24/05/2016

Futsal: Djô também renova contrato

Um dia depois de Pedro Cary ter renovado o seu contrato com a equipa de Futsal do Sporting CP, foi a vez de Jorge Fernandes, mais conhecido como Djô, estender a sua ligação contratual ao Clube de Alvalade, continuando, assim, numa casa que o formou e o viu crescer para o Futsal nacional e internacional.

“Sinto-me feliz com esta renovação. Ficar mais tempo no Sporting CP é o realizar de mais um sonho. Um dos meus grandes objectivos era prolongar o meu contrato com este Clube, poder jogar no novo Pavilhão e ganhar títulos. E, para ganhar títulos, tenho de jogar no Sporting CP”, confessou Djô, logo após a renovação.

O ala leonino não escondeu o desejo de estrear o Pavilhão João Rocha, assim como de perseguir um sonho de todo o conjunto verde-e-branco: a UEFA Futsal Cup. A temporada tem corrido bem, já conta com alguns troféus, mas, para Djô, o foco principal neste momento é a conquista do Campeonato Nacional.

“Tem sido uma época fantástica, mas, para ser melhor, ainda falta ganhar o Campeonato. Esse é o nosso objectivo principal, estamos à procura disso. O que ganhámos já passou, agora só interessa o Campeonato Nacional. Havemos de o conseguir conquistar”, concluiu o leão.
Partilhar:
Ler Post

23/05/2016

Futsal: Pedro Cary renova contrato

A cumprir a sua sexta temporada de leão ao peito, Pedro Cary renovou hoje contrato com o Sporting CP, dando continuidade a uma ligação repleta de feitos e conquistas, mas que, no entender do ala da equipa verde-e-branca de Futsal, merece ser coroada com mais títulos e troféus.

“É um prazer imenso e um sentimento especial, de muito orgulho, renovar por este grande Clube. Já são seis anos nesta casa e, felizmente, vou ter a oportunidade de continuar, sabendo que quem está no Sporting tem de vencer títulos para que se possa continuar a preencher a vitrina dos troféus do Clube. Temos de fazer do Futsal uma referência, que já a é, e, para isso, é importante manter este trajecto”, afirmou o internacional português.

Não é segredo para ninguém que o Futsal do Sporting CP deseja o título de campeão europeu, aquele que falta juntar ao palmarés leonino. Mas, para isso, Pedro Cary sabe que ainda há um longo caminho a percorrer: primeiro, é preciso ser Campeão Nacional, esta época; só depois se pensará em voos mais altos.

“Para já, falta-nos o Campeonato Nacional, que é importantíssimo e determinante para as nossas ambições. Depois sim, pensamos no tal título europeu que tanto desejamos. Já estivemos perto de o conseguir e seguramente que, nos próximos anos, fruto do trajecto do nosso Sporting e da aposta que se tem feito, estaremos mais perto de o conquistar. Tudo iremos fazer para o conseguir”, garante Pedro Cary.

O ala põe assim termo à especulação, que o ligava aos rivais do SL Benfica.
Partilhar:
Ler Post

20/05/2016

Renovação de fé!


Ninguém terá, hoje, dúvidas de que o assédio do FC Porto a Jorge Jesus foi (muito) forte. E, já agora, de que o Treinador o equacionou seriamente... Porém, e ainda bem, Jorge Jesus e Bruno de Carvalho chegaram a um entendimento que permitiu a renovação do contrato do técnico por mais uma época, salvaguardando assim a sua saída imediata.

Não tenhamos dúvidas: até pela posição de Jorge Jesus, sabemos de antemão que poderemos passar por outra indefinição igual no final de cada uma das (agora) 3 épocas do contrato que firmou com o Sporting Clube de Portugal. O desfecho, esse, poderá redundar mesmo na saída do Treinador - será muito difícil fazer frente aos valores que estiveram "em cima da mesa", tanto para o Clube (que não tem salvaguarda de uma cláusula de rescisão, valendo-se unicamente da vontade das partes) como para o Treinador.

Não será com certeza unânime, mas será largamente consensual que a chegada de Jorge Jesus elevou os níveis qualitativos da equipa do Sporting Clube de Portugal para valores que há muito andavam arredados de Alvalade (bem, se quisermos ser precisos, sendo esta a melhor época de sempre - apesar de não se ter alcançado o título de Campeão Nacional - ter-se-ia que dizer que nunca tal se viu!).

Renova-se, portanto, também a fé, tão Sportinguista como frustrante, de que "para o ano é que é!". Com um timoneiro deste calibre a iniciar a 2.ª época seguida, é lógico achar-se que se parte com alguma vantagem, até perante a (maior) indefinição dos principais adversários. Contudo, não cometamos o erro de cair na falácia de que estaremos "sozinhos" na corrida ao título de 2016/17; SL Benfica e FC Porto são Clubes perfeitamente capazes de se redefinir mantendo os níveis competitivos.


Para esta renovação, Jorge Jesus terá "exigido" um alargamento do seu espectro de competências, nomeadamente nas áreas de Comunicação, Prospecção/Scouting e Futebol de Formação. Sendo os outros dois valências mais/menos lógicas, foco na Comunicação:
  • Interna
    Jornal Sporting, Site Oficial e Redes Sociais têm que arranjar forma de, de uma vez por todas, se organizarem directamente, dinamizando-se mutuamente, em conjunto, de forma a evitar, por exemplo, omissões de informação, como muitas vezes acontece no day-to-day do Site Oficial. Há uma ordem a implementar e que tem sido severamente negligenciada. A informação não pode chegar aos canais oficiais depois de chegar primeiro aos órgãos de Comunicação Social, como acontece nalguns casos. Com 3 equipas a trabalhar para a mesma área, embora com especificidades diferentes (Jornal Sporting: Bruno Roseiro, WL Partners: Mário Carneiro, e YoungNetwork Group: Redes Sociais), há que fazer mais e melhor!
  • Externa
    Mário Carneiro, como director de Comunicação, parece demasiado "tenrinho" para o que o Sporting Clube de Portugal necessita. Constatou-se, aliás, esta época em que, perante os inúmeros ataques por parte do principal rival, a resposta não passava senão quando dita pelo Presidente, Bruno de Carvalho - que, já agora, deveria ser o último a ter que falar, neste aspecto - e muitas vezes de uma forma demasiado abespinhada e pouco cabal. A Comunicação externa do Clube deve ser mais pró-activa (ao invés da comunicação reactiva que se viu esta época), evitando cair nas armadilhas que muitas vezes são montadas...
Teremos também, obviamente, muito que discutir quanto à constituição do plantel para a próxima época, a seu tempo, começando desde já com a certeza de que, entre William Carvalho, João Mário e Islam Slimani, alguém irá sair.
Partilhar:
Ler Post

19/05/2016

Fim à especulação: Jorge Jesus renova por mais uma época, até 2019

Em conferência de imprensa no Estádio José Alvalade, Bruno de Carvalho anunciou a renovação com o Treinador Jorge Jesus por mais um ano, até ao final da época de 2018/2019.

"Quero agradecer a confiança que a Direcção e SAD do Sporting depositaram não só em mim como em todos os elementos que trabalham comigo. Há dois meses atrás o Presidente convidou-me a renovar por mais um ano. Foi um acto de confiança que mexeu comigo e que me levou a pensar que era isto que queria. Pensámos os dois em conjunto no que é melhor para o Sporting CP", afirmou o Treinador verde-e-branco, fazendo também um balanço daquilo que foi feito desde que chegou ao Clube de Alvalade: "Em 10 meses desenvolveu-se um trabalho espectacular. Penso que o Sporting CP vai estar mais forte. O leão, como disse na minha apresentação, agora acordou. Estou extremamente feliz por continuar aqui".

Bruno de Carvalho falou também acerca da forma como, em conjunto com Jorge Jesus, o Clube tem evoluído e daquilo que serão os próximos anos. “Eu e o mister Jorge Jesus falámos e decidimos ambos a continuidade por mais uma época. O Sporting CP é um Clube que faz da informação um ponto de honra. Eu e o Jorge Jesus somos homens de paixões e de projectos. Assim foi conseguida uma meta de mais três anos. O Clube respira muita saúde a nível desportivo e a nível financeiro. Demos um grande passo para unificar este grande Clube, para a continuação da alegria dos adeptos e o regresso do grande Sporting. É isso que eu, Jorge Jesus e todos fazemos todos os dias. Trabalhamos com paixão, com vontade e com sentido de projecto, rumo e caminho", finalizou.
c
Recorde-se que não há qualquer salvaguarda de uma cláusula de rescisão para Jorge Jesus, estabelecendo-se uma indemnização no valor do remanescente do contrato, ou seja, 5M € por cada ano de contrato.

Desconhecem-se quaisquer outros pormenores relativamente a esta renovação, nomeadamente quanto ao alargamento ou não das competências do técnico ou se, porventura, terá havido algum reajuste nos termos do contrato, quer relativamente aos honorários de base quer em relação aos prémios por objectivos.

Recorde-se também que Jorge Jesus terá sido assediado pelo FC Porto, através da PT/MEO/Altice - que estaria disposta a dobrar o salário que o Treinador aufere/auferia em Alvalade, além de bancar a indemnização a que o Sporting Clube de Portugal teria direito (qualquer coisa coisa a rondar os 10M €). Após alguma ponderação, Jorge Jesus decidiu permanecer em Alvalade. Para tal, muito terá contribuído a manifestação de apoio em Alvalade após o terminus da Liga NOS.

Partilhar:
Ler Post

18/05/2016

Ricardo Esgaio renova até 2022

O polivalente Ricardo Esgaio, de 23 anos, renovou o seu vínculo contratual com o Sporting Clube de Portugal, até 2022. O jovem jogador tinha contrato até 2018 e viu assim prolongada por mais 4 épocas a ligação aos leões. A sua cláusula de rescisão está fixada em 45M €.

Esta época, com pouca utilização por parte de Jorge Jesus, que pensa nele como médio-interior, o jovem jogou apenas 15 jogos (2 deles ao serviço da Equipa B), ainda assim perfazendo um total de 1150 minutos.
Partilhar:
Ler Post

17/05/2016

Check Up


Finalizada a temporada, é tempo de fazer a devida avaliação e inferir daí o que se poderá fazer melhor para o futuro. E o futuro, em desporto, como todos sabemos, é já!

Esta temporada, infelizmente pudemos somar uma Supertaça Cândido de Oliveira ao palmarés - disputada e, portanto, decorrente da conquista da Taça de Portugal, na temporada transacta. Almejámos ainda assim, com estes dois troféus, a reconquista de Títulos que nos fugiam há 8 anos. Mesmo com um plantel de elevada qualidade, expressa dentro das 4 linhas, depois de alcançar o maior número de pontos (86) e de golos (79) alguma vez somados pelo Sporting Clube de Portugal, não foi possível conquistar o Título máximo, que fugiu para os rivais do SL Benfica. Um epifenómeno que dificilmente se repetirá, estou certo.

Na Taça de Portugal acabámos por cair em Braga, depois de eliminar o SL Benfica, num jogo fantástico de que todos nos lembraremos mas em que, mais uma vez, nos atiraram borda fora por factores externos ao jogo jogado. A Taça da Liga foi, novamente, um fiasco. É notório que a rotatividade do plantel, numa lógica de gestão algo levada ao extremo, não funcionou nesta competição.

A nível europeu, falhado o acesso à UEFA Champions League, no Play-Off frente ao CSKA Moskva (onde, aliás, tivemos "o pássaro na mão" por mais que uma vez), pela a inexperiência da equipa e pela canalhice da(s) equipa(s) de arbitragem, fomos relegados à UEFA Europa League. E, aí, apesar do percurso um tanto ou quanto titubeante, acabámos por demonstrar que éramos a melhor equipa do nosso grupo, caindo depois nos 16-avos-de-Final, frente aos alemães do Bayer 04 Leverkusen. Muito se comentou a estratégia de Jorge Jesus (e, consequentemente, do Sporting CP), mas a verdade é que acabámos por fazer uma campanha europeia consentânea com os resultados de épocas anteriores, pragmaticamente falando.

Apontando unicamente às conquistas, é fácil concluir que esta temporada foi um falhanço rotundo. Erguer uma "mera" Supertaça não é, nem de perto nem de longe, o desígnio de um Clube como este; principalmente quando recordamos um Campeonato como este, onde chegámos a ter 7 pontos de vantagem sobre o 2.º classificado (numa fase ainda embrionária, é certo) e vantagem no confronto directo. É estranho e absolutamente frustrante, aliás, que uma equipa que acaba a Liga NOS com vantagem no confronto directo sobre todas as equipas não consiga ser campeã.

Há quem deposite, hoje, as culpas em Bruno de Carvalho, em Jorge Jesus ou até - para meu choque! - em Bryan Ruíz. Não que me espante este individualizar de algo que deveria ser colectivo - faz parte desta psicologia tão Sportinguista fazê-lo, mas não deixo de o considerar injusto. Para todos e para cada um em particular...

A viragem da 1.ª para a 2.ª volta do Campeonato não nos foi favorável; a derrota na Madeira, vs. CF União, e o empate em Alvalade, vs. CD Tondela, são jogos onde não se pode perder pontos. Citando um nosso ex-jogador, Tinga, são jogos que «temos que ganhar nem que seja à cabeçada!». Independentemente de tudo o resto (e chamar-lhe "resto" é um eufemismo), foi nestas pequenas grandes fatalidades que ficámos para trás...

Aquela dupla jornada de que, agora, todos falam - vs. Vitória SC, em Guimarães, e vs. SL Benfica, em Alvalade - terá sido o culminar das fatalidades de que falo. Convindo e sublinhando que são sempre 2 jogos difíceis, contra 2 equipas difíceis, foram 2 partidas em que as oportunidades claras de golo aconteceram em catadupa. Os golos, esses, não apareceram. Todos nos lembramos do falhanço clamoroso de Bryan Ruíz, no derby - bastava esse!... Mas, por favor, livrem-me dos comentários absolutamente escabrosos sobre o costa-riquenho. É-me nojento recordar o que já li sobre um dos melhores jogadores que temos no plantel... but then again, o Sportinguista é assim mesmo, muito contra-natura.

---------------------------------------------------------------------------------------------

Uma palavra particular para Jorge Jesus: é absolutamente inegável o acrescento qualitativo que JJ trouxe ao Sporting Clube de Portugal, a todos os níveis. Com esta Direcção, também nisto, em 3 anos tivemos Treinadores sempre em crescendo de qualidade, desde Leonardo Jardim, passando por Marco Silva e, agora, Jorge Jesus. Este último está, ainda assim, muitos níveis acima de qualquer outro. Inclusivamente em relação ao Treinador que é, agora, Campeão Nacional. É arrogante, é ególatra, é o que quiserem, mas é bom. Muito bom!

O que conseguiu fazer este ano, numa época apenas, é absolutamente maravilhoso. Tem defeitos, como todos os outros - e todos teremos as nossas razões para lhe apontar, mas as qualidades que tem valem muito mais. Se ganha demais para o que conseguiu fazer esta época? Talvez... mas cada cêntimo depositado na conta dele foi demonstrado em campo. Jorge Jesus não será, com certeza, "a última coca-cola no deserto", mas basta fazer um pequeno exercício de memória para constatar que o tal deserto era, não há muito tempo, enorme!

Tenho uma forte e positiva convicção que o continuaremos a ver por cá na próxima temporada, ainda que não tenha certezas absolutas algumas, senão a de que Jorge Jesus é o melhor Treinador que podemos ter nesta altura. E que vamos precisar dele para o futuro próximo!...

---------------------------------------------------------------------------------------------

Faltam-nos agora as Modalidades; oxalá o Futsal confirme o excelente Campeonato que tem vindo a fazer e conquiste o Título e oxalá o Hóquei em Patins faça o melhor possível na Taça de Portugal e no que resta do Campeonato, qualificando-se para a Euroleague Cup. Quanto ao Andebol, terão que "rolar cabeças", tal foi o suplício horroroso de toda esta temporada.

Segue-se o Verão, e ainda temos o Futebol de Praia para seguir! Uff...

Ahh, e a habitual Silly Season, sempre emocionante nas redacções. Quem venderá mais jornais? E em que gaveta guardarão o jornalismo? Qual deles publicará a primeira "grande entrevista" de Luís Filipe Vieira? Ou de Rui Vitória? Ou de um qualquer opositor de Bruno de Carvalho? Digam-me depois, que eu já nem os leio...

Abraço leonino.
Partilhar:
Ler Post

16/05/2016

Iuri Medeiros renova até 2022 e sobe cláusula de rescisão para os 60M €

O Sporting Clube de Portugal renovou contrato com Iuri Medeiros, criativo açoriano de 21 anos que esta época esteve emprestado ao Moreirense FC, até 2022 - por mais 3 épocas, portanto.

Recorde-se que o jovem português alinhou em 34 jogos esta época, num total de 2 512 minutos, assinando 10 golos pela equipa de Moreira de Cónegos, além de somar 12 assistências para golo (como pode confirmar no post para o efeito, em 2015/16: Como estão os nossos emprestados (VI))

A cláusula de rescisão do jovem criativo foi fixada em 60M €, mais 15M € que a sua anterior cláusula de rescisão.

Ainda sem confirmação oficial, é mais que provável que Iuri Medeiros integre o plantel leonino para a época de 2016/17.
Partilhar:
Ler Post

2015/16: Como estão os nossos emprestados (VI)


Como já é habitual, o Sporting Visto Por Nós volta a apresentar esta época um sumário que acumula os dados estatísticos dos jogadores emprestados pelo Sporting Clube de Portugal. Este é o 1.º post de uma série que vai sendo actualizada ao longo da temporada. Terminada a temporada, esta é portanto a última actualização desta época.Abaixo, as actualizações:
  1. Actualização I (07.10.2015)
  2. Actualização II (15.11.2015) 
  3. Actualização III (25.12.2015) 
  4. Actualização IV (26.02.2016) 
  5. Actualização V (29.03.2016)
Actualização VI

André Geraldes - 25 anos
Contrato até 30.06.2019
Emprestado ao CF "Os Belenenses" (Portugal)
  • Liga NOS: 30 jogos (2520 minutos) - 1 assistência - 6 amarelos
    • Titular: 28 jogos
    • Suplente utilizado: 0 jogos
    • Suplente não utilizado: 2 jogos
  • Taça de Portugal: 2 jogos (90 minutos)
    • Titular: 1 jogos
    • Suplente utilizado: 0 jogos
    • Suplente não utilizado: 1 jogos
  • Taça CTT: 4 jogos (134 minutos)
    • Titular: 1 jogos
    • Suplente utilizado: 1 jogos
    • Suplente não utilizado: 2 jogos
  • UEFA Europa League (Qual.): 4 jogos (360 minutos) - 1 amarelo
    • Titular: 4 jogos
    • Suplente utilizado: 0 jogos
    • Suplente não utilizado: 0 jogos
  • UEFA Europa League: 6 jogos (270 minutos)
    • Titular: 3 jogos
    • Suplente utilizado: 0 jogos
    • Suplente não utilizado: 3 jogos
  • TOTAL: 46 jogos (3374 minutos) - 1 assistência - 7 amarelos
    • Titular: 37 jogos
    • Suplente utilizado: 1 jogos
    • Suplente não utilizado: 8 jogos
Hadi Sacko - 22 anos
Contrato até 30.06.2020
Emprestado ao FC Souchaux-Montbéliard (França)
  • Ligue 2: 12 jogos (791 minutos) - 1 golo - 1 assistência - 1 amarelo - 1 vermelho
    • Titular: 10 jogos
    • Suplente utilizado: 2 jogos
    • Suplente não utilizado: 0 jogos
  • Coupe de France: 2 jogos (162 minutos) - 1 golo - 1 amarelo
    • Titular: 2 jogos
    • Suplente utilizado: 0 jogos
    • Suplente não utilizado: 0 jogos
  • TOTAL: 14 jogos (953 minutos) - 2 golos - 1 assistência - 2 amarelos - 1 vermelho
    • Titular: 12 jogos
    • Suplente utilizado: 2 jogos
    • Suplente não utilizado: 0 jogos
Héldon - 27 anos
Contrato até 30.06.2019
Emprestado ao Rio Ave FC (Portugal)
  • Liga NOS: 25 jogos (1596 minutos) - 4 golos - 4 assistências - 4 amarelos
    • Titular: 17 jogos
    • Suplente utilizado: 7 jogos
    • Suplente não utilizado: 1 jogos
  • Taça de Portugal: 3 jogos (202 minutos) - 1 golo
    • Titular: 2 jogos
    • Suplente utilizado: 1 jogos
    • Suplente não utilizado: 0 jogos
  • TOTAL: 28 jogos (1798 minutos) - 5 golos - 4 assistências - 4 amarelos
    • Titular: 19 jogos
    • Suplente utilizado: 8 jogos
    • Suplente não utilizado: 1 jogos
Iuri Medeiros - 21 anos
Contrato até 30.06.2019
Emprestado ao Moreirense FC (Portugal)
  • Liga NOS: 29 jogos (2314 minutos) - 8 golos - 12 assistências - 2 amarelos
    • Titular: 29 jogos
    • Suplente utilizado: 0 jogos
    • Suplente não utilizado: 0 jogos
  • Taça de Portugal: 1 jogos (89 minutos) - 1 golo
    • Titular: 1 jogos
    • Suplente utilizado: 0 jogos
    • Suplente não utilizado: 0 jogos
  • Taça CTT: 4 jogos (109 minutos) - 1 golo - 1 assistência
    • Titular: 1 jogos
    • Suplente utilizado: 3 jogos
    • Suplente não utilizado: 0 jogos
  • TOTAL: 34 jogos (2512 minutos) - 10 golos - 13 assistências - 2 amarelos
    • Titular: 31 jogos
    • Suplente utilizado: 3 jogos
    • Suplente não utilizado: 0 jogos
João Palhinha - 20 anos
Contrato até 30.06.2021
Emprestado ao Moreirense FC (Portugal)
  • Liga NOS: 30 jogos (2381 minutos) - 10 amarelos
    • Titular: 26 jogos
    • Suplente utilizado: 3 jogos
    • Suplente não utilizado: 1 jogos
  • Taça CTT: 1 jogos (0 minutos)
    • Titular: 0 jogos
    • Suplente utilizado: 0 jogos
    • Suplente não utilizado: 1 jogos
  • TOTAL: 31 jogos (2381 minutos) - 10 amarelos
    • Titular: 26 jogos
    • Suplente utilizado: 3 jogos
    • Suplente não utilizado: 2 jogos
Jonathan Silva - 21 anos
Contrato até 30.06.2019
Emprestado ao CA Boca Juniors (Argentina) 
  • Primera División: 14 jogos (1260 minutos) - 1 golo - 1 auto-golo - 2 amarelos
    • Titular: 14 jogos
    • Suplente utilizado: 0 jogos
    • Suplente não utilizado: 0 jogos
  • Supercopa: 1 jogos (90 minutos) - 1 amarelo
    • Titular: 1 jogos
    • Suplente utilizado: 0 jogos
    • Suplente não utilizado: 0 jogos
  • Copa Libertadores da América: 9 jogos (191 minutos) - 2 amarelos
    • Titular: 2 jogos
    • Suplente utilizado: 3 jogos
    • Suplente não utilizado: 4 jogos
  • TOTAL: 24 jogos (630 minutos) - 1 golo - 1 auto-golo - 5 amarelos
    • Titular: 17 jogos
    • Suplente utilizado: 3 jogos
    • Suplente não utilizado: 4 jogos
Junya Tanaka - 28 anos
Contrato até 30.06.2019
Emprestado ao Hitashi Kashiwa Reysol (Japão) 
  • J1-League (1.ª-Fase): 12 jogos (541 minutos) - 2 golos - 2 assistências - 1 amarelo
    • Titular: 4 jogos
    • Suplente utilizado: 7 jogos
    • Suplente não utilizado: 1 jogos
  • Yamasaki Nabisco Cup: 3 jogos (270 minutos) - 1 golo
    • Titular: 3 jogos
    • Suplente utilizado: 0 jogos
    • Suplente não utilizado: 0 jogos
  • TOTAL: 15 jogos (811 minutos) - 3 golos - 2 asssitências - 1 amarelo
    • Titular: 7 jogos
    • Suplente utilizado: 7 jogos
    • Suplente não utilizado: 1 jogos
Luís Ribeiro - 24 anos
Contrato até 30.06.2018
Emprestado ao RC Recreativo de Huelva (Espanha)
Re-emprestado ao CD Feirense (Portugal)
  • II División B (Grupo IV): 19 jogos (180 minutos) - 1 golos sofridos - 1 jogos sem golos sofridos
    • Titular: 2 jogos
    • Suplente utilizado: 0 jogos
    • Suplente não utilizado: 17 jogos
  • Copa del Rey: 1 jogos (90 minutos) - 1 golos sofridos
    • Titular: 1 jogos
    • Suplente utilizado: 0 jogos
    • Suplente não utilizado: 0 jogos
  • Ledman LigaPro: 18 jogos (810 minutos) - 6 golos sofridos - 5 jogos sem golos sofridos
    • Titular: 9 jogos
    • Suplente utilizado: 0 jogos
    • Suplente não utilizado: 9 jogos
  • TOTAL: 38 jogos (1080 minutos) - 8 golos sofridos - 6 jogos sem golos sofridos
    • Titular: 12 jogos
    • Suplente utilizado: 0 jogos
    • Suplente não utilizado: 26 jogos
Miguel Lopes - 29 anos
Contrato até 30.06.2018
Emprestado ao Granada CF (Espanha)
  • La Liga: 31 jogos (1945 minutos) - 1 auto-golo - 1 assistência - 8 amarelos - 1 duplo amarelo
    • Titular: 23 jogos
    • Suplente utilizado: 3 jogos
    • Suplente não utilizado: 5 jogos
  • Copa del Rey: 3 jogos (233 minutos)
    • Titular: 3 jogos
    • Suplente utilizado: 0 jogos
    • Suplente não utilizado: 0 jogos
  • TOTAL: 34 jogos (2178 minutos) - 1 auto-golo - 1 assistência - 78 amarelos - 1 duplo amarelo
    • Titular: 26 jogos
    • Suplente utilizado: 3 jogos
    • Suplente não utilizado: 5 jogos
Oriol Rosell - 23 anos
Contrato até 30.06.2019
Emprestado ao Vitória SC (Portugal)
  • Liga NOS: 7 jogos (253 minutos) - 1 amarelo
    • Titular: 3 jogos
    • Suplente utilizado: 1 jogos
    • Suplente não utilizado: 3 jogos
  • Ledman LigaPro: 4 jogos (180 minutos)
    • Titular: 2 jogos
    • Suplente utilizado: 1 jogos
    • Suplente não utilizado: 1 jogos
  • TOTAL: 11 jogos (433 minutos) - 1 amarelo
    • Titular: 5 jogos
    • Suplente utilizado: 2 jogos
    • Suplente não utilizado: 4 jogos
Salim Cissé - 23 anos
Contrato até 30.06.2018
Emprestado ao Vitória FC (Portugal)
  • Liga NOS: 10 jogos (545 minutos) - 2 golos - 1 amarelo
    • Titular: 8 jogos
    • Suplente utilizado: 1 jogos
    • Suplente não utilizado: 1 jogos
  • TOTAL: 10 jogos (545 minutos) - 2 golos - 1 amarelo
    • Titular: 8 jogos
    • Suplente utilizado: 1 jogos
    • Suplente não utilizado: 1 jogos
Sambinha - 23 anos
Contrato até 30.06.2018
Emprestado ao New England Revolution (E.U.A.)
  • Major League Soccer: 9 jogos (1 minutos)
    • Titular: 0 jogos
    • Suplente utilizado: 1 jogos
    • Suplente não utilizado: 8 jogos 
  • TOTAL: 9 jogos (1 minutos)
    • Titular: 0 jogos
    • Suplente utilizado: 1 jogos
    • Suplente não utilizado: 8 jogos
Simeon Slavchev - 22 anos
Contrato até 30.06.2019
Emprestado ao Apollon Limassol FC (Chipre)
  • 1. Division: 20 jogos (1027 minutos) - 1 golo - 3 amarelos
    • Titular: 11 jogos
    • Suplente utilizado: 8 jogos
    • Suplente não utilizado: 1 jogos
  • Taça do Chipre: 6 jogos (492 minutos) - 2 golos - 1 amarelo
    • Titular: 5 jogos
    • Suplente utilizado: 1 jogos
    • Suplente não utilizado: 0 jogos
  • TOTAL: 26 jogos (1519 minutos) - 3 golos - 4 amarelos
    • Titular: 16 jogos
    • Suplente utilizado: 9 jogos
    • Suplente não utilizado: 1 jogos
Wallyson Mallmann - 22 anos
Contrato até 30.06.2021
Emprestado ao OGC Nice (França)
  • Ligue 1: 26 jogos (745 minutos) - 2 assistências - 4 amarelos
    • Titular: 8 jogos
    • Suplente utilizado: 9 jogos
    • Suplente não utilizado: 9 jogos
  • Coupe de France: 1 jogos (51 minutos)
    • Titular: 0 jogos
    • Suplente utilizado: 1 jogos
    • Suplente não utilizado: 0 jogos
  • Coupe de la Ligue: 2 jogos (152 minutos) - 1 amarelo
    • Titular: 2 jogos
    • Suplente utilizado: 0 jogos
    • Suplente não utilizado: 0 jogos
  • TOTAL: 29 jogos (948 minutos) - 2 assistências - 5 amarelos
    • Titular: 10 jogos
    • Suplente utilizado: 10 jogos
    • Suplente não utilizado: 9 jogos
Zakaria Labyad - 23 anos
Contrato até 30.06.2017
Emprestado ao Fulham FC (Inglaterra)
  • Championship: 3 jogos (54 minutos)
    • Titular: 0 jogos
    • Suplente utilizado: 2 jogos
    • Suplente não utilizado: 1 jogos
  • Premier League Sub-21: 2 jogos (147 minutos)
    • Titular: 2 jogos
    • Suplente utilizado: 0 jogos
    • Suplente não utilizado: 0 jogos
  • TOTAL: 5 jogos (201 minutos)
    • Titular: 2 jogos
    • Suplente utilizado: 2 jogos
    • Suplente não utilizado: 1 jogos
Partilhar:
Ler Post

15/05/2016

Leão goleia em Braga (0-4), mas não chegou para o Título

Liga NOS

Estádio Municipal de Braga

Assistência

19 428

Árbitro
Hugo Miguel

Titulares: Rui Patrício; Ezequiel Schelotto, Sebastián Coates, Rúben Semedo e Bruno César; William Carvalho (cap.) e João Mário; Gelson Martins e Bryan Ruíz; Téofilo Gutiérrez e Islam Slimani.
Suplentes: Ažbe Jug; Ricardo Esgaio, Marvin Zeegelaar e Paulo Oliveira; Alberto Aquilani; Carlos Mané; Hernán Barcos.
Fora da Ficha de Jogo: João Pereira, Jefferson, Naldo, Ewerton e Tobias Figueiredo; Bruno Paulista, André Martins e Adrien Silva; Matheus Pereira.
Treinador: Jorge Jesus.

Golos:
  • 20' - GOLO de Téofilo Gutiérrez (0-1). Grande passe de João Mário para Bryan Ruíz à esquerda, este cruza rasteiro e Téo, de pé esquerdo, sem oposição, finaliza! É o 11.º golo do colombiano na Liga NOS, e o 15.º em toda a temporada. 
  • 32' - GOLO de Islam Slimani (0-2). Bryan Ruíz abre para Bruno César, este cruza para o coração da área e surge Islam Slimani, sem oposição, a cabecear! É o 27.º golo do argelino na Liga NOS, e o 31.º em toda a temporada.
  • 71' - GOLO de Bryan Ruíz (0-3). William Carvalho faz um passe de ruptura para Islam Slimani, o argelino segura e coloca em Bryan Ruíz. O esquerdino finaliza com classe! É o 7.º golo do costa-riquenho na Liga NOS, e o 11.º em toda a temporada.
  • 80' - BIS de Bryan Ruíz (0-4). O esquerdino arranca um excelente pontapé de primeira, após assistência de Ezequiel Schelotto com a cabeça! Grande lance... É o 8.º golo na Liga NOS, e o 12.º em toda a temporada.
Substituições:
  • 17' - Entra Paulo Oliveira, sai Sebastián Coates. Por lesão. 
  • 64' - Entra Ricardo Esgaio, sai Gelson Martins. João Mário deriva para a direita e Ricardo Esgaio posiciona-se no meio-campo, à frente de William Carvalho
  • 72' - Entra Hernán Barcos, sai Téofilo Gutiérrez.
Disciplina:
  • 2' - Falta de Djavan sobre Gelson Martins, que Hugo Miguel não assinala. 
  • 24' - Cartão vermelho directo (bem) mostrado a Arghus, por falta sobre William Carvalho, que seguia isolado para a baliza, em jogada de golo iminente. 
  • 45' + 1 - Offside escandalosamente mal assinalado a Téofilo Gutiérrez
  • 59' - Offside mal assinalado a Hassan (no limite). Na sequência, o braguista ainda marcou golo, mas a jogada já estava anulada... 
  • 74' - Cartão amarelo para Rúben Semedo. É o 7.º cartão amarelo do jovem central na Liga NOS, e o 8.º em toda a temporada.

Partilhar:
Ler Post

10/05/2016

Sporting acciona opção de renovação do empréstimo de Sebastián Coates por mais uma temporada

O Sporting Clube de Portugal accionou a opção que lhes permitia renovar o empréstimo do central uruguaio Sebastián Coates por mais uma temporada, até ao final da época de 2016/17.

Recorde-se que o proeminente defesa-central de 25 anos chegou em Janeiro, proveniente dos ingleses do Sunderland AFC, somando 1 153 minutos (13 jogos) até ao momento, sempre na condição de titular.

A cláusula de opção de compra do jogador permanece cifrada em 5M € e, especulando, não terá sido ainda accionada por efeitos de gestão financeira da presente época.
Partilhar:
Ler Post

09/05/2016

O Desígnio do Leão


Quando comecei este post, estava para o começar com um elucidativo "foi um ano atípico, este". Curioso, não? Já desde 2006/2007 que não havia um Campeonato tão disputado, até à última Jornada, e já desde 2004/2005 não se via um Sporting Clube de Portugal tão pujante, desportivamente. Infelizmente, o mais provável é que, nesta como naquelas épocas, acabemos por não alcançar o máximo objectivo, também por "uma unha negra".

A verdade é que, aconteça o que acontecer, continuamos a somar records:
  • Máximo número de pontos de sempre: 83 (com possibilidade de aumentar para 84 ou 86 pontos);
  • Máximo número de vitórias de sempre: 26 (a que se pode somar mais uma);
  • Máximo de golos marcados numa época: 75 para o Campeonato e 107 em toda a temporada (com um jogo ainda por disputar);
  • Maior média de assistências de sempre: 40 018 espectadores/jogo para o Campeonato, 36 967 espectadores/jogo em toda a temporada.
Bem sei que ficará sempre o "amargo de boca" de não ganharmos o Campeonato, maior ainda pelo longo período de travessia no deserto; já 14 anos. Porém, trago um orgulho tremendo comigo neste Sporting Clube de Portugal, de novo incomodativo, batalhador, ganhador. E mais que apontar-lhe defeitos, prefiro valorizar todos os envolvidos, desde o mais anónimo funcionário ao Presidente do Clube. Olhar para esta equipa e tentar compará-la com qualquer outra das nossas equipas dos últimos 10/12 anos é um exercício de futilidade, mas não deixa de ser demonstrativo, nesta vertente também, do que nós - adeptos - passámos todos estes anos.

Há 3 anos atrás, 90% das pessoas, Sportinguistas incluídos, olhariam para o Clube como um caso perdido, quase que em estado moribundo, em que a única coisa a fazer seria administrar os devidos cuidados paliativos. Tivemos, aliás, vários ex-dirigentes a afirmá-lo sem apelo nem agravo! Hoje, olhamos o Clube e vêmo-lo forte, desportiva e até financeiramente, o que seria quase inimaginável num período temporal tão curto. Mérito a quem o tem, obviamente...

Se cometemos erros, se não está tudo "como deve ser"? Claro que sim. Qualquer Clube está em constante mudança, em constante busca pelo melhor, e o Sporting Clube de Portugal não é excepção. A começar por aquela que tem sido a minha maior crítica, em toda esta vigência: a comunicação externa. Deixámo-nos embarcar na táctica guerrilheira dos Goebbels da nossa praça e é-nos agora cada vez mais difícil inverter esse paradigma. Percebamos também que não é fácil permanecer calado ou sequer tentar ter uma atitude mais pró-desportivismo quando, de outros lados, nos atiram com SMS's imaginárias, Treinadores que não querem ser "comidos de cebolada" num dia mas já acham "que temos bons árbitros e é preciso protegê-los" no dia seguinte, ou directores de propaganda que atiram com insinuações públicas constantes (mesmo que, logo de seguida, peçam desculpas, privadas, a todos).

Todavia, constatar que, em todos estes anos, a maior crítica interna a esta Presidência continua a assentar, sobretudo, no carácter e personalidade do Presidente não deixa de me fazer sorrir. Poucos são os que questionam a gestão do Clube, quer desportiva quer financeiramente e, quando o fazem, sustentam-se meramente em eventos episódicos que muitas vezes até são orquestrados (ou, no mínimo, patrocinados) por uma imprensa que se alimenta demais do caos, menosprezando a valorização do fenómeno desportivo que também os alimenta. Já para não ir mais além e obrigar-me a mim próprio a discorrer sobre a tendenciosidade do que escrevem, por que o escrevem e para quem escrevem.

Enfim, o Sporting Clube de Portugal é hoje o Clube respeitado que a certa altura deixou de ser. Todos estaremos lembrados da profusão de "notáveis" rivais e da lenga-lenga do "um Sporting forte faz falta ao Futebol português". Pois eis que bastou eleger-se um Presidente confrontante (em demasia, admito perfeitamente) para que todos aqueles "ilustres" rivais deixassem cair a máscara e voltassem à sua (deles) verdadeira face: a da hipocrisia. A cara de quem, afinal, se está  cagando (link) - perdoem-me a expressão - para o Futebol e menos ainda para o português e que, vendo bem, o tal do "Sporting forte" não só não é nada necessário como é perfeitamente descartável!...

E isto, meus amigos, é o maior nojo deste nosso futebolzinho. Há quem ache que isto se resolve a começar pelos Clubes. Já a mim ninguém me tira a ideia de que isto tem de começar pelos media, expurgando aqueles que só lá estão notoriamente em função de uma única razão: a de serem fiéis às máquinas de propaganda...


Bem-hajam todos; guardem essa réstiazinha de esperança para o próximo fim-de-semana mas não esperem por milagres. Ainda não temos um Futebol como o holandês ou o espanhol, em que as equipas menos prováveis "roubam" títulos aos "Grandes", nas últimas jornadas!...

O que quer que aconteça, se começarmos a próxima época como acabámos esta (independentemente do que acontecer em Braga), estaremos certamente muito mais perto de alemejar o título que nos foge há taaaaanto tempo.
Partilhar:
Ler Post

08/05/2016

Futsal: Leões derrotam águias (4-2) e conquistam 5.ª Taça de Portugal

O Sporting Clube de Portugal conquistou este Domingo a Taça de Portugal, ao bater o SL Benfica por 4-2, em partida disputada na Póvoa de Varzim. Os leões foram quase sempre superiores, mas tiveram de sofrer no final para garantir o triunfo, devido a uma reacção do adversário que defendia o troféu.

Os leões colocaram-se em vantagem aos 11 minutos, com um golo de Miguel Ângelo, e ampliaram a vantagem ainda na primeira-parte, por intermédio de João Matos (15'). Após o intervalo, e contra a corrente do jogo, Gonçalo Alves reduziu para o SL Benfica (26'), aumentando a pressão sobre os leões. Todavia, aproveitando a situação de guarda-redes avançado do rival, o Sporting CP voltou a marcar a um minuto do final (Cavinato, 39'). O SL Benfica reagiu de imediato, com Jefferson a reduzir no mesmo minuto, mas Fortino acabou com as ténues esperanças encarnadas com novo remate certeiro de longe para a baliza deserta, garantindo o 5.º título na Taça de Portugal para os leões - que já não levantavam o troféu desde 2012/13 -, sucedendo ao SL Benfica, que soma mais uma Taça de Portugal (6) que os leões.

PARABÉNS, Campeões!!!
Partilhar:
Ler Post

07/05/2016

Leão dá recital de futebol no último jogo da época em Alvalade, na goleada ao Vitória de Setúbal (5-0), e fica à espera de deslize das águias

Liga NOS

Estádio José Alvalade

Assistência
43 327

Árbitro
Tiago Martins

Titulares: Rui Patrício; Ezequiel Schelotto, Sebastián Coates, Rúben Semedo e Bruno César; William Carvalho e Adrien Silva (cap.); Gelson Martins e Bryan Ruíz; Téofilo Gutiérrez e Islam Slimani.
Suplentes: Ažbe Jug; Marvin Zeegelaar, Ricardo Esgaio e Naldo; Alberto Aquilani;  Carlos Mané; Hernán Barcos.
Fora da Ficha de Jogo: João Mário, Matheus Pereira.
Treinador: Jorge Jesus.

Golos:
  • 25' - GOLO de Gelson Martins (1-0). Que grande golo! Que jogada! William Carvalho toca para Islam Slimani, que dá para Bryan Ruíz, que isola Gelson Martins, para o extremo picar a bola sobre Ricardo e fazer um grande golo! É o 3.º golo do ala leonino na Liga NOS, e o 6.º em toda a temporada.
  • 37' - GOLO de Téofilo Gutiérrez (2-0). Mais uma vez tudo bem feito! Gelson Martins lança William Carvalho, que corre o tempo necessário até encontrar uma linha de passe para isolar Téo Gutiérrez, que remata na cara de Ricardo para o golo! É o 10.º golo do colombiano na Liga NOS, e o 14.º em toda a temporada. 
  • 55' - BIS de Gelson Martins (3-0). Mais uma grande jogada do Sporting CP! Islam Slimani toca de calcanhar para Adrien Silva. O médio leonino trabalha bem individualmente, tira um adversário do caminho e serve Gelson Martins na esquerda. O "menino" remata em jeito com a bola a beijar ainda o poste antes de entrar na baliza. É o 4.º golo do jovem na Liga NOS, e o 7.º em toda a temporada. 
  • 71' - GOLO de Bryan Ruíz (4-0). Bruno César bate o livre a meia altura, Bryan Ruíz surge no coração da área e finaliza com classe! É o 5.º golo do costa-riquenho na Liga NOS, e o 10.º em toda a temporada.
  • 90' + 2 - BIS de Bryan Ruíz (5-0). Belo golo! O internacional pela Costa Rica bate um livre rasteiro, entre as pernas dos jogadores do Vitória FC, e marca! É o  6.º golo na Liga NOS, e o 11.º em toda a temporada.

Substituições:
  • 65' - Entra Marvin Zeegelaar, sai Islam Slimani. Marvin Zeegelaar entra para a esquerda da defesa leonina, subindo Bruno César para a ala esquerda do ataque, ficando Bryan Ruíz no meio, no apoio a Téofilo Gutiérrez.
  • 72' - Entra Hernán Barcos, sai Gelson Martins. Bryan Ruíz deriva para a ala direita.
  • 81' - Entra Carlos Mané, sai Bruno César. Bryan Ruíz volta a mudar de flanco, para a esquerda do ataque leonino.
Disciplina:
  • 2' - Offside mal assinalado ao ataque vitoriano. 
  • 5' - Offside duvidoso assinalado a Islam Slimani
  • 14' - Cartão amarelo para Adrien Silva, que vê a cartolina à primeira oportunidade. Por falta sobre Dani. É o 12.º cartão amarelo do médio leonino na Liga NOS (falha, por isso, a deslocação a Braga) e o 17.º em toda a temporada. 
  • 19' - Falta dura de Tiago Valente sobre Ezequiel Schelotto. Tiago Martins manda seguir...
  • 20' - Grande penalidade por assinalar, sobre Islam Slimani, por agarrão de Willian Alves. Tiago Martins nada assinala!
  • 29' - Falta assinalada a Téofilo Gutiérrez, por alegada mão na bola, que não existiu. 
  • 50' - Falta dura de Ezequiel Schelotto sobre Tiago Valente, que podia merecer a cartolina amarela. Escapa, o italo-argentino...
  • 77' - Cartão amarelo para Bruno César, por tackle sobre Maciej Makuszewski. É o 4.º cartão amarelo do brasileiro na Liga NOS e em toda a temporada. 
  • 82' - Cartão amarelo para Rúben Semedo, por falta por trás sobre um adversário. É o 6.º cartão amarelo para o jovem central na Liga NOS, e o 7.º em toda a temporada.

Partilhar:
Ler Post

03/05/2016

A recuperação desportiva do Sporting: e agora?

Apesar de ainda faltarem dois jogos, consigo desde já concluir que o Sporting fez uma boa temporada. Apesar da possibilidade de não sermos campeões ser real e até provável, fizemos mais pontos e tivemos mais clássicos ganhos que em qualquer outra época. Depois da brilhante vitória em pleno Estádio do Dragão (apenas a segunda na nossa história, para o campeonato), acho que é complicado refutar a ideia de que a equipa principal do Sporting Clube de Portugal teve um claro upgrade competitivo.

No fundo, é pacífico dizer que, em 2015/16, subimos ao nível futebolístico que os nossos rivais directos têm apresentado com regularidade nos últimos anos. Penso que também será justo atribuir a grande fatia do mérito por isso ao treinador Jorge Jesus, um profissional com evidente qualidade ao nível do treino e da preparação da equipa em geral. Não podemos também deixar de considerar o mérito que a direcção liderada por Bruno de Carvalho teve, não só ao conseguir contratar o melhor treinador possível (contra todas as probabilidades), mas também ao conseguir segurar as principais unidades da equipa, nomeadamente no fulcral sector do meio-campo.

Para completar a recuperação desportiva do Clube, com a indispensável conquista de títulos (leia-se campeonatos), é quanto a mim fundamental manter este nível competitivo como a base para as próximas temporadas. Servirá este post como a minha reflexão sobre aquelas que deverão ser as linhas mestras do futuro, no contexto da recuperação desportiva à qual fiz referência.


A permanência de Jorge Jesus enquanto treinador principal pelo menos durante mais uma temporada (o ideal seria cumprir o triénio contratualizado), parece-me uma absoluta prioridade. Isto porque para além das consequências directas que podemos retirar das suas evidentes qualidades, a sua reputação é por si só um chamariz para atletas de elevado gabarito, os quais há uns tempos nos seriam completamente inacessíveis. Tenho a profunda convicção de que iremos ser campeões pelo menos uma vez com este treinador. 

Adicionalmente, a boa gestão de activos durante o mercado de Verão será determinante. Por um lado convirá evitar um número excessivo de saídas de jogadores nucleares, e as inevitáveis terão de representar encaixes financeiros substanciais. Por outro, as entradas terão de ser cuidadosamente escolhidas, e não aqueles packs de 15 jogadores (em boa parte medianos ou medíocres) que estamos habituados a ver chegar todos os Verões. Estou mais confiante quanto às vendas do que quanto às compras, até porque uma das piores vertentes de Jorge Jesus se verifica precisamente ao nível do mercado de transferências. Veremos o que irá acontecer, espero ser mais uma vez contradito.

A inclusão de jovens valores já vinculados ao Sporting na equipa principal parece-me também uma prioridade. Refiro-me não só a jogadores formados no Clube (Iuri Medeiros é o caso mais evidente) como a jogadores que foram adquiridos muito novos (Ryan Gauld o mais óbvio), e que em ambos os casos já demonstraram ter qualidade mais do que suficiente para integrar a equipa principal. A optimização dos recursos disponíveis conjugada com o conhecimento que estes atletas já têm do Clube e do nosso futebol, formam a mais-valia que o seu aproveitamento desportivo representa, importantíssimo para construir um Sporting sustentável e forte.

O que vos parecem estas prioridades, Sportinguistas? quais acrescentariam/corrigiriam?

um abraço e Saudações Leoninas  
Partilhar:
Ler Post

02/05/2016

Andebol: Frankis Carol renova até 2019

O Sporting Clube de Portugal anunciou esta Segunda-feira, no seu site oficial, ter chegado a acordo para a renovação do contrato com o jogador cubano Frankis Carol por mais duas temporadas, ficando o jogador vinculado aos leões até 2019.

"Acho que é uma prova de confiança e que acreditam no trabalho que tenho feito até agora. Para mim é um prazer enorme ficar neste Clube. O Sporting foi a minha segunda família desde que estou cá e estou muito contente por ter assinado agora, e em especial com esta equipa que acho que é muito boa", admitiu o andebolista, ao site do Sporting.

Nos leões desde 2011, Carol admite que ainda lhe falta algo para coroar a passagem por Portugal. "Até agora só falta ganhar o Campeonato, depois de ganhar a Taça e a Supertaça, veremos se o conseguimos este ano. A equipa está muito focada para este jogo com o ABC, que será um dos mais importantes da época", acrescentou o universal de 28 anos.
Partilhar:
Ler Post

30/04/2016

Leão gela Dragão (1-3) e continua na luta pelo título!

Liga NOS

Estádio do Dragão

Assistência
41 316

Árbitro
Artur Soares Dias

Titulares: Rui Patrício; Ezequiel Schelotto, Sebastián Coates, Rúben Semedo e Marvin Zeegelaar; William Carvalho e Adrien Silva (cap.); João Mário e Bryan Ruíz; Téofilo Gutiérrez e Islam Slimani.
Suplentes: Ažbe Jug; João Pereira e Paulo Oliveira; Alberto Aquilani; Bruno César e Gelson Martins; Hernán Barcos.
Fora da Ficha de Jogo: Ricardo Esgaio.
Treinador: Jorge Jesus.

Golos:
  • 23' - GOLO de Islam Slimani (0-1). João Mário ganha na direita na dividida com José Ángel, entra na área e cruza rasteiro para Islam Slimani, que incrivelmente aparece sozinho na área, desviar para o golo. É o 25.º golo do avançado argelino na Liga NOS, e o 29.º em toda a temporada. 
  • 35' - Golo de Héctor Herrera (1-1). Na conversão de grande penalidade (algo forçada) cometida sobre Yacine Brahimi, por Sebastián Coates - após uma falta não assinalada a Vincent Aboubakar sobre Ezequiel Scehlotto.
  • 44' - BIS de Islam Slimani (1-2). Cruzamento da direita, por Bryan Ruíz, e Islam Slimani sobe sozinho na área e cabeceia junto ao poste esquerdo, sem grandes hipóteses para Iker Casillas. É o seu 26.º golo na Liga NOS e o 30.º em toda a temporada
  • 85' - GOLO de Bruno César (1-3). João Mário descai da direita para o centro e abre na esquerda para a entrada de Bruno César que remata na passada. Iker Casillas ainda se faz ao lance, mas a bola passa-lhe por baixo do corpo. É o 5.º golo do avançado brasileiro na Liga NOS e em toda a temporada!
Substituições:
  • 81' - Entra Bruno César, sai Téofilo Gutiérrez. Bryan Ruíz deriva para o meio, no apoio a Islam Slimani
  • 90' - Entra Gelson Martins, sai Bryan Ruíz
  • 90' + 3 - Entra Paulo Oliveira, sai João Mário.
Disciplina:
  • 13' - Falta de Maxi Pereira sobre Téo Gutiérrez, que Artur Soares Dias não assinala. Na sequência, ataque perigoso dos portistas. 
  • 34' - Cartão amarelo para Sebastián Coates, por cometer grande penalidade sobre Yacine Brahimi.É o 3.º cartão amarelo do central uruguaio na Liga NOS e em toda a temporada.
  • 48' - Falta de Maxi Pereira sobre Islam Slimani, que Artur Soares Dias não assinala. Na sequência, ataque perigoso do FC Porto.
  • 49' - Falta mal assinalada a favor dos portistas, por alegado puxão de William Carvalho a Danilo Pereira - que não existe. 
  • 67' - Penalty por assinalar - este sim! - por empurrão de Sebastián Coates sobre Vincent Aboubakar, embora o camaronês estivesse em posição de offside! Mal, Artur Soares Dias...
  • 73' - Cartão amarelo para Adrien Silva, após falta sobre Héctor Herrera. É o 11.º cartão amarelo do médio leonino na Liga NOS (fica, portanto, em risco de exclusão), e o 16.º em toda a temporada. 
  • 80' - Cartão amarelo para Ezequiel Schelotto, por falta sobre Héctor Herrera. Artur Soares Dias só tem cartões amarelos para o Sporting CP! É o 3.º cartão amarelo do lateral na Liga NOS, e o 4.º em toda a temporada
  • 90' + 4 - André André pontapeia as pernas de Marvin Zeegelaar, sem bola, merecendo admoestação de cartão vermelho directo. Artur Soares Dias poupa o médio portista...

Partilhar:
Ler Post

24/04/2016

O dia seguinte: Brilho financeiro - O que lhes doy

Ontem à tarde o Sporting CP consumou em Alvalade mais uma vitória. Esta especial, pois foi record: os leões atingiram as 33 vitórias numa só época pela primeira vez na História no Clube. No entanto, os records não ficaram por aqui: também a média de assistências será indiscutivelmente a melhor de sempre, a ficar marginalmente abaixo dos 40.000 espectadores, após o penúltimo jogo em Alvalade, para o Campeonato. Na soma de todas as competições o reduto leonino já ultrapassou o extraordinário número de 800.000 espectadores.

Mas não se iludam; a essência deste triunfo está no facto deste significar o regresso do Sporting CP à Fase de Grupos da UEFA Champions League, "apenas" a 7.ª participação no novo formato. A SAD encaixou assim 12M € directamente. Significa, todavia, muito mais que os 12M € nos cofres; a maior competição de Clubes na Europa exponencia todas as rubricas dentro das receitas como, por exemplo, bilhética, merchandising, direitos de TV (o market-pool da Champions inicia com 21M € para Portugal e é dividido pelos participantes na Fase de Grupos) e patrocínios que, na sua maioria, têm indexada uma cláusula de aumento em caso de participação e visibilidade na UEFA Champions League. O impacto nas receitas será imediato, e bem que o nosso Clube precisa.

Outra boa notícia é que o Sporting Clube de Portugal se prepara para organizar um Festival - a saber, Alvalade Rocks - para sustentar os custos de um novo relvado. Encontrou-se assim uma solução para resolver o malogrado problema do tapete verde do nosso Estádio, um relvado novo por época, num estádio mal concebido de raiz, pelo posicionamento. A solução parece-me boa caso o festival tenha sucesso, mas não posso fazer qualquer previsão visto que não conheço nenhum dos artistas convidados.

Numa altura em que muita gente se esforça para enublar o caminho leonino (por uma questão de medo), é importante lembrar que o Clube tem evoluído. Com Doyen ou sem Doyen, hoje o Sporting CP é um Clube com activos bem valorizados e, este Verão, será provavelmente o Clube em Portugal com maior montra.

A minha simulação é esta, e não acredito que fuja muito à realidade.

Euro'2016 -  Rui Patrício, William Carvalho, João Mário e Adrien Silva;
Copa América - Téofilo Gutiérrez, Bryan Ruíz e Sebatián Coates;
Jogos Olímpicos - Gelson Martins, Carlos Mané, Iuri Medeiros, Alan Ruiz, Tobias Figueiredo, Rúben Semedo, Islam Slimani, Paulo Oliveira e Jonathan Silva.

A Sporting SAD entrará no próximo defeso na sua melhor posição de sempre, desde que foi criada, e ainda nem se contam os euros do contrato de direitos televisivos assinado com a NOS. As bases parecem estar criadas para um Sporting com maior capacidade para valorizar a sua marca. Há que relembrar a todos que, devido à reestruturação financeira em curso, o dinheiro do contrato da NOS entrará para os bolsos da SAD, segundo as palavras do Presidente. Veremos se com os outros irá acontecer a mesma coisa.

Mais importante será ainda esta época: caso o Clube leonino consiga sagrar-se Campeão Nacional, não apenas significará o regresso dos donos do marquês mas, também, a colocação do emblema leonino no Pote 1 para o sorteio da Fase de Frupos da Champions - o que nos daria maiores hipóteses de passagem aos Oitavos-de-Final da prova e um encaixe financeiro ainda maior.

Nota Final:

O Sporting CP  vai pagar à Doyen 12M € + juros de mora e custos processuais + 75% do ordenado de Nani . Esta "desgraça" ficará com um custo aproximado de 18M €. Ou seja, o Sporting pagará mais 50% do que devia à Doyen, 6M € a estimar muito por cima.

Entretanto, o Clube ultrapassou o "stress" do Fair-Play financeiro da UEFA, após 90M € de prejuízo em 2 anos com um "Senhor". E, acima de tudo, atingiu a valorização demonstrada acima, parece-me que tudo valerá mais (muito mais) que 6M €. Não posso considerar positiva nenhuma opção que arrisque a idoneidade de um Clube como o Sporting CP mas, em termos de gestão, saímos a ganhar , Doyen a quem doyer.
Partilhar:
Ler Post