Próximo Jogo

Próximo Jogo

01/06/2015

7 anos é muito tempo!

Um dia depois, ainda estou a festejar! Depois de tantas contrariedades naquele jogo épico, aquela Final só podia ser ganha por um Sporting Clube de Portugal pleno de esforço, dedicação, devoção, garra, um querer infinito e... muito coração! Na primeira Final da Taça de Portugal decidida no desempate por grandes penalidades - sublinhe-se, o 1.º grande Título depois de 7 anos de travessia no deserto, ainda não assentei os pés na terra. Estou rouco de tanto gritar naquele 2.º golo, por Fredy Montero, e de todo o resto do jogo que se seguiu, penaltys incluídos, de "coração nas mãos".

Contra tudo e contra todos, já que o árbitro Marco Ferreira fez questão de defraudar as minhas expectativas (e julgo que as de todos) ao não expulsar Baiano, por volta do minuto 25, e, pouco depois, Felipe Pardo que, logo aos 4 minutos, demonstrou ao que vinha, à imagem de toda a equipa do SC Braga. Mas neste contra tudo e contra todos, contra nós próprios também: uma equipa grande como se quer a nossa não pode, de modo algum, cometer os erros que cometeu (e não falo só dos lances que nos valeram um 0-2 precoce na partida) e, pese embora todas as - altas - expectativas, numa Final não podemos, nós adeptos, começar a assobiar generalizadamente a equipa que, muito ou pouco, bem ou mal, nunca desistiu do jogo. Nem, muito menos, virar costas à partida a 20 (ou mais) minutos do final do tempo regular, como vergonhosamente se viu  muita gente, incluindo "notáveis" da nossa praça.

Aqueles que o fizeram, e muitos fazem-no recorrentemente, continuam a não perceber o privilégio que têm tão só por terem a oportunidade de irem ver os jogos in loco, como a mim e a mais uns tantos milhões de pessoas não é possível. Somos ou não diferentes? Para melhor ou para pior? Enfim...

A próxima época só começa oficialmente a 1 de Julho... mas começa já hoje. Muitas decisões haverão por tomar, incluindo a que paira há 5 meses nas nossas mentes, e esperamos que o que quer que aconteça tenha alguma razão de ser. Essencialmente, que não se desperdice o que de bom se tem construído!

Termino como comecei: 7 anos é muito tempo. Muito tempo sem ganhar nada. Obrigado Sporting Clube de Portugal por me trazerem de volta o doce sabor da vitória. E que atrás desta venham muitas mais. Independentemente de quem presidir ao Clube, de quem fôr o Treinador, de quem constituir o plantel. As pessoas passam, quaisquer que sejam, o Clube permanece. Desde 1906!

Não somos Bruno de Carvalho, não somos Marco Silva, não somos Rui Patrício ou Islam Slimani.

NÓS SOMOS O SPORTING!

Partilhar:

10 comentários:

  1. Nem mais! Impressionante como se abandona um jogo a 20m do fim. Eu teria vergonha de voltar. Com a agravante de, no Jamor, esse acto ter criado uma confusão enorme porque @s menin@s quiseram regressar, mas como as entradas eram limitadas a larguissima maioria das pessoas nao foi para o seu lugar, ficando de pé a tapar a vista. Ao meu lado tinha um senhor de 79 anos com o neto de 9 que nao conseguiram ver os penalties.

    Adiante...A festa continua :)

    SL

    ResponderEliminar
  2. Jarvalho1/6/15 19:14

    Sete anos é de facto muito tempo, mas ainda bem que, ao fim de dois anos desta "gerência", conseguimos o primeiro troféu que quebra o longo jejum.

    Esta conquista foi muito importante para o clube e nem imagino o que seria o estado de espírito geral e o que se diria hoje se tivessemos voltado a falhar.

    Penso que com esta vitória que coroa uma época que não foi tão má como alguns a querem pintar - pelo contrário, foi mais positiva do que a anterior - fica resolvida a questão da permanência do Marco Silva no SCP.

    Depois da Taça CERS em hóquei patins, seguiu-se a Taça de Portugal.
    Pode dizer-se que o SCP está de volta!









    ResponderEliminar
  3. Anónimo1/6/15 22:19

    Caro Mauro Silva

    Sou apreciador do seu modo de estar e transmitir o seu ponto de vista, mas gostaria de deixar um repara neste seu artigo:

    Também fui privilegiado por marcar presença no Jamor e presenciei que cerca dos 70 minutos o Sp. Braga trocava a bola com tranquilidade perante o desalento da generalidade dos jogadores leoninos, o Slimani bem abria os braços a pedir apoio, mas os colegas já não eram capazes de o ajudar. Até o André Martins e o Montero tinham parado o aquecimento e eram espectadores.

    Não apupei (nunca o fiz), mas para mim foi a tremenda "orelhada" vinda dos adeptos que fez a equipa voltar a ganhar alma, o treinador chamar o Montero e assistir-se a uma remontada inesquecível.

    Os adeptos não têm a faculdade de se dirigirem aos jogadores no relvado para os chamar à atenção, pelo que terá de ser feito por assobios, impropérios e cânticos desagradáveis.

    Meu caro Mauro Silva, para mim ontem fomos UM, fomos Sporting.

    Abraço

    Hélder Ramos
    Avenal - Caldas da Rainha

    ResponderEliminar
  4. Bruno Carvalho um ego do tamanho do clube. Pensei que aos poucos fosse conseguindo domá-lo mas não. O que se passou no final da Taça de Portugal é ridículo. A forma com festejou, as vénias para os adeptos, gestos que repetiu ontem na Câmara de Lisboa mostram que mais que espontaneidade foram gestos deliberados. Quis e foi a estrela maior e tem sido ele o maior desestabilizador da equipa. Primeiro exigindo lutar pelo título sabendo que as probabilidades eram desiguais. Depois da forma autista como geriu a constituição do plantel nomeadamente nos centrais com a saída de Dier e Rojo. Mais tarde considero também que a saída de Maurício foi extemporânea. A verdade é que hoje não é só com Marco Silva que as relações são quase inexistentes o mesmo se passa em relação a Inácio. Se queremos uma prova disso, basta a declaração sobre Brian Ruiz em que disse que era um assunto de presidente. A decisão da saída de Marco Silva já está tomada pelo presidente há muito tempo, só não a tendo tomado antes porque, percebeu que pela primeira vez, que a maioria dos adeptos não estava com ele. Hoje depois da forma como o treinador conseguiu manter a equipa focada no que realmente interessava e conseguiu um título que tanto ambicionava, está numa situação delicada. Porque sabe que poderá no futuro ficar refém da decisão que quer tomar. Luís Filipe Vieira e Pinto da Costa também foram dirigente que estiveram perto do banco e que com o passar do tempo perceberam qual o seu papel. E Bruno Carvalho se quiser perceber a lição, irá compreender que apesar do esforço muito meritório (e da sua equipa) de reerguer um clube quase falido e de voltar a recuperar a verdadeira identidade do Sporting que é o seu ecletismo, não pode viver sem o futebol. Jesualdo, Jardim e Marco. 3 treinadores em 3 anos. E o que me preocupa é que o erro continua a persistir para a próxima época. Qual o treinador que aceita que toda a planificação seja feita nas suas costas? Qual o treinador que aceita não ter uma palavra a dizer sobre a constituição do plantel e pré época? Talvez existam muitos, mas quem o aceitar nunca será treinador para o Sporting.

    ResponderEliminar
  5. Estamos todos de parabéns , inclusive os que saíram , porque é melhor sair do que ficar a assobiar , secalhar contribuíram para a equipa subir no jogo. Toda a gente sabe que o Sporting tem muitos fantasmas , e o que aconteceu até aos 84minutos não deve ser esquecido também , até porque já se faz crer que a vitória é pessoal e é do treinador.

    Eu diria que a vitória é mais dos jogadores , porque o treinador do SCP levou um banho de tática neste jogo , onde o Braga entrou preparadissimo para o jogo ao contrário do Sporting , que com tantas maneiras atrapalhava-se com o relvado regado a seu pedido ao Braga, ficou muito rápido para a técnica dos jogadores pelos vistos.

    Ganhamos mas a falta de categoria de alguns jogadores , deve esclarecer o seu líder sobre o que fazer neste mercado , porque são estes jogos que definem os grandes jogadores dos outros.

    Destaque para o nosso rival eleito pela CS , que leva 9 derrotas consecutivas contra o SCP , e ultimamente sempre da pior maneira.Alguns festejavam já a vitória e até dentro do campo , onde os jogadores passavam o tempo a apelar aos adeptos uma festa e o treinador resolve meter o Alan no lugar do Micael que matou o lentíssimo William Carvalho ( isto é para uma conversa nossa , que certamente ficou indiscutível depois do jogo que você viu) , para assim Alan poder levantar a taça. A arrogância dos pequenos faz deles nanos , esta vitória tendo em conta o enquadramento montado para diminuir o Sporting foi muito mas muito importante mesmo.

    No final voltamos aos títulos quando os corvos já festejavam ( que gracia-lo com a imaginação da redação do jornal ojogo no golo de Montero) , hoje é hora de decidir , e a decisão essa confio no meu Presidente que ele foi eleito para levantar o Sporting , e certamente tomará a melhor decisão para o Sporting.

    Já agora vamos ver quem pediu a contratação do Bryan Ruiz (segundo avançado).

    ResponderEliminar
  6. Boa tarde, não estava à espera que o meu comentário fosse censurado. É um direito que vos assiste e eu só tenho de respeitar, mas também tenho o direito de discordar. Pontualmente fui comentando alguns dos posts que iam colocando. Sobretudo os de natureza técnico-tática. O não comentar no futuro não será uma grande perda. continuação de bom trabalho. Continuarei seguidor, apenas seguidor. Paulo

    ResponderEliminar
  7. paulo,

    Estava com vontade de lhe responder ao (primeiro) comentário, mas acabei por perdê-la ao ler-lhe o seu curto manifesto que se lhe seguiu.

    I) Acontece que, por motivos vários (e que não interessa estar agora a elencar ou a explicar), a moderação no SVPN está activada há anos já e, como tal, todos os comentários passam pela administração antes de serem aprovados.

    II) Acontece também que os administradores do blog têm vida própria, e nem sempre conseguem estar por aqui, para fazer o já exposto no ponto acima. Não tinha que lho dizer mas, por exemplo eu, só consigo cá estar depois das 14/15h...

    III) Não se trata de qualquer censura, trata-se de evitar comentários abusivos, insultuosos e/ou ofensivos, como aliás está expresso na introdução à caixa de mensagens (e que ninguém parece ler), para que não se destruam discussões sãs em favor de ataques pessoais.

    Posto isto, espero que compreenda. Acho que me "deve" um mea-culpa da sua parte...

    ResponderEliminar
  8. O senhor Paulo porventura terá visto meu comentário a ultrapassa-lo e achou que foi censurado , é um mal-entendido visto que sou redator e o meu comentário é automático.

    ResponderEliminar
  9. Claro que não me custa admitir. Aliás no comentário que fiz, disse que não estava à espera que o comentário fosse censurado, o que infelizmente acontece em muitos outros foruns leoninos. A Bruno Carvalho deve o Sporting muito do que hoje é em termos desportivos, na recuperação da nossa identidade ecléctica e no saneamento financeiro que tem vindo a fazer. Mas situações como estão a acontecer presentemente não podem continuar ad eaternum época atrás de época. Sob pena de um dia se degradar a sua relação com uma grande parte da família leonina que terá um desfecho que a maioria de nós não quer.

    ResponderEliminar
  10. Hélder Ramos3/6/15 22:30

    Caro m1850

    Percebi que não gostou do meu ponto de vista, pelo que peço o seu esclarecimento sobre como se devem comportar os adeptos nos jogos.

    Recordo-lhe que os adeptos receberam a preceito o autocarro, entoaram cânticos de apoio, fizeram coreografias enquanto os jogadores demonstraram vontade de ganhar. Quando desistiram quase todos, os adeptos recuperaram a equipa, quer agradasse quer não. A propósito, qual o mal de cantar "JOGUEM À BOLA!"?

    Também fiquei a entender do seu post que mais vale ficar em casa do que ir ao estádio assobiar, pelo que solicito outro esclarecimento seu. Então o seu querido Presidente anda constantemente a pedir dinheiro e o meu Caro pede para que os putativos clientes da SAD não adiram, tornando mais difícil a negociação de contratos publicitários, importante fonte de receita negociável cada ano (menos clientes, menor retorno)?

    Quanto ao demérito que apontou ao Treinador sou de opinião completamente contrária, porém prefiro a coexistência de outras formas de ver futebol.

    Cumprimentos

    Hélder Ramos

    ResponderEliminar

O SVPN reserva-se ao direito de moderar sem aviso prévio, qualquer comentário abusivo/ofensivo ou insultuoso.

Qualquer comentário desenquadrado com o tema do post não será aprovado.

Para facilitar a discussão, agradecemos que assinem os comentários - quem não tem conta pode seleccionar o campo Nome/URL (o URL pode ser deixado em branco), onde podem assinar o vosso nome ou um qualquer nickname à vossa escolha!