Próximo Jogo


201.08 vs 20h45

segunda-feira, 28 de Julho de 2014

Estágio na Holanda: Análise ao Modelo de Jogo

Mais uma fase da pré-época concluída. No geral, considero o trabalho realizado como positivo mas com muito para evoluir, como seria de esperar nesta fase. Referindo-me apenas aos dois últimos jogos nesta minha análise, onde irei destacar os aspectos que considerei positivos e negativos, começo por dizer que apesar do jogo de hoje ter sido mais fraco que o anterior, as sensações com que fiquei foram as mesmas, quer do ponto de vista colectivo, quer individual.

Ao nível da organização defensiva patente no modelo de jogo de Marco Silva, no que foi possível observar nestes jogos, parece-me um momento do jogo no qual somos bastante competentes, com algumas excepções, tanto colectivas como individuais: 
  • A pressão: Movimento colectivo. Apesar de alta, não é feita da melhor maneira sempre que é realizada.  Há mais jogadores a participar nela, mas alguns estão mais preocupados com o homem do que com a zona, tornando a pressão mais desgastante e menos eficaz, dado que os nossos jogadores vão para onde o adversário os leva, deixando espaços sem cobertura. Movimento a aprofundar no próximo post de modo a realizar uma analise mais detalhada.
  • Cruzamentos: Aqui a crítica é feita individualmente, principalmente para Jefferson. Se a bola está no corredor direito, o lateral oposto tem de estar sempre a fechar dentro. Cédric Soares e André Geraldes fazem isso, Jefferson não. 

Diferenças no posicionamento dos dois laterais bem evidentes. Erros que em Jefferson são constantes, ao invés do erro de William Carvalho, que é raro acontecer.

No que diz respeito à organização ofensiva, e apesar do jogo de hoje não ter tido muitas oportunidades de golo da nossa parte, considero que está a ser bem trabalhada. Na minha opinião, o modelo de jogo é o indicado - se não melhorar mais ofensivamente, será pela (falta de) qualidade individual dos seus executantes e não por culpa das ideias do treinador. São evidentes as diferenças, para melhor, relativamente à época anterior:
  • Mais liberdade dos médios na circulação de bola e para aparecer em zonas de finalização. Melhor controlo do jogo, dado que há mais linhas de passe próximas ao portador da bola. Adrien Silva e André Martins são os mais beneficiados com esta alteração. 
  • Mais procura do corredor central na fase de criação. Não é fácil jogar pela zona central dado que é onde há menos espaço e tempo para decidir, no entanto parece-me que há essa preocupação por parte de Marco Silva, para que os lances não terminem todos com cruzamentos para a área.

Há que diferenciar os erros individuais dos erros colectivos. Isto é: ao analisarmos um jogo, uma exibição, temos de ter atenção se o que aconteceu de menos positivo foi culpa do modelo de jogo ou dos jogadores. Concordo que o Sporting CP não tenha realizado um bom jogo hoje mas, na minha opinião, não teve a ver com o modelo de jogo que o novo treinador está a implementar. Neste nível, o treinador não ensina o jogador a realizar um passe, uma recepção, um remate ou o que quer que seja. O treinador tem como responsabilidade oferecer aos jogadores as melhores ferramentas para que eles tenham sucesso mas, em última instância, quem decide são os jogadores, dependendo da qualidade individual de que dispõem. 

Em suma, são estes os aspectos que da minha parte merecem destaque. Penso que a equipa está a ser trabalhada duma forma competente pelo novo técnico sem que, no entanto, haja razão para euforias, e muito menos para depressões.

E vocês Sportinguistas, o que têm achado da evolução táctica deste novo Sporting?

Leões despedem-se da Holanda com derrota (2-0): desconcentração defensiva e desacerto ofensivo na origem da derrota

Árbitro

Titulares: Marcelo Boeck (cap.); André Geraldes, Maurício, Eric Dier e Jefferson; William Carvalho, Adrien Silva e André Martins; André Carrillo, Carlos Mané e Junya Tanaka.
Suplentes: Luís Ribeiro; Cédric Soares, Ricardo Esgaio, Paulo Oliveira e Tobias Figueiredo; Oriol Rosell, Simeon Slavchev, João Mário e Ryan Gauld; Shikabala, Diego Capel e Héldon; Fredy Montero.
Fora da Ficha de Jogo: Rui Patrício e Vladimir Stojkovic; Wallyson Mallman e Filipe Chaby; Iuri Medeiros; Islam Slimani.
Treinador: Marco Silva.

Golos:
  • 5' - Golo de Luc Castaignos (1-0). Erro defensivo dos leões, com toda a defesa a ficar mal na fotografia. Mokhtar foge a André Geraldes na direita e centra para o coração da área, onde Luc Castaignos, nas costas de Eric Dier, surgiu a cabecear com sucesso.
  • 90' - Golo de Quincy Promes (2-0). Na sequência de um mau alívio de André Geraldes, a bola sobrou para Quincy Promes que, à entrada da área, rematou em arco sem hipóteses para Luís Ribeiro.
Substituições:
  • 46' - Entram Paulo Oliveira, Oriol RosellDiego Capel e Fredy Montero, saem Eric Dier, William CarvalhoCarlos Mané e Junya Tanaka.
  • 66' - Entram João Mário e Shikabala, saem Adrien Silva e  André Carrillo.
  • 76' - Entra Simeon Slavchev, sai André Martins.
  • 86' - Entra Luís Ribeiro, sai Marcelo Boeck. A braçadeira de capitão é agora de Diego Capel.
Disciplina:
  • 26' - Cartão amarelo para Maurício. Por falta dura sobre Quincy Promes.
  • 64' - Fredy Montero é emparedado dentro da área adversária. O árbitro nada assinala...
  • 72' - Maurício joga estupidamente a bola com o braço, tentando marcar golo na cobrança de um livre favorável aos leões, e recebe a 2ª cartolina amarela e consequente expulsão. Oriol Rosell desce para a sua posição.
  • 83' - Diego Capel impede contra-ataque adversário em falta e vê a cartolina amarela.

sábado, 26 de Julho de 2014

Chapa 3 ao Utrecht, em jogo de muito bons apontamentos colectivos

Árbitro
Danny Makkelie

Titulares: Marcelo Boeck (cap.); Cédric Soares, Maurício, Eric Dier e Jefferson; Oriol Rosell, Adrien Silva e André Martins; André Carrillo, Diego Capel e Fredy Montero.
Suplentes: Vladimir Stojkovic; Ricardo Esgaio, André Geraldes, Paulo Oliveira e Tobias Figueiredo; William Carvalho, Simeon Slavchev, João Mário e Ryan Gauld; Shikabala, Carlos Mané e Héldon; Junya Tanaka.
Fora da Ficha de Jogo: Rui Patrício e Luís Ribeiro; Wallyson Mallmann, Filipe Chaby; Iuri Medeiros; Islam Slimani.
Treinador: Marco Silva.

Golos:
  • 20' - GOLO de André Martins (0-1). O médio driblou o guarda-redes e rematou para a baliza deserta numa recarga, após remate de Adrien Silva, numa jogada de insistência. É o 3º golo do médio leonino nesta pré-temporada.
  • 33' - GOLO de Cédric Soares (0-2). Foi só encostar para o lateral. Robbin Ruiter defendeu para a frente o remate enrolado de Adrien Silva e Cédric Soares aparece de trás para empurrar para a baliza deserta. É o 1º golo do lateral português nesta pré-temporada.
  • 74' - GOLO de Junya Tanaka (0-3). Descida rápida de Jefferson pelo flanco esquerdo, cruzamento para a área onde surgiu o japonês a encostar na primeira vez que tocou na bola. É o 4º golo do avançado japonês nesta pré-temporada.
Substituições:
  • 46' - Entram João Mário e Carlos Mané, saem André Martins e Diego Capel.
  • 61' - Entra William Carvalho, sai Oriol Rosell.
  • 72' - Entram Shikabala e Junya Tanaka, saem André Carrillo e Fredy Montero.
  • 80' - Entram Ricardo Esgaio, Paulo Oliveira e Simeon Slavchev, saem Jefferson, Eric Dier e Adrien Silva. Ricardo Esgaio entra para lateral-esquerdo.
Disciplina:
  • 13' - Offside mal assinalado a André Martins, que resultaria na marcação de uma grande penalidade favorável aos leões, por falta do central adversário sobre o mesmo.
  • 24' - Falta dura sobre Diego Capel, não assinalada.
  • 70' - Penalty assinalado a favor da equipa da casa. Nas imagens televisivas não é possível vislumbrar qualquer infracção (alegadamente Maurício terá cortado a bola com o braço). Na sequência, Marcelo Boeck defendeu a grande penalidade marcada por Jens Toornstra.

OFICIAL: Mouhamadou-Naby Sarr é o 7º reforço para 2014/15

O Sporting Clube de Portugal, Futebol, SAD e o Olympique Lyonnais, chegaram a acordo para que o jogador Mouhamadou-Naby Sarr, represente o Sporting CP nas próximas seis épocas. Ficou ainda definida uma cláusula de rescisão no valor de 45M €. O Clube francês adiantou que o central custou 1M € aos cofres de Alvalade, mais 1M € mediante objectivos e ainda uma percentagem de mais-valias numa futura transferência.

Naby Sarr, de 20 anos de idade joga na posição de defesa-central, é esquerdino e tem 1,96m de altura.

Utilizado maioritariamente na Equipa B dos franceses, o central perfez ainda 294 minutos na principal equipa, distribuídos por 4 jogos. O expectável é que o francês se junte à Equipa B dos leões, numa primeira fase, onde se irá juntar a Jorge Santos "Gazela".

Equipa B: Dramé em golo solitário ante Atlético SC

O Sporting B venceu, esta manhã, na Academia, o Atlético SC (Reguengos de Monsaraz) por 1-0, com um golo apontado por Ousmane Dramé.

O conjunto orientado por Francisco Barão realizou, assim, mais um jogo de treino de preparação para o início da Segunda Liga.

sexta-feira, 25 de Julho de 2014

Domingos Duarte renova até 2019

Ao observar a nossa Selecção Nacional de sub-19, reparei com mais atenção neste defesa-central, e as suas prestações agradaram-me bastante. Não sabia se de facto Domingos Duarte tinha contrato profissional ou não, então decidi averiguar. Acabei por saber através do próprio jogador, o qual contactei, que de facto já tinha contrato válido por 5 épocas assinado com o Sporting CP, portanto até 2019. Desconhece-se por enquanto o valor da cláusula de rescisão, mas suponho que deverá ser de 45M€, tal como praticamente todos os seus colegas. Mais uma boa notícia, enquadrada na política de clara aposta na formação por parte deste elenco directivo.

O que vos parece, boa aposta?

UM abraço e saudações leoninas!

quarta-feira, 23 de Julho de 2014

Goleada ao Achilles em ritmo de passeio (2-5)

Árbitro
Ruddy Buquet

Titulares: Marcelo Boeck (cap.); André Geraldes, Paulo Oliveira, Tobias Figueiredo e Jefferson; João Mário, Simeon Slavchev e Wallyson Mallmann; Carlos Mané, Shikabala e Junya Tanaka.
Suplentes: Luís Ribeiro e Vladimir Stojkovic; Maurício; Orioll Rosell, Filipe Chaby e Ryan Gauld; Diego Capel, Héldon, Iuri Medeiros, Ricardo Esgaio; Fredy Montero.
Fora da Ficha de Jogo: Rui Patrício; Cédric Soares e Eric Dier; William Carvalho, André Martins e Adrien Silva; André Carrillo e Islam Slimani.
Treinador: Marco Silva.

Golos:
  • 3' - GOLO de Tobias Figueiredo (0-1). Jefferson cruza na esquerda e Tobias Figueiredo aparece completamente solto no meio de vários defesas contrários para fazer o primeiro.
  • 18' - GOLO de Junya Tanaka (0-2). Erro incrível da defesa do RKSV Achilles'29, com Junya Tanaka a ficar isolado na cara do guardião contrário e a não perdoar, com um bom remate de pé direito.
  • 38' - Golo de Levi Boean (1-2). Excelente tiro do avançado do RKSV Achilles'29, a trair Marcelo Boeck, que talvez esperasse um cruzamento.
  • 56' - GOLO de Héldon (1-3). Bom cruzamento de Junya Tanaka na esquerda e Héldon, ao segundo poste, atira para a baliza vazia.
  • 61' - BIS de Junya Tanaka (1-4). Grande passe de Ryan Gauld para Héldon que remata ao poste. Na recarga, Junya Tanaka dispara para o fundo das redes.
  • 73' - HAT-TRICK de Junya Tanaka (1-5). Cruzamento na esquerda de Carlos Mané, após desmarcação de Simeon Slavchev, e o japonês, na pequena área, na dá chance ao guardião contrário.
  • 77' - Golo de Jop van Steen (2-5). Desconcentração no centro da defesa leoninaJop van Steen a emendar ao 2º poste.
Substituições:
  • 46' - Entram Héldon e Ricardo Esgaio, sai Shikabala e Jefferson. André Geraldes passar para lateral-esquerdo.
  • 58' - Entram Luís Ribeiro e Ryan Gauld, saem Marcelo Boeck e Wallyson Mallmann. A braçadeira de capitão da equipa é agora de Carlos Mané.
  • 78' - Entram Filipe Chaby e Iuri Medeiros, saem Simeon Slavchev e Carlos Mané. A braçadeira de capitão da equipa é agora de João Mário.
Disciplina:
  • 49' - Offside mal assinalado a Wallyson Mallmann.
  • 69' - Cartão amarelo por mostrar a Paulo Oliveira, por entrada de sola a um adversário.
  • 85' - Falta por assinalar sobre André Geraldes.

Equipa B: Empate ante Oriental

A Equipa B realizou hoje de manhã mais um treino de conjunto de preparação para o início da Segunda Liga.

Frente ao Clube Oriental de Lisboa, o conjunto comandado por Francisco Barão empatou 1-1. O golo leonino foi marcado por Daniel Podence.

O próximo jogo está marcado para dia 26 de Julho, ante o Atlético SC, de Reguengos de Monsaraz.

Fokobo e Stojkovic renovam

Sem quaisquer informações adicionais, o Sporting CP informou, através do seu site, que renovou o vínculo contratual do trinco Fabrice Fokobo, de 20 anos, até 2019.

Em 2013/14, o camaronês de 1.81m perfez 1316 minutos ao serviço da Equipa B leonino, distribuídos por 17 jogos, somando 7 cartões amarelos e 1 cartão vermelho por acumulação de cartões amarelos.

Também Vladimir Stojkovic, guarda-redes ainda júnior (17 anos) de 1.92m, assinou contrato profissional até 2017 (o máximo permitido por lei, para jogadores menores de idade).

O sérvio, internacional pelas Selecções jovens de Portugal, irá ainda disputar o Campeonato Nacional de Juniores em 2014/15.

Rugby: Conselho de Justiça desautoriza FPR; Sporting irá afinal disputar a I Divisão

O Conselho de Justiça da Federação Portuguesa de Rugby deferiu ontem o recurso do RC Montemor à decisão do organismo de convidar os Clubes que disputaram a I Divisão para ocuparem o lugar dos alentejanos, últimos classificados em 2013/14, na Divisão de Honra. Desta forma, o Sporting CP, que aceitara o convite federativo após a rejeição de RC Lousã, CR Évora, SL Benfica e Vitória FC, vai afinal permanecer no 2º escalão, ao passo que os muflões continuarão a competir entre a elite.

A decisão foi comunicada oficialmente ao RC Montemor no final da manhã de ontem, mas até ao final da tarde os leões não haviam recebido qualquer notificação por parte da FPR... nem se mostravam esperançados de a receber! “Fomos informados da decisão do CJ pelo Record”, lamentou Rafael Lucas Pereira, assumindo que, apesar de não ter recebido ainda qualquer informação da parte da FPR, “no dia 4 de outubro o Sporting CP apresentará a equipa sénior na Vila da Moita para disputar a partida inaugural da I Divisão e os sub-23 no terreno do CDUL para o Campeonato Nacional do sub-escalão sénior”.

Quanto a uma eventual tomada de posição dos verde-e-brancos face à decisão, o Presidente da secção autónoma de Rugby leonina rejeitou liminarmente a possibilidade. “Não podemos recorrer de nada, pois as decisões do Conselho de Justiça não são passíveis de recurso. Nem sequer fomos ainda notificados, pelo que não podemos recorrer de uma decisão que não temos conhecimento de forma oficial. Provavelmente dirão que não têm de notificar o Sporting CP, visto que quem apresentou o recurso foi o RC Montemor.”

Enquanto isso, no lado dos alentejanos reinava o sentimento de reposição da justiça. “Sempre considerámos que os regulamentos eram claros. Depois de o Caldas RC decidir não exercer o direito de subir à Divisão de Honra, e perante a omissão no regulamento da Divisão de Honra, o Regulamento Geral de Competições define claramente que o Clube despromovido é que deve continuar no principal escalão”, reforçou Paulo Xavier, presidente dos alentejanos.

Por outro lado, Xavier lamentou os contornos do processo, que “devia ter sido tratado de forma diferente”, e voltou a sublinhar que “o Sporting CP é o menos responsável por esta situação”. “Deu-se este ‘alinhamento de planetas’ que levou a que fossem convidados, apenas isso. Tinham toda a legitimidade para aceitar, mas acredito que não irão contestar a decisão do Conselho de Justiça”, concluiu.

De referir ainda que a Sporting TV irá também transmitir os jogos desta modalidade de que o Sporting Clube de Portugal é co-fundador.

terça-feira, 22 de Julho de 2014

OFICIAL: Zezinho emprestado ao AEL Limassol (Chipre)

Zezinho vai assinar esta Segunda-feira com o AEL FC Limassol, do Chipre. O médio vai comprometer-se por uma época com o Clube cipriota, por empréstimo do Sporting CP. De acordo com o site dos leões, o médio leonino foi cedido, salvaguardando opção de compra de 1M € por 80% dos direitos económicos, por parte dos cipriotas.

Trata-se do segundo empréstimo consecutivo do jovem médio, que com Jesualdo Ferreira chegou a ser aposta para a equipa principal: depois de na época passada ter jogado no PAE Veria, da Grécia, Zezinho prepara-se para jogar agora no AEL FC Limassol, do Chipre.

O AEL FC Limassol terminou a última época no segundo lugar do campeonato do Chipre, pelo que vai disputar o play-off de acesso à Champions League. Zezinho tem assim uma possibilidade de se estrear numa competição mediática e de continuar a evoluir jogar com grande regularidade para evoluir desportivamente. O médio de 21 anos, recorde-se, é internacional pela Guiné-Bissau e fez toda a formação no Sporting CP.

Andebol: Campeonato e 2ª Ronda da EHF Cup sorteados, Supertaça adiada para Dezembro

A equipa de Andebol do Sporting CP irá defrontar os eslovacos do HC Sporta Hlohovec ou os turcos do Bursa Nilüfer BK na 2ª Ronda da EHF Cup.

O sorteio realizou-se hoje, em Viena, e os encontros disputam-se a 11/12 e 18/19 de Outubro. Recorde-se que, na época passada, o Sporting CP tornou-se a primeira equipa portuguesa a passar a Fase de Grupos da competição, tendo apenas sido derrotado nos Quartos-de-Final frente ao vencedor da competição, o SC Pick Szeged.

Calendário e resultados aqui (EHF Cup).

Também já teve lugar o sorteio do Campeonato Nacional de Andebol1, que se realizou ontem na Maia, e colocou o GC Santo Tirso como primeiro adversário do Sporting CP na prova. Na jornada seguinte, e também em casa, os leões irão defrontar o velho rival SL Benfica.

Acrescente-se, a título de curiosidade, que a formação verde-e-branca realiza as primeiras quatro jornadas da competição em Lisboa. A última ronda da Fase Regular do Campeonato será com o CD Xico Andebol. Refira-se que o modelo competitivo do Campeonato Nacional será diferente esta época, havendo lugar a play-off após o término da Fase Regular da competição.

Nota final para a disputa da Supertaça Nacional de Andebol, que irá opôr FC Porto e Sporting CP, adiada para dia 20 de Dezembro devido aos compromissos europeus da formação dos dragões.

Calendário e resultados aqui (Campeonato).

segunda-feira, 21 de Julho de 2014

Primeiras notas do novo Sporting

Realizados os 3 primeiros jogos da pré-época (4 se contarmos com o jogo contra a Equipa B) é tempo de uma pequena análise, principalmente sobre o modelo de jogo que Marco Silva está a tentar implementar mas também sobre os jogadores que neste inicio de pré-época parecem ser os que mais garantias dão ao novo treinador.

Mesmo sendo uma fase inicial da pré-temporada, já é possível destacar positivamente certos comportamentos tácticos que a equipa do Sporting CP apresenta, tais como:

1ª Fase de Construção: Um movimento que já tinha sido sugerido por mim num dos post´s referentes à época anterior, como o médio-defensivo a baixar para junto dos centrais, permitindo que estes abram mais junto das laterais. Permite que a fase de construção comece com mais segurança dificultando muito o trabalho de quem a pressiona. Seja através dos passes de Oriol Rosell ou da condução de bola de Eric Dier, este é um movimento que já parece estar bem trabalhado. Independentemente de quem seja o médio mais defensivo, é assim que a 1ª fase de construção deve ser, seja qual for o adversário. 

Jogo Exterior: Mais um processo que merece nota positiva. As combinações que foi possível verificar nos corredores laterais mostraram-se muito proveitosas do ponto de vista ofensivo. Cruzar sim, mas com critério. Extremos a procurar movimentos interiores de modo a que os laterais possam garantir a profundidade, os próprios extremos procurando a linha de fundo através de combinações com os médios, ou mesmo com o avançado-centro (Fredy Montero esteve em destaque neste particular), foram movimentos positivos a retirar destes primeiros jogos. 

Transição Ataque/Defesa: Excelente a reacção à perda de bola no jogo de ontem frente ao SL Benfica. Dado que há uma maior proximidade entre os jogadores no processo ofensivo, esta é mais rápida e eficaz.

Proximidade entre Sectores: Equipa compacta, quer a defender quer a atacar. Em organização ofensiva, apoios mais próximos ao portador da bola permitiram uma circulação mais apoiada e, naturalmente, com mais qualidade. Defensivamente, equipa organizada num bloco médio, com a zona entre a defesa e o meio campo a ser muito bem ocupada pelo duplo-pivot que se revelou excelente nas coberturas.

Na minha opinião são estes os aspectos que merecem maior destaque na organização colectiva do novo Sporting CP. Relativamente às principais escolhas de Marco Silva, e mesmo tendo em conta a fase inicial em que está a pré-época, parece-me que o treinador já tem uma base de jogadores que lhe garante mais qualidade ao modelo de jogo que ele quer ver implementado:

Eric Dier - Inteligência em tudo o que faz defensivamente (timings, leitura de jogo, ajustes) e qualidade na condução de bola aquando da 1ª fase de construção.

Oriol Rosell - Defensivamente mostrou tudo o que um médio-defensivo deve ter. Excelente nas coberturas, ajustes em função do posicionamento da linha defensiva e forte nos duelos. Ofensivamente, muito critério com bola, seja na 1ª fase de construção ou numa zona mais adiantada do terreno. Qualidade de passe e visão de jogo são outros dos atributos principais do médio espanhol.

Adrien Silva - Talvez seja arriscado dizer isto já nesta fase, mas acho que o médio português irá ter mais influência na fase de criação em relação ao modelo de jogo de Leonardo Jardim. Mais solto e com mais liberdade para aparecer em zonas mais adiantadas, Adrien Silva tem tudo para ser muito importante na criação de situações de finalização, tanto para os seus colegas como para ele próprio, através de remates fora da área.

Fredy Montero: Classe em tudo o que faz. A inteligência com que se move na frente de ataque, com que recua para servir de apoios, é fundamental para que o futebol do Sporting CP seja apoiado e dinâmico. Segura a bola como poucos, temporiza e solta no tempo certo. Se for bem servido será peça chave também na finalização.

No entanto, nem tudo foram aspectos positivos. Acho incompreensível que em 180 minutos (2 jogos da Taça de Honra), Marco Silva não tenha dado oportunidades a jogadores como Shikabala e Ryan Gauld. Resta esperar pelos próximos jogos para concluirmos o porquê da pouca utilização destes dois jogadores.

Apesar desta última nota, que considero negativa, a apreciação global em relação à evolução da equipa nesta pré-época, e consequentemente ao trabalho de Marco Silva, não deixa de ser bastante positiva. Esperemos agora que continue numa trajectória ascendente para atingir o elevado patamar competitivo, tão necessário para conquistar os almejados títulos! 

Licença de Conteúdos

Licença Creative Commons
Esta obra foi licenciada com uma Licença Creative Commons.Quem copiar conteúdos sem especificar a origem está infringir os termos de copyright e fica sujeito a coima.
myfreecopyright.com registered & protected

Etiquetas

Tags:

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Best Web Hosting Coupons