Próximo Jogo

Próximo Jogo

02/02/2014

Mercado de Inverno: Sporting mais forte?

O Sporting CP aproveitou o Mercado de Transferência de Janeiro para reforçar as posições com menos qualidade no plantel, mas também conseguiu colocar/rescindir com jogadores que não faziam parte dos planos de Leonardo Jardim. Na minha opinião, e falando no geral, foram contratações e dispensas acertadas que vão permitir ao Sporting CP enfrentar a 2ª volta da Liga ZON Sagres com mais soluções (principalmente de ataque).

Entradas: Victor Golas (re-inscrição); Matías Pérez (empréstimo); Elias Trindade (re-inscrição), Ousmane Dramé, Lewis Enoh, Shikabala, Héldon (mais Sami, apenas em Junho).

Victor Golas | Matías Pérez | Ousmane Dramé | Lewis Enoh: Quatro jovens que em principio vão trazer mais qualidade à Equipa B do Sporting CP, onde vão puder continuar o seu crescimento enquanto jogadores para, mais tarde, poderem ser opções para a equipa principal.

Victor Golas já é nosso conhecido, e é-lhe reconhecido potencial para ser o dono da baliza dos leões daqui a uns anos (partindo do princípio de que renovará o seu contrato), sendo superior aos 2 guarda-redes da Equipa B. Destaco também a contratação de Matías Pérez, central goleador com grande potencial, que era seguido por grandes Clubes da Europa.

Dos restantes dois (Ousmane Dramé e Lewis Enoh) não conheço o suficiente para me poder pronunciar sobre as suas contratações. No entanto, pelo que tenho lido, Ousmane Dramé apresenta um grande potencial, mas a cabeça não tem acompanhado. Quanto a Lewis Enoh, dizer apenas que devido ao facto de ter vindo de um campeonato muito menos exigente do ponto de vista competitivo, terá de ser integrado com calma. 

Héldon: Não é o tipo de extremo que eu idealizava mas, com a contratação de Shikabala, entendo a sua vinda. Extremo vertical, que faz da velocidade a sua grande arma. Forte no 1x1 ofensivo, principalmente quando tem espaço para progredir, e que aparece bem em zonas de finalização.

Não sendo um jogador acima da média, poderá ser importante em certos momentos do jogo, principalmente quando Leonardo Jardim optar por um modelo de jogo mais de transição e menos de posse. 

Shikabala: Na teoria, terá sido a melhor contratação do defeso. Pode atuar a extremo e "número 10", tem uma grande qualidade técnica e um pé esquerdo capaz de fazer muitos estragos nos adversários.

Fazia muita falta ao futebol ofensivo um jogador que fosse capaz de ocupar zonas interiores partindo da posição de extremo (de modo a criar superioridade numérica no meio campo defensivo do adversário), isto no 4x3x3 utilizado por Leonardo Jardim. Caso ocorra uma alteração no sistema de jogo, para o 4x2x3x1, Shikabala será o jogador que irá ocupar a zona atrás do Ponta-de-Lança. De referir também que o egípcio é um excelente marcador de bolas paradas, o que, como bem sabemos, são lances que podem decidir um jogo mais "fechado".

Elias Trindade: Partindo do principio que Elias Trindade vai mesmo integrar a equipa principal (não me vou pronunciar sobre qual pode ser a verdadeira explicação para a inscrição do médio brasileiro),  podemos considerar a sua "contratação" como excelente. Não foi feliz na sua 1ª passagem por Alvalade, apesar de nos primeiros jogos ter mostrado valor, mas agora o contexto competitivo é outro.

Pode ser uma alternativa a Adrien Silva, ou ser um dos 3 elementos do trio do meio campo. É um médio muito forte na recuperação de bolas, devido à sua capacidade de pressing, e junto isso à sua capacidade de aparecer em zonas de finalização. Iria trazer maior dinâmica e intensidade ao nosso futebol. Sem dúvida que o meio campo leonino dava um salto qualitativo com a sua presença. 

Saídas: Tobias Figueiredo (empréstimo), Nuno Reis (emréstimo), João Mário (empréstimo), Fabián Rinaudo (empréstimo), Diogo Salomão (empréstimo), Zakaria Labyad (empréstimo), Jeffrén Suárez (definitivo), Betinho (empréstimo), Salim Cissé (empréstimo), Alexandre Guedes (definitivo).

Jeffrén Suárez | Zakaria Labyad: Eram duas saídas já esperadas - e concordo em absoluto com os moldes em que aconteceram. O empréstimo de Zakaria Labyad pode permitir que ocorra uma valorização do atleta durante a sua passagem pela Holanda e, posteriormente, possa ser vendido por um valor mais alto.

Relativamente a Jeffrén Suárez, a rescisão do contrato foi, na minha opinião, a melhor decisão, dado que é um jogador que dificilmente vai valorizar muito mais e o mais provável era, no inicio da próxima época, o Sporting CP encontrar novas dificuldades em encontrar um Clube onde o colocar. 

Tobias Figueiredo | Nuno Reis | Fabián RinaudoJoão Mario | Diogo SalomãoBetinho | Salim Cissé: Sete empréstimos mas nem todos com o mesmo objectivo. Tobias Figueiredo, João Mário, Betinho e Salim Cissé foram emprestados para evoluírem e mais tarde regressarem ao Sporting CP, enquanto que Fabián Rinaudo, Diogo Salomão e Nuno Reis foram emprestados para que possam valorizar e posteriormente ser vendidos.

Destes empréstimos todos discordo apenas de duas situações: 1) empréstimo simultâneo de Betinho e Salim Cissé - considero que um deles deveria permanecer na Equipa B dos leões e ser a 3ª opção para a equipa principal (na minha opinião seria Betinho, dado que deve encontrar mais dificuldades em ser titular no Vitória FC); 2) empréstimo de Tobias Figueiredo para a II Divisão B espanhola. Falando somente do ponto de vista desportivo (excluindo factores disciplinares e etc.), o seu empréstimo a uma equipa da Liga ZON Sagres ou a sua permanência na Equipa B tinham sido decisões mais acertadas.

Alexandre Guedes: Ponta-de-Lança típico, com alguma qualidade, mormente no jogo aéreo, que se evidenciou no último Europeu sub-19 mas, no meu entendimento, sem reais hipóteses de integração no Sporting CP.

Se levarmos em conta que o avançado estava em final de contrato, a transferência terá sido a melhor solução, impedindo inclusivé a sua mudança para o outro lado da Segunda Circular, como chegou a ser avançado...

Em suma, o Sporting Clube de Portugal terá conseguido aproveitar bem esta janela de mercado, adquirindo jogadores para as posições carenciadas (central, extremo, médio criativo e avançado) embora, como já acima descrito, algumas opções possam ser discutíveis. No que toca à Equipa B, pelas saídas efectuadas ficará teoricamente mais fragilizada, podendo reconhecer-se que foram dadas soluções para suprir essas ausências, ao treinador Abel Ferreira. Convém sublinhar que a formação leonina não está apetrechada, a curto-prazo, para municiar a Equipa B da mesma forma que o tem efeito até aqui e, também por isso, talvez se justifique mais esta aposta "extrena".
Partilhar:

4 comentários:

  1. Anónimo1/2/14 21:17

    Concordo totalmente com o conteúdo deste post. O empréstimo de Tobias Figueiredo a uma equipa da 3ª divisão espanhola não me agrada, mas provavelmente foi para ajudar no negócio do Alexandre Guedes, digo eu... Shikabala, realmente não vale a pena fazer qualquer juízo, apenas quando o virmos alguns jogos poderemos falar melhor dele.. Héldon, na minha opinião veio acrescentar consistência que falta nas alas, embora a possivel ascensão de Esgaio talvez pudesse resolver esse problema, mas compreende-se, há mais épocas pela frente. Jeffren saiu a zero, mas era a única solução, ninguém pagaria por um jogador que de bom nada garante..Labyad teve uma resolução que me parece ser a melhor. Elias, esperemos que até dia 10 volte para o país de origem. ;)

    ResponderEliminar
  2. Sem dúvida que o Sporting ficou mais forte, e claro, com mais soluções no seu plantel, e logo numa zona onde se precisava de qualidade, falo das alas, pois claro.
    Héldon apesar de não ser o melhor extremo do campeonato, mas tem qualidades que podem (vão?) ajudar muito o Sporting, porque acrescenta mais na finalização que qualquer outro extremo do Sporting. Penso que irá ser útil, por isso aplaudo a sua aquisição!

    ResponderEliminar
  3. Excelente post Honoris

    Para mim ficou claro que a direcção decidiu apostar forte esta abertura de mercado por duas razões: para dotar a equipa de armas para lutar forte pela qualificação directa para a champions e para ir preparando desde já a próxima época, que se prevê muito mais exigente a vários níveis.

    Mais um bom exemplo do excelente trabalho que a estrutura responsável pela gestão desportiva do Sporting tem vindo a fazer.

    Agora é cruzar os dedos e esperar que estas 14 finais nos corram de feição, vamos acreditar!

    SL

    ResponderEliminar
  4. Martucho1/2/14 21:58

    Com o plantel que tinhamos sem nenhum reforco estamos em segundo, e analizando que nao perdemos nenhum dos titulares, enquanto q o benf... perdeu um titular e o por.. esta como esta nos ainda adquirimos 2 jogadores de valia Heldon pode nao ser uma super estrela mais e consistente e Shikabala veio trazer magia e velocidade entao o objectivo penso que deixou de ser ir as competições europeas e passou a ser o campeonato, ca para fora pode ser que nao digam mais todos sabemos que e a melhor oportunidade de sermos Campeos.

    ResponderEliminar

O SVPN reserva-se ao direito de moderar sem aviso prévio, qualquer comentário abusivo/ofensivo ou insultuoso.

Qualquer comentário desenquadrado com o tema do post não será aprovado.

Para facilitar a discussão, agradecemos que assinem os comentários - quem não tem conta pode seleccionar o campo Nome/URL (o URL pode ser deixado em branco), onde podem assinar o vosso nome ou um qualquer nickname à vossa escolha!