Próximo Jogo

Próximo Jogo

01/04/2014

William Carvalho: A sucessão e as possíveis opções

Todos nós, Sportinguistas, já percebemos o quão difícil será segurar aquele que é, nos dias que correm, a nossa jóia da coroa.

Falo obviamente do sensacional William Carvalho, um jogador que surgiu este ano na principal equipa do qual fiquei um incondicional fã, como podem ler aqui. É evidente que a prioridade deverá ser manter o jogador por mais do que esta época pelo menos, tendo em conta o seu peso no jogo da equipa. Igualmente óbvio é que, para isso acontecer, será necessária uma revisão salarial do seu contrato, mais condizente com o seu peso específico na equipa.

A ser conseguida a sua permanência, será o equivalente a uma grande aquisição para 2014/15, no meu entender. Seja como for, a constituição de alternativa(s) para a posição "6" no plantel da próxima época acaba por ser um assunto na ordem do dia em Alvalade, mesmo considerando a permanência deste incrível jogador. Nesse contexto, vou enumerar uma série de jogadores que poderão constituir num futuro próximo alternativas para o lugar brilhantemente conquistado por William Carvalho. Dividi esta lista entre as soluções dentro dos quadros do Sporting CP, do mercado nacional e do internacional. Na componente internacional desta lista, contei com a ajuda preciosa de dois assíduos frequentadores deste blog, o Rui Marcelo e o André Pinheiro, aos quais desde já agradeço.

Opções Internas

Fabián Rinaudo (vídeo)
Estava previsto este argentino de 27 anos e com contrato até 2016 ser o "6" titular desta época, mas a afirmação de William Carvalho trocou-lhe as voltas, jogando muito pouco até Janeiro, e sendo posteriormente emprestado aos italianos do Calcio Catania. À sua entrega ao jogo e capacidade no desarme contrapõem-se as notórias dificuldades no jogo aéreo e, sobretudo, a falta de qualidade com bola. Impôs-se na turma siciliana ao ponto de estimular a vontade desta exercer o direito de compra por um valor estipulado de 5M€, caso não desça à Serie B. Se, todavia, voltar ao Sporting CP, poderá ser uma opção válida para a posição "6" mas, na minha opinião, e pelas deficiências que já referi, não terá a qualidade necessária para ser o titular.

Fabrice Fokobo
O possante médio camaronês de 20 anos e com contrato até 2015 seria, quanto a mim, a alternativa mais evidente a William Carvalho durante esta época, sobretudo na sua segunda metade, a partir do momento em que Fabián Rinaudo saiu. É um médio-defensivo típico, fortíssimo nos duelos individuais e no desarme, podendo também jogar a defesa-central. Tem ainda que melhorar nas decisões e na saída de bola mas, se o fizer correctamente, poderá tornar-se num trinco de grande qualidade. Infelizmente, a sua afirmação tem tardado e nem na Equipa B tem jogado regularmente, supostamente por questões relacionadas com a sua renovação contratual. Começo, por isso, a duvidar que algum dia se vá afirmar no Sporting CP. Tenho pena porque vejo neste jogador um potencial enorme, mas é cada vez mais improvável que seja solução para a posição "6" no futuro.

José Lopes (Zezinho) (vídeo)
Este guineense de 21 anos e com contrato até 2017 foi emprestado no início desta temporada aos gregos do PAE Veria, onde tem correspondido com boas prestações. É um jogador que considero ter um potencial tremendo, seja para a posição "6" ou para a "8". Dos elementos que temos nos quadros, poderá ser aquele cujas características se poderão assemelhar mais às de William Carvalho porque, tal como ele, Zezinho começou a carreira em posições mais adiantadas do terreno e foi recuando até à posição "6", já enquanto sénior. Isso permite-lhe ter uma qualidade em posse de bola que não é assim tão habitual ver nem "6" puros. Por outro lado, por vezes essa qualidade faz com que tenha excesso de autoconfiança e perca bolas em zonas proibitivas, o que para um "6" é gravíssimo. Tem um contrato que é considerado demasiado alto para a fase em que está (obrigado por mais esta, Godinho Lopes!), e esse facto poderá ser impeditivo da sua afirmação de leão ao peito. No entanto, e se for possível contornar essas dificuldades e corrigir alguns defeitos tácticos deste jogador, poderemos ter aqui um grande valor nos tempos próximos.


Mercado Nacional

Ali Ghazal (vídeo)
Possante médio egípcio de 22 anos do CD Nacional, que tem dado nas vistas nesta temporada na Liga ZON Sagres. Tem aparecido em destaque, sobretudo pela forma como se impõe defensivamente no meio-campo, através da sua superioridade física e sentido posicional. Não sendo de um primor técnico com bola, joga simples e fácil, raramente perdendo bolas. É, na minha opinião, uma excelente opção para alternativa a William Carvalho, restando saber se o negócio será possível, uma vez que tem sido complicado ao Sporting CP negociar com este clube insular. Veremos se esta Direcção muda essa tendência.

André Leão (vídeo) | Fernando Alexandre | Gonçalo Santos (vídeo)
Muitos dirão que estes jogadores já perderam o timing de dar o salto para um grande Clube - estes três atletas terão isso em comum. No entanto, e apesar de diferirem na temporada em que mais sobressaíram, todos demonstraram já o seu sentido posicional, capacidade de desarme e qualidade de passe, mais-valias que fazem deles jogadores interessantes. Serão também, porventura, opções previsivelmente mais baratas que as outras aqui apresentadas. Parece-me que seriam bons suplentes de William, e não mais do que isso. Falo de  André Leão (28 anos, FC Paços de Frerreira), Fernando Alexandre (28 anos, AA Coimbra) e Gonçalo Santos (27 anos, GD Estoril-Paraia), dos quais também se tem falado como soluções para o Sporting CP. Por vezes, este tipo de contratações revelam-se autênticos achados, embora pareçam ter tudo para dar errado. É improvável que qualquer um destes portugueses venha a envergar a verde-e-branca, no entanto.

Anderson Esiti (vídeo)
Promissor médio nigeriano de 19 anos que despontou esta última temporada no Leixões SC. Faz da componente física a sua principal arma, embora seja tecnicamente interessante e pareça ter qualidade ao nível das decisões. Há uns meses escrevi sobre a sua contratação, pensando na altura que estaria assegurado para a próxima temporada no Sporting CP (ver aqui). Puro engano, não está assegurado e até foi noticiado que estaria a caminho dum clube alemão. A verdade é que nada está confirmado e até o estar considero que a sua contratação será possível e desejável, pela qualidade e margem de progressão que apresenta.

Danilo Pereira
Confesso que sou fã deste médio luso-guineense de 22 anos desde o mundial de sub-20 da Colômbia, onde deu nas vistas, não só pela excelente capacidade ao nível defensivo mas também pela propensão ofensiva do seu jogo, com clara capacidade de fazer mossa nas bolas paradas, através do jogo aéreo. Fisicamente imponente e tecnicamente interessante, tanto pode jogar a "6" como a "8", embora eu considere que as suas características são mais adequadas à posição de médio mais defensivo. Assinou como jogador livre, no Verão passado, pelo CS Marítimo, com muita pena minha, uma vez que considero que o Sporting CP perdeu aí uma bela oportunidade. De qualquer forma, as boas relações com o CS Marítimo poderão ser aproveitadas para fazer uma excelente aquisição. 

Mercado Externo

Oriol Romeu (vídeo)
Jogador espanhol de 22 anos, que tem jogado esta temporada no Valencia CF, por empréstimo do ingleses Chelsea FC. Foi-lhe augurado um futuro promissor quando ainda era muito jovem, vindo da famosa escola de La Masia, mas tem tido dificuldades em afirmar-se e, inclusivé, perdeu o estatuto de titular no seu actual Clube. Combina características físicas e técnicas fantásticas para desempenhar a função de médio mais defensivo, sendo a meu ver uma aposta de baixíssimo risco, pela qualidade do jogador. Apesar de ser um objectivo de mercado altamente ambicioso para o Sporting CP (só poderia vir perante o cenário de saída de William Carvalho, e para titular), a provável presença na Champions League e a afirmação de alguns jovens espanhóis na liga portuguesa, recentemente, poderá servir de atractivo para o convencer. A possibilidade de ele próprio estar envolvido no negócio de venda do luso-angolano também não me parece de todo descabida. Resta saber se o salário será compatível com a realidade leonina

Jonathan dos Santos (vídeo) (sugestão de Rui Marcelo)
Internacional mexicano de 24 anos do FC Barcelona, não é o típico trinco com força e capacidade de choque, mas sabe jogar na posição "6" tal como na "8". Sendo também um produto da excelência de La Masia, tem uma capacidade de passe e visão de jogo acima da média, saindo portanto muito bem a jogar. Apesar de não ter a capacidade de choque de William Carvalho, joga defensivamente muito bem em antecipação. Tem tido grandes dificuldades em impor-se como titular no Clube catalão, sendo que a vontade de sair para ter minutos deverá ser uma realidade. O entrave do salário poderá ser, também neste caso, uma dura realidade.  

Ignacio Camacho 
Este jogador internacional sub-21 espanhol de 23 anos, do Málaga FC, é também um excelente médio defensivo, combinando muito bem as capacidades defensivas e ofensivas e sendo por isso mesmo um médio completo. Titular absoluto da equipa do sul de Espanha, será complicado convencer tanto o jogador como o Clube a uma mudança para Alvalade, até porque deverá ter pretendentes dentro da própria liga espanhola. Claramente a hipótese mais romântica de todas as aqui apresentadas  


Mohamed El Neny (sugestão de André Pinheiro) (vídeo)
Internacional egípcio que joga no FC Basel, tem sido um dos destaques da boa campanha da equipa suíça, não só no campeonato helvético, como na Europa League. É um jogador que impressiona pela sua presença física, com a qual se impõe com facilidade às acções ofensivas adversárias. Já deve ter despertado a atenção dos maiores Clubes da Europa, e os preços praticados pelo Clube suíço (exemplos recentes: Xherdan ShaqiriMohamed Salah, ambos transferidos por valores elevados para grandes Clubes europeus) poderão ser impeditivos para a transferência deste promissor médio. 

Nathan Sinkala (sugestão de André Pinheiro)
O internacional zambiano que secou Yaya Touré e Didier Zokora na final da Taça das Nações Africanas de 2013. Tem 23 anos e continua no modesto clube congolês TP Mazembe, apesar de ter sido uma das revelações, em 2013, da maior competição africana de selecções. Maduro, trabalha muito bem, tanto defensiva como ofensivamente. Forte nas marcações, actua preferencialmente como elemento mais recuado do meio-campo. Pode também jogar como defesa-central. Pelo que vimos neste último ano, seria uma aquisição à Augusto Inácio.

Enoch Adu (sugestão de André Pinheiro)
Em 2011 o André Pinheiro viu jogar este ganês contra o Sporting CP pelo Club Brugge, ficando surpreendido com a sua qualidade (eu sinceramente não me lembro dele). Fisicamente muito bom, não é somente um trinco destruidor de jogo, porque sabe tratar bem a bola. No passado, a imprensa chegou a noticiar um possível interesse do Sporting CP neste jogador. Neste momento joga na modesta liga norueguesa ao serviço do Stabæk Fotball. Poderá ser uma opção interessante ao nível do rácio qualidade/preço.


Tomás Rincón (sugestão de André Pinheiro) (vídeo)
Experiente médio defensivo, este internacional venezuelano de 26 anos do Hamburger SV, destaca-se pela sua capacidade de luta e capacidade de pautar o jogo a meio-campo. Não impressiona pelo seu poder físico, sobretudo no jogo aéreo, mas isso não o impede de ser um trinco interessante, pela qualidade técnica e poder de antecipação que demonstra. Um dado interessante é que Rincón poderá ser um negócio de ocasião, caso o seu Clube descer de divisão, como parece provável. A sua experiência também poderá ser útil no jovem plantel leonino.

O que pensam destas sugestões, Sportinguistas? Qual delas preferem? Que outros médios defensivos que não mencionámos neste post gostariam de ver no Sporting CP?
Partilhar:

12 comentários:

  1. Anónimo1/4/14 21:18

    Danilo Pereira, sem dúvida.
    Como alternativa, sim porque para o ano temos de ter alternativa, não é suficiente um 11 titular, basta renovar com Fokobo

    ResponderEliminar
  2. Anónimo1/4/14 23:00

    Bom trabalho.
    Estou convicto que vamos manter o 2º lugar, o que é vital no plano financeiro.

    Minha equipa em 4-2-3-1 para o resto do campeonato:

    Patrício;
    Cédric, Maurício, Rojo, Jefferson;
    William, Adrien;
    Mané, Montero, Carrillo;
    Slimani

    DUARTE

    ResponderEliminar
  3. Se o William Carvalho sair, são precisos 2 jogadores para ocupar a sua posição. Podem ser trincos ou podem ser pivot´s de construção. Mesma zona do terreno mas funções muito diferentes. O trinco, em organização defensiva é o "equilibrador de jogo". Tem de ser forte posicionalmente para ser forte na cobertura dos espaços. O pivot de construção necessita das mesmas características para ser forte na organização defensiva da sua equipa. As diferenças entre ambos surgem quando se fala no seu papel em organização ofensiva. O pivot de construção é um construtor de jogo. Não se limita a defender, o pivot de construção dá linhas de passe, faz receções orientadas etc. William é sem duvida um pivot.

    Feita esta breve introdução vou dar a minha opinião sobre o sucessor ou sucessores do William Carvalho:

    1) Acho que não deve ser um trinco. Deve ser um pivot. Nos tempos modernos cada vez mais o "6" é responsável pelo inicio do processo ofensivo da sua equipa. Dado que o Sporting não tem, nem deve vir a ter muitos jogadores acima da média como por exemplo extremos muito fortes tecnicamente que saibam jogar dentro e ajudar na fase de construção, o papel do "6" em construção ganha ainda mais importância. Caso venham 2 jogadores, poderá ser um trinco e um pivot.

    2) Dos jogadores referidos, e falando apenas dos que conheço, tenho de excluir logo Rinaudo e Ghazal. Por motivos diferentes. Rinaudo porque é muito fraco no que um médio defensivo deve ser forte: posicionamento e ocupação do espaço. Ghazal porque apesar de ser muito bom defensivamente ( pressionante, agressivo, bom na ocupação dos espaços ) é muito fraco em posse. Muito limitado do ponto de vista tecnico, não podia ser uma solução na fase de construção. Pressionando bem Adrien, quem ia ser o médio capaz de ajudar na fase de construção?

    3) As minhas escolhas da casa seriam: Fokobo e Zezinho. As de fora seriam: André Leão, Anderson ou Danilo Pereira.

    Zezinho: Apesar de considerar que tem de melhorar quando ao nível da tomada de decisão ( perde-se muito com "fintinhas" sem nexo) tem tudo para ser um excelente pivot. É evoluído tecnicamente, tem visão de jogo, qualidade de passe e etc. Tem de ser trabalhado em alguns aspectos como o posicionamento na posição 6 mas volto a referir que tem tudo para ser excelente. Por mim ficava. (pivot)

    Fokobo: Renovação à parte, a minha opinião é que que Fokobo devia ficar no plantel principal do Sporting. Embora ache que a sua não utilização tem prejudicado a sua evolução acho que tem tudo para ser um "6" ao gosto de Leonardo Jardim, É melhor defensivamente que ofensivamente, mas não é nenhum "cepo" com a bola nos pés. ( mais trinco que pivot)

    Anderson: Neste momento, é o mais completo dos 3 referidos. Forte posicionalmente, junta a uma estampa física uma boa qualidade com bola. Cobre bem os espaços, não "inventa" quando é o portador da bola e é um muito bom na "arte" da recuperação da bola. ( pivot)

    Danilo Pereira: Apesar de não ser tão forte em posse como Zezinho, Anderson ou William é um jogador de quem gosto bastante. Forte presença defensiva, bom na cobertura dos espaços e desarme, faz da sua capacidade defensiva a sua principal arma. Em posse, como já referido, apesar de não o considerar muito evoluído, é um jogador que dá garantias. ( mais trinco)

    André Leão. Por último, o mais experiente. É um jogador que gosto bastante e que apesar de já não achar que seja possível ele evoluir muito gostava bastante que ele fizesse parte do plantel. Claramente um pivot. Joga de cabeça levantada, sempre à procura de linhas de passe. Apesar de não ser um portento tecnico, é um jogador com visão de jogo e qualidade de passe bastante boas.

    Os restantes, não considero opção por desconhecimento da qualidade dos mesmos ou por achar que são contratações fora das nossas possibilidades financeiras.

    ResponderEliminar
  4. Anónimo2/4/14 01:49

    Penso que se o William sair serao precisos 2 para o substituir. A minha aposta seria o Zezinho, para evoluir entre A e a B no modelo do Jardim. É um miudo talentoso, que como o caso do Adrien precisava que o mentor certo o guiasse, tem um futebol de medio completo.

    O efectivo seria o Anderson, penso que tem todas caracteristicas basicas exigidas para grandes competicoes. Tem a dupla vantagem de ainda ter margem de progressao, e futuramente poder ser uma grande venda. A direccao devia fazer esforco e sacrificio de cobrir as suas exigencias, apesar de tar a vir de um escalao inferior, pois acredito que ate recebera o mesmo que pedirao as alternativas de jogadores ja idosos da 1a liga, os quais nem trarao vantagens finaceiras futuras. Pra tal devia comecar ja a agir pois no final da epoca pode ser tarde, sera bom te-lo mesmo que William nao saia neste mercado.

    Aproveitando a boleia de possiveis alternativas ao plantel da proxima epoca, referenciar que gostaria de ver retornar o Joao Mario como alternativa a uma posicao que nao temos no banco nesta epoca, a do Adrien Silva. É um miudo maravilha ao qual falta-lhe apenas incitar-lhe a agressividade na recuperacao de bola.
    Sl

    ResponderEliminar
  5. Anónimo2/4/14 02:00

    Se William Carvalho sair penso que Danilo Pereira seria um grande substituto se for bem trabalhado por LJardim seria um médio de top

    ResponderEliminar
  6. Anónimo2/4/14 03:23

    O sucessor de William Carvalho será o próprio W. Carvalho :)

    Brincadeiras à parte, apostaria na prata da casa. Fokobo & Zezinho embora este jogue em áreas mais adiantadas. Ainda temos o Deus Rinaudo.

    o Jogador que iria buscar fora de portas seria o tal Anderson do Leixoes. Parece daqueles jogadores que não engana. O Sporting é o clube ideal para este tipo de jogadores singrarem.

    SL

    AC

    ResponderEliminar
  7. William Carvalho demonstrou este ano, no SCP, a importância de ter um 6 com as suas caracteristicas e com a sua qualidade.
    A equipa ganha equilibrio com este tipo de jogadores nesta posição, e, sem precisarmos de ir muito longe, vemos que no Porko e nos Bostas da Luz esta posição tem sido desempenhada por grandes jogadores.
    Por isso, tem de haver algum critério na escolha do sucessor do William, caso seja vendido no final desta época, e não é com André Leões ou Andersons (que, parecendo ter qualidade, tem apenas 19 anos de idade e joga na 2º Liga) que o substituimos com qualidade.
    Para mim, o ideal seria manter o jogador no SCP por mais um ano (seria também bom para o seu processo de crescimento) e ir preparando na equipa B o seu sucessor, que, para mim, seria Fokobo.
    Não sei que se passa com este jogador para estar encostado (vejo referências a problemas na renovação contratual) mas a solução idela e adequada aos nossos cofres passaria, creio, por ele.

    Jarvalho

    ResponderEliminar
  8. ILLUMINATOR2/4/14 22:26

    Em primeiro lugar acho vital mantermos o william mais um ano! E assim sendo o seu substituto seria o zezinho. Depois sim e mediante daquilo que o zezinho apresentar pensar num substituto (que até podia ser o joão palhinha se evoluir como eu espero...).
    Quanto aos jogadores apresentados não conheço muito bem mas fiquei particularmente interessado no zinkala (até rima com shikabala)! Excelente trabalho! Acho que o post foi muito pertinente... Já agora não acham que seria útil fazer com que isto chegasse a algum responsável do Sporting?

    ResponderEliminar
  9. Honoris

    Excelente comentário, talvez até melhor que o próprio post!

    Compreendo que não gostes de jogadores que se limitam ao processo defensivo, porque eles próprios acabam por limitar a equipa. Também percebo que vejas isso no Ghazal, até porque neste momento tens o William como referencia naquela posição.

    No entanto, acho que te enganas na fraca avaliação que fazes do trinco egípcio, visto que apesar de nao ser um William com bola, entrega-a quase sempre "limpa" e (muito importante), tem noção das sua limitações. Para além disso, apresenta uma agressividade a atacar/defender bolas paradas que não deve quanto a mim ser ignorada. Quando dizes que o Fokobo já não é um cepo, parece-me que erras nessa avaliação pondo-o num patamar superior ao Ghazal na vertente com bola.

    O futuro dirá qual de nós tem razão ;)

    Já quanto ao Danilo Pereira concordo em absoluto contigo, é o mais parecido com William, porque combina qualidade defensiva e ofensiva.


    ResponderEliminar
  10. Illuminator

    Também pensei em incluir o Palhinha nesta análise, não o fiz somente porque ainda não fez jogos suficientes enquanto sénior para que isso faça sentido. Claro que isto não impede que o considere um jogador com um futuro brilhante à sua frente, do qual espero coisas muito boas.

    SL

    ResponderEliminar
  11. Adorei seu blog, estão de parabéns pelos os tópicos..

    ResponderEliminar
  12. Por min se w.carvalho saise entrava andre leao e ali ghazal

    ResponderEliminar

O SVPN reserva-se ao direito de moderar sem aviso prévio, qualquer comentário abusivo/ofensivo ou insultuoso.

Qualquer comentário desenquadrado com o tema do post não será aprovado.

Para facilitar a discussão, agradecemos que assinem os comentários - quem não tem conta pode seleccionar o campo Nome/URL (o URL pode ser deixado em branco), onde podem assinar o vosso nome ou um qualquer nickname à vossa escolha!