Próximo Jogo

Próximo Jogo

05/08/2013

Uma questão para 2 milhões de euros

No meu post anterior, onde abordava a pré-época do Sporting Clube de Portugal até então (ler aqui), por lapso de memória esqueci-me de referir um jogador que está a ser, também para mim, a maior desilusão da pré-época. O amigo JC, alertando-me, logo complementou aquele post com a sua opinião sobre tal jogador:
Ao que é dito no post, apenas acrescentava uma nota, pela negativa: a confirmação da desilusão chamada Labyad. Ou aparece transfigurado de um jogo para o outro, o que me parece cada vez mais difícil, ou então temos aqui um grave problema para resolver, no valor de 2M € anuais.
Por aqui poderemos enveredar por duas justificações óbvias para a não-convocação do do médio criativo para a disputa do Torneio do Guadiana (a começar já esta noite, pelas 21h15, frente ao West Ham United FC): i) o cumulativo de toda a época transacta (2012/13) e a pré-época até ora realizada deixam muito, mas mesmo muito, a desejar quanto ao aproveitamento de Zakaria Labyad face ao potencial que todos lhe auguravam/auguram e ii) a pouca (ou nenhuma) rentabilização face aos valores anuais despendidos pelo Clube, para o manter no plantel.

Este é (apenas) mais um dos muitos pormaiores herdados da gestão da anterior direcção. Reconhecemos todos, à altura e ainda hoje, o enorme potencial do jogador, rejubilámos ao saber que o interesse dos rivais SL Benfica e FC Porto teriam sido rechaçados pelo jogador e, julgávamos, uma quase incrível contratação num dos poucos bons actos de gestão, quer financeira quer desportiva. Mas desconhecíamos todo o envolvimento do negócio, para além do (ínfimo) montante indemnizatório que supostamente se pagou ao PSV Eindhoven.

Quem imaginaria que haveria uma cláusula no contrato que estipularia que, ao final de uma só época, e aparentemente sem nada que o justifique, o Clube se veria obrigado a subir-lhe os honorários para uns leoninos 2M €?  Que opinião genérica se criaria, à altura, se tivéssemos tomado conhecimento de tais moldes contratuais?

Só posso falar por mim, e por mim friso que, tal como o ocorrido na renovação contratual de Adrien Silva, não estaria minimamente de acordo (sabendo estar, no entanto, esvaziado de qualquer voto na matéria)!

Finalizado o enquadramento que dou a todo o envolvimento da contratação de Zakaria Labyad, vinco, todavia, o potencial e a qualidade que (ainda) lhe reconheço, achando que tanto jogador como o próprio Sporting Clube de Portugal teriam tudo a ganhar numa época de afirmação do internacional marroquino.

Contanto todo o supracitado, nada - repito, nada!!! - justifica o que hoje foi veiculado por todos os media, de que o Presidente Bruno de Carvalho terá impedido a convocatória de Zakaria Labyad pelo Treinador Leonardo Jardim, para o Torneio do Guadiana (ler, p.e., aqui). Desde logo, porque o jogador não tem culpa absolutamente nenhuma do contrato que lhe foi oferecido, nem o treinador tem que escolher os seus jogadores com base nos salários que auferem - duas matérias que estão fora da órbita de funções de um e outro.

Tomando por adquirida a informação de que Leonardo Jardim conta com o jogador (não me custa nada pensar que sim - Zakaria foi, inclusivamente, apresentado como integrante do plantel principal dos leões), Bruno de Carvalho não deve - na minha opinião, nem pode - imiscuir-se em funções que não são as suas, por muitas justificações que tenha para tal! Anuindo que o futuro de Labyad, no Clube ou não, será um caso de muito difícil resolução, concordo com a crítica geral que argumenta que a exposição do jogador aos holofotes dar-lhe-á a ele e ao Sporting Clube de Portugal muito mais perspectivas de uma transferência, quer por empréstimo quer em definitivo, que resolva o problema logístico imediato. Afinal, e pese embora a falta de aproveitamento desportivo, trata-se meramente de uma questão financeira!

Não é meu hábito fazer crítica vã, nem sequer é meu hábito questionar tudo o que outrém decide, ainda que, no caso, diga respeito a todos nós, mas também não sou nem pretendo ser acrítico. E esta, como outras questões anteriores merecem-me sempre um olhar cuidado. Afinal, foi Bruno de Carvalho quem disse pretender que nós os escrutinássemos como ele o fez também no passado.

Tudo isto acaba por redundar numa simples pergunta: e se fosses tu o Presidente, concordavas com esta posição?

Eu não...
Partilhar:

11 comentários:

  1. Anónimo5/8/13 17:03

    a única justificação que vejo é que não temos como lhe pagar.

    eu sempre fui da opinião que "já que tamos a pagar...".


    no entanto, uma coisa me parece consensual, quer ganhemos alguma coisa com isto, quer não: se há coisa de que não precisamos é de polémicas, e o sporting, quer por culpa própria, quer alheia, parece um íman de polémicas (sempre foi assim).

    manuel negrete

    ResponderEliminar
  2. Concordo que há algo de errado neste comportamento do presidente, até porque não vejo como é que esta exclusão poderá beneficiar o Sporting neste caso...

    SL

    ResponderEliminar
  3. Ah, e já agora eu gostava de ouvir as palavras do Jardim em relação à não inclusão do Labyad nos 23 que foram ao torneio. É que não sei se o homem diz, de facto, que a não presença do Labyad deve-se a uma decisão da Direcção ou se se trata de mais uma invenção jornaleira...

    ResponderEliminar
  4. Anónimo5/8/13 17:45

    Se eu fosse Presidente do Sporting saberia concerteza mais alguma coisa do que aquilo que sei e que o proprio postador sabe.

    Por esse facto custa-me ler este tipo de "post´s"...

    Opinar sobre o desconhecido é proprio dos bruxos e esses, como se sabe, são uns fajutos...

    ResponderEliminar
  5. Anónimo (5 de Agosto, 17:45),

    Se quiser ir por aí, então não se discutia coisa nenhuma nos blogs senão os próprios jogos. Deixe-se lá de falácias e chavões...

    Até porque eu tive, como tenho sempre, o cuidado de não "atacar" (salve a expressão) ninguém. Critico esta suposta decisão da mesma forma que critico o contrato que Labyad tem - e que não é culpa dele - como critico quem teve a infeliz ideia de lho "oferecer", tão só.

    O Presidente é o Presidente, cabe-lhe a ele a capacidade de decisão, mas não é infalível...

    ResponderEliminar
  6. Concordo com quase tudo escrito em cima. Mas gostava de deixar a ideia, que talvez este "castigo" nada esteja correlacionado com o contrato do jogador, mas sim a falta de atitude demonstrada pelo jogador (treinos e ultimos 5 minutos do jogo com o Nacional).

    Percebo e concordo, que a folha salarial de um jogador não o pode fazer mais ou menos professional, mas alguma responsabilidade tem de trazer. Dai um capitão do SCP receba automaticamente um aumento de 20% - relação salário vrs responsabilidade.

    obrigado,
    JLS

    ResponderEliminar
  7. Anónimo5/8/13 18:56

    eu sou da opinião de que "ja que pagamos e o vamos encostar, bora emprestar o jogador ao paços com os salarios pagos por nos para ele se valorizar"

    ResponderEliminar
  8. Anónimo5/8/13 20:30

    Sporting Sempre/ Na minha opinião, alguém que ganha 2M/ano tem que sentir obrigação de justificar o valor auferido. Não sei se terá sido decisão do Treinador ou do Presidente, mas acho que deverá ser perceptivel a qualquer um, se a atitude do jogador é a mais correta nos treinos.
    Uma coisa que estou a gostar muito nesta Pré-temporada é a entrega dos jogadores, e acho muito perigoso para o espirito de entrega e de equipa, se houver um jogador que possa destruir essa mentalidade de dar tudo em campo.
    Se pensarmos bem, além de ter que pagar 2M/ano, sairá mais caro ao Sporting se os restantes jogadores pensarem que é mais importante,o ordenado do que fazer por merecê-lo (mentalidade do "Chico Esperto").

    Convém ter uma coisa em mente, é que o Sporting só pode fazer, neste ano, um campeonato desejável se potenciar o que tem, ou seja, a sua juventude e potencial.

    A juventude pode ser uma vantagem em relação às outras equipas se correrem e esforçarem-se mais do que a concorrência. Todos concordamos que o aspeto fisico, se for bem trabalhado, será uma vantagem preciosa para o Sporting.
    O Potencial, quanto a mim, surge como consequência da primeira, ou seja da Juventude, se for bem moldada e trabalhada.

    Para finalizar, não sei se as noticias são verdadeiras, mas acho importantissimo blindar a mentalidade que me parece estar a ser incutida na equipa.

    ResponderEliminar
  9. KingLeao5/8/13 20:33

    Concordo plenamente com este post, nao acho uma boa decisao se for verdade o que os jornais dizem, espero que seja so invencao dos jornais.

    SL

    ResponderEliminar
  10. Antes do mais, quanta honra, Mauro, por um comentário meu ter servido para "abrir" este post!

    Quanto ao Labyad, já no último jogo, e apesar de estar no banco de suplentes, LJ apenas o colocou em campo a 3 minutos do fim.

    Desta vez, nem convocado foi.

    Parece-me que está a ser seguida uma estratégia pelo SCP para tentar resolver este grave problema que tem entre mãos, qual seja a de ter um jogador que pouco ou nada rende a ganhar um dos salários mais elevados pagos por equipas portuguesas.

    Creio que Bdc e LJ estão concertados na gestão deste dossier, de forma a serem salvaguardados os interesses do SCP.

    Jarvalho

    ResponderEliminar
  11. Labyad é um diamante em bruto pena o salário que aufere (e o quanto tem tardado a se adaptar a Portugal) penso que a melhor solução passaria pelo empréstimo no entanto uma vez mais quem vai pagar 2 M ano a um miúdo num empréstimo? Penso que temos um problema muito mas muito cabeludo nas mãos.

    ResponderEliminar

O SVPN reserva-se ao direito de moderar sem aviso prévio, qualquer comentário abusivo/ofensivo ou insultuoso.

Qualquer comentário desenquadrado com o tema do post não será aprovado.

Para facilitar a discussão, agradecemos que assinem os comentários - quem não tem conta pode seleccionar o campo Nome/URL (o URL pode ser deixado em branco), onde podem assinar o vosso nome ou um qualquer nickname à vossa escolha!