Próximo Jogo

Próximo Jogo

26/04/2015

CERS Cup: Leões vencem CERS Cup, a 2.ª do Historial, o 6.º troféu europeu da modalidade e a 23.ª Taça Europeia em todas as Modalidades


Final feliz em Igualada. Depois de um derradeiro jogo de grande intensidade, os leões foram mais fortes nas grandes penalidades, após empate a dois no tempo regulamentar, e conquistaram a CERS Cup, sexto troféu internacional da História da modalidade.

À imagem do jogo das Meias-Finais da Final-Four, os verde-e-brancos foram os primeiros a marcar por Tiago Losna, ao minuto três, através de um remate de meia-distância. Usando o mesmo princípio que havia sido implementado no encontro com o Igualada HC após o primeiro tento, o Sporting CP acabou por provar do mesmo veneno mas desta vez em dose dupla. Resguardando a posse do esférico ao máximo, os ataques acabaram por ter a mera intenção de não sofrer contra-ataques assim que a bola fosse perdida. O Reus Deportiu não se fez rogado. Durante o primeiro tempo ameaçou, obrigando Ângelo Girão a um bom número de defesas, na segunda-parte materializou em golos.

Marc Coy e Joan Salvat foram os marcadores. Com nove minutos para jogar, a equipa de Alvalade procurou o jogo directo para chegar à baliza de Roger Molina, acabando por dar resultado: João Pinto empatou numa recarga a um remate de Poka que havia embatido na tabela traseira da baliza à guarda do catalão. Tudo voltou ao estado inicial. Com o empate a poucos minutos do fim, as duas equipas não arriscaram até ao final dos 50 minutos, fazendo o mesmo no prolongamento.

O Reus Deportiu tinha nove faltas de equipa mas conseguiu não cometer a décima que daria o livre directo, porventura decisivo quanto às contas finais.

Nas grandes penalidades Ângelo Girão voltou a estar em grande, fazendo quatro defesas. O Sporting CP superiorizou-se com golos de Poka e Nico Fernández, enquanto para o lado do Reus Deportiu apenas Joan Salvat concretizou.

No final a alegria e as lágrimas tomaram parte do ringue e das bancadas do Pavilhão Les Comes, em Igualada, dada a tensão do encontro e as dificuldades que durante os últimos dias afectaram a equipa, e que poderá conhece-las na próxima edição do Jornal Sporting.

Esta foi a segunda conquista leonina na CERS Cup, o sexto título europeu leonino na modalidade e a 24.ª Taça Europeia do Clube em todas as modalidades!


O próximo jogo, já relativo à Jornada 25 - penúltima do Campeonato Nacional da I Divisão, os leões recebem a formação da AD Sanjoanense, pelas 16h do próximo dia 9 de Maio, Sexta-feira.

PARABÉNS, CAMPEÕES!!!

O Sporting CP voltou a escrever história na Europa do Hóquei em Patins, ao vencer o Igualada HC por 2-3 no Pavilhão ‘Les Comes’, sede da Final-Four da CERS Cup e casa do adversário leonino.

O jogo começou como se esperava. Lento de ambos os lados, sem contra-ataques e grande preocupação defensiva. Ainda assim, ficou evidente que era o Sporting CP quem tinha mais argumentos, quer a atacar quer a defender, mas algumas perdas de bola em zonas de perigo fizeram com que o Igualada HC tivesse as suas oportunidades, fazendo valer a mestria de Ângelo Girão, a dizer presente à hora certa, tal como numa grande penalidade. Do lado leonino foi no ataque organizado que surgiu o perigo para o guardião catalão, Elagi Deitg. E foi precisamente num desses lances que João Pinto desfez o empate inicial, numa excelente finalização de primeira. No minuto seguinte e após nova grande penalidade defendida pelo internacional português, Ton Baliu repõe a igualdade num contra-ataque em que Ângelo Girão podia ter feito melhor. No melhor pano caiu a nódoa. Mas o resultado ao intervalo não ficaria estabelecido sem novo golo verde-e-branco. Tiago Losna, num contra-ataque de três atacantes contra dois defesas muito bem desenhado e ainda melhor finalizado.

Na segunda-parte o Sporting CP limitou-se a gerir o jogo, mantendo ao máximo a posse de bola, esperando pela reacção arlequina que não conseguiu ser superior à defensiva do Clube de Alvalade. Tudo estava sob controle até Ricardo Figueira ter uma desconcentração a dois minutos do final, perdendo a bola no meio ringue e fazendo falta para livre directo no seguimento da mesma. Met Molás não desperdiçou, levando o encontro para o prolongamento.

Aí, voltou a surgir Ricardo Figueira mas pelas melhores razões. Após falta sobre Tiago Losna, o capitão colocou o Sporting CP na Final na conversão de um livre directo, rematando forte para o fundo das redes à guarda de Elagi Deitg. A festa leonina estava montada no Pavilhão Les Comes. Resta esperar uma festa ainda maior este Domingo, frente ao Reus Deportiu, às 19h30, hora portuguesa.



Partilhar:

2 comentários:

  1. É com orgulho que vejo a equipa de Hóquei do Sporting passar à final. E, é de enaltecer as dezenas de adeptos do Sporting presentes no apoio à equipa não obstante a distancia de Portugal e o facto de se estar a realizar hoje a UEFA Futsal Cup (ontem só fomos eliminados a 34 segundos do fim, faltou uma pontinha de sorte para irmos ao prolongamento). No apoio ao Clube, na qualidade dos adeptos e sócios - SOMOS DE FACTO DIFERENTES. A.Oliveira. SL.

    PS - Para que as diversas equipas, das diversas modalidades dêem a resposta que o Futsal e o Hóquei têm dado é imperioso que todos os adeptos se tornem sócios! Só dizer que o Sporting é o nosso grande amor é pouco...

    ResponderEliminar
  2. Não precisávamos de sofrer tanto, o critério da arbitragem foi muito desigual o arbitro teve medo de assinalar a 10ª falta favorável ao SCP.

    ResponderEliminar

O SVPN reserva-se ao direito de moderar sem aviso prévio, qualquer comentário abusivo/ofensivo ou insultuoso.

Qualquer comentário desenquadrado com o tema do post não será aprovado.

Para facilitar a discussão, agradecemos que assinem os comentários - quem não tem conta pode seleccionar o campo Nome/URL (o URL pode ser deixado em branco), onde podem assinar o vosso nome ou um qualquer nickname à vossa escolha!