Próximo Jogo

Próximo Jogo

12/11/2012

A vitória ao Braga e algumas notas

  • Equipa
Voltámos a ganhar. 48 dias depois da última vitória (ao Gil Vicente FC). Ao SC Braga! Ao final de 3 jogos sob o comando de Frank Vercauteren, têm sido notórias as melhorias progressivas da qualidade quer táctica quer exibicional de uma equipa que carrega o ónus do pior arranque de sempre, nos 107 anos de História do Sporting Clube de Portugal
Ontem, por fim, pareceu-me ver uma linha defensiva mais compacta (ainda que jogando em bloco mais baixo), um meio-campo coeso e (bem) mais solidário que o normal, e um tridente de ataque de volta aos bons momentos - afinal, Diego Capel, André Carrillo e Ricky van Wolfswinkel, como trio mais usual da época transacta, conhecer-se-ão melhor e, como tal, o entrosamento entre os 3 só pode ser maior - embora, na segunda-parte, a decisão de mudar André Carrillo para o flanco esquerdo não tenha sido a melhor (estranho eclipse, visto que é a posição que melhor conhecia, antes de chegar a Portugal). Os prolemas não desapareceram, nem desaparecem tão facilmente, mas a esperança renovou-se ontem (principalmente com os primeiros 45 minutos).

Uma nota para os (baixos) índices físicos da equipa, que se notaram sobremaneira na segunda-parte. Que andou Ricardo Sá Pinto a fazer na pré-época, para que os jogadores ao fim de 3 meses de competição estejam de rastos?
  • Ricky van Wolfswinkel 
Na época passada marcou 25 golos em 47 jogos (média de 0.53 golos/ jogo). Esta época, em 16 jogos, conta 8 golos (média de precisamente 0.5 golos/jogo) e, se tivermos em conta que o Sporting CP tem (apenas) 16 golos marcados e 2 deles foram marcados através de auto-golos da equipa adversária, o ponta-de-lança holandês marcou 57% do total de golos da equipa (50% se somarmos os tais autogolos). No entanto, muitos adeptos continuam a pôr-lhe o Mundo às costas, como se fosse ele o responsável-mor pela pouca eficácia atacante da equipa. Sim, é ele o jogador mais avançado no terreno mas, sem os outros 10 jogadores, mais não pode fazer. Não é um jogador particularmente espectacular, não é o melhor ponta-de-lança do Mundo, mas os resultados acima expostos falam por si. Tivéssemos nós outro Ricky van Wolfswinkel no banco. Ou fosse o ponta-de-lança o único problema da equipa e todos dormiríamos (muito) mais descansados.
  • Rui Patrício
Quando surgiu na Madeira, frente ao CS Marítimo, defendendo um penalty (e os 3 pontos) pensei para comigo que dali surgiria um bom guarda-redes. Não pensei que pudesse chegar ao nível que apresenta actualmente, é certo, mas com certeza não «deveria ser vendido, por estar a queimar Vladimir Sojkovic», como fui lendo e ouvindo inúmeras vezes! A maior crítica que lhe posso, e quero, fazer é tão só o discurso. Os impotentes é que passam a vida a falar em "levantar a cabeça". Saia um comprimido azul para Rui Patrício...
  • Frank Vercauteren 
A vitória também é dele. Tem recuperado a qualidade exibicional de alguns jogadores (desde logo Marcos Rojo, Elias, Diego Capel, Ricky van Wolfswinkel). Mais se seguirão, prevê-se, a seu tempo. Sim, porque ele, Vercauteren, precisa de tempo. Surpreendeu-me, ontem, a aposta em Eric Dier (grande jogo!) ao invés de Ricardo Esgaio, e ganhou a aposta. Tem apostado num 4-2-3-1 incaracterístico, de dinâmicas versáteis, e também aí se têm visto melhorias no jogo colectivo. Até ver...
  • António Salvador e José Peseiro
O Presidente do SC Braga foi recebido (e bem) no Museu do Sporting CP, com a ironia, o sarcasmo e as bofetadas metafóricas que merecia. Pena não terem sido literais! No final do jogo, paralelamente às declarações de José Peseiro, criticou a arbitragem, insinuando que o encontro de Godinho Lopes com Vítor Pereira (já desmentido) deu frutos, devido ao golo anulado a Alan, ao minuto 78. Muito teria eu a dizer de António Salvador mas, resumindo, digamos que o Presidente do SC Braga não vai à sede da Federação. Vai directamente à fonte - Jorge Nuno Pinto da Costa (para quê recorrer aos 'santos' quando se pode recorrer ao 'Papa'?!).

Antes de mais, dúvidas houvessem, Éder empurra, de facto, Schaars aquando do momento do salto do médio leonino e, portanto, há falta. Morre aqui, portanto, o argumento de José Peseiro(...) as pessoas que responsabilizam os árbitros quando são prejudicadas, deviam ter a coragem para dizer que, hoje, foram beneficiadas»). Mas, não chegasse o factual, José Peseiro, que disse que não falaria de arbitragens quando fosse prejudicado por se sentir obrigado a fazê-lo quando fosse beneficiado, esqueceu-se de referir que na jornada anterior, ante o Gil Vicente FC, beneficiou de uma grande penalidade inexistente. Mas ficou caladinho que nem um rato, claro! E mais, no jogo inaugural da Liga ZON Sagres 2012/2013, ante o SL Benfica, no empate a 2 golos, o SC Braga foi escamoteado num penalty claro a seu favor. Mas aí, o benfiquista José Peseiro ficou também caladinho que nem um rato. O "assalariado do SC Braga" é, portanto, o treinador com mais moral em Portugal para falar de arbitragens, contra ou a favor!...

A auto-proclamada terceira potência futebolística nacional perdeu contra o pior Sporting CP de 107 anos de História. Imagino que custe a engolir esse sapo...

Post Scriptum: Ao folhear o jornal Record apercebi-me que, no famigerado golo anulado ao SC Braga, fazem menção a um anterior empurrão de Marcos Rojo a Éder (e que este estaria na origem do empurrão de Éder a Stijn Schaars). O curioso é que, seguindo a mesma descoberta do supracitado jornal, poderiam também ter explicado que a suposta falta, que dá origem à cobrança do livre que depois levaria ao golo anulado, não existe!

Duas notas finais: uma apenas para dizer que Pedro Henriques (comentador Sport tv) está a precisar de um apertão. A forma como passou os 90 e tal minutos de ontem com total certeza nos lances contra o Sporting CP e com todas as dúvidas quando os lances favoreciam os leões é completamente escabrosa.

Começo a dar razão ao SL Benfica quanto ao diferendo que mantém com a Sport tv.

Talvez se resolva com umas pastilhas para a azia...

A outra nota prende-se com uma curiosidade. Cada vez que a Equipa B perde pontos, a equipa principal vence!...
Partilhar:

6 comentários:

  1. LYONBH197812/11/12 17:51

    Muito bem escrito o post MS!

    Este Pedro Henriques realmente, têm o péssimo hábito de ter uma "tala vermelha" em x de olhos e não conseguir discernir bem as cores do nosso Grande Clube, mesmo quando é claramente prejudicado, custa , fica "rouco" quando o lance é favoravel ao SCP, mas até têm "prazer" quando é ao Contrário.

    Aos Senhores do Braga , presidente e treinador , era tão bom estarem caladinhos sem abrir a boca , para não dizerem porcaria . Além do exemplo que colocas-te do Gil vicente, relembro também o benefiio desta equipa Braga, contra Maritimo e Guimarães , opnde o Senhor José peseiro achou belissima arbitragem , va-se lá saber porque.

    Parab´ens á equipa , que além de se notar algo Anciosa em manter o resultado, voltou em alguns momemtos jogar e bem , e finalmente não deu os normais 45 min de avanço , e por isso aganhou e bem.

    Já Agora Parabéns ao Beto pela exibição que fez, porque senão fosse por ele , não se falava do lance do penalti de certeza.

    Parabéns SCP , grande vitória e que seja o inicio de um ciclo de muitas vitórias!

    ResponderEliminar
  2. Muito bom post.. é jeitoso! (ao modo dos gato fedorento)

    Falando mais a serio, António Salvador no fim do jogo estava as aranhas, tal era o desnorte! Pedro Henriques não conseguia disfarçar a sua azia descomunal! Hj vem em Ojogo árbitros a darem razão aos lances do Sporting. Só empenha pelos ouvidos e pelos olhos quem quer...

    ResponderEliminar
  3. Parabéns Mauro por mais um excelente post.

    Como tu bem realças, ganhamos um jogo ao fim de 48 dias. Eu acrescento, finalmente, pois parece-me que já podíamos ter ganho mais, mesmo a jogar tão mal quanto jogamos.

    Infelizmente não consigo ainda ver as tais melhorias notórias que referes.
    Continuo a ver uma equipa sem confiança, sem preparação física, sem capacidade de dominar um adversário. Foi pesada a herança que o Sá deixou ao Franky.
    Consegui sim, ver uma boa primeira parte, onde se tivéssemos sido eficazes, até os detractores de serviço tinham ficado sem argumentos. A rever.

    Gostei de ler os números que apresentas do Wolfswinkel, são no mínimo reveladores, no entanto, para quem tanto o crítica não vão chegar.
    Vai ser um daqueles jogadores a quem só será reconhecido o valor quando sair do clube. Ai todos iram falar dele de uma forma saudosista, e provavelmente criticar quem o deixou sair. Enfim.

    O Rui é um dos três melhores guarda redes da Europa, mais um produto made in academia. Orgulho.

    O Franky tem uma tarefa hercúlea pela frente. Pela coragem demonstrada ao aceitar o desafio, e pelo currículo, parece-me o homem certo. Que tenha muita sorte pois vai precisar.

    O Salvador levou uma chapada de luva branca. Fantástica a jogada do Godinho, reduziu o ''aprendiz de fruteiro'' à sua insignificância. Muito bom.

    Quanto ao Pedro Henriques, hoje li vários comentários a garantirem o sportinguismo deste comentador.

    Eu afirmo que ele é tão sportinguista como o autor desta frase que retirei do blog até morrer: ''mas a 2ªparte foi o confirmar que o Sporting dos “grandes” é o 4ºmais fraco!''

    E assim se percebe a azia de muitos que se dizem do Sporting. Ontem, esta vitória arrancada a ferros mas saborosa, foi como um pontapé no estômago em muita gente, e já nem fazem por disfarçar.

    Saudações Leoninas
















    ResponderEliminar
  4. Concordo plenamente e reforço o pedrinho até percebe de futebol mas tem aquele sopro, quando pode mete a colher. Como ele existem muito outros que sempre que podem não falha. Estes é que temos de combater.

    ResponderEliminar
  5. Mauro Silveira:

    As melhorias progressivas a que o Mauro Silva se refere parece-me que se vislumbram exactamente na forma como o SCP se exibiu na boa 1ª parte que efectuou, onde, mais assertivo na finalização, teriamos conseguido chegar ao intervalo a ganhar por 2 ou 3 golos de diferença.

    Na segunda parte, então sim, voltou ao de cima a herança que Sá Pinto e Oceano nos deixaram: má forma física dos jogadores, ansiedade, falta de confiança.

    Mas, pelo menos, já conseguimos fazer 45 minutos de bom nível, ao fim de cerca de 15 dias de treino com Vercauteren.

    Quem não consegue reconhecer em Wolfswinkel - Goalswinkel, como já alguém aqui no chat lhe chamou - um bom avançado e um goleador só pode estar de má fé!
    Nesta época, terrivel - a pior de sempre - leva já oito golos em 16 jogos!
    33 golos marcados desde que chegou ao SCP, em menos de época e meia!
    Por favor! Se isto não é ser um goleador, hão-de-me mostrar o vosso caixote do lixo.
    Reconheça-se-lhe o mérito!

    Quanto a Patrício, recordo-me como se fosse hoje desse penaltie defendido no Maritimo, no primeiro jogo que fez na equipa A, pela mão do Paulo Bento.
    Logo aí vaticinei que seria o futuro guarda-redes da Selecção...
    E, quanto a GR, estamos bem servidos.
    Boeck já provou ser um guarda-redes seguro e Vitor Golas, ou muito me engano, ou atingirá níveis próximos do Patricio.

    Vercauteren "caiu-me no goto" desde que o ouvi a falar pela primeira vez.
    Ideias claras, contido e a forma como lida com a comunicação social contrastam totalmente com o ar alucinado do Sá Pinto, que se perdia em extensos discursos onde falava de tudo e de todos perante os jornalistas.
    Depois, a forma como foi mexendo aos poucos na equipa mostrou bem que havia ali um treinador que sabia o que fazia.
    "Represtinar" o Elias - goste-se ou não dele, é, em teoria, o melhor jogador do SCP - encostar o "deus" Rinaudo porque, de facto, se perde no campo e falta no lugar que devia ocupar, recuperar Capel, que, depois de proscrito, voltou a encantar, e, mais recentemente, o "olho clínico" que revelou e a coragem que demonstrou ao chamar Dier à equipa é de quem sabe do ofício.

    Quanto ao mais, concordo em tudo com o que o Mauro Silva escreve neste post, aliás, excelente.
    Bom trabalho!

    Jarvalho.

    ResponderEliminar
  6. Bom post, mas gostaria de "falar" sobre as palavras de um sr da apaf sobre o Sporting e sobre o comunicado do Sporting sobre arbitragens. Cá vai: O Sporting tem, internacionais de Portugal, Perú, Argentina, Holanda, Brasil, Espanha e Cróacia. Não é uma equipa de "pernas de pau". E, pasme-se, é a equipa da 1ª Liga com mais CA... A diferença abissal do número de C. Amarelos para o Slb, Fcp e até o Braguinha, parece-me incompreensível e prejudica fortemente o Sporting. Não terá a ver com aquilo a que os especialistas apelidam de os árbitros inclinarem o campo, controlarem o jogo de uma equipa, matar o jogo a meio campo, deixarem queimar tempo, etc.? Eu não sei, não sou especialista (mas também, não sou cego nem surdo), responda quem puder e quiser. S.L.

    ResponderEliminar

O SVPN reserva-se ao direito de moderar sem aviso prévio, qualquer comentário abusivo/ofensivo ou insultuoso.

Qualquer comentário desenquadrado com o tema do post não será aprovado.

Para facilitar a discussão, agradecemos que assinem os comentários - quem não tem conta pode seleccionar o campo Nome/URL (o URL pode ser deixado em branco), onde podem assinar o vosso nome ou um qualquer nickname à vossa escolha!