Próximo Jogo

Próximo Jogo

19/12/2014

Matéria Presidencial: Aviso à Navegação ou um "Call to Arms"?

O Presidente do Sporting Clube de Portugal, Bruno de Carvalho, fez uma longa declaração (consultar aqui) à nação leonina. Os media chamaram-lhe um pedido de voto de confiança; eu, apanhado de surpresa (agradavelmente, sublinhe-se), fiquei com a dúvida que sumarizo no título deste post.

Antes de mais, devo dizer que esta declaração é primeiramente uma mudança (bastante significativa) do comportamento comunicacional do Presidente, chamando os sócios à discussão da gestão institucional, desportiva e financeira do Sporting Clube de Portugal, ainda frisada com uma espécie de referendo que se pretende fazer em Assembleia Geral Extraordinária, em Janeiro. Desde que não ultrapasse os limites do razoável, ou seja, desde que isto não se transforme numa forma de gerir de fora para dentro, pelos associados (sempre ouvi dizer que o povo é soberano mas não se sabe governar, salvo o adágio), saúdo a intenção de querer ouvir os associados e daí retirar as devidas ilações.

Como bem sabemos, e o SVPN não é excepção, há muita matéria discutível na actual gestão do Clube (em boa verdade, haverá sempre), desde a política de aquisições, futebol de formação (incluindo a Equipa B), modalidades, pavilhão, finanças, et cetera, et cetera, et cetera (...) a oportunidade de as discutir e sufragar, para o "mero" associado, ilustre desconhecido, deve ser vista como uma forma de Presidência aberta - ao invés do despotismo ditatorialista que muitos teimam em colar a Bruno de Carvalho. A verdade é que as críticas e o tom das mesmas tem vindo a subir, e nada como dar-lhes uma oportunidade de as explanarem e discutirem em sede própria, em Assembleia Geral.

Há muito que digo, com alguma veemência, que o nível de (militância) comprometimento dos Sportinguistas é consideravelmente menor que o dos rivais, quer do FC Porto quer principalmente do SL Benfica, e isso teve, tem e terá consequências a todos os níveis, na gestão do Sporting Clube de Portugal. O Sporting é dos sócios - cantam-se alvíssaras -, mas os sócios são manifestamente poucos (embora, neste aspecto, a política da actual Direcção, com iniciativas e medidas próprias, tenha vindo a melhorar), e dos poucos que o são, só sensivelmente metade tem as suas quotas regularizadas. Bem sei que em muitos casos, como no meu, são problemas de ordem financeira que impedem um saneamento adequado deste dever; porém, tenho a vincada convicção que em muitos sócios, isto se passa por mera opção, e que muitos não são sócios porque simplesmente não lhes apetece, tendo condições para isso. O Sporting é de todos, sócios, não-sócios, adeptos e simpatizantes, mas há que assimilar um sentido de comprometimento pelo menos semelhante ao dos rivais, para que o Sporting Clube de Portugal possa crescer, também por aí.

Naquela longa declaração, há algumas coisas com que não concordo mas, confesso, são bem mais as frases que abaixo-assino que as que recuso.

Obs.: A recente matéria jornalística relativa à Equipa B apanhou-me também de surpresa. Desta vez, pela negativa. Apesar de poder conceder a razoabilidade dos pedidos do Sporting CP quanto à regulamentação destas equipas, não concedo que a forma como se tenta fazer a Liga de Clubes implementá-las seja de todo correcta. A chantagem e o ultimato, mais que uma tentativa óbvia de obrigar a outra parte a anuir, pode ter precisamente o resultado oposto, justificando a irredutibilidade da outra parte. Tendo a reconhecida importância que a Equipa B tem, para o futebol português mas para o Sporting Clube de Portugal principalmente, acho inadmissível que se ponha sequer a hipótese de encerrar a participação da sua equipa secundária, seja por que motivos forem - li algures que tal iniciativa poderia estar também relacionada com o término do prazo de licenciamento provisório do mini-estádio da Academia, onde era suposto fazer-se obras de melhoramento, as quais ainda não se realizaram, por algum motivo que transcende o meu conhecimento. Manifestações de força, sim, mas dentro da razoabilidade, o que não me parece ser o caso...
Partilhar:

11 comentários:

  1. É mais um dos assuntos discutiveis... (o que é que não é.).
    Para mim um call to arms claramente, mas eu devo estar nos seguidistas ou brunistas. Nem o criticar os jogadores (ele houve uma parte que falou no plural) no facebook achei mal. Os cedrics e outros que tais não renovam porque são grandes jogadores e depois andam a dormir em campo? Se é meritocracia não se pode andar a fazer birra porque se tem o relógio do nosso lado... embora pensando bem este assunto do cedric é mais CS e blogosfera que realidade... Cedric foi um exemplo.
    Para quem não gosta dele vai ver isto como populismo e "fishing for compliments"... Ás vezes escreve-se mais para passar o tempo que outra coisa. O homem precisa de um título e o resto é conversa. Se tivessemos ganho ao Moreirense ajudados, como os outros são, estava tudo bem.
    Disse no dia das eleições em 2012... "prefiro que o Sporting acabe do que andar aqui a arrastar-se a toque de caixa dos bancos e do porco, a ser gozado por lampiões, a dar jogadores ao porco e eles a mandarem para cá o ventura, a formar jogadores que nos cospem na cara e vêm a alvalade gozar com quem lhes deu tudo".
    Mantenho tudo o pensava na altura! Call to arms! Bora lá que estou farto de sofrer!
    Basco "O Leão"

    ResponderEliminar
  2. eu estou convencido que as declarações do presidente do sporting não são um "mero"apelo ás armas.aliás estou totalmente convencido que é sobretudo um "warning" do presidente do sporting...um "aviso" de que o discurso do presidente para dentro do clube,vai "endurecer" e muito.não sei se o aviso é para os dirigentes que de perto colaboram com ele,se é para a equipa técnica ou se é para os jogadores...talvez seja um aviso com uma "amplitude direcionada"...não sei.mas sei que com todos os defeitos que possa ter e tem de certeza,o sporting tem um presidente que se "mata" a trabalhar para devolver ao clube a grandeza a honra e sobretudo a Mentalidade e a Ambição de ganhar permanentemente.a Mentalidade dos campeões está no ADN do sporting..sempre esteve,por isso acho muito bem que o presidente dê os murros na mesa e parta a loiça que tenha de partir.se há dirigentes,treinadores ou jogadores que não estejam comprometidos com o clube a 1000%,então seja lá quem for tem de sair do sporting.

    Anibal1906

    ResponderEliminar
  3. O Sporting já tem mais de 50% de sócios a pagar , e caminha para os 80 mil pagantes , e tendo uma lotação de estádio de 50.000 , o número é positivo e realista , sendo que ideal seria ter mais 100% da lotação do estádio tendo em conta a nossa economia. O Porto não tem este poderio nem este número de sócios , embora falsifiquem grandeza , tal como o Benfica , para obterem maior poder na negociação de patrocínios.

    Eu no meu tempo , posso dizer-lhe que ser sócio do Sporting , era quase a mesma coisa que para hoje os rapazes terem um descapotável para mostrar as meninas , ser sócio do Sporting é um orgulho enorme , e algo que tenho de agradecer a Deus. A mentalidade mudou mas veremos , pois estamos a melhorar e não é mau.

    Ele fez criticas internas ao treinador e aos críticos , primeiro pela situação Cédric , onde as pessoas dizem que os tirou da convocatória , e depois que fez esta convocatória para a taça , está ai a sua irritação.

    Em relação ao treinador , foi claro , mostrou o número de jogadores a explorar que são ignorados pelo treinador que se esconde nas criticas da comunicação social ao Presidente. Dá a sensação que ele comunica com o Presidente pela comunicação social.

    Quando disse "onde chegaríamos nós no ano passado com Nani e João Mário" , disse muita coisa para bom entendedor.

    ResponderEliminar
  4. Muito mal se está quando se tem um líder que sacode a responsabilidade para todos os outros...grande motivação que este presidente deu para jogadores e equipa técnica amanhã...eu, no lugar deles, queria era pirar-me dali para fora o quanto antes, ou, se não pudesse, jogava a passo e ganhava o meu... Não esquecer que Marco Silva também foi assediado por Benfica e Porto no inicio da época...se calhar, Bruno de Carvalho deve querer Vê-lo ser campeão noutro clube, como até já aconteceu antes com outros. Algo se passa ali dentro...William não deixou de saber jogar...equipa B nunca esteve tão mal...até os juniores.....Estou farto de ver o Sporting ridicularizado pelos principais rivais. Sou do tempo do Sr. João Rocha!!

    ResponderEliminar
  5. Do tempo do João Rocha só? E do Jorge Gonçalves, Sousa Cintra, Santana Lopes, José Roquette, Dias da Cunha, Soares Franco, Bettencourt e Godinho Lopes? Já não é desse tempo?

    ResponderEliminar
  6. Tal como eu, penso que todos fomos apanhados de surpresa por esta declaração do Presidente do SCP.

    Alguns recados ou referências que dela constam parecem-me algo enigmáticos/as:
    - "As forças internas e externas que se opõem a este rumo";
    - "conflito de personalidades e um conflito de egos permanente, que continuam a ser realidades no nosso Clube";
    - "aumento exponencial dos inimigos internos, que se acabam por transformar nas tais fontes seguras que são citadas diariamente em campanhas de difamação contra esta Direcção";
    - "É necessário que os demais envolvidos assumam com a mesma frontalidade a sua quota-parte. É necessário deixarmos de ter medo de dar a cara e de justificar cada mau resultado ou má exibição com chavões ou filosofias românticas.";
    - "Onde poderíamos ter chegado o ano passado se tivéssemos contado, por exemplo, com Nani e João Mário?";
    - "Depois do que aqui expliquei e relembrei não tenho qualquer prurido em dizer quais serão esses reforços que o nosso treinador terá à sua disposição: Podence, Gelson, Francisco Geraldes, Iuri Medeiros, Tobias Figueiredo, Chaby, Wallyson, Dramé, Slavchev, Ryan Gauld, Rabia, Sacko, André Geraldes e outros...".

    Alguma destas frases parecem dirigir-se direitinhas ao treinador do SCP, o que não deixa de ser estranho.
    E que vai ser - já está a ser - aproveitado pela comunicação social para fazer capas de jornais com titulos especulativos.

    Não me espantava, por isso, que, em breve, BdC desse nova entrevista à Sporting TV, a esclarecer algumas das frases mais polémicas ou dúbias desta declaração.

    Jarvalho

    ResponderEliminar
  7. Paulo Lopes21/12/14 21:01

    Caro Mauro. Não é minha intenção entrar em debates pessoais com ninguém por aqui. Expresso a minha opinião, cada um expressa sua, e depois concordamos ou discordamos. Nada mais. Respondendo à sua questão, (e vai ser a primeira e ultima vez que respondo a questões diretas), provavelmente por muitos adeptos e sócios serem "apenas" do tempo dos presidentes que menciona, é que o Sr. BdC (curiosamente) tem muita popularidade, apesar de, na minha opinião, não estar a fazer uma gestão desportiva que beneficie realmente o Sporting. Para quem se conforma com esta conjuntura atual desportivamente mediocre, digo apenas que o futuro dirá quem tem razão. Deus queira que eu esteja enganado.

    ResponderEliminar
  8. Paulo Lopes21/12/14 21:13

    Não me surpreendem as palavras de BdC. São mesmo a sua imagem de marca: quando algo não corre bem, ataca, provoca, usa de prepotência, num discurso de Calimero, em que todos são culpados e anti-sporting, menos ele. Tem sido assim, mesmo antes de ser presidente.
    Alguém comentou os titulos especulativos dos jornais. BdC gosta disso. Aliás, coloca-se sempre a jeito para que tal aconteça. Não são os jornais que constantemente emitem comunicados, convocam conferencias de imprensa, discursam nos jantares, ou produzem a "Hora do Presidente". É estranho, vindo de um presidente que tinha como bandeira eleitoral o Sporting deixar de aparecer constantemente nos jornais com temas extra-futebol jogado.

    ResponderEliminar
  9. Paulo Lopes,

    Se não está na disposição que o contradigam a si, lamento mas veio parar ao sítio errado. A pergunta teve - e tem - uma razão de ser: é que há por aí muita gente que até há dois anos atrás nems e lembravam do João Rocha e que, subitamente, lhe conspurcam o nome para se darem ao despudor de fazer comparações à conveniência. É que dizer que "sou do tempo de" e só nomear aquele que lhe apraz é no mínimo desonesto. Mas bem sei, muita gente viu a luz há pouco tempo, e a luz ainda encandesce...

    Bem-haja, e cuide do stress. Dizem que faz rugas...

    ResponderEliminar
  10. Este Presidente sabe o que faz, e tudo passa por uma estrategia bem definida.
    Por isso depois de ver o comunicado fico com a ideia que iremos ter novidades "das grandes" para breve.
    Ele esta a tentar reunir toda a oposiçao na AG, para depois contra-atacar com o que ja fez e aproveitar para apresentar alguma novidade, tipo uma "bomba", algo que ira deixar os habituais criticos com menus uma bandeira para promover a oposiçao.

    Um aparte, muita gente nao percebe a politica de comunicaçao da direçao mas eu tenho uma ideia daquilo que o Presidente pretende.
    Como todos sabemos o Sporting ao longo dos anos foi perdendo espaço em varias vertentes nomeadamente na CS e com isso foi perdendo tambem algum do seu estatuto de Grande, ou seja, tudo o que o presidente faz ou diz tem como objectivo que o clube seja falado nas diversas plataformas, nao interessa se falem bem ( ele sabe que é dificil) ou falem mal, o que interessa é falar.
    O plano correu na perfeiçao, neste momento o Sporting é o clube que mais "tempo de antena" ocupa tanto nos jornais desportivos como nos programas televisivos.

    SL
    MP222

    ResponderEliminar
  11. Paulo Lopes23/12/14 14:10

    Caro Anónimo, por acaso uma das bandeiras eleitorais de Bruno de Carvalho era que agora o Sporting ia deixar de aparecer na CS por tudo e por nada. Portanto, não me parece que esteja correto o seu raciocínio.

    ResponderEliminar

O SVPN reserva-se ao direito de moderar sem aviso prévio, qualquer comentário abusivo/ofensivo ou insultuoso.

Qualquer comentário desenquadrado com o tema do post não será aprovado.

Para facilitar a discussão, agradecemos que assinem os comentários - quem não tem conta pode seleccionar o campo Nome/URL (o URL pode ser deixado em branco), onde podem assinar o vosso nome ou um qualquer nickname à vossa escolha!