24/05/2015

Hóquei leonino perde Final da Taça de Portugal, em jogo marcado por arbitragem absolutamente execrável

Muitas maneiras haveria para se perder, mas por condicionantes externas ao mérito das duas equipas custa a todos.

Perante um pavilhão mais uma vez repleto, as duas formações quiseram cumprir com o seu papel e fizeram-no no primeiro tempo, com todos os intervenientes a darem o melhor de si. O nulo verificado a um minuto do intervalo justificava-se na qualidade de dois dos melhores guardiães do Mundo, com destaque para o verde-e-branco, chamado a intervir por inúmeras ocasiões, e sempre a grande nível. Quando faltavam 36 segundos Carlos Nicolia rouba a bola a Poka no meio-campo e isola-se, não perdoando. Com o 1-0 ao intervalo, tudo estava em aberto para a etapa complementar. Os dois conjuntos respeitaram-se no primeiro tempo e também por isso o jogo não ganhou muito ritmo.

Na segunda-parte, é difícil fazer qualquer análise. Quatro cartolinas azuis mostradas ao Sporting CP em nove minutos – apenas os primeiros dois bem mostrados – fizeram com que o jogo se descaracterizasse, principalmente depois do 2-0 – marcado numa grande penalidade inexistente por João Rodrigues -, altura em que foi mostrado o quarto e último cartão azul do jogo, precisamente a Ângelo Girão, autor de uma exibição memorável, onde se incluem quatro livres directos. Estavam decorridos 14 minutos no segundo tempo. Até final o Sporting CP continuou a tentar o golo, obrigando o guardião adversário a um número de defesas bem maior quando comparado com o restante tempo de jogo. Acabou por não surtir qualquer efeito e, a dois minutos do terminus, Carlos Nicolia fechou o resultado final em 3-0.

Devido aos acontecimentos do segundo tempo que limitaram o Sporting CP grande parte do tempo (um minuto a jogar com menos dois elementos e sete a jogar com menos um), não se questiona a justiça do resultado, mas fica a ideia de que as expulsões condicionaram bastante o jogo leonino que poderia ter uma palavra a dizer quando o marcador ainda se encontrava com a diferença mínima.

De referir que o jogo fica marcado por duas agressões ao intervalo, a Tiago Losna e Ângelo Girão. Na sequência, Pedro Henriques (SL Benfica) e Tiago Losna acabaram expulsos.

Desta forma, os leões encerram a época 2014/2015.

Partilhar:

0 comentários:

Enviar um comentário

O SVPN reserva-se ao direito de moderar sem aviso prévio, qualquer comentário abusivo/ofensivo ou insultuoso.

Qualquer comentário desenquadrado com o tema do post não será aprovado.

Para facilitar a discussão, agradecemos que assinem os comentários - quem não tem conta pode seleccionar o campo Nome/URL (o URL pode ser deixado em branco), onde podem assinar o vosso nome ou um qualquer nickname à vossa escolha!