Próximo Jogo

Próximo Jogo

14/03/2014

Desnecessidades

Que o Sporting Clube de Portugal tem razão, inequivocamente, julgue-se o mais ou o menos, ninguém duvidará. Nem sequer os adversários, directos e indirectos...

Que o Sporting Clube de Portugal tem que tomar medidas em conformidade, perante aquela classe, que jogo-após-jogo, época-após-época, nos prejudica de forma crassa, também não é nada que nós, sócios/adeptos/simpatizantes, não venhamos a reivindicar há muito, muito, mas mesmo muito tempo.

Que a comunicação prestada oficial e publicamente pelo Sporting Clube de Portugal, já hoje, seja absolutamente necessária, já tenho as minhas (sérias) dúvidas. Discordo disto. Não da tomada da medida em si, mas da publicitação da mesma...

Não há muito tempo, no primeiro ano da vigência do mandato da Direcção de Godinho Lopes, com igual ou até maior razão, o Sporting CP decidiu então apresentar um conjunto de linhas orientadoras para melhorar a arbitragem - diziam eles. Lembram-se da consequência, semanas depois, sob o subterfúgio de uma primeira página de um jornal desportivo (ainda por cima, desprovida de qualquer fundamento)?! Greve!

Não me parece que, agora, sejam capazes corajosos valentões invertebrados para tanto, até pelo ridículo a que se deram dessa fatídica vez, e de outras anteriores, e com certeza ter-se-ão apercebido disso mesmo. Porém, com esta tomada de posição pública, o sectarismo daquela secção (passe o pleonasmo), orientada sob as gigantescas asas protectoras de Vítor Pereira (Conselho de Arbitragem) e José Fontelas Gomes (APAF), ter-nos-á, a nós Sporting CP, sobre um monócolo completamente diferente, a meu ver pior ainda, pelo menos até final da época em curso! E isso, por mais nobre e razoável que seja a medida tomada, só nos irá trazer mais dissabores como o do último fim-de-semana.

A minha crítica é, portanto, só uma: a publicação desnecessária, quiçá até contraproducente, deste comunicado, porque as mesmas medidas poderiam ser tomadas sem a mediatização das mesmas, aumentando assim o espaço de manobra, passe a expressão, para que algo positivo pudesse daí advir.

Sim, estas são guerras que o Sporting Clube de Portugal comprou. E sim, preferirei sempre a pró-actividade das tomadas de posição, de princípios e ideais, à inépcia do conformismo, da resignação e, sobretudo, do silêncio. No entanto, considero haver boas coisas a fazer sem que seja mandatória a comunicação externa das mesmas. E este é, para mim, um desses casos!

A Comunicação do Sporting Clube de Portugal melhorou no último ano, considerável e substancialmente mas, ainda assim, por vezes a intempestividade vem ao de cima, preterindo para segundo plano a racionalidade com que tudo deve ser feito. Há algo a melhorar aqui também...

Post Scriptum: O prazo para a elaboração das várias fases da auditoria de gestão, prometida, foram alargados, face ao volume de trabalho e condições dos documentos em questão. Expectável...
Partilhar:

5 comentários:

  1. Estou de acordo contigo Mauro, e até vou mais além, acho que estas queixas terão ZERO consequências. Onde é que já vimos Clubes serem compensados por erros de arbitragem? até já aconteceu uma selecção ganhar um mundial (em casa, curiosamente) com um golo em que a bola não entrou na baliza. Sendo um defensor do trabalho realizado por esta direcção até ao momento, sou também crítico a certas medidas, e esta é definitivamente uma delas.

    SL

    ResponderEliminar
  2. lionl0pes114/3/14 16:51

    Não creio que a comunicação ou conferência de imprensa realizada pelo Sporting clube de Portugal fosse desnecessária, redundante isso sim, não me parece que vá alterar procedimentos, os efeitos que isso poderá produzir no futuro serão os mesmos do presente. Acho que foi mais um apelo à união dos adeptos e sócios do Sporting para que não desmobilizem e continuem a apoiar a equipa mesmo na adversidade.
    A força das palavras podem desencadear uma acção, e a "intifada" agora reforçada contra os agentes desmotivadores da massa adepta assumiu outros contornos, esperemos para ver o que daí advirá
    Aproveito para te dar os parabéns por mais um ano de vida

    sl

    ResponderEliminar
  3. Diogre,

    As medidas em si não as considero ocas. Têm até alguma razão, pese embora o relativo exagero - but then again, porventura o sentido é mesmo exagerar. Também não considero, ao contrário de ti, que isto vise qualquer compensação pelas perdas mas, antes, investir em mais uma forma de protesto, mais vincada, e com isso fazer com que os órgãos decisores (UEFA e FIFA) pressionem também a FPF para que a Comissão de Arbitragem e os próprios árbitros façam mais e melhor.

    A minha crítica, como escrevi, está simplesmente na comunicação externa destas medidas. Acho desnecessário e acho que pode originar retaliações evitáveis...

    lionl0pes1,

    Parece-me que estarás a fazer confusão entre a conferência de imprensa - essa tem toda a razão de ser - e o comunicado de hoje (podes ler aqui: http://www.sporting.pt/Noticias/Futebol/Fut_Prof/notfutprof_futcomarbitros_140314_125462.asp)...

    ResponderEliminar
  4. Começo por te dar os parabéns por mais um aniversario. E deixa-me que te contrarie este post. Penso que até vai ser benefico, porque agora os arbitros têm que andar na linha porque estao a ser observados em tribunal e justificar que nao nos andam a prejudicar. Quando o processo acabar fica mais do mesmo...

    ResponderEliminar
  5. Podemos discordar da forma ou do método, mas alguma coisa tem que ser feita para expor à opinião pública as práticas de alguns indivíduos, árbitros, desonestos. Ou alguém acredita que é pela sua natureza humana, ou por serem incompetentes, que erram, de forma grosseira, em 5 ou 6 dos 22 jogos realizados? Há premeditação, pois claro, e haja coragem para assumir a denúncia. Há 10 anos atrás o luto trouxe alguma acalmia -que isto de andar nas bocas do mundo afeta socialmente "os artistas" e as famílias. É mau para o homem-árbitro? Pois que sejam honestos!

    ResponderEliminar

O SVPN reserva-se ao direito de moderar sem aviso prévio, qualquer comentário abusivo/ofensivo ou insultuoso.

Qualquer comentário desenquadrado com o tema do post não será aprovado.

Para facilitar a discussão, agradecemos que assinem os comentários - quem não tem conta pode seleccionar o campo Nome/URL (o URL pode ser deixado em branco), onde podem assinar o vosso nome ou um qualquer nickname à vossa escolha!