Próximo Jogo

Próximo Jogo

08/04/2014

O que podes tu fazer pelo Sporting? Algumas ideias...

"Não perguntes o que o teu Clube pode fazer por ti, mas pergunta antes o que tu podes fazer pelo teu Clube"

Esta adaptação da célebre frase de John Fitzgerald Kennedy é, quanto a mim, particularmente pertinente no contexto Sporting Clube de Portugal. Estive no último dia 31 de Março na sessão de esclarecimento aos sócios promovida pela Direcção do Clube, e confesso que saí de lá extremamente preocupado, por alguns motivos, mas hoje só abordarei um deles. A Direcção mostrou números assustadores em relação à quotização, nos quais me impressionou o facto de menos de metade dos sócios terem as quotas em dia. O maior activo de um Clube são os seus sócios e adeptos, este só morrerá quando deixar de os ter, e será tão grande quanto estes o fizerem ser. É portanto mais do que urgente mudar este actual estado de coisas, é absolutamente IMPERIOSO

Alguns têm corajosamente tentado espalhar esta importante palavra (um bom exemplo aqui) mas, infelizmente, a impressão com que fico é que muitos adeptos estão mais interessados em conhecer e discutir futuras contratações, do que propriamente em pensar como poderão ajudar. Quando os confronto com isto, essas pessoas muitas vezes perguntam-me: "mas o que tenho eu a ganhar com o ser sócio do Sporting CP? Eu vivo longe; e não tenho dinheiro para deitar fora assim..."

A pergunta em si deixa-me desde logo triste, uma vez que se as pessoas a fazem passam desde logo ao lado do que é o Sporting CP e do orgulho enorme que é poder contribuir sendo seu associado. Mas não podemos desanimar e temos de agir, compreendendo as diferenças que temos uns dos outros. Desde logo deixo aqui ligações para informações sobre vantagens e descontos que o facto de sermos sócios do Sporting CP nos garante. Será então assim tão penoso pagar um mínimo de 4€ para ser-se sócio desta fantástica Instituição? mesmo com as vantagens e descontos que já referi?

Servirá então este post, espero, para alertar alguns espíritos leoninos mais adormecidos. Para tal vou deixar uma lista de coisas que todos podemos fazer para ajudar o Clube a superar esta barreira tão importante, dependendo da nossa situação específica:
  • Já sou sócio e com quotas em dia, mas devo continuar a ajudar. Como? Atraindo mais Sportinguistas que ainda não o são para a causa, no trabalho, na internet, entre amigos, pondo-me à disposição do Clube para ajudar naquilo que são as minhas competências profissionais e pessoais, fomentando o Sportinguismo. Há sempre maneiras de dar mais e fazer melhor. É por exemplo o que eu, sócio do Clube, estou a tentar fazer neste texto.
  • Já sou sócio mas deixei de pagar quotas, por indisponibilidade emocional ou financeira. Como ajudar? Das duas uma, ou i) recuperas o teu número de sócio, pagando as quotas em atraso, ou ii) em caso do valor para o fazer ser demasiado, fazes-te sócio, desta vez com uma quota mais à tua medida e duma forma mais cumpridora. Há valores de quotas para todos os gostos. Não desistas do Sporting CP, és e serás sempre um leão!
  • Não sou sócio mas quero sê-lo; não o fiz até hoje porque não calhou. Então está na hora de o seres, por favor não esperes mais, o Sporting CP precisa mesmo de ti. E já agora, se puderes leva mais alguns contigo. 
  • Não sou sócio nem planeio sê-lo; gosto muito do Sporting CP e acompanho o Clube, mas não tenho condições para isso ou não vejo a vantagem que isso me possa trazer. Confesso que não compreendo estas pessoas, porque se as suas razões forem da primeira ordem, a quota mínima de 4 euros não me parece que faça alguma diferença. Quanto à "falta de vantagens" em ser-se sócio, é uma questão absolutamente falsa, revejam os links para vantagens e descontos que vos dei acima. E, sobretudo, revejam a vossa posição em relação a este assunto.
Resumindo, o Sporting Clube de Portugal precisa de mais sócios pagantes e cada um de nós, de acordo com o seu contexto e situação actuais, necessita de desempenhar o seu papel. Nunca foi minha intenção ser minimamente moralista e paternalista (até porque odeio quando me fazem o mesmo), mas se este post servir para ter mais um sócio pagante, então já terá valido a pena escrevê-lo. Lembrem-se, quantos mais e mais activos formos, mais complicado será parar-nos!


Um abraço e Saudações Leoninas!
Partilhar:

8 comentários:

  1. Anónimo8/4/14 15:03

    Sou associado há vários anos com quotas pagas. Da mesma forma que pago as minhas quotas, ajuda igualmente algumas instituições de cariz social. Faço-o não por se tratar de uma “missão”, como o texto parece quer insinuar, mas por se tratar de um gosto e vontade minha.

    Espalhar a palavra? Mais parece que estamos no âmbito da catequese do que no âmbito da bola.

    Qualquer dia vem-me pedir a mim, sócio pagante, que paga igualmente as quotas a algum associado que não possa pagar, numa espécie de ”2 em 1” solidário ou campanha de “adopte um sócio” como se de um cão perdido se tratasse.

    Eu pago porque, ainda que o salário seja baixo, dá para pagar. Agora, sou INCAPAZ de tecer comentários sobre o que os outros podem ou não podem pagar ou pior: o que devem ou não devem pagar.

    Este tipo de comentários sobre o que o outro deve ou não deve fazer parecem trazer consigo uma aura chantagista do estilo: “quem paga ‘ama’ mais o clube” ou “quem paga é mais sportinguista do que o tipo ao lado”, ou então, “quem paga é menos culpado da situação do clube do que o fulano que não contribui”.

    Um alerta: ser Sporting é ter classe. É possuir um nível e uma dignidade diferente dos restantes clubes. Ser Sporting não se coaduna com este tipo de reflexões.
    O Bruno de Carvalho está a fazer um trabalho notável: não queiram ser mais papistas do que o papa.
    Zé Gabriel.

    ResponderEliminar
  2. Zé Gabriel

    Quando escrevi este texto já esperava comentários como este que escreveu, e por isso tentei ser o mais claro possível em relação ao intuito do mesmo. Parece-me agora por demais evidente que falhei nesse capítulo. Oxalá não falhe da mesma forma estrondosa no principal objectivo do post.

    De certeza que não percebeu a intenção do post, ela nunca foi de conotar como "missão" ou de pregar uma qualquer "catequese" a ninguém, muito menos ser paternalista com quem quer que seja.

    Apenas pretendi fazer um alerta aos Sportinguistas para a importância da sua participação num determinado sentido na vida do Clube. Só isso mais nada. Se me aproveitei dum momento desportivo bom? acho que sim e voltaria a fazê-lo.

    Quando diz que "Ser Sporting não se coaduna com este tipo de reflexões", o que quer dizer exactamente? em algum ponto do texto me viu fazer algum julgamento moral a algum outro Sportinguista? se foi isso que interpretou peço desde já desculpa, porque como escrevi no próprio post, nunca quis ser paternalista no mesmo.

    SL

    ResponderEliminar
  3. diogre, percebo bem o que pretendes e não é nada de mal, tu eu e muitos socios o que queremos é um sporting fortissimo e isso só se faz com uma massa associativa forte.

    vamos ajudar o clube são 12 ou 6 euros e para nucleos 4 euros, estao á espera do quê

    ResponderEliminar
  4. Anónimo9/4/14 00:28

    A força do Sporting são os seus sócios. São os que contribuem para a sustentabilidade do Clube (das modalidades, para pagamento de funcionários, manutenção de instalações etc.), por vezes os adeptos não têm noção de que todos devemos contribuir, pois não há outra forma de engrandecer o Sporting Clube de Portugal. O Clube será melhor, quantos mais e melhores associados tiver. Não basta dizer somos do Sporting TEMOS de ser sócios.

    P.S. - Poupando o custo de um café por dia (bebendo menos um) durante apenas um mês, dá para pagar durante 6 MESES(!!!) as quotas de um sócio efectivo B. Quase todos podemos e devemos ser sócios! S. Leoninas.

    ResponderEliminar
  5. Moro na Suica, e há muito poucas vantagens para simpatizantes que morem no estrangeiro...
    Jorge Pinto Ferreira

    ResponderEliminar
  6. Jorge Pinto Ferreira

    Desde já obrigado pelo seu comentário, vindo de terras helvéticas.

    Gostava de lhe dizer que, tal como escrevi, acho que a principal vantagem é poder ajudar o Clube de que tanto se gosta. Para isso pode contribuir com quotas de valor praticamente simbólico (4€ por mês) ou um bocadinho mais, conforme a sua disponibilidade. Mas o principal, para mim pois claro, é poder ajudar o SCP.

    um abraço

    ResponderEliminar
  7. Anónimo9/4/14 23:05

    Há alguns que se dizem sportinguistas, que dizem amar os Sporting, mas não são sócios. Uns por que não "podem" outros por que não. No próximo Verão os mesmos que dizem não ser sócios por não poder, vão dar 70 € para ver uma banda inglesa, o que dava para pagar um ano(!) de quotas de sócio efectivo B! Quanto àqueles, que dizem não ter vantagens em ser sócios...Nem vale a pena falar, não deveriam de ter a lata de se afirmarem sportinguistas. Queremos equipas competitivas, queremos modalidades ganhadoras, queremos ser campeões, e como é que isso se faz sem a colaboração dos sportinguistas? SL

    ResponderEliminar
  8. Subscrevo amigo anonimo das 23:05.

    abraço

    AC

    ResponderEliminar

O SVPN reserva-se ao direito de moderar sem aviso prévio, qualquer comentário abusivo/ofensivo ou insultuoso.

Qualquer comentário desenquadrado com o tema do post não será aprovado.

Para facilitar a discussão, agradecemos que assinem os comentários - quem não tem conta pode seleccionar o campo Nome/URL (o URL pode ser deixado em branco), onde podem assinar o vosso nome ou um qualquer nickname à vossa escolha!