24/11/2014

A Máquina de Guerra

Apesar de ser na Sporting TV que existe um programa chamado "A Hora do Presidente", com todas as falhas que se lhe quiser apontar, curiosamente a maior quota de tempo de antena de Bruno de Carvalho é noutros canais, embora não presencialmente.

Desde o Play-off ao Trio d'Ataque, do Dia Seguinte ao Prolongamento, do Minuto 90 ao Contragolpe, enfim, pense-se no programa desportivo que se quiser, não há programa que não dê uma enormidade de tempo para discutir Bruno de Carvalho... e quando não há que falar, arranja-se.

Admita-se que o Presidente se põe muito a jeito, com a sua recorrente agenda mediática. Ainda assim, a coisa está a chegar a contornos absurdos, chegando-se muitas vezes ao ponto de desperdiçar metade - senão mais - desses programas a divagar sobre tudo o que Bruno de Carvalho diz ou faz, e que no final acaba por ter tanto interesse como um concerto do Anselmo Ralph. Rodolfo Reis, aqui na imagem, é porventura o expoente máximo do ridículo, porque tudo lhe serve para mandar bicadas ao Presidente do Sporting Clube de Portugal - mesmo que o assunto em discussão tenha tanto a ver com BdC como o cu tem a ver com as calças -, enquanto pega nos óculos, como se a querer dizer "calem-se, que eu vou só aqui fazer de pau-mandado do Pinto da Costa mais uma vez".

Recentemente, na sua "Porta 10-A" no jornal A Bola (consultar imagem no fim do post), José Eduardo "denunciou" novamente algo que há muitos anos me parece óbvio mas a que, ainda assim, muitos Sportinguistas não se apercebem ou pura e simplesmente escolhem não se consciencializar: ao longo das últimas décadas, até pelas escaramuças entre os dois, FC Porto e SL Benfica desenvolveram verdadeiras "máquinas de propaganda", difíceis de fazer frente de tão enraizadas que estão. Neste aspecto, contam com os jornais O Jogo e A Bola, respectivamente, na imprensa escrita, para fazerem passar as "notícias" que mais os beneficiem, até para tomar o pulso aos seus próprios sócios/adeptos. O jornal Record, mais equidistante, não deixa de ser nitidamente tendencioso para o lado do SL Benfica, algo que se agudizou mais ainda sob a Direcção de João Querido Manha e que voltou à normalidade sob a batuta de António Magalhães - ainda que esteja novamente a enveredar pela via do seu antecessor, especificamente após o último "A Hora do Presidente", onde sentiu traída a sua Liberdade de Imprensa, não admitindo sequer que o Sporting Clube de Portugal tenha o Direito de desmentir as "notícias" que considere falsas. Quem os ouvir falar, aos Directores de jornais, há-de pensar que tudo o que eles escrevem é absoluta e inequivocamente verdadeiro, e que as suas "fontes" são absolutamente credíveis, mesmo quando se consubstanciam em não mais que conjecturas (muitas vezes patéticas)...

Das TV's nem vale a pena falar. É raro o programa desportivo onde o Sporting CP (ou os seus sócios/adeptos, pelo menos) seja bem representado, e fora desses programas, os Ribeiros Cristóvãos e os Diogos Matos deste Mundo só me fazem pensar na deficiência ideológica dos Sportinguistas em relação aos rivais. Enquanto os outros enveredam pela defesa incondicional do seu Clube e dos seus integrantes, mesmo sem perderem o sentido de auto-crítica, os nossos preferem fazer o típico bota-abaixismo, provando para lá de qualquer dúvida que, comparados connosco próprios, os nossos rivais são até muito pouco acintosos para com o Sporting Clube de Portugal.

Já tinha lido várias comparações feitas a Bruno de Carvalho, blogosfera fora, de Chávez a Stalin, mas ainda não o tinha lido num jornal. Se na blogosfera será perfeitamente admissível fazê-lo, por serem verdadeiros viveiros agregadores de determinada mentalidade - e, ainda assim, as declarações ficam com quem as faz -, fazer o mesmo num jornal, como li Carlos Barbosa da Cruz no jornal Record, é mais grave.

É este sentido de responsabilidade que nos falta, o comprometimento que devíamos todos ter e, como se vê, não temos. E, pior, não queremos ter. É possível fazer crítica sem entrar por desvios de personalidade que em nada preservam o Sporting Clube de Portugal. Pelo contrário, aliás...

José Eduardo, embora não sendo suficientemente específico, teve a capacidade e a coragem de o denunciar, num jornal, e o jornal em questão, por pior que seja, teve a sobriedade de não o censurar, como já fez a outros por muito menos. Está à vista de quem quiser ver...


Partilhar:

8 comentários:

  1. Há vários anos,sobretudo nos mais recentes,que é para todos evidente,aquilo que José Eduardo diz na crónica de sua autoria recentemente publicada no jornal a Bola.Eu sem saber "ler nem escrever",tenho noção clara que de facto de há muito que está em curso uma "manobra"gigantesca com um único objectivo:Aniquilar o Sporting.como é evidente,entre aquilo que "sabemos" e aquilo que "podemos provar",vai uma distância considerável.digo isto porque a estratégia em curso para derrubar o sporting é tão evidente,é tão grotescamente evidente,que é para mim um absurdo a justiça portuguesa não olhar para o que se passa no futebol português com"olhos de ver e ouvir".não se nota por parte da justiça portuguesa a minima preocupação com tudo isto.dá a impressão que o futebol português e figuras como o presidente do FCP e do SLB,são aos olhos da comunicação social no geral e da justiça em particular,figuras acima de qualquer supeita...estão acima de tudo e de todos.perante isto resta-me deixar o meu alerta e o meu apelo:a todos os sportinguistas,sobretudo a todas as "personalidades" mediáticas que se dizem sportinguistas,abram os olhos e cerrem fileiras na defesa do sporting clube de portugal,porque a verdade nua e crua,o perigo real é mesmo aquele que José Eduardo usa como titulo da sua ultima crónica no jornal a bola:Eles querem aniquilar o Sporting.
    Anibal1906

    ResponderEliminar
  2. Mauro

    Excelente artigo de opinião, parabéns. Desconhecia também este do José Eduardo - Temos leão!!

    AC1906

    ResponderEliminar
  3. Mauro Silva , tenho uma ideia acerca disso.

    Gostava que lesse os meus 2 comentários aqui:http://anortedealvalade.blogspot.pt/2014/11/porque-o-fim-dos-fundos-e-mau-para-o.html

    Se tiver tempo claro.

    Depois dizer que o presidente do comite da UEFA para o fair play financeiro é o Cunha Rodrigues , ex-pgr protetor de PdC , é ele que vai julgar o caso do SCP.

    ResponderEliminar
  4. m1950,

    Esses seus comentários, numa vertente diferente da que explanei no post, só consubstanciam ainda mais tudo isto. Mas repita-se: antes de tudo o resto, precisa-se que nós próprios, enquanto força motriz do Clube, não nos demos ao despudor do bota-abaixismo, como os Ribeiros Cristóvãos, os Andrés Carreiras Figueiredos, os Diogos Matos, os Carlos Barbosa da Cruz e muitos outros. Às tantas, os rivais não precisam fazer mais senão "acirrar" (passe a expressão) os Sportinguistas, que nós (estou a generalizar, obviamente) fazemos o trabalhinho sujo todo por eles. Não tenho a mínima dúvida que estes verdadeiros inside-jobs são mandatados de fora para dentro.

    Já agora, referir a qualidade do A Norte de Alvalade, blog que aprendi a gostar praticamente desde que conheci o Mundo da blogosfera, apesar de nem sempre concordar, como é o caso em relação a esse post, e a outros da mesma ordem.

    Quanto ao que diz na sua última frase, eu quero acreditar que o longo braço da corrupção não chega a tanto! Mais, foi avançado que o Sporting CP estaria sob escrutínio em Outubro e Novembro, e caminhamos para o final desse prazo, sem que nada tenha ainda sido dito, sequer pelos sempre-tão-informados jornaleiros. Sabendo que as notícias más correm sempre mais depressa, reservo-me ao optimisto que sempre expressei em relação a essa matéria...

    ResponderEliminar
  5. O BdC errou agora mais uma vez ao responder de forma até algo baixa ao MST "filho de líquido"... isto não é expressão que um Presidente do Sporting possa ter mesmo que se sinta agastado com as críticas.

    Uma nota que tenho é que os portistas , inclusive nas redes sociais , são os mais preocupados com BdC , e querem fazer o trabalho de "abrir os olhos aos Sportinguistas".

    Quanto aos inside-jobs nao creio que sejam mandatos , penso que falta o sentio de estado que Rogério Alves falou há dias , e é um mau vício Sportinguista ser duro para com o próprio clube , e por vezes dar demasiado a opinião , penso que para falar de BdC temos de esperar e ser cautelosos.

    Quanto ao André Figueiredo, a mim parece-me que ele gosta de mostrar que sabe e pretende ter relevo no Universo Sportinguista nesta sua cruzada contra a nova politica da academia.

    ResponderEliminar
  6. m1950,

    Tendo em conta aquilo que MST já chamou a BdC, desde que ele foi eleito (e até antes), confesso que até eu, pacífico e pacifista por natureza, a certo ponto tinha que explodir. BdC foi até cauteloso naquilo que disse, tendo em conta o cartel já longo desse MST, um verdadeiro doutorado em sabetudismo que ganha dinheiro à custa de nada fazer.

    Os portistas não querem "abrir os olhos" a ninguém, querem manipular os Sportinguistas, como sempre quiseram de há décadas a esta parte, e todos os que eu nomeei e mais fazem o mesmo trabalho, com a diferença de serem Sportinguistas, ou pelo menos dizerem-se tal.

    O Rogério Alves é a imagem do politicamente correcto, e sabemos que em futebol o politicamente correcto é sempre dúbio. Vieira e Pinto da Costa têm enveredado por esse caminho nos últimos tempos, mas não abdicam das mesmas práticas com que chegaram e eternizaram o poder. Chamam ditador a BdC, mas não vêem os ditadores que têm dentro de casa. É aquela coisa do "chama-lhe p*** antes que te chamem a ti".

    Quanto ao André Carreira Figueiredo, não é o que ele diz, é a forma como o diz (não é isso, afinal, que se critica em BdC)? Se a crítica vale para uns, também tem que valer para os outros. O querer evidenciar-se, da forma que o quer fazer, só o vai levar a cair no ostracismo. Há cruzadas e cruzadas, e se tivermos por exemplo as cruzadas católicas, então estamos mal. Muito mal...

    ResponderEliminar
  7. Ainda melhor do que o bom post é este seu excelente, elucidativo, desmistificador e pedagógico comentário. Eu já o li 3 vezes, alguns sportinguistas deveriam lê-lo 20 vezes para ver se não confundiam as coisas, não eram ingénuos e se uniam que é o que certa cs e os lampiões/andrades tentam a todo o custo que não aconteça. P.S.- Uma vez que a novela BdC/Facebook já dura, dura, dura há quase 3 semanas entremeada com a novela: ida do Nani para Manchester já deu o que tinha a dar, esperemos que não comece hoje uma nova: a falta de luz em Alvalade...teve como principal razão a incompetência de... BdC. SL

    ResponderEliminar
  8. Excelente artigo.
    Há uns dias também dei por mim a pensar nesta máquina e de como somos sempre papados, muitas vezes pelos nossos, ou os que a nós se associam.
    Há coisa de um ano a grande bomba que todos tinham para atacar o presidente era... Labyad... porque era uma bomba de jogador, porque o presidente faltou ao respeito ao Leonardo Jardim quando o afastou da equipa depois do torneio no Algarve, porque o jogador não se portou bem, porque o jogador não demonstrava atitude, porque o jogador treinava mal, porque Labyad assistia sozinho (pobre alma cândida) ao treino da equipa A em Alcochete, porque, porque, porque... até os nossos diziam isso, que ele podia ser um grande reforço em Janeiro de 2014, lá está... se o Bruno de Carvalho não fosse teimoso. Essa conversa para mim morreu no dia em que li de labyad "numa semana odeiam-te, na outra idolatram-te... em ambas és pago".
    Labyad hoje está feliz na Holanda, (ou na cona da mãe dele a mamar 2 milhões por mês) e ninguém fala dele... Não há conjecturas, não há especulações, não há o salvador que podia ser mas nunca foi porque os planetas não se alinharam e o presidente é astrólogo, não há sequer o ramadão e a CAN e o diabo a sete para picar... porque simplesmente está longe e há outros entretens.
    Uma das causas, acho eu, pode ser este síndrome facebookiano que num momento tudo serve para falar sobre o que está quente e no momento seguinte... é lixo, ou está na "reciclagem", porque há um novo assunto.
    Como alguém disse acima, e bem, agora a luz do estádio há-de servir para encobrir o afastamento de uma equipa do pote 1, de qualquer competição europeia, à 5.ª jornada.
    Enfim, haja paciência e acima de tudo capacidade de análise... por mim falo, às vezes falta-me, porque como me apercebo desta implicância contra os nossos e de alguns nossos, há já vários anos, analiso tudo com "óculos" de suspeição...
    Basco "O Leão"
    p.s. - Já agora obrigado pela publicação do artigo do José Eduardo.

    ResponderEliminar

O SVPN reserva-se ao direito de moderar sem aviso prévio, qualquer comentário abusivo/ofensivo ou insultuoso.

Qualquer comentário desenquadrado com o tema do post não será aprovado.

Para facilitar a discussão, agradecemos que assinem os comentários - quem não tem conta pode seleccionar o campo Nome/URL (o URL pode ser deixado em branco), onde podem assinar o vosso nome ou um qualquer nickname à vossa escolha!