Próximo Jogo

Próximo Jogo

13/02/2014

Missão: Acordar da letargia


Como escreveu o meu colega blogger (consultar aqui), os últimos 5 jogos da Liga ZON Sagres puseram a nu vários dos problemas deste plantel e desta equipa que, até então, os conseguia disfarçar, ou superá-los quase na perfeição. Problemas individuais mas, essencialmente, problemas colectivos. Por exemplo, aquela estatística que, durante jornadas a fio, nos dizia que o Sporting Clube de Portugal detinha o melhor ataque a melhor defesa não é mais (tão) verdade. O FC Porto detém agora o mesmíssimo registo, comprovando o que espero ser apenas uma mini-crise exibicional (e que também se espelha nos resultados).

Pela frente, temos um microciclo de cinco jogos até ao Clássico de Alvalade, frente ao FC Porto (a notar: SC Olhanense, SC Braga e FC Porto, em casa, Rio Ave FC e Vitória FC, fora de portas), em que é imperioso não perder mais pontos, seja qual for o objectivo primordial para o campeonato:
  • Luta pelo Título ou 2º lugar
    • Com a derrota na Luz o Sporting CP desceu para o 3º lugar classificativo, a já 5 pontos do SL Benfica (distância que se augura de difícil recuperação) e a 1 ponto do FC Porto que, apesar de Paulo Fonseca e dos baixos níveis exibicionais, com mais ou menos dificuldade lá vai averbando vitórias. Sublinhe-se também que os leões estão em desvantagem no confronto directo com qualquer um dos Clubes referidos, o que pode ser importante para as contas finais do acesso directo à Champions League ou até do Título.
  • 3º lugar
    • À partida, o 3º posto na classificação final seria o grande objectivo e, ainda assim, perspectivavam-se, à priori, grandes dificuldades para tal. Importa referir também que, pelo 3º lugar, o acesso à Fase de Grupos da Champions League não se fará de modo directo, factor de relevância já que o Sporting CP não será cabeça-de-série no sorteio. Neste momento, 7 pontos separam-nos do CD Nacional, 8 do GD Estoril-Praia e 12 do SC Braga e do Vitória SC, só para elencar os Clubes que terão mais probabilidades de nos inportunar.
  • Europa League (4º ou 5º lugares)
    • Este será o objectivo de recurso se, por incapacidade e/ou infelicidade, nenhum dos outros 2 objectivos for já possível. Pelas distâncias acima referidas, será algo que estará mais ou menos seguro, não descurando nunca o trabalho que o Sporting CP terá sempre que demonstrar. O (péssimo) exemplo da época anterior ainda me assombra... Fica o alerta.
Posto isto, para mero exercício lógico, importa referir que, individualmente, há também outros vectores para o mesmo problema colectivo.

Desde logo os alas - todos eles - que me parecem em clara baixa de forma, agravando-se também com o ocaso de André Carrillo - o mais desequilibrador de todos eles. A performance individual de Héldon, no derby, apesar de tudo quanto de mau se passou (além de tudo, notou-se também que a experiência, ou a falta dela neste caso, pesou bastante, embora não tenha sido só por aí), trouxe-me uma relativa confiança para o futuro imediato, neste sector. Ainda assim, os sinais são assustadoramente preocupantes, tendo até em conta as últimas exibições para o campeonato. Com ou sem erros de arbitragem...

A juntar ao já referido, a crise de golos deve-se também aos declínios de Islam Slimani e, sobretudo, Fredy Montero. O argelino marcou no batatal de Arouca, a 18 de Janeiro e, antes dessa épica batalha,o último golo data de 24 de Novembro de 2013, na difícil deslocação a Guimarães, embora aqui se possa - e deva - dar o desconto, face à escassa utilização - só agora se estreou a titular para a Liga ZON Sagres; já o colombiano estancou no estigma do 13, nos 13 golos marcados, conseguidos a 8 de Dezembro último, na deslocação a Barcelos, e desde aí até a sua performance desportiva tem vindo a baixar alarmantemente, para lá da falta de golos. Quiçá os seus índices físicos não sejam já os mesmos do início de temporada, agravados talvez pela quase ausência de férias, antes de ingressar pelo Sporting CP. Em todo o caso, é preocupante...

Para finalizar, o factor disciplinar: se William Carvalho e Jefferson cumpriram já a 1ª suspensão por acumulação de cartões amarelos (5), Maurício, Marcos Rojo, Héldon e Fredy Montero estão no limbo, com 4 cartões amarelos cada, e Adrien Silva e Cédric Soares (este, já a segunda sequência) estão ambos a 2 cartões amarelos do castigo. Assustadoramente preocupante, até porque o plantel continua curto, apesar das contratações (Ousmane Dramé, por exemplo, já deixou excelentes indicadores, ao serviço da Equipa B, e pode perfilar-se como opção válida).

No fundo, perspectivam-se muitas dores de cabeça para o futuro imediato. O plantel deve voltar a mentalizar-se que é preciso superação máxima, a cada jogo, para que se possa dar a volta por cima a toda esta perigosa conjectura! E que tenham sempre presente a expressão de Aldo Novak: “Não é a primeira impressão a que fica. É a última! Certifica-te apenas de que a primeira não seja a última.

Como diz o colega do Cantinho do Morais (consultar aqui):

Jardim, traz de volta o teu uppercut!
Partilhar:

21 comentários:

  1. É assim tão certo que não seremos cabeças de série no playoff da champions? Eu acho que ainda vai depender muito da classificação final dos principais campeonatos europeus (4º lugar em Inglaterra, Espanha e Alemanha e 3º em França e Itália). Considerando estes campeonatos temos à nossa frente no ranking actual o Liverpool, Schalke e Nápoles (ainda não está, mas com os pontos da liga europa deverá passar-nos). Ou seja, como são 5 cabeças de série temos que ficar atrás de mais 2 equipas, mas confesso que não sei quem poderão ser. Talvez 2os lugares de Holanda, Rússia, Ucrânia e Turquia? O que vos parece?

    ResponderEliminar
  2. MNMN,

    Como pode consultar através do ranking da UEFA para Clubes (pode consultar através do seguinte link: http://pt.uefa.com/memberassociations/uefarankings/club/index.html) o Sporting CP encontra-se actualmente na 31ª posição. Se espreitar até à 50ª posição, o cenário não é muito favorável, tendo em conta a actual classificação dos campeonatos. De qualquer forma, essa questão poderá ser uma mera tecnicalidade, dependendo do sorteio e da equipa que se consiga montar para a próxima época. Confesso que também não tenho conhecimento que me possa aferir com assertividade quais serão os nossos putativos adversários...

    A esse respeito, o meu maior desejo é que não se embarque num novo desmantelamento do plantel - que de si só com certeza irá precisar de reajustes.

    Salvo a possível ofensa na comparação, parece-me que o Sporting CP estará (e continuará nos próximos anos) a passar por um projecto de revitalização similar ao que passou o SL Benfica há uns bons anos atrás, quando inclusivé também falhou o acesso às competições europeias...

    ResponderEliminar
  3. Sendo difícil encarar estes próximos jogos a nível anímico, o que temos que fazer é ir ganhando jogo a jogo e depois no fim logo se faram contas se ainda é ou não possível chegar ao titulo!

    Ao LJ cabe-lhe a missão difícil de incutir este espirito na equipa, mas acredito que será capaz!

    Se na luz não tivemos capacidade de discutir o jogo por adversário ser tecnicamente superior, só peço que o contrario aconteça nos jogos em que nós somos claramente superiores, coisa que ultimamente não tem acontecido...

    Badeu SL

    ResponderEliminar
  4. Mais um bom post que se torna dificil acrescentar alguma coisa , daí os poucos comentários .
    Acredito que principalmente iremos estar na champions para o ano , seja em 1º 2º ou 3º isso já é uma incógnita .Acho também que referir o 4º/5º é pessimista demais ainda que possivel seria quase uma tragédia !
    Penso que é um pouco cedo para tar a definir cenário pois este campeonato sem dúvida que está a ser um campeonato muito mais renhido e imprevisivel sendo bastante provavel que Porto e Benfica continuem a perder pontos por isso a solução passa por jogar todos os próximos 12 como se fossem finais procurando perder o minimo de pontos possivel .

    Claro que para isto acontecer , para alem de variados aspetos táticos há que focar nos aspetos animicos desta jovem equipa que tem se sentido pressionada e forçada a mostrar mais do que realmente vale . Nesta parte motivacional , a chave passa por nós adeptos que temos de empurrar a equipa e unir nos como ja o fizemos por exemplo em Barcelos em que era um jogo que se ganhassemos iriamos para 1º .

    Acho também que criaram se expetativas demasiadas elevadas e agora espera se deste plantel com as suas debilidades e pontos fracos feitos para o qual ele não está preparado. Mas também na verdade o futebol é 15 % de técnica e 85 % de motivação pelo que se esta equipa recuperar animicamente e galvanizar se , é bem possivel voltar ao nivel do inicio da época !

    Uma nota ms , o Slimani ja marcou em Arouca por isso foi esse o ultimo jogo em que marcou !

    ResponderEliminar
  5. Outlaw47,

    Antes de mais, obrigado pelo comentário (agradecimento extensível aos demais que já comentaram e aos que pretendam ou não fazê-lo).

    Em relação ao que escreveste, apenas duas ou 3 explicações:

    1) O cenário que tracei, quanto à Europa League (4º ou 5º lugares) é, de facto, pessimista, e era precisamente por aí que pretendia seguir. Ou seja, traçar o pior cenário possível (embora se possa advogar que há pior ainda, como a não qualificação para as provas europeias, como na época transacta). Um espécie de alerta, tão só...

    2) A questão da experiência e motivação deste plantel foi referida oficial e oficiosamente muitas vezes, antes até da época começar, como vectores importantes desta época. Se quanto à experiência é algo que só se pode evoluir com jogos nas pernas, quanto à motivação o simples adepto ou mero simpatizante (já para não falar no sócio) tem uma palavra muito importante, preponderante até para as limitações que este plantel tem, pegue-se por onde pegar.

    3) Oficialmente, no discurso "externo" - pelo menos - as expectativas eram as tais do "jogo-a-jogo", tentando fazer o melhor possível e, como no desporto a linha entre bestiais e bestas é ténue, convém sublinhar que foi esta mesma equipa, este mesmo plantel, este mesmo treinador e restante equipa técnica, esta mesma Direcção que tornaram possível a performance que a equipa teve até final da 1ª volta do campeonato. Ainda assim, não deixa de ser preocupante este começo da 2ª volta (que seria, ou é, teoricamente mais fácil, visto só nos deslocarmos a Vila do Conde (dentro das deslocações mais complicadas)...

    P.S.: Esqueci-me completamente dessa luta greco-romana no batatal de Arouca e, por conseguinte, do golo de Slimani. Irei corrigir o post.

    Saudações Leoninas

    ResponderEliminar
  6. Bom post Mauro.

    Começo por dizer que estou deveras preocupado, as últimas exibições do nosso clube têm sido medíocres, a última então roçou mesmo o ridículo. O que me preocupa mais no meio disto tudo, é saber se a equipa ficou afectada psicologicamente, uma derrota contra os boifas, nas condições a que todos assistimos, provavelmente vai deixar marcas, e quem sabe, despertar fantasmas do passado. Espero sinceramente que não, e que dêem uma boa resposta já no próximo jogo, aliás, o Olhanense vem mesmo a calhar, é uma equipa fraquita, e se ganharmos bem, pode ser que os índices de confiança subam.

    Realças bem o facto de termos mais jogadores em risco, mas tirando o Adrien e o Cedric, parece-me que temos soluções à altura.

    Falando do Montero, espero que vá para o banco, gosto dele, é um belíssimo jogador, mas não está em forma, e pior, não se tem esforçado, sendo assim, que assista aos jogos como suplente, entrando em caso de necessidade.

    Estou muito esperançoso no Shikabala, a equipa precisa de magia, precisa de alguém que saque coelhos da cartola, e eu acho que é ele quem o vai fazer.

    Deixo aqui o 11 que gostava de ver nas próximas partidas: RP, Cedric, Maurício, Rojo, Jefferson, William, Adrien, Shikabala, Carrillo, Heldon e Slimani. Um 4-3-3 que tão bons resultados nos trouxe na primeira volta.

    Elias, se não for vendido, e se realmente ficar no plantel, espero sinceramente que apostem nele, era uma óptima opção para concorrer com o Adrien para a posição 8. Sei que ninguém concorda, mas é esta a minha opinião.

    Saudações Leoninas.

    ResponderEliminar
  7. post perfeito.
    Impossível acrescentar alguma coisa porque estou totalmente de acordo.
    Sporting sempre!

    AC

    ResponderEliminar
  8. ah é verdade!
    Jardim, traz de volta o teu uppercut!

    AC

    ResponderEliminar
  9. Tudo dito no post, e complementado pelos excelentes comentários que lhe seguiram, nomeadamente o do AC, resta-me deixar uma pergunta, em jeito de desafio, que não vi ainda equacionar: até que ponto a entrada directa de Heldon na equipa não afectou a coesão do grupo no jogo de terça-feira?

    ResponderEliminar
  10. Realmente começa a ser preocupante as fracas exibições dos extremos do Sporting, Capel é banal e já nem garra tem, Wilson Eduardo não sabe fintar(mas a verdade é o que tem melhores estatísticas, e até tem menos minutos que Carrillo), Carrillo é sem duvida o melhor, mas teima em não "crescer" e parece que já não conta para Jardim, resta Mané um jovem da B, Heldon boa meia temporada no Marítimo e o menos mau na Luz, e Shikabala que não se sabe quando começará a jogar, sinceramente eu para o confronto de Sábado escolhia para as alas Heldon e Carrillo, mas se não tivermos que levar com Capel já me dou por contente. A juntar a isto a falta de golos de Montero, é verdade que não tem tido muitas oportunidades até pelo fraco rendimento da equipa, mas não marcar há 2 meses é preocupante. Esperemos que Sábado volte tudo ao normal, que os extremos marque/assistem, Adrien volte a fazer grandes exibições, que Montero volte aos golos, mas principalmente que o Sporting volte as vitorias. Mas depois teremos jogos complicados, ir ao Rio Ave(que veio empatar a alvalade), receber Braga e Porto e ir a Setúbal que tem vindo a melhorar, seria importantíssimo ganhar estes 5 jogos, e com isto subir ao 2º lugar que dá entrada direta na champions(ou quem sabe o 1º caso o benfica escorregue, mas isto já sou eu a sonhar).

    ResponderEliminar
  11. JC

    não acredito que Heldon tenha afectado o rendimento da equipa. Até acho que afectou foi o rendimento do próprio porque os restantes não estiveram a altura.

    JC , acredito que sem william carvalho perdemos o meio campo por completo. Dier, nao está talhado para jogar naquela posição (respeito quem ache q sim). Perdeu varias bolas e mal conseguia sair com ela.

    enfim tudo correu mal no galinheiro, nao era mesmo o nosso dia.

    abraço

    AC

    ResponderEliminar
  12. Mauro Silveira,

    Quanto ao Cédric em risco, parece-me que o Piris fará bem a posição (bem melhor que na esquerda, por exemplo, como se viu. Já quanto ao Montero, não sei até que ponto este 4-3-3 com Slimani no lugar do colombiano renderá mais (não é grande exemplo mas, na época passada, o Wolfs sofria muito com a falta de apoio, que é um dos problemas actualmente, seja com um ou com outro e, nesse aspecto, pelo menos o Montero parece ser mais indicado).

    Revejo-me nas tuas esperanças quanto ao egípcio, só não tenho a certeza que o Jardim te fará a vontade, quanto à posição onde o inseres. Pelo discurso dele próprio, parece-me que Jardim o vê mais como um ala desequilibrador e menos como um "playmaker".

    Já relativamente ao Elias, entendendo o teu raciocínio, não concordo. O manancial de bocas de parte a parte extremou-se demasiado para que tal coisa seja possível. Já para não falar no choque psicológico/anímico que seria para o plantel - aqui sim!...

    JC,

    A questão que pões é inteiramente legítima, até face ao que já respondi ao Mauro (sobre o Elias). Julgo que o próprio Leonardo Jardim já terá respondido a isso (como podes comprovar através deste link: http://www.sporting.pt/Noticias/Futebol/Fut_Prof/notfutprof_futjardimolhao_130214_124106.asp).

    Na minha opinião, que acaba por ser quase coincidente com a de Leonardo Jardim, a componente motivacional e a gestão do plantel é um factor importante, mas o rendimento terá que pesar sempre mais. Tendo em conta o parco nível exibicional de todos eles, entendo que o Héldon seria sempre um superlativo ao que já existia, embora aceda que, na particularidade da entrada directa dele no 11 ter coincidido com um derby na Luz, foi arriscado. Veremos daqui para a frente.

    Tenho muito mais dificuldade em entender como é que o Carrillo passa de titular ou suplente utilizado para suplente não utilizado há 2 jogos seguidos...

    ResponderEliminar
  13. Em relação ao Carrillo tb fico preocupado. Será que LJ se esqueceu hoje/ontem de menciona-lo ou simplesmente já nao conta para o totobola?

    AC

    ResponderEliminar
  14. Fábio,

    Só uma adenda ao teu comentário: é verdade que a exibição de Adrien não foi propriamente vistosa no derby da Luz, mas foi igualmente dos melhores em campo do nosso lado (aliás, para completar, para mim só se safaram 4 jogadores: Rui Patrício, Cédric Soares - apesar do erro no 1º golo -, Adrien Silva e Héldon)...

    Quanto aos próximos jogos, e perante as exibições que temos feito, não auguro tamanho nível de aproveitamento, como você, embora o deseje.... Em todo o caso, não convinha nada perder mais pontos pelo menos até ao jogo de Alvalade, frente ao FC Porto.

    ResponderEliminar
  15. Mauro, não concordo nada que o Piris seja uma boa alternativa ao Cedric, aliás, lembro-me aqui há umas semanas alguém defender que o paraguaio jogava melhor à esquerda, isto depois de um jogo qualquer mal conseguido como defesa direito. Na minha opinião, Piris não tem lugar neste plantel, é um buraco, do mais fraquinho que tenho visto em Alvalade.

    O 11 que fiz foi como treinador de sofá, confio no LJ, ele é que os treina, ele é quem melhor decidirá.

    Quanto á inclusão do Slimani na equipa, e consequente saída do Montero, parece-me obrigatória, pois não se pode manter no 11 um jogador que não se entrega ao jogo, que não mostra vontade e que está fora de forma.

    em relação ao Elias, concordo que houve um extremar de posições, concordo também que dificilmente será reintegrado na equipa, o que me custa mais a compreender, é como é que vamos rentabilizar um activo parado, mas pronto, aceito que é uma situação muito complicada de lidar, e quem está à frente do clube saberá bem o que fazer.

    Também me parece que o Jardim vê o Shikabala como ala, aqui eu não concordo muito, acho que estamos muito bem servidos de extremos, e que o egípcio devia jogar numa posição mais central.

    ResponderEliminar
  16. Mauro, quando falava em relação ao Adrien, não estava a dizer que tem estado mal(na luz pronto, com Martins na ala, Dier aos papeis, era complicado), mas sim que espero o Adrien volte ás grandes exibições que já fez esta época. Concordo inteiramente consigo naqueles que foram os menos maus na Luz.

    Em relação aos próximos jogos, fui eu que me expliquei mal pela forma como o escrevi, o que queria dizer é que espero que Sporting volte ás vitorias, com um exibição decente(não digo fantástica, pelo que tem acontecido ultimamente), e se fosse possível juntar aqueles fatores todos, seria muito bom. E sim, não convêm nada perder pontos até ao jogo com o Porto e aí ganharmos esse jogo para os passarmos na classificação.

    ResponderEliminar
  17. AC,

    Espero bem que o Jardim ainda conte, porque pese embora ser muito inconstante, a imprevisibilidade dele pode dar muitos pontos. Para o totobola também!

    Mauro Silveira,

    O Piris é um defesa direito de raíz, que também faz a esquerda (e não o contrário), como, a exemplo, Miguel Lopes ou Fucile. Se calhar não tem é a mesma qualidade. Acredito que possa desempenhar melhor as suas funções naquele que é realmente a posição dele. E por falar na qualidade dele, já se sabia que o Piris era mais assertivo a atacar que a defender, dos tempos dele em Roma. O Cédric também é um bocado assim, embora tenha vindo a melhorar substancialmente a defender (mas continua a não fechar bem por dentro, como se viu no 1º golo dos benfiquenses).

    O que quis dizer é que me parece que o jogo colectivo da equipa muda significativamente, com o Montero ou com o Slimani. Montero, mesmo nesta má forma, dá muito mais opções, linhas de passe, tabelas e etc aos companheiros; já Slimani é um jogador de menos posse, menos técnico, e mais luta, se é que me faço entender. Daí ter dado o exemplo do Wolfs, da época passada, que muitas vezes nem sequer tinha oportunidade para fazer um remate que fosse em 90 minutos, por um lado por manifesta falta de apoio e, por outro, pelas próprias deficiências do jogo dele.

    Eu quero-me convencer que até ao final do mês ainda vamos ver o Elias a apanhar um avião para algures, onde quer que seja. Não sei se será possível e, por aí, entendo-te, embora tenda mais para a completa e total não utilização desportiva do jogador...

    Quanto ao Shikabala, que prove ele mesmo ao Jardim que tem qualidade para jogar noutro lado que não na ala. Tenho a inteira certeza que o Jardim tomará isso em conta...

    Fábio,

    Fica o reparo, fui eu que não entendi correctamente. :)

    Um abraço

    ResponderEliminar
  18. Mauro, eu sei que o Piris é defesa direito de raiz, sei também que ele pode ser adaptado à esquerda, a outra coisa que eu sei, é que ele nem à esquerda, nem à direita, vai alguma vez ter a qualidade necessária para jogar numa equipa como o Sporting.

    De resto, perfeitamente de acordo.

    ResponderEliminar
  19. Pedro Nápoles13/2/14 23:57

    Sigo com alguma frequência este blog, do qual gosto. Uma pequena achega: a zona que carece de mais reforços é o meio-campo. Não parece haver alternativas aos três do costume (William-Adrien-Martins), que parecem acusar bastante cansaço. Saudações Leoninas!

    ResponderEliminar
  20. Mauro Silveira,

    Opiniões... sabes que eu nunca sou tão taxativo. Ou pelo menos não dessa maneira, embora concorde que não tem qualidade para um Clube como o nosso. Temos que jogar com os que temos...

    Pedro Nápoles,

    Bem-vindo aos comentários! :D

    Sim, julgo que concordamos todos com isso. Mesmo quando havia Rinaudo o problema já existia, embora houvesse mais uma opção. Será claramente um secor-chave a reajustar no Verão (mais ainda se se vender alguém, como William ou Adrien). De resto, até ao final do ano, a solução talvez seja socorrermo-nos da Equipa B para o que der e vier (Luka Stojanovic e Wallysonn Mallmann parecem-me opções relativamente boas)...

    Um abraço

    ResponderEliminar
  21. Pedro Nápoles

    Concordo. No lugar de Andre Martins (que muito aprecio) gostaria de ver outro tipo de jogador. Um jogador mais explosivo e com outro tipo de jogo.

    AC

    ResponderEliminar

O SVPN reserva-se ao direito de moderar sem aviso prévio, qualquer comentário abusivo/ofensivo ou insultuoso.

Qualquer comentário desenquadrado com o tema do post não será aprovado.

Para facilitar a discussão, agradecemos que assinem os comentários - quem não tem conta pode seleccionar o campo Nome/URL (o URL pode ser deixado em branco), onde podem assinar o vosso nome ou um qualquer nickname à vossa escolha!