Próximo Jogo

Próximo Jogo

13/04/2014

Entrada de Leão, jogo sensaborão

Mais 3 pontos rumo aos milhões. Por esta altura já ninguém duvida que na época seguinte o hino da Champions League vai tocar em Alvalade. E foram estes mesmos 3 pontos a única coisa de positivo do jogo de ontem. Apesar do golo madrugador, o Sporting CP realizou uma exibição péssima, principalmente do ponto de vista ofensivo. Nunca conseguiu criar jogadas com princípio, meio e fim, muito por culpa da horrível definição que praticamente todos os lances tiveram.

Como alguns sabem, vi o jogo de ontem no estádio. Tive uma visão mais ampla do que acontecia em todo o campo, em relação aos jogos que assisto pela televisão, e isso permitiu-me analisar melhor certos movimentos, quer colectivos quer individuais. Colectivamente não há muito de positivo a dizer. Leonardo Jardim optou pelo 4x2x3x1, de modo a dar mais criatividade ao nosso jogo interior (com a colocação de Carlos Mané nas costas de Islam Slimani) mas tal não aconteceu. Fomos uma equipa sem intensidade nenhuma, pouco interessada em praticar um futebol que agradasse aos mais de 32 mil adeptos presentes em Alvalade. Ao contrário do que seria esperado, o golo madrugador teve um impacto negativo no futebol praticado. 

Não é fácil jogar contra um adversário que, mesmo a perder, não arrisca minimamente, mas uma equipa como o Sporting CP, a jogar perante os seus adeptos, tinha obrigação de realizar uma exibição muito melhor do que a de ontem.  Individualmente, os destaques foram mais negativos do que positivos:

Marcos Rojo: Começo por ele, porque foi o melhor em campo. O central argentino tem feito uma época em crescendo e, neste momento, é o elemento defensivo que melhor rendimento apresenta.

Defensivamente esteve seguro e sem qualquer falha, e ofensivamente foi dos mais importantes.

É irónico dizer isto, mas a verdade é que um central foi o 2º jogador com mais influência no processo ofensivo do Sporting CP no jogo de ontem. Foi ele que, através dos seus passes longos para o extremo do lado aposto, conseguiu desequilibrar a organização defensiva do Gil Vicente FC. E ainda foi dos pés do argentino que saiu o remate mais perigoso do jogo, com excepção aos golos.

André Carrillo: Mais um jogo em que o peruano despertou sentimentos mistos nos adeptos. Foi o único jogador que conseguiu cruzar com qualidade, cruzamentos esses que deram origem aos dois golos. Foi o único que conseguiu desequilibrar no 1x1 ofensivo.

É claramente o jogador mais evoluído tecnicamente deste Sporting CP.  No entanto, também foi o jogador com menos atitude em campo. É incrível a sua passividade quando a equipa perde a posse de bola (transição ataque/defesa) e, mesmo quando tem de dar linhas de passe ao portador da bola, o jovem extremo aparece muitas vezes desligado dos movimentos colectivos da equipa.

Diego Capel: O oposto do peruano. Defensivamente é um jogador que deixa tudo em campo. Pressiona, acompanha o lateral e tem uma entrega ao jogo assinalável.

No entanto, com bola é simplesmente horrível. Sem visão de jogo absolutamente nenhuma (a não ser do relvado), sem qualidade nenhuma no 1x1 ofensivo, Diego Capel limitou-se a segurar a bola e a ganhar faltas.

É incrível como é que um extremo cruza sem sequer olhar para a o sitio onde quer colocar a bola, de modo a percepcionar onde estão os seus colegas.

Jefferson: Se o pior em campo fosse escolhido pela qualidade das suas ações ofensivas, Jefferson era um sério candidato a esse "prémio".

Incrível a quantidade de jogadas mal definidas pelo lateral-esquerdo do Sporting CP, quando tinha a função de realizar o último passe, através dos cruzamentos.

Não sei se terá sido culpa das lesões, mas a verdade é que rendimento ofensivo do lateral brasileiro decresceu muito ao longo da época.


Em suma, o objectivo foi alcançado mas a exibição foi deprimente.  Fiquei bastante desiludido por ver uma equipa sem qualquer intenção de proporcionar aos seus adeptos um jogo agradável, perante um adversário fraquíssimo. É certo que a motivação não era a mais elevada, mas os adeptos mereciam muito mais futebol do que aquele a que assistiram ontem em Alvalade.
Partilhar:

0 comentários:

Enviar um comentário

O SVPN reserva-se ao direito de moderar sem aviso prévio, qualquer comentário abusivo/ofensivo ou insultuoso.

Qualquer comentário desenquadrado com o tema do post não será aprovado.

Para facilitar a discussão, agradecemos que assinem os comentários - quem não tem conta pode seleccionar o campo Nome/URL (o URL pode ser deixado em branco), onde podem assinar o vosso nome ou um qualquer nickname à vossa escolha!