Próximo Jogo

Próximo Jogo

03/11/2014

O Gozo Que Lhes Dá


Desde o próprio Desporto - o Futebol em particular - até às questões laterais como, por exemplo, as recentes eleições para a Liga de Clubes, é indisfarçável a cara de felicidade dos rivais perante aquilo que eles considerem uma derrota de Bruno de Carvalho. De Bruno de Carvalho, especificamente, para além do Sporting Clube de Portugal. Desde os próprios Presidentes dos rivais, Luís Filipe Vieira e Jorge Nuno Pinto da Costa, até aos comentadores, analistas e outros pseudo-experts futebolísticos da nossa praça, é notório o escárnio com que falam do Presidente Bruno de Carvalho. Ao ponto de o tratarem por um simplório "Bruno" ao invés do respeitinho com que tratam outros Presidentes. É a tal coisa do alto moralismo, tão falso como muitas das considerações que tecem!

A(s) derrota(s) deste fim-de-semana, tão claras quanto incontestáveis, tiveram o condão de nos fazer acordar de novo para a realidade; quem me leu antes do início da temporada saberá do que estou a falar, nomeadamente quanto aos reais objectivos da equipa ou, pelo menos, os que são de facto exequíveis. Por si só, a camisola não ganha jogos - e menos ainda quando se joga com uma camisola alternativa de um enfadonho amarelo, por mais simbolismo que se lhe queira empregar - e a garra e a vontade, mais que não resolverem, só disfarçam as carências que há muito todos identificámos. Para além de tudo o mais, em Guimarães e na Tapadinha faltaram também estes predicados, que vinhamos identificando ao longo dos jogos: a garra, a vontade, a atitude. E os resultados estão à vista...

Passando pelo lugar-comum do não sermos tão maus hoje como não éramos tão bons antes, basta que nós, todos, tenhamos um bocadinho de bom-senso e não nos deixemos levar por euforias ou depressões desmedidas, e mais ainda quando infundadas, exponenciadas pela emoção ao invés da razão. Bato nesta mesma já gasta tecla há anos, porque me parece que a gestão de expectativas relativamente à massa adepta continua a ser deficiente...

A começar pela comunicação do Presidente Bruno de Carvalho: o facebook é uma ferramenta muito peculiar e, por mais que se consiga encontrar alguma lógica e razão nas palavras que ali se possam difundir, há que ter uma atenção redobrada, ou triplicada, perante o que ali se escreve. Pessoalmente, não considero sequer ofensivo o que escreveu, constatando apenas aquilo que todos vimos, mas, reconheça-se, há ali considerações que indo de encontro do pensamento do adepto comum podem ter diferente aceitação junto do plantel, que com certeza também delas toma conhecimento. Muito mais quando há um jogo de relevância extrema já na próxima Quarta-feira, quanto à continuidade nas provas europeias esta época.

Mais que um punho cerrado - e não descurando o puxão de orelhas que merecem - a equipa precisa de uma mão firme que os puxe de volta para os níveis que já nos habituaram. E ainda que a chamada de atenção deva ser feita, deve sê-lo apenas internamente, sob pena de perder o pulso à equipa e, com isso, eventualmente o futuro próximo também. Retirar crédito a uma equipa que já nos mostrou ser mais que capaz, independentemente do desaire por que passou, adormecidamente, não me parece sinceramente o mais correcto.

E também isto "lhes" dá um gozo enorme. Aos rivais. Os de fora, os de dentro, os de sempre e outros que entretanto aparecem na enxurrada. Já é altura de pararmos de municiar o arsenal, já de si vasto, de enxovalho ao Sporting Clube de Portugal.
Partilhar:

12 comentários:

  1. Não achei que o comunicado tivesse sido excessivo em nada. O presidente do clube achou, e bem, que devia dar uma palavra aos adeptos depois do desaire em Guimarães, ao fazê-lo disse aquilo que todos nós sentimos e vimos, e mostrou que também ele estava desagradado com o que se passou.

    Quanto à possibilidade dos jogadores terem ficado melindrados com os ''recados'', acho que eles, mais que ninguém, sabem que mereciam um puxão de orelhas, público e privado !!

    Espero é que tudo isto tenha resultados práticos, e que se veja uma tremenda mudança de atitude já na quarta feira.

    SL

    ResponderEliminar
  2. E com isto se pergunta:

    terá sido a assumpção da candidatura ao título a estratégia mais apropriada para o Sporting Clube de Portugal, no contexto actual? a alternativa seria melhor?

    Sinceramente não sei...

    SL

    ResponderEliminar
  3. Bem escrito excepto em "há ali considerações que indo de encontro ao pensamento do adepto", em que quando muito deve escrever "indo ao encontro de".

    ResponderEliminar
  4. Tim,

    Obrigado pelo reparo. Espero que também tenha qualquer coisa para dizer em relação ao post em si, para lá do português...

    Diogre,

    Honestamente, essa questão - e qualquer das respostas - é-me indiferente. Não ponho em causa o que um Presidente de uma Instituiçãod esta envergadura, como o Sporting CLube de Portugal, toma publicamente como objectivos do Clube mas, antes, a razão geral quanto a esses objectivos. Ou seja, quero com isto dizer que um Presidente de um Clube como este não pode dizer a-priori que não vai ganhar (excepto em conjunturas muito particulares, como na época passada - e mesmo assim, andámos lá perto...) e, paradoxalmente, dizer que isso não deveria toldar o juízo de cada um de nós. Querer ganhar e poder ganhar nunca serão a mesma coisa.

    ResponderEliminar
  5. Temos que perder a mania do 8-80, onde hoje está tudo bem e amanhã está tudo mal. Quanto ao presidente do nosso clube, apoio a 100%, nem todas as decisões dele foram boas(ninguém é perfeito) mas noto que tudo o que ele faz ou tenta fazer, é sempre em nosso beneficio e não o contrário.
    Quanto ao resto(comentadores,jornais,responsáveis de outro clubes)vejo muito desejo para que tudo nos corra mal,ninguém gosta deste presidente e por algum motivo é e se calhar se pensarmos bem não é difícil perceber o porquê.Mas uma coisa eu penso e não devo ser o único, estamos no caminho certo.
    O lema deste ano "Juntos somos mais fortes" não é um acaso mas sim uma realidade e repito uma realidade, basta ver os incidentes do último jogo.
    Agora o importante é apoiar esta estrutura e não desanimar, pois às vezes há males que vêm por bem.

    Somos diferentes, somos uma família, tenho orgulho em todos nós.
    Vamos!!

    ResponderEliminar
  6. Coitadinhos dos jogadores e do técnico, que não se lhes pode dizer nem apontar nada, que amuam... Mas estamos todos parvos ou quê ? É óbvio que têm de ser chamados à atenção, sob pena de isto voltar a acontecer, o que não pode, em nenhuma circunstância, suceder. A isto chama-se exigência e tem de ser praticada por todos os que representam o SCP. Compreendo perfeitamente a estranheza de muitos comentadores, bloguistas e afins, dado ser algo que há muito estava arredado de Alvalade. Preparem-se e acostumem-se, porque com este Presidente será sempre assim (e ainda bem !).

    ResponderEliminar
  7. Kikas,

    Estranheza?! Mas você percebeu o que eu escrevi ou só acha que percebeu e atira assim umas larachas para o ar à espera que acerte em alguma coisa (tal e qual como o bandeirinha do jogo Benfica vs Rio Ave)? O seu comentário até seria razoável, não fosse a acusação vã, no final, como se a achar que eu quero mais alguma coisa senão as vitórias do meu Clube.

    Aliás, em relação a isso, não fui seguramente eu que num passado recente desejava as derrotas do Sporting CP como se de vitórias se tratasse, dentro da categoria de comentadores, bloguistas e afins.

    ResponderEliminar
  8. Mauro, percebi bem a sua ideia no post que escreveu. Se reparar, não particularizei ninguém na minha observação. Apenas penso que, mais uma vez, e de acordo com o que tem sido dito e escrito por aí (em termos gerais), se está a valorizar demasiado a forma em relação ao conteúdo, que é o que realmente interessa.

    ResponderEliminar
  9. Kikas,

    Eu escrevo aquilo que penso e penso aquilo que escrevo. Não sou dono da verdade - nem quero ser - pelo que estar de acordo ou não comigo é perfeitamente natural. A minha estranheza (ou nem tanto assim) é que, às páginas tantas, os defensores de BdC (e eu estou dentro dos apoiantes, como não é segredo para ninguém) lêem uma criticazinha, por menor que seja, e atiram-se com 7 pedras numa mão e 7 paus na outra, sem lhes interessar para coisa alguma se a crítica tem razão de ser, se é assertiva ou errónea, ou sequer argumentar as razões pelas quais não concordam com essa crítica, enveredando pelo guião do costume que se basei numa comparação infindável com o passado recente. Note que, neste particular, não me estou a referir a si!

    Já eu, como acho que as pessoas podem e devem valer por si mesmas, fora dessas e de quaisquer outras comparações (porque, por comparação, o juízo de valor peca sempre por redução), aponto os erros, critico-os e, tanto quanto possível, aponto possíveis soluções que - ais uma vez - podem até ser também erradas, porque eu não sou dono da verdade absoluta mas apenas da minha.

    Repare também que eu nem sequer critico assim tão vincadamente as declarações de Bruno de Carvalho mas, antes, o meio pelo qual as fez. Pode considerar-se, se quiser, uma pieguice minha, mas não deix de achar errado utilizar o facebook para declarar considerações deste âmbito, mesmo que numa página oficial enquanto Presidente do Clube. Relativamente aos adeptos, tudo muito bem, está no seu direito e na liberdade para o fazer. Relativamente à equipa, discordo completamente. Tão só...

    Mas, se me fizer o favor, releia todo o post novamente, e tenha especial atenção aos 1º e últimos parágrafos - é essencialmente aí que reside o ponto central deste post.

    ResponderEliminar
  10. Mauro, tenho quase 100 % de certeza que o Presidente falou com o grupo antes, no local e hora próprias (balneário, autocarro, enfim, em circuito fechado), fazendo-o depois publicamente, essencialmente dirigido aos sócios e adeptos, inclusivamente pedindo desculpa e utilizando o plural.
    Gostaria de deixar claro uma coisa: apesar de gostar, na globalidade, do trabalho de BdC à frente do nosso SCP, é óbvio que tem falhas e já errou e vai errar ainda mais (é humano). Tenho o cuidado de criticar, quando penso existirem motivos para tal, como por ex, na gestão que tem sido feita na formação e equipa B ou no excesso de contratações desnecessárias e de qualidade inferior ao que já tínhamos em casa. Porém, neste caso específico, acho que esteve bem e muita gente está a "aparar os golpes" a algumas prima donas, príncipescamente pagas, que têm obrigatoriamente de dar tudo, em todos os jogos e não só alguns, de maior visibilidade ou grau de dificuldade menor...

    ResponderEliminar
  11. Penso que BdC antes de escrever no seu Facebook falou no balneário. Tudo o que disse foi pouco. Tanto a equipa A como a B tiveram um comportamento deplorável. Como já escrevi noutro post e aqui repito. A equipa (?) do Sporting entrou a dormir, a controlar a poupar-se para o Shalke. Apanhou uns putos que não sendo grande coisa tecnicamente têm atitude e garra e queriam mostrar serviço contra a melhor equipa do campeonato, e foi o que se viu. Agora toda a gente, não sportinguista ( estavam à muito tempo à espera de uma derrota ) está a destilar ódio a BdC, mais a mais depois da vitória que a todos (lampiões e andrades) atemorizou no campo dos andrades por 3-1. Agora os nossos adversários, a que mais chamava de inimigos tentam dividir o Sporting (durante estes dias e nos programas de debate futebolístico televisivo) o Sporting e essencialmente BdC foi/foram vitimas de escárnio e mal dizer. Claro que para muitos "ditos" sportinguistas isto foi uma alegria. Eu que nunca votei BdC fiquei muito triste e apoio-o, enquanto achar a sua actuação em todos os aspectos, não desportivos ou desportivos, é positiva e no sentido de unir os verdadeiros sportinguistas. SL

    ResponderEliminar
  12. Quando não se quer ou não se está de acordo com o carácter ou feitio de BC,vamos ter de escrever todas as semanas ou cada vez que ele disser qualquer coisa,não creio que a pessoa vá mudar só porque alguns sócios gostavam que ele tivesse outro tipo de atitude.Quanto aos outros presidentes que gozam com o presidente do clube,lembro que pelo menos um deles nunca se limitou a mandar recados pelo Face mandava o guarda abel tratar desses assuntos.O Presidente BC não deve ser pessoa que se preocupe muito da forma como os outros presidentes de clubes o vêm a si próprio ( Não se percebe porque não pode o presidente do clube dar um alerta forte mesmo publico à equipa)

    ResponderEliminar

O SVPN reserva-se ao direito de moderar sem aviso prévio, qualquer comentário abusivo/ofensivo ou insultuoso.

Qualquer comentário desenquadrado com o tema do post não será aprovado.

Para facilitar a discussão, agradecemos que assinem os comentários - quem não tem conta pode seleccionar o campo Nome/URL (o URL pode ser deixado em branco), onde podem assinar o vosso nome ou um qualquer nickname à vossa escolha!