Próximo Jogo

Próximo Jogo

10/08/2014

Pré-Época: Considerações Finais

Terminada a pré-época é tempo de um balanço geral sobre o que foi feito.

Mais importante que os resultados obtidos, será analisar se o modelo de jogo evoluiu durante este último mês e meio. No geral considero que sim. As bases do modelo que Marco Silva tem implementado estão, na minha opinião, bem interiorizadas pelos jogadores. 

É notório que o Sporting CP é uma equipa muito bem organizada, com os sectores bem próximos, com uma dinâmica ofensiva interessante e que sabe o que fazer em cada momento do jogo. Boa qualidade na circulação da bola e boas combinações laterais são outros aspectos que na minha opinião merecem um destaque positivo. Também a 1ª fase de construção merece o meu elogio.


Como aspectos mais negativos, destaco o excesso de cruzamentos e a pouca utilização do corredor central na fase de criação. Embora também tenhamos criado lances de perigo pela zona central durante esta pré-época, parece-me um dos aspectos que mais precisa de ser trabalhado. 

Aprofundando mais em particular o que foram estes dois últimos jogos, parece-me mais interessante focar-me nos aspectos que precisam de ser melhorados tais como: 
  • O excesso de procura dos corredores laterais para definir os lances ofensivos. Seja Islam Slimani ou Fredy Montero o avançado titular, os cruzamentos não devem ser a única solução para colocar a bola na área adversária. É no corredor central que as opções para o portador da bola são maiores. A ausência de extremos capazes de ocupar zonas interiores com qualidade pode dificultar a implementação deste princípio No entanto, tal factor não pode ser desculpa para que se use e abuse dos cruzamentos para área como forma de concluir as jogadas. Abaixo, dois exemplos de como procurar do corredor central na fase de criação ainda não é uma referência no modelo de jogo. 

É, na minha opinião, a principal debilidade ofensiva do Sporting CP. Não seria justo abordar esta questão sem referir a importância que Carlos Mané pode ter neste momento do jogo.: bastaram uns breves minutos no jogo de hoje para ser visível o que o jovem extremo pode acrescentar no corredor central. Extremo sim, mas não colado à linha mesmo quando a bola está no flanco oposto. Movimentos interiores, procura do espaço entre-linhas para receber e enquadrar rápido são movimentos típicos de Carlos Mané e que devem ser explorados de modo a aumentar a imprevisibilidade do nosso processo ofensivo.

Olhando agora para a organização defensiva, vou repetir o mesmo que disse no post seguinte ao jogo de apresentação em Alvalade. Equipa bem organizada, com os sectores próximos uns dos outros e com uma estratégia de pressão definida. Na minha opinião, os erros defensivos que sucederam nestes últimos jogos e durante a pré-época dizem mais respeito a desconcentrações e falta de agressividade individuais do que propriamente a alguma deficiência na organização defensiva que Marco Silva quer presente no seu modelo de jogo. 

Em suma, considero como positivo o trabalho realizado pelo nosso treinador. A uma semana do 1º jogo oficial, e mesmo tendo em conta que há muito para melhorar, a minha opinião é que estamos preparados para entrar a vencer no campeonato.

E vocês sportinguistas, o que acharam da pré-época e, principalmente, destes últimos 2 jogos? Consideram que estamos no bom caminho? Comentem e digam a vossa opinião. SL
Partilhar:

10 comentários:

  1. Grande trabalho, muito bom! :)
    DCarvalho

    ResponderEliminar
  2. Concordo no essencial com a analise, mas receio que a falta de jogo ofensivo sem ser pelas laterais possa tornar o nosso jogo muito previsivel

    Temos mais soluções para contrariar essa situação (que se evidenciou na 2ª volta), mas ainda não sei qual será a melhor porque apostava em algumas que para já não estão a resultar

    Por exemplo Shikabala no centro como 10, ou entaõ Guald a jogar aí (mesmo que a espaços)

    Outra variação que gostaria de ver seria jogar-se no chamado plano B da epoca passada, com Montero e Slimani

    Outra forma de contornar esse problema é ter extremos que não joguem só pela linha - Carrillo e Mané fazem bem isso bem, mas Mané tirando hoje não tem estado muito bem (esperamos que seja só falta de forma)

    resumindo acho que temos potencialmente mais soluções, mas nem todas estão a resultar (ainda)

    Mas para a semana é para ganhar


    ResponderEliminar
  3. Hubris FC11/8/14 00:04

    Bom Post!
    Gostei da analise aos momentos de jogo, como tens vindo a fazer, sugeria que se tivesses tempo, analisares o que falhou nos momentos defensivos, especialmente em contra ataques e bolas paradas (vão ser as principais formas de os oponentes atacarem contra um Sporting de controlo de posse).

    Quando a questão dos cruzamentos e procura excessiva das alas, é um mal que vem muito de trás, já do tempo em que só o João Pereira não fazia passes para o lado. O problema é que agora temos alas muito pobres e um meio campo muito bom.
    Até deixo o meu palpite, não seria preferível, visto termos laterais que sobem tão bem, jogar com Carrilo e Mané em posição de falso 10? Como fazia o Martins o ano passado, só que descaido para a direita?.
    Assim podiam ganhar a ala, na primeira fase de construção mas estavam mais vocacionados a desiquilibrar entre linhas, e deixavam os cruzamentos para Cedric/Jefferson, que até cruzam bastante bem.


    HubrisFC

    ResponderEliminar
  4. Jorge Alemão

    "mas receio que a falta de jogo ofensivo sem ser pelas laterais possa tornar o nosso jogo muito previsivel".

    Muito pelo contrário. No corredor central há mais opções. Se calhar entendeu mal o que eu quis dizer. Eu não disse que se deve atacar SEMPRE pelo meio, o que eu digo é que se deve atacar mais pelo meio do que pelas alas, porque é no meio que o portador da bola tem mais opções de passe. Se fizer um apanhado geral sobre as equipas que produzem mais ofensivamente (coletivamente falando), fazem no muito pelo corredor central. ( Arsenal, Liverpool, Barça etc )

    SL

    ResponderEliminar
  5. Hubris

    O ideal seria mesmo isso. Extremos a procurar zonas mais interiores e os laterais a garantirem a largura e profundidade.

    Quanto aos erros defensivos, os de bola parada devem se à falta de agressividade. O posicionamento é bom, mas não podem ficar parados a ver a bola vir. As transições defensivas devem ser trabalhas para que a equipa se sinta confortável a defender como menos gente, caso não conseguia parar os contra ataques do adversário numa fase inicial. Controlar a profundidade é fundamental dado o espaço nas nossas costas.

    Repara nisto também: Se atacares com mais gente pelo corredor central, caso percas a bola tens logo mais gente próxima para a recuperar entendes? Claro que a exposição é maior, por isso digo que devemos trabalhar muito a linha defensivamente para defender em igualdade ou inferioridade numérica. Nos jogos oficiais irei abordar mais ao pormenor os erros defensivos, que esperamos que sejam poucos. SL

    ResponderEliminar
  6. Muito bom post sem duvida acho que estamos preparados para o inicio das batalhas ...
    Teria sido um bom teste para o Chikabala estes dois últimos jogos mas fiquei contente pela evolução do Heldon mostra que está a trabalhar para conseguir ser uma alternativa viavel . Que comecem os jogos a serio e todos juntos vamos vencer .

    ResponderEliminar
  7. Bom post. Também acho que estamos preparados para as batalhas como diz o Vitor Santos. Acredito que com o início do campeonato a motivação dos jogadores será outra também.

    O jogo em Coimbra poderá dar os indicadores daquilo que podemos fazer neste campeonato.

    Mas os rivais estão muito bem na preparação. O benfica ontem mostrou que será osso duro de roer e considero que o porto parte na pole position.

    abraço

    AC1906

    ResponderEliminar
  8. Análise muito bem feita!

    No entanto, tenho dúvidas que consigamos ganhar o campeonato... Para jogar como o Marco quer, para jogar bom futebol, bonito e ofensivo é essencial ter um 10 bom. Para esse lugar, na minha opinião, só temos 8's adaptados. Outra opção seria ter um falso extremo, como o Mané, que complete movimentos interiores mas que tambem conduza o jogo ofensivo, algo que nenhum extremos hoje consiga fazer... Se este jogador, 10 ou falso extremo conduzindo o ataque, a ideia de jogo do treinador do SCP não vai resultar na sua plenitude e provavelmente mudará para se adaptar aos jogadores existentes, muito provavelmente, à ideia de jogo do Jardim da época passada...

    ResponderEliminar
  9. ninguem fala do j.mario,tristes

    ResponderEliminar
  10. Anónimo,

    Primeira e última vez que um comentário seu desta ordem, com termos injuriosos é aceite.

    E digo-lhe mais: para quem chama tristes aos outros por não falarem no João Mário, chegar aqui e dizer "ninguem fala do j.mario,tristes" é um comentário que acrescenta o quê ao post ou à discussão? Pois...

    ResponderEliminar

O SVPN reserva-se ao direito de moderar sem aviso prévio, qualquer comentário abusivo/ofensivo ou insultuoso.

Qualquer comentário desenquadrado com o tema do post não será aprovado.

Para facilitar a discussão, agradecemos que assinem os comentários - quem não tem conta pode seleccionar o campo Nome/URL (o URL pode ser deixado em branco), onde podem assinar o vosso nome ou um qualquer nickname à vossa escolha!