Próximo Jogo

Próximo Jogo

26/03/2014

Bruno de Carvalho: um ano de mandato

Completa-se hoje um ano sobre a tomada de posse da actual Direcção, presidida por Bruno de Carvalho. Decidi elaborar um post com uma sucinta avaliação do trabalho que foi feito neste período, tentando também lançar os principais desafios do Clube para os tempos mais próximos.

Como base desta avaliação, decidi perguntar aos utilizadores mais frequentes do chat associado ao SVPN qual era a sua avaliação global do desempenho de Bruno de Carvalho (leia-se da sua Direcção) à frente dos destinos do Sporting Clube de Portugal, atribuindo uma nota entre péssimo, mau, medíocre, médio, bom, muito bom ou excelente. As respostas a essa pergunta encontram-se expostas do lado direito. Convido desde já todos os inquiridos (e todos os outros também, pois claro) a substanciarem e justificarem a vossa avaliação, na caixa de comentários.

Parece-me claro que, apesar deste exercício se tratar quase de uma brincadeira, uma larga fatia do universo Sportinguista está satisfeita com o trabalho desta Direcção, pelo menos até ao momento. Começo desde logo por dizer que muitas vezes não concordei com o estilo que Bruno de Carvalho utilizou para comunicar, parecendo-me não raras vezes demasiado agressivo e por vezes até populista. No entanto tem-no feito a bem do Sporting CP e, na maioria das vezes, com sucesso, o que me deixa a mim e muitos outros Sportinguistas satisfeitos. Penso que, embora havendo outros assuntos muito importantes em desenvolvimento (a auditoria de gestão, a SportingTV ou a construção dum pavilhão, por exemplo), essa satisfação se deve essencialmente a dois pontos chave do trabalho efectuado: a estabilização financeira e a reconstrução desportiva do Sporting Clube de Portugal e da sua SAD, os quais abordarei de seguida. Finalizarei enumerando os principais desafios para o futuro mais próximo.

Reestruturação Financeira

Não percebo nada de gestão, e vou por isso dar a minha leiga perspectiva da coisa. O Sporting CP estava à beira do colapso financeiro em Março de 2013, estando em falta com funcionários (incluindo atletas), fornecedores e obviamente os seus credores. Se esse colapso acontecesse toda a gente saía a perder, desde os adeptos aos bancos. Era importante, por isso e para todos, reorganizar financeiramente a SAD e o Clube em conjunto com os credores e potenciais investidores, de forma a constituir duma vez por todas um Sporting CP viável e saudável a esse nível.

Com mais ou menos cedências das partes, isso foi conseguido, o que por si só constitui para mim uma grande vitória do Sporting CP, conseguida por esta Direcção. Em seguida, os sócios do Sporting CP aprovaram de forma clara e inequívoca este acordo. Seria no entanto injusto considerar que o o mérito deste acordo se cingiu apenas a uma das partes envolvidas, neste caso ao próprio Clube. Penso que é importante realçar a flexibilidade dos credores e dos investidores envolvidos neste processo. Neste contexto realço os papéis do presidente do BES investimento Dr. José Maria Ricciardi e do presidente do BES Angola, o Dr. António Sobrinho (este último mais ao nível do investimento directo). Por muito que se tente fazer da banca um inimigo do Sporting CP, creio que o assumido Sportinguismo destas duas figuras da alta finança nos foi muito favorável para esta operação de viabilização do futuro do nosso grande amor.

Reconstrução desportiva 

O ponto de partida era difícil, visto que esta Direcção herdou um Sporting CP desportivamente em ruínas, sobretudo ao nível do mais importante - leia-se a sua equipa principal de futebol. Tratava-se duma equipa cara demais para os proveitos gerados, e que ainda por cima não proporcionava nem exibições nem resultados condizentes com a grandeza da instituição que representava. De resto, não tenho muitas dúvidas de que foram sobretudo esses resultados desportivos desastrosos que precipitaram as eleições de há um ano. Mas adiante...

Partindo literalmente da estaca-zero, o que até foi favorável porque diminuiu significativamente as expectativas, esta Direcção foi a meu ver capaz de criar aquilo a que no futebolês corrente se chama uma "estrutura". A ideia-base foi sempre fazer muito mais (performances e resultados) com muito menos dinheiro, apostando na valorização dos produtos de excelência da Academia de Alcochete. E aos poucos, duma forma admirável, foi mesmo conseguindo tratar o ferido orgulho dos sócios e adeptos do Sporting.

Para mim isso começou pela composição da equipa que gere o futebol (a tal "estrutura"), com Bruno de Carvalho a assumir a liderança, bem auxiliado por Augusto Inácio e Virgílio Lopes, duas pessoas da sua confiança que têm demonstrado trabalhar bem, nunca questionando o prometido e cumprido "Sporting CP unido e a uma só voz", sendo essa naturalmente a de timbre rouco do Presidente. Seguiu-se a escolha muito acertada (há quem lhe chame feliz, eu prefiro dar mérito a quem a fez) do treinador. Leonardo Jardim parece, de facto, e cada vez mais, o homem certo no lugar certo. Construiu uma equipa com base na formação e alguns reforços cirúrgicos, que tem vindo a fazer evoluir/valorizar exponencialmente com o passar do tempo, mostrando níveis competitivos bem mais altos do que nas últimas épocas, de alguma forma até inesperados, pelo menos para a grande maioria dos Sportinguistas. Apesar de vários jogadores estarem a ser determinantes neste processo, gostava de destacar os dois atletas que têm constituído o núcleo duro do meio campo, são eles Adrien Silva e William Carvalho. Ambos são produto da excelência da nossa formação, com percursos distintos, mas com um sucesso quanto a mim igualmente surpreendente. O luso-francês parecia estar destinado a sair ingloriamente do Clube, mas foi capaz de dar a volta por cima, afirmando-se como uma das figuras do campeonato. O luso-angolano teve no último semestre uma ascensão perfeitamente meteórica, passando de mais um emprestado esquecido dos quadros do Sporting CP a ser, quanto a mim, a grande figura da Liga ZON Sagres nesta temporada. 

O objectivo de qualificação Directa para a Champions League é claramente uma meta realista e possível de alcançar. A sê-lo, e todos esperamos que assim seja, este ano-zero da Direcção presidida por Bruno de Carvalho será quanto a mim um sucesso ao nível desportivo, com repercussões positivas, também elas evidentes, a nível financeiro. Ao nível das modalidades o lema fazer muito mais com muito menos também parece estar a funcionar, com particular destaque para o Andebol e alguma excepção para o Futsal. Quanto aos aspectos menos bons, realço a escolha a meu ver menos conseguida de Abel Ferreira para treinador da Equipa B, que se tem revelado com índices competitivos fracos, o que se espelha nas suas exibições e resultados esta temporada. Isso tem de estar aquém dos objectivos de desenvolver e evoluir jovens pérolas da formação. Por outro lado, as aquisições de jogadores como Welder e Gérson Magrão, apesar de aparentemente acarretarem pouco custo, revelaram-se também elas pouco conseguidas, uma vez que não vieram acrescentar nada à matéria-prima que a nossa academia produz. Nada disto mancha uma avaliação que repito, é para mim extremamente positiva, sobretudo se como acredito nos qualificarmos para a Champions League. Por tudo o que descrevi acima, a minha avaliação é um entusiasta muito bom.

E o Futuro?

Há muitos processos a decorrer no Sporting Clube de Portugal, que me causam em alguns casos entusiasmo e noutros apreensão:
  • Desde logo, é prioritário garantir a qualificação directa para a Champions League, como já referi, e por motivos óbvios;
  • Ao ser atingido este objectivo, parece-me prioritária a renovação do contrato com Leonardo Jardim (até ao fim deste mandato), visto que quanto a mim já provou ser o homem certo para liderar este projecto;
  • A construção do plantel da próxima época deverá ter em conta uma subida do patamar competitivo, tanto por força da participação europeia (já garantida) como pela natural e desde logo anunciada subida de ambição. Tendo em conta que provavelmente iremos perder o nosso melhor jogador, e que a racionalização de custos é obviamente para continuar, a tarefa é tudo menos fácil, mas estou expectante e confiante. Advinha-se uma política desportiva semelhante à desta época, com regresso de emprestados, subidas à primeira equipa e (poucas) aquisições, com a qual concordo em absoluto;
  • Manter e melhorar a excelência na formação é fundamental, sobretudo tendo em conta que os nossos rivais se aproximaram claramente nesse aspecto, nestes últimos anos.
  • A questão da SportingTV deverá ser resolvida nos próximos meses, com a escolha do operador e arranque das transmissões. É quanto a mim essencial para uma comunicação mais eficiente e qualitativa entre o Clube e os seus adeptos/associados, bem como o melhoramento ou mesmo a reconstrução do nosso website;
  • Aguardo com ansiedade a conclusão da 1ª fase da aguardada auditoria de gestão. Faço votos para que os resultados constituam um definitivo apaziguamento dentro do universo sportinguista, temendo que possam ter o efeito precisamente oposto;
  • A construção do pavilhão que acomode as modalidades do Sporting CP em Alvalade é fundamental, também incluído numa estratégia geral de aproximação entre o Clube e os seus adeptos, bem como o ressurgir de algumas modalidades entretanto extintas, como parece ser a intenção relativamente ao Ciclismo (consultar notícia parcial aqui).

E vocês, Sportinguistas, o que acharam deste ano de mandato de Bruno de Carvalho e seus pares? Fazem uma avaliação positiva ou nem por isso? quais vos parecem as prioridades mais urgentes para o futuro próximo?

Um abraço e Saudações Leoninas
Partilhar:

11 comentários:

  1. De acordo com "muito bom" e com as elevadas expectativas / exigências para o futuro.

    Além do já referido, penso que se deve manter no radar:
    - tapar o maldito fosso... pode não ser prioritário, mas a proximidade ao jogo e nomeadamente à equipa de arbitragem são seguramente importantes
    - medidas estruturantes para garantir a credibilidade e imparcialidade no futebol nacional... temos que deixar de ser sistematicamente prejudicados
    - reforço da comunicação institucional e defesa intrasigente da imagem do clube a todos os niveis, nomeadamente dos ataques da sistemáticos da CS e outras instituições do sector (APAF, etc)
    - representação condigna do SCP em todos os programas de paineleiros
    - ...

    Enfim desafios não faltam... felizmente parece que esforço, de dedicação e devoção também não... a glória também chegará!

    SL.
    Lanterna

    ResponderEliminar
  2. foi um ano de muito trabalho e empenho de alguém que pegou no Sporting com muita paixão e vai tentando resolver alguns problemas antigos e que ninguém teve capacidade para tal, nomeadamente a reestruturação da divida, louvável também a forma como devolveu "profissionalismo" ao futebol e atendendo as limitações não envergonha nenhum sportinguista aquilo que os rapazes veem fazendo a cada jornada.
    Agora é preciso continuar esse caminho e cada vez com perfeição e estabilidade

    jpaulo

    ResponderEliminar
  3. Não costumo comentar posts no blog e ainda mais quando somos pressionados a fazê-lo,mas a este não resisto,até porque , o avaliado é o BDC pessoa que me mantinha desconfiado nas intenções ,a verdade é que me surpreendeu pela positiva,porque tem uma personalidade de "pelo na venta" como eue meteu o dedo no nariz aos manipuladores do futebol português,e de facto com tão pouco tempo já fez tanto.Para mim é de continuar ,temos Presidente á altura dos pergaminhos do Sporting , soube-se rodear como foi dito e por isso é preciso não esquecer que "Roma e Pavia ,não se fizeram em um dia",daí ser escusado estarem a dizer que falta isto,aquilo e o outro ,cada coisa a seu tempo.Viva o BDC !!!!!!


    MatadorLeão

    ResponderEliminar
  4. Depois de um ano de mandato de Bruno de Carvalho o que me apraz dizer é o seguinte.

    Mesmo que acabe a época sem vencer um único título o trabalho de BdC e seus pares é excelente. Quem diria que depois do desastre da época passada estaríamos agora a lutar por um lugar na liga dos campeões.

    Começou por renovar com as jovens promessas do clube.

    Deixamos de nos sentar ao lado do padrinho que comanda o futebol.

    Propostas para melhorar a arbitragem.

    Devolveu o orgulho aos sportinguistas.

    A grande aquisição para a próxima época seria manter Sir William Carvalho. Vamos lá ver se conseguimos manter esta nova joia pelo menos mais um ano.

    Veremos como se resolverá a questão da Sporting TV e o pavilhão (que tanta falta nos faz).

    Diogo, como dizes e bem este foi o ano zero de BdC e seus pares. Acredito que paulatinamente e com um crescimento sustentado o Sporting chegará ao seu lugar.

    Esta notícia sobre o regresso do ciclismo é simplesmente genial. Espero que se concretize. Levar a verde & branca por esse país fora será maravilhoso. Joaquim Agostinho agradece :)

    Foi um crime terem acabado com modalidades míticas como hóquei (agora regressado) e vôlei, por exemplo. A nossa grandeza também se deve as modalidades.

    Haja fé!

    Sporting sempre. Força Leões!

    AC

    ResponderEliminar
  5. Excelente post Diogo.

    Não há duvidas que o Bruno de Carvalho está a fazer um trabalho no MINIMO muito bom. Nem os mais otimistas esperariam um trabalho destes logo no 1º ano de mandato. Como o futebol é de resultados que vive, mérito para a escolha de Leonardo Jardim para treinador principal. Treinador que além de ser sportinguista tem feito uma carreira sustentada, e com bons resultados por todos os clubes onde passa. Excelente escolha.

    Em 2º lugar, a renovação com os jovens. Acabou o tempo em que jogadores como Cristiano Ronaldo eram vendidos por um preço ridículo para o potencial que apresentavam, porque se encontravam no ultimo ano de contrato.

    3º lugar, a constante defesa dos interesses do Sporting CP. Exagerado ou não, a verdade é que temos um Presidente que não tem medo de dar a cara para defender o Clube seja em que situação for.

    Só desejo que fiquei muitos e muitos anos no nosso Clube, porque não tenho duvidas que com ele iremos ser ainda maiores.

    SL

    ResponderEliminar
  6. A avaliação que faço ao primeiro ano de mandato de Bruno de Carvalho é excelente.
    Seria monstruosamente difícil fazer melhor num só ano. Portanto, o trabalho realizado até hoje, só pode ser avaliado como tal. Excelente!

    Justifico, incidindo sobre aquele que é -para mim- motivo decisivo da minha avaliação:
    A derrota em toda a linha do terrífico Sistema vigente em Alvalade até então.

    A eleição da actual Direção, no ano passado, não só libertou o Clube das garras do Sistema, como lhe conferiu capacidade decisória em relação ao futuro.
    Nesta matéria, mérito para Carlos Vieira.

    Quanto ao futebol, o Sporting tem, finalmente, uma estrutura completamente identificada e competente.
    Augusto Inácio é peça-chave deste edifício. Está, igualmente, de parabéns.

    Futuro:
    Assegurar qualificação directa na Champions League.
    Renovar com Leonardo Jardim até Julho de 2016.
    Manter William Carvalho. Negociar, apenas, pelo valor da cláusula.

    Em suma, temos no nosso Líder, alguém capaz de nos indicar o caminho. Um director para o futebol (Inácio) que faz cumprir o projecto desportivo e, por último, um treinador que desempenha bem as suas funções.

    Tenho muito orgulho em ti, Bruno.
    Obrigado, por seres o meu Presidente!

    ResponderEliminar
  7. Milhafre: Dou os parabéns ao Bruno de Carvalho pelo excelente trabalho que tem feito pelo nosso Sporting e também parabéns ao Diogo por este magnifico post. Na "Era" godinho, quando o Sporting estava de rastos, se me dissessem que o próximo presidente ia recuperar o clube em apenas um ano, ia chama-lo de maluco.

    Agora maluco estou eu pelo que fez o BDC em apenas 1 ano. Recuperou financeira mente o clube, geriu bem os activos, conseguiu renovar com as nossas "pérolas", construiu uma equipa de baixo valor mas de elevada qualidade, que permitiu catapultar o Sporting para um lugar que nos é merecido, só não fomos mais além devido a factores externos ao qual somos alheios, defende o clube com unhas e dentes como um verdadeiro leão. Por isto e por muito mais merece o meu "Excelente"... Desejo ao nosso presidente Bruno de Carvalho muitos mais anos de presidência, pois ele tem muito mais a dar ao seu e ao nosso clube que tanto amamos. SL

    ResponderEliminar
  8. ILLUMINATOR26/3/14 17:53

    Acho que a grande e mais difícil tarefa de BdC e companhia vai ser a construção do plantel para a próxima época (para mim é essencial mantermos a nossa base, especialmente william carvalho mas patrício,rojo, adrien também).
    Também acho importante a venda de mais gameboxes e consequente aumento de espectadores (este ano estamos com uma média de 33.325).
    Outro aspecto importante e com maior prioridade, temos até o fim do mês, é o caso elias. O pavilhão e o nosso canal também são assuntos muito importantes.
    Mas em suma este primeiro ano de BdC foi muito bom!!!

    ResponderEliminar
  9. Rui Marcelo26/3/14 18:17

    Eu avaliei em médio só irei alterar a nota consoante a classificação final (mantendo o segundo lugar, subirei para BOM).
    A justificação para este médio (temporário espero eu) baseia-se especialmente na falta de títulos, num ano em que não houve competições europeias, e com um Sporting concentrado nas competições internas, poderia ter ido mais além nas taças. Por outro lado vi com enorme tristeza partir um dos jogadores que mais prometia vindo da nossa academia, e que nos poderia ter dado uns grandes milhões, se muitos ficaram satisfeito com 12M, eu acho que poderia ter dado muito mais! Num processo que começou como culpado GL, mas que Bdc nao geriu da melhor maneira, sem ele renovar continuou a colocá-lo a jogar, a fugir um pouco à regra como fez noutros casos. O mesmo se aplica em ilori e mesmo labyad, que ao que se sabe foi impedido pelo presidente, quando quem deve tomar decisões do plantel principal é LJ.
    Mas também teve coisas muito positivas, como a escolha do treinador, que foi muito importante em potenciar jogadores, que andavam perdidos. A revolução nas finanças, a aposta na prata da casa, conseguiu arrastar novamente a onda verde, e defende muito bem os interesses do clube só por vezes na excesso de comunicação que por vezes não tem muito fundamento!

    ResponderEliminar
  10. Encarei com algumas reservas a chegada de BdC a Presidente do SCP, com receio de estar perante alguém bem falante mas que, na prática, não saberia resolver os problemas do SCP e que apenas teria interesse em resolver os seus.
    Felizmente, os meus receios eram totalmente injustificados.
    Completado um ano de trabalho, considero o seu desempenho, na escala apresentada, como muito bom.
    Só não o classifiquei de excelente porque tem ainda margem para apresentar melhores resultados, e não me refiro particularmente a títulos.

    Como alguém acima refere, a construção do plantel para o ano será um tremendo desafio para esta equipa directiva, perante as inevitáveis saídas que se anunciam.
    Espero que o SCP - concretamente, o Presidente - não caia na tentação de contratar jogadores sonantes e/ou caros, e de abandonar o rumo da aposta clara na formação.

    Se se mantiver fiel a esta politica, se conseguir o equilibrio entre as necessárias vendas de jogadores e a manutenção da competitividade da equipa, se estivermos mais próximos ainda da obtenção dos almejados títulos, não terei dúvidas em classificar o seu trabalho, para o ano, de excelente.
    Porque, nessa ocasião, terei a certeza da consolidação desta nova gestão do SCP, e, com ela, os titulos chegarão.

    Jarvalho

    ResponderEliminar
  11. Acostista27/3/14 22:09

    Embora o "excelente" pudesse estar reservado para uma provável obtenção de algum título no futebol profissional, não hesitei em atribuí-lo por razões já aqui sobejamente apresentadas e pela ampla superação das expectativas da grande maioria dos Leões. A alegria nos nossos corações não existe apenas pelos títulos - demasiados ficaram em casa de rivais que não os mereciam. A alegria vem da forma como vemos defendido o nosso emblema, através das palavras do nosso lema, pela direção, treinadores, atletas, etc.
    Não há, nem nunca haverá, outro clube como este. Viva o Sporting Clube de Portugal

    ResponderEliminar

O SVPN reserva-se ao direito de moderar sem aviso prévio, qualquer comentário abusivo/ofensivo ou insultuoso.

Qualquer comentário desenquadrado com o tema do post não será aprovado.

Para facilitar a discussão, agradecemos que assinem os comentários - quem não tem conta pode seleccionar o campo Nome/URL (o URL pode ser deixado em branco), onde podem assinar o vosso nome ou um qualquer nickname à vossa escolha!