de Nádia) conseguiu finalmente colocar o Sporting CP em vantagem, que foi ampliada a sete minutos do fim por Sara Tavares, na recarga a um remate forte de Catarina defendendo para a frente.

Com 6-4 no marcador, o adversário ainda arriscou o 5x4 com guarda-redes avançado mas a vitória já não fugiu, apesar dos dois livres de dez metros bem travados pela guarda-redes verde-e-branca.

Já este Sábado, a equipa feminina de Futsal do Sporting CP venceu o FC Águias de Santa Marta por claros 2-7, na segunda jornada da Final-Four da Taça Nacional que se realiza em Ponte de Sor.

Assim, as leoas dependem apenas de si para se sagrarem Campeãs.

À semelhança do que tinha acontecido no encontro de ontem, frente ao GCR Nun’Álvares, as comandadas de Filipe Carneiro entraram mal e ficaram em desvantagem logo aos três minutos mas Ana Marques e Eliana, nos minutos seguintes, colocaram o conjunto verde-e-branco na frente. No entanto, o FC Águias de Santa Marta conseguiu empatar logo aos oito minutos, resultado com que se atingiria o intervalo.

No segundo tempo, o Sporting CP assumiu por completo o controlo da partida e chegou à goleada com tentos de Cheila (24’), Nádia (30’), Catarina (37’) e Eliana (38’ e 39’).

Amanhã, as leoas defrontam o UA Povoense às 16h45, na última jornada da Final-Four da Taça Nacional, e podem celebrar a conquista da prova como uma espécie de cereja no topo do bolo de uma época a todos os níveis brilhante.

O encontro irá ser transmitido em directo e em exclusivo na Sporting TV.

Classificação & resultados aqui.

27/06/2015

Lewis Enoh ruma ao Lokeren (Bélgica)

Através do seu site oficial, o KSC Lokeren Oost-Vlaanderen (Bélgica) anunciou a contratação do ponta-de-lança Lewis Enoh, que assinou contrato com os belgas por 4 temporadas. De acordo com informação oficial do Sporting CP, o atleta foi transferido por uma verba até 350 mil €, salvaguardando 20% do valor de uma futura transferência (consultar aqui).

Recorde-se que Lewis Enoh chegou a Alvalade em Janeiro de 2014, vindo do modesto GD Sourense, por 35 mil €, sendo agora transferido por quase 10 vezes o valor que os leões pagaram pelo seu passe.

Na época transacta, o ponta-de-lança de 22 anos alinhou em 33 jogos na Segunda Liga, num total de 2066 minutos, assinando 12 golos.

Boa-sorte, Enoh!!!

José Postiga muda-se para Vila do Conde

José Postiga transferiu-se para o Rio Ave FC. Findo o seu contrato com o Sporting Clube de Portugal, o jovem ponta-de-lança de 19 anos não quis continuar de leão ao peito e muda-se, assim, para o Clube de Vila do Conde, de onde é natural, pelo qual assinou contrato por 3 épocas.

O atleta esteve 9 anos da Academia e sai aos 19 anos, após concluir a sua formação, abraçando o desafio de lutar por um lugar no 11 do Rio Ave FC, que terminou a temporada de 2014/15 no 10.º posto da Liga NOS.

Na época transacta, José Postiga, irmão de Hélder Postiga, alinhou em 25 jogos pelos Juniores leoninos (Campeonato Nacional e UEFA Youth League), num total de 1740 minutos, assinando 13 golos. O ponta-de-lança estreou-se ainda pelo Sporting B, onde saiu do banco para jogar apenas 3 minutos.

Resta-nos desejar-lhe a melhor das sortes na carreira, excepto - claro - quando tiver o azar de defrontar o Sporting Clube de Portugal.


 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Best Web Hosting Coupons