Próximo Jogo

Próximo Jogo

28/08/2012

Sá Pinto insiste...

... em contar-nos a história do rei das estatísticas. Da equipa que faz tudo, que merece, por tudo, ganhar mas que, invariavelmente, não consegue. Oferece-nos posses de bola na ordem dos 70%, ataques sucessivos e toda uma panóplia de remates a cada jogo. Esquece-se, no entanto, que esta posse de bola passiva que temos vindo a efectuar não ganha jogos, que os inúmeros ataques são, regra geral, atabalhoados e muito (mesmo muito) pouco incisivos e que os remates têm sido pouco mais que inofensivos. A bola roda mas parece quadrada.

Parece-me quase impossível que esta equipa, hoje dotada de individualidades de inequívoca qualidade, nos ofereça nada mais que 1 golo marcado em 3 jogos - 2 empates e 1 derrota. Parece-me ainda mais impossível que Sá Pinto assente todo o seu ideal futebolístico (que, desta vez, teve tempo para implementar e cimentar) num esquema táctico que, desde a pré-temporada, se previa dar mais problemas a nós próprios que a quem nos propomos vencer. Parece-me surreal que, pese embora toda a importância que tem a posição, se entregue o fado da equipa ao desgraçado do ponta-de-lança que é para ali despachado com a ingrata missão de marcar golos quando mais ninguém o faz. E nem as bolas paradas o safam, ao ponta-de-lança, e muito menos à equipa, pois os melhores batedores parecem arredados da sorte e os melhores cabeceadores permanecem na sombra de Daniel Carriço. Sim, Onyewu, sim Xandão, esta é para vocês. Em pleno século XXI, e no que ao Sporting Clube de Portugal concerne, apesar da minha ainda tenra idade, continuo a ser surpreendido por tanto erro de cálculo.

Já todos percebemos este plano A, tão mas tão (mas mesmo tão) lateralizado que torna (ainda) mais previsível o jogo colectivo. Ao menos se os cruzamentos tivessem seguimento; ao menos se os cruzamentos tivessem objectividade sequer; ao menos se na área estivesse alguém com outra capacidade de atacar o espaço (e a bola), ao menos se esse alguém tivesse um colega que tornasse menos penoso esse ingrato trabalho de ser a figura de proa desta equipa. Ao menos se Sá Pinto decidisse não entregar a capacidade finalizadora a um só jogador e decidisse que os extremos não servem só para cruzar e que os médios não servem só para criar linhas de passe entre eles próprios. Já perceberam a ideia, certo?!

Então onde está o plano B?! Onde está um sistema onde a manobra ofensiva colectiva seja entregue a mais gente que não só os cruzadores de serviço? Onde as segundas linhas não fiquem a quilómetros de distância do tridente atacante, onde Carrillo possa perder a bola sem o risco de tal se tornar em venenosos contra-ataques adversários?! Onde?! Alvíssaras a quem o encontrar e mo explique, se não fôr pedir muito...

Não querendo pôr Ricardo Sá Pinto em cheque (mas já o fazendo), desconfiei da promoção de Sá Pinto à equipa principal, desde o princípio (pese embora o seu trabalho nos Juniores - são realidades completamente distintas). Não que tenha discordado completamente da demissão de Domingos Paciência. Dei meio ano a Sá Pinto (e sim, foi-me surpreendendo, pouco a pouco) e uma pré-temporada, para que tivesse tempo e espaço de manobra para construir a "sua" equipa e o seu ideal. Mas... a triste realidade é que o Sporting CP continua imbuído da mesma monotonia, da mesma falta de confiança em si próprio, da mesma anemia futebolística.

Não , não quero que te vás embora, desejo apenas que tenhas clarividência q.b. para perceberes que, ao fim de 3 jogos idênticos com resultados semelhantes, é preciso mudar, é preciso abanar as hostes e - porque não?! - dar uns belos duns berros no balneário. E já que estamos nesta toada, que conferências de imprensa são aquelas, ?! Já não me lembrava de adormecer tão depressa desde Manuel Machado...

Quinta-feira temos jogo, novamente em Alvalade. Um empate a zeros chega... mas não basta! Terás, confio, os teus adeptos a teu lado, mas terás que lhes provar que a confiança cega também tem os seus proveitos. Ou não fosse esta relação uma simbiose perfeita...

Somos o Sporting Clube de Portugal, porra!...

E ... demora muito o ponta-de-lança?! A ver se a gente se entende...
Partilhar:

14 comentários:

  1. Honorio_Fudencio28/8/12 15:17

    GRANDE POST CARALHO! ASSIM É QUE SE FALA! RUAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA SA PINTO!

    ResponderEliminar
  2. Rmarcelo199328/8/12 15:22

    Excelente post.

    É preciso um PL sim mas acho que com este modelo de jogo de equipa pequena que Sá montou no Sporting.
    Ver o Sporting jogar já é desesperante, nao temos fio de jogo, atacamos pouco e mal, em casa perante equipas pequenas jogas com dois médios de contençao, enfim.
    A meu ver Sá Pinto nao tem unhas para a guitarra, mas tambem acho que se ele saír as coisas nao vao correr bem para a direcçao.

    VAmos esperar que o Sá deixe os Xanas e que alguem aperte com ele, senao onde irá o Sporting.


    SL

    ResponderEliminar
  3. Artigo muito bem escrito, quer na forma quer quanto ao conteúdo.
    Diria, até, que está uma pérola literária.

    Eu fui dos que concordei com a saída do Domingos e, relativamente a Sá Pinto, esperei para ver.
    E confesso que ao fim de poucos jogos comecei a gostar do trabalho dele, sendo que os aspectos menos positivos que a equipa ia apresentando se justificavam com as circunstâncias em que tinha começado a trabalhar - entrou a meio da época, equipa de rastos, jogos de 3 em 3 dias...

    A derrota na Taça de Portugal e, mais do que isso, o péssimo jogo que o SCP efectuou deixaram-me, contudo, apreensivo.

    E volvidos que estão, agora, 3 jogos oficiais da nova época, quando Sá Pinto teve tudo para planear bem a época, estou em estado de desânimo total.

    O péssimo jogo de ontem, as substituições ridiculas e o discurso do Sá Pinto, que tem vindo a piorar de jogo para jogo, fazem-me crer que dificilmente conseguirá inverter este processo.

    Achei ridiculo substituir Adrien por André Martins, não só porque são jogadores algo semelhantes no processo de jogo mas também porque Adrien, ontem, era dos menos maus em campo.
    Achei péssimo tirar da equipa Elias, o nosso melhor médio que até marca golos.
    Achei anedótico manter em jogo Gelson Fernandes, jogador que apenas serve para defender.
    Achei enervante usar e abusar de inúmeros cruzamentos em balão para a grande área, quando toda a gente - TODA - já percebeu que assim os defesa ganham todas as bolas.
    Acho péssimo estar constantemente a alterar o meio campo, impedindo os jogadores de criarem rotinas.

    Por isso tenho sérias dúvidas que o Sá Pinto consiga introduzir alterações neste estado de coisas e fazer com que a equipa comece a mostrar bom futebol.

    Independentemente disso, importa sublinhar que esta equipa do SCP, na minha opinião, é muito jovem e não tem condições para ser campeã já este ano.
    Como não tinha o ano passado.

    Mas isso não invalida que não possa apresentar processos de jogo eficazes, que deva exibir um futebol agradável, que lute pelos lugares cimeiros, que mostre evolução, que nos faça acreditar.

    E nada disso está a acontecer.

    Jarvalho.

    ResponderEliminar
  4. Bom post e também concordo com alguns comentários para quê cruzar tanto se na área está sempre o mesmo desgraçado sozinho, sem apoio de ninguém.

    ResponderEliminar
  5. LYONBRAVEHEART28/8/12 17:42

    Faço minhas as tuas palavras é mesmo isto Mauro Silva, muito bem.

    SL

    ResponderEliminar
  6. precisamos de um avançado?!? entao porque oferecemos o balde ao Guimaraes?? nao mercia pelo menos uma oportunidade?!!

    ResponderEliminar
  7. Anónimo28 de Agosto de 2012 18:41,

    Com todo o respeito pela pergunta, Amido Baldé não tem qualidade para jogar num Clube como o Sporting CP, e rapidamente aperceber-se-ia, seguindo a carreira dele pós-juniores.

    ResponderEliminar
  8. Carmichael28/8/12 19:31

    4 aspectos a rever:

    Defesa: Onyewu ou Xandão, um deles deve entrar no onze. Estamos a perder novamente o espaço aéreo defensivo e ofensivo.

    Meio-campo: Gelson não pode ser titular. Defende bem, mas é lento e não sabe construir jogo. Já se percebeu que o jogo fica mastigado com ele em campo. Rinaudo tem de ser o pivot defensivo. Elias tem de avançar no terreno. Izmailov ou Adrien, um deles tem de pegar no jogo.

    Nas alas: Carrilho desequilibra, mas decide quase sempre mal. Tem pés muito tortinhos, piores que Djaló. Labyad no flanco direito parece-me mais jogador. O problema dos nossos alas é que só querem centrar. Não pode ser, têm de rematar e entrar na área e fazer golos. Quantos golos valem Nolito, Sálvio ou James? Não pode ser Wolfs a marcar golos!Sá Pinto tem de perceber isto porra!!

    ResponderEliminar
  9. Compreendo a frustração sentida neste momento com a equipa de futebol do Sporting, mas a questão Sá Pinto é um caso complicado de gerir em todos os aspectos, a solução mais fácil e objectiva seria despedir o treinador e trazer outro, mas isso implica que o projecto desportivo com SP tinha falhado e depois de Domingos a direcção ficaria com um espaço muito reduzido para se defender perante os mais radicais adeptos. Com isto com certeza não iriam trazer um treinador de grande nomeada mas sim mais um estagiário, que estaria até ao fim da época e depois quando começasse a nova temporada seria novamente posto em causa perante 2 ou 3 resultados menos positivos.

    Outra solução plausível seria aguentar todas as criticas, a direcção meter o peito as balas pelo SP, e com isto sair reforçada a confiança que têm no treinador, teriam que aguentar qualquer resultado negativo, uma espécie de como se faz em Inglaterra onde Sir Alex Ferguson, Alex Wenger e entre outros estiveram no clube vários anos sem ganhar qualquer titulo, mas a impaciência é algo que se apodera de todos nós, por estarmos sedentos de títulos..e nesta altura isto era impraticável perante mais um deslize da equipa..

    Nos ultimos anos tivemos um carvalhal. um forcado(Paulo Sergio),um tapa buracos(Couceiro) um tripeiro e um aprendiz (considero que SP ainda está em aprendizagem e acredito que um dia será treinador), para quando teremos um treinador? de futebol, um treinador capaz de por o Sporting a jogar bonito e a ganhar? Um gajo que os Sportinguistas tenham em orgulho em ser o homem do leme da equipa? Já tivemos um que até jogou um futebol vistoso mas esse perdeu a puta da uefa em casa..e nada ganhou..

    Sá pinto já tem a cova feita, um símbolo do clube, um gajo que nos tempos de jogadores era polémico, hoje em dia vejo uma pessoa abatida, a falar como se estivesse numa doença em estado terminal e que a morte estivesse a bater a porta..é assim que o vejo, com um discurso decorado desde que assumiu a equipa, primeiro foi com o intensidade e a dinâmica e bla bla, agora nesta época mudou para o dominamos e não marcamos tivemos azar e bla bla..Sá, sempre te admirei mas larga a droga caralho!!!

    Com isto tudo fico sem ideias para o que se poderia fazer no Sporting, o caminho a seguir, caso fosse possível e SP fosse despedido, era ver uma pessoa a frente do Sporting, essa pessoa seria Marcelo Bielsa, El loco, um senhor do futebol, a proposta até me foi dita por um dos users do chat, e depois de pensar penso que seria muito viável para o clube e positivo ter uma mentalidade diferente da portuguesa, é um treinador que sempre admirei muito mas o ano passado com a azia da UEFA fiquei-lhe com um pouco de raiva e nem me lembrei dessa possibilidade..sei que muitos iriam dizer "ah esse nunca ganhou nada", e eu digo pois não..mas o que lucramos com os outros todos que passaram? NADA, ZERO
    Defendo esta opinião porque acho que montaria uma bela estrutura para o futuro, os mais atentos lembram-se de mirko jozic, treinador que tinha um futebol vistoso, mas no ano seguir fomos campeões pela estrutura toda que ele montou na equipa, até com peseiro nada ganhamos mas a seguir veio bento e ainda conquistou umas taças, o que lucramos com estes todos que passaram?

    SL

    ResponderEliminar
  10. Frade Krueger28/8/12 23:18

    Caro Mauro,

    Não há, nem foi treinado nenhum plano B durante a pré-época como é sabido. 6 ou 7 jogos sempre com o bendito do 4-2-3-1 em que alternava à frente da defesa (uma na 1parte e outra na 2parte) a parelha Rinaudo-Gelson (2 trincos) numa parte e Elias-Schaars (2 b-to-b) na outra... Sempre excepto no jogo com os gregos em que colocou aquele que tem sido o meio-campo titular no campeonato.
    Nada de sistema alternativo e mesmo assim, a escolha da dupla colocada atrás do 10, altamente discutível.
    Apenas uma ideia fixa, mal implementada com jogadores que não se entendem. Tudo isto é fruto da vaidade e arrogância desmedida do orientador, que está em missão redentora dos disparates efectuados enquanto Director (1 ano antes) e está totalmente desorientado. Basta ouvi-lo ontem: a total falta de aderência à realidade do discurso proferido.
    Somos a chacota do futebol nacional. 40ME para quê? Nas mãos de incompetentes?
    Nem de propósito:
    Ontem um Sporting - RA; hoje um Udinese - Braga...
    Existe comparação possível entre o futebol do SCP e do Braga? Por amor da santa! É confrangedor e humilhante para nós o que ontem se passou.
    SLeoninas

    ResponderEliminar
  11. Bom post Mauro!

    Infelizmente à segunda jornada estamos todos em depressão.

    Podia pensar que é mais um caso de bipolaridade, tão comum nos sportinguistas, mas não, há uma série de sinais preocupantes.

    1º- O Sá falhou nos momentos cruciais, no dragão contra o porco, e no final da taça de Portugal, contra a Académica. Se o primeiro resultado se aceita, o segundo foi muito difícil de ''engolir''. Os estudantes estiveram na luta para não descer, e mesmo assim roubaram-nos o caneco. Enorme decepção.

    2º Apesar de não ter curso nenhum de treinador, custa-me compreender a forma como o Sá monta a equipa. Duplo pivot, com um ''8'' a construir jogo? Não lembra o diabo.

    3º A teimosia. Eu aceito que ele lá tenha a sua ideia sobre o que é melhor para o clube, o problema é que a coisa não está a resultar, e não o vejo com vontade de mudar nada. Quem insiste no erro, para além de teimoso, é burro.

    4º O Sá parece que está a viver numa realidade paralela. O Sporting não está a jogar nada, mas para ele todos os resultados são uma injustiça. Parece que ele anda a ver jogos diferentes daqueles que todos nós vemos, pois a verdade é que tem sido horrível o futebol que praticamos.

    5º As conferências de imprensa são surreais. Não sei o que é que ele fuma antes de se apresentar à frente dos jornalistas, mas deve ser algo forte, ''porque ele não diz pão com manteiga''

    Infelizmente, depois dos desaires que tivemos a época passada, a margem de manobra é curta, ou as coisas mudam radicalmente e começamos a praticar um futebol de encher o olho e a ganhar jogos em catadupa ou o nosso treinador não chega ao natal. Seria um péssimo sinal, pois significa que seria mais um ano ''a ver navios''.

    Ainda assim, acho que temos matéria prima para fazer um excelente campeonato, falta um avançado que estou convencido que vai chegar até ao fim do mercado.

    Para que o Sá passe de besta a bestial, só lhe falta uma vitória e uma exibição convincente, ai tudo mudará. Espero sinceramente que a mesma aconteça já no próximo jogo, e que seja a alavanca para um campeonato de sonho.

    Continuo a acreditar num Sporting campeão!

    Saudações Leoninas

    ResponderEliminar
  12. Rua com o Sá se perdermos o proximo jogo e ficarmos arredados da liga europa. E deixem de culpar o wolfs porque embora esteja em péssima forma sempre sozinho numa ilha a lutar contra 3/4 defesas é complicado!

    ResponderEliminar
  13. Excelente post Mauro. Esperei até dormir sobre o assunto para escrever este comentário, mas não porque ontem quisesse mandar tudo e todos para aquele sítio. Ontem a minha crítica tinha um único sentido: Ricardo Sá Pinto. Dormi mal, facto que me acontece sempre depois de noites como a de ontem, mas as minhas ideias são em tudo idênticas àquelas com que fui dormir. Mas comecemos esta história desde o princípio.
    Confesso que quando Sa Pinto tomou conta da dificil cadeira de treinador principal do Sporting o olhei com desconfiança, fruto do mal explicado despedimento do seu antecessor, da sua extrema inexperiência e do facto dele ser uma espécie de “don Corleone” da Juve Leo. Essa desconfiança foi desvanecendo com o passar dos jogos uma vez que Sá Pinto conseguiu unir a equipa tornando-a mais coesa, conseguindo assim vencer adversarios poderosos, sempre a jogar com a equipa mais recuada que Domingos o fazia. Continuei contudo com aquela ideia clara de que a equipa tinha dificuldades em jogos contra equipas que se fecham muito na defesa, mas dei o benefício da dúvida a Sá Pinto, uma vez que não tinha sido ele a construir a equipa nem tão pouco a retocá-la em Dezembro. Passados três jogos oficiais da época 2012/13, os Sportinguistas deparam-se com o futebol paupérrimo duma equipa que muitos (eu incluído) acreditavam ser a melhor desde a conquista da dobradinha em 2001/2. Posto isto, quero explicar em 4 pontos porque é que atribuo a maior parte da responsabilidade por este estado calamitoso do futebol do Sporting a Sa Pinto:

    1. O jogo ofensivo do Sporting é uma anedota, sem dinâmica e a tentar cruzar bolas aéreas para um avançado que ja demonstrou ser fraquissimo no jogo aéreo, não há mais nada a dizer.

    2. Os 11s iniciais são mal pensados. Por exemplo os médios estão fora das posições onde mais rendem, sendo o caso mais gritante Adrien Silva que em 3 jogos só por 10 minutos jogou na sua posição (8).

    3. As substituições são mal planeadas e depois bloqueiam a possibilidade de mexer com o jogo. Por exemplo mudar dois médios ao intervalo do jogo impedem a possibilidade de pôr extremo e avançado mais tarde, forçando a escolha entre um destes dois.

    4. As declarações pós jogo aos media roçam o ridículo, mostrando fazer parte daquele grupo patético de treinadores que descrevem jogos que mais ninguém viu! Muito triste.

    ResponderEliminar

O SVPN reserva-se ao direito de moderar sem aviso prévio, qualquer comentário abusivo/ofensivo ou insultuoso.

Qualquer comentário desenquadrado com o tema do post não será aprovado.

Para facilitar a discussão, agradecemos que assinem os comentários - quem não tem conta pode seleccionar o campo Nome/URL (o URL pode ser deixado em branco), onde podem assinar o vosso nome ou um qualquer nickname à vossa escolha!