Próximo Jogo

Próximo Jogo

08/06/2015

Bruno de Carvalho e o paradigma do (bom) trabalho


Bruno de Carvalho, Presidente do Sporting Clube de Portugal, é um personagem que não deixa ninguém indiferente. É impossível: ou estranha-se ou entranha-se, ou adora-se ou odeia-se. Resumindo, é alguém que jamais será consensual, é uma das grandes figuras do futebol português e significa o reerguer do Leão após a pior crise da sua história, o que causa incómodo a muita gente. Mas, apesar de tudo, ninguém poderá negar que Bruno de Carvalho tem feito um bom trabalho no Sporting Clube de Portugal e, no que era essencial fazer, não vacilou. Honestamente e no global, o seu trabalho só pode ser considerado positivo.

Em Março de 2013 foi eleito com 54% dos votos - uma maioria que, infelizmente para ele, não tem telefones no manicómios nem direito a voz na opinião pública. Adiante... A existência de crítica num Clube é sempre salutar, também porque significa que há pluralidade de opinião (apesar de só um dos lados ter telefone no manicómio) e - é sempre bom lembrar aos mais selectivos, também, que o Clube existe. Mais que subsistir...

O Sporting Clube de Portugal que em 2013 estava de rastos, e muitos duvidavam da sua recuperação hoje, é um Clube diferente. É um Clube que deu vários passos, em dois anos e meio, que tinham de ter sido dados muito antes e com muito mais tempo. O trabalho que todos os dirigentes fizeram desde essa data até hoje é simplesmente notável.

Financeiramente, o Sporting CP fez o que tinha de fazer para sobreviver, reestruturando os custos da sua SAD, para que se tornassem sistematicamente inferiores às receitas fixas, de modo a que, sem transacções de jogadores (o cerne do negócio), apresentasse sempre resultados operacionais positivos, tornando-se uma empresa saneada. O êxito foi tal e de tal forma que, desde a entrada desta Direcção, todos os exercícios operacionais tiveram lucro, o que permite ao Clube, hoje, ter capacidade para pagar juros (o que não acontecia antes, e daí termos sido obrigados a fazer a reestruturação, pois os juros são o busílis do negócio da dívida) e até mesmo abater o passivo em quase 50M €.

Entre os grandes, o Sporting Clube de Portugal é hoje a SAD com menor passivo e uma das duas que consegue apresentar capitais próprios positivos. A credibilidade que a SAD tem vindo a ganhar permitiu a confiança do mercado na obtenção do recente empréstimo obrigacionista, o maior montante na história do Clube - 30M € - a uma taxa de juro de 6,25%, no qual a procura ultrapassou o dobro da oferta.

Desportivamente, o Sporting CP quebrou muitas barreiras ao longo dos últimos dois anos, depois de ter visto a sua grandeza ameaçada na Comunicação Social, equiparando-nos a Clubes incomensuravelmente menores. Conseguiu-se um 2.º lugar e, com isso, a 6.ª presença da sua História na Fase de Grupos da UEFA Champions League, ganhou-se imensos jogos "fora de casa" (quando antes ia num record lastimável de quase um ano sem vitórias fora de Alvalade); conseguiu-se, nestes dois anos, duas vitórias sobre o Clube dominante do Futebol português (sendo que a última dessas vitórias foi no Dragão, após 8 anos sem lá vencer, e com grande categoria)... O Clube cresceu ao nível de resultados, apesar de alguma instabilidade interna que se viveu, o que em outros tempos era sinal de derrocadas. Não aconteceu pois, bem ou mal, o Sporting CP tinha uma estrutura que o suportava. No início da época, vendemos Marcos Rojo, voltando assim ao grande mercado Europeu (não o da lavandaria, não temos essas valências), fazendo a 2.ª maior venda da História do Clube.

Em relação às arbitragens - um problema crónico do nosso Clube há mais de 50 anos, o Sporting CP avançou com um movimento a que chamou BASTA! (ainda que tenha partido de um grupo de adeptos), que apelou à grandeza do Clube, para que os árbitros ganhassem mais respeito pelo Clube. Curiosamente - ou talvez não - penso que este ano, apesar de termos vistos alguns fenómenos noutros lados, não nos sentimos propriamente prejudicados pela arbitragem, como aconteceu nos últimos anos e com graves prejuízos para o Clube, desportivos e até financeiros.

A nível do Clube a evolução foi enorme. O Sporting Clube de Portugal modernizou as suas plataformas de comunicação (o "novo" site está a caminho); uniu os adeptos à equipa, conseguindo acabar a época transacta com mais espectadores "fora de casa" que o actual Bicampeão e, este ano, ter batido o record de número de adeptos no estádio José Alvalade. O Clube este ano bateu o seu record de vendas de gameboxes, para o qual muito contribuiu a chegada de Nani - 2.º maior símbolo da Academia, que deu alguma justiça aos adeptos leoninos que dos nossos bem sucedidos formandos apenas via as costas, aliando a tal uma excelente receita a nível de merchandising.

No que toca ao ecletismo, a grandiosidade do Clube não foi esquecida. O Pavilhão João Rocha voltou a ser tema e a administração avançou com um projecto a que chamou "Missão Pavilhão", que consistia numa colecção de donativos, por parte de sócios e adeptos de todo o Mundo, em troca de uma camisola, um voucher para inscrição de um novo sócio e o nome no mural do novo Pavilhão. A resposta dos simpatizantes leoninos foi positiva, até para os tempos que decorrem e para os meios de divulgação que a campanha teve, e os donativos foram complementares a uma verba destinada pela SAD para o Pavilhão, já projectado para Março de 2017.

O Sporting Clube de Portugal chamou os seus sócios no momento em que mais precisava e estes responderam "presente". O Clube lançou diversas campanhas, desde a multiplicação de categorias de sócio, para dar justiça e capacidade aos pagantes, a uma inédita campanha online denominada "Sócio Num Minuto", que permite que os adeptos façam uma inscrição para associado do Clube, no espaço de 1 minuto e  sem ter de passar por muitas burocracias. Houve uma actualização do número actual de sócios há pouco tempo, e sei que a quebra foi de apenas "meros" 5/6 mil sócios num total de 127 mil (sendo que a nossa actualização decorre de 5 em 5 anos, ao contrário de outros Clubes, e estes 5 anos incluem alguns dos piores anos da nossa História). A expectativa seria que tivéssemos mais uma vez de celebrar a festa do sócio 100 mil daqui há uns meses, mas o teste correu melhor que toda a gente imaginava e a vitalidade do Clube veio ao de cima. Factor este cada vez mais essencial, visto que o financiamento do Clube foi reestruturado e, agora, a totalidade das nossas quotas vão directamente para as modalidades do Clube, o que este ano já permitiu vermos o regresso do Hóquei em Patins, a mais laureada modalidade de Pavilhão do Sporting CP a nível europeu, que conseguiu, logo no seu 1.º ano sob a juba do Leão, o regresso à Glória europeia, com a conquista da CERS Cup.

Agora, quando ninguém esperaria, Bruno de Carvalho "saca" o Ás de espadas para dar a volta à História recente do Sporting CP, contratando o técnico Bicampeão Nacional, Jorge Jesus, que é, na minha opinião, o melhor treinador português desde José Maria Pedroto e aquele em quem confio para incutir uma mudança de mentalidade no Sporting Clube de Portugal, reaproximando-nos da Glória que tanto ansiamos. Para termos Jesus significará que temos investimento e, assim, uma mudança de paradigma, tendo em conta que estávamos em contenção financeira. Têm surgido algumas dúvidas, internas e externas, acerca do nosso investimento (mas, atenção, só o "nosso"), algumas inclusive sobre uma suposta venda da maioria da SAD. Relembro que Bruno de Carvalho foi o único dos dois candidatos que garantiu que a maioria da SAD era para ficar no Clube. Peço desculpa de me ter esquecido de Carlos Severino, que conta tanto para mim como a imprensa conta com o Sporting CP, em comparação com os nossos rivais.

Cabe-nos a nós todos, juntos, dar a volta ao texto e não menorizar uma das maiores demonstrações de força da nossa História - quando somos tão subestimados, ao ponto de termos adversários às gargalhadas com uma hipótese que se veio a verificar, participando no pranto do enterro de Marco Silva e abafando o impacto de uma acção de força e grandeza que nos espantou a nós e ainda mais a quem não nos atribuía capacidade para o fazer.

Já agora , porque recordar é viver:

Partilhar:

13 comentários:

  1. Anónimo8/6/15 15:46

    Muito bom texto , já muitos jornaleiros o soubessem fazer e fossem isentos não haveria esta propaganda anti bruno(sporting), mas como a CS está toda empestada pelo vírus vermelho não se vê um artigo de opinião isento .

    ResponderEliminar
  2. Copy-paste, mas é:

    Parecia uma anedota vender o Bruma por 13 M;
    Parecia uma anedota vender o Ilori por 8 M;
    Parecia uma anedota vender o Rojo por 20 M;
    Parecia uma anedota trazer o Nani por um ano sem encargos;
    Parecia uma anedota a Sporting TV;
    Parecia uma anedota o nosso pavilhão;
    Parecia uma anedota uma equipa de hóquei recém-formada conquistar uma prova europeia;
    Parecia uma anedota ter lucro;
    Parecia uma anedota reduzir o passivo;
    Parecia anedota o Sporting contratar um dos melhores treinadores portugueses ao grande rival;

    Resumindo e concluindo: Este Sporting parece uma anedota, mas não o é.

    ResponderEliminar
  3. Excelente texto, expondo os aspectos nos quais BdC trabalhou afincadamente e com reconhecido sucesso, com vista a melhorar e viabilizar o SCP.

    Quem não reconhece estes simples factos ou é burro ou está a agir com extrema má fé. Comparar o vídeo que é exposto aqui com o Sporting actual é demasiado contrastante para ser ignorado, no entanto muitos não reconhecem esta indubitável dinâmica.

    E é engraçado que vários dos que são incapazes de reconhecer os méritos dos actuais dirigentes são aqueles que colocaram o SCP na situação em que se encontrava em 2013. É engraçado, mas está longe de ser desprovido de lógica contextual. É que os resultados da auditoria de gestão estão aí à porta, e estes senhores devem estar muitíssimo preocupados, pelo menos é o que transparece das suas declarações.

    Veremos o que o futuro nos reserva, e esperemos que seja risonho a vários níveis. Da minha parte, e porque já não sou um miúdo, podem contar com a defesa até ao limite das minhas forças daquilo que entendo serem os superiores interesses do nosso grande amor. E nisso enquadro a minha total intransigência em relação ao regresso duma postura de dirigismo sequer semelhante à que esta gente teve. Nunca mais!

    SL

    ResponderEliminar
  4. Anónimo8/6/15 17:31

    - Muitos opinion makers têm vindo, visivelmente enervados, não só a profetizar desgraças para o Sporting, como a dizer que Jorge Jesus nunca tinha sido nada de especial.
    Agora que estes servidores de interesses (não interessa quais) deixaram cair a máscara, seria bom que nós - público - futuramente nos lembrássemos de quem são. Se alguém voltar a levar as opiniões deles em consideração apenas se terá a si próprio para culpar.
    - Quando o Sporting, com poucos recursos gasta 5 em Sacko, Slavchev, Rabia e Sarr, algo que não vazia prever grande acréscimo a nível prático, ninguém viu grandes consequências. Quando, depois de ter grande lucro em vendas e liga dos campeões, gasta os mesmos 5 em Jorge Jesus, com elevadas previsões de acréscimo a nível prático, muitos decidiram por motivos arbitrários que o Sporting passou a estar subitamente no limiar da penumbra.
    - Muito se fala em se ter revelado um "novo vale e azevedo". Pois bem, o que fez do Vale e Azevedo um nom-de-plum para um mau dirigente? Ser um gajo com antecedentes de corrupção, com fortes suspeitas de ganhar dividendos secretamente a partir de negócios do clube e de ter deixado fugir a principal figura da equipa para o Sporting. Consigo lembrar-me de um dirigente que não corresponde a nenhuma destas características e de outro que corresponde a todas.

    ResponderEliminar
  5. jarvalho8/6/15 18:45

    Muito bom texto, que destaca a maior parte dos "feitos" desta direcção desde que foi eleita, muitos deles julgados impossíveis de realizar.

    Às "anedotas" que António Gomes coligiu num comentário acima, acrescentaria outra: parecia anedota vender os 50% do passe do Elias que o SCP ainda detinha por 4 ME (e assim resolver um problema - mais um - que se arrastava).

    Custa-me a crer que perante esta sucessão de êxitos, financeiros e desportivos, que BdC tem apresentado, ainda haja adeptos que, nesta polémica com MS, se tenham posto do lado do treinador.

    O que já foi conseguido nestes dois anos e pouco de mandato não é mais que suficiente para se ter confiança nesta direcção?
    E eu sou insuspeito a falar, porque não era particular fã de BdC, a quem olhava inicialmente com desconfiança.

    Começo a ter confiança que BdC conseguirá trazer para o SCP o almejado titulo de campeão nacional, ao fim de segundo maior jejum que já atravessei.
    A Taça de Portugal conquistada, ao fim de 7 anos (!) sem qualquer troféu, foi já uma pequena amostra.

    Venha o campeonato!

    ResponderEliminar
  6. Anónimo8/6/15 20:34

    Boa tarde,
    Parabéns caro MS.

    Além de subscrever na totalidade o que dizes em todas as linhas deste Post,dou-te os parabéns porque considero teres sido brilhante na elaboração do texto.ser-se brilhante,consiste na minha opinião,em escrever de forma "eloquente"e "simples",de forma a que até pessoas que estejam no "conde ferreira",consigam "perceber" que Bruno de Carvalho e a sua direção,fizeram até á data,um trabalho de "reanimação" do Sporting,a todos os niveis notável.

    Estou aliás convencido que acima de tudo,o teu grande objectivo terá sido mesmo esse-escrever a VERDADE,de forma a que todos a possam VER.

    Bruno de Carvalho,com todos os defeitos que possa ter,tem sido acima de tudo,o MAIOR de todos os sportinguistas.Colocou o sporting acima de tudo inclusive dele próprio.está no sporting com "espírito de missão",pois só dessa forma alguém quem quer que fosse,conseguiria tirar o sporting do abismo em que se encontrava.O SPORTING ESTAVA MORTO,E VIVE DE NOVO.qualquer sportinguista deveria estar GRATO A BRUNO DE CARVALHO.

    Anibal777

    ResponderEliminar
  7. Aníbal777,

    Agradeço-te os muitos elogios mas terás que os endereçar ao autor do artigo, que é o m1950, e não eu.

    Abraço! :)

    ResponderEliminar
  8. Anónimo8/6/15 20:49

    O seu a seu dono.
    Considero fantástico o post que estamos a comentar pelos motivos que já referi na janela anterior.

    PARABÉNS meu caro m1950.o post está brilhante e digo mais,deveria ser lido em toda a blogosfera e em toda a comunicação social.

    Anibal777

    ResponderEliminar
  9. Totalmente de acordo com o que acabei de ler. Gostava de ver isto dito por alguém, em directo na tv, ao lado daqueles vendidos(alguns da nossa cor), que todas as semanas "discutem" estes assuntos, lançando areia para os olhos dos mais distraídos.

    Este país, é um país de interesses e de fretes, onde só quem tem bons amigos é que vê o seu valor reconhecido. Pelo contrario, quem faz muitos inimigos, ou tenta mexer onde não deve, acaba por ser como se diz em bom português, "bem fodido".

    Foi o que se assistiu neste ultimos dias. Uma das maiores historias de histerismo colectivo, e de falta de caracter por parte da comunicação social(no geral claro), a que eu alguma vez assisti na minha vida. Uma campanha de manipulção da opinião publica, com o claro objectivo de denegrir quem está aos destinos do Sporting, e logo o proprio Sporting.

    Continuo a espera de vez também 2 ou 3 dias de directos e comentarios, em relação aquela reportagem que o DN ou o expresso(ja nao me recordo) fizeram, em relação a saida do Jesus e os porques.

    Tambem quero ver 2 ou 3 dias dedicados ao despedimento do Sergio Conceição, que aconteçe em termos identicos ao do Marco Silva. Mas se calhar ser amigo do Pinto da Costa, e fazer obras ao Viera, é capaz de safar algumas pessoas dessa situação.

    Mas o que me entristeçe mais nisto tudo, é ver que alguns sportinguistas aproveitaram a festa para deitar cá para fora o que não vinham tendo coragem para deitar. Vai-se lá saber porquê.

    Não estou a dizer com isto que concordo da forma como as coisas foram feitas. Dou o beneficio da duvida para as pessoas que tomam as decisoes, explicarem o porque delas. Não publicamente, mas aos socios. Algo que deverá de aconteçer na proxima AG, que eu espero que seja concorrida, e onde eu espero ver finalmente alguns criticos a terem a coragem de dizer as coisas que pensam onde elas devem ser ditas.

    É o meu deadline, antes de dizer o que realmente penso disto tudo.

    ResponderEliminar
  10. Quando o Sangue Verde nos corre nas veias, bombeado por catadupas de noticias e acontecimentos marcantes, é extremamente difícil, pararmos para pensar. Mas neste momento o que se pede a um verdadeiro Sportinguista é apenas reflexão. Urge reflectirmos sobre o estado em que o nosso Sporting se encontrava á apenas dois anos e termos capacidade para verificar se devemos ou não dar o nosso apoio incondicional ao nosso Presidente Dr. Bruno de Carvalho. Os outros, os caquécticos comedores de croquetes, já os conhecemos de ginjeira e temos a plena consciência de todo o mal que fizeram ao nosso clube.
    Em vez de continuarmos a fazer comentários "sobre aquilo que não sabemos" e que julgamos saber, porque não aguardamos serenamente por melhores noticias e até lá continuamos a acreditar no excelente trabalho que o Presidente Bruno de Carvalho tem vindo a desenvolver?
    1 - Alguém vos garante que o Sporting, não tem mais que razões que despedir Marco Silva com justa causa? Eu vou esperar para ver, para depois dizer de minha justiça.
    2 - Algum de vós já viu o contrato que o Sporting fez com Jorge de Jesus. Já sabem qual vai ser o ordenado? Já sabem que exigências fez. Não pois não!!!!Então porque se põem a inventar? A ir na conversa daqueles que enterraram o nosso Sporting.
    3 - Algum de vós sabe se Bruno de Carvalho (Sporting), tem algo mais para apresentar ao sócios sobre a forma como vai ser financiada a nova época? Não sabem pois não.Apenas relatam o que ouvem na TV e lêem nos jornais....mas isso até o meu papagaio consegue fazer.
    4- Será que já se esqueceram da forma como Bruno de Carvalho encontrou o Sporting há apenas dois anos? Já se esqueceram que foi Bruno de Carvalho que o recuperou e nos pôs novamente a sonhar e a respirar Sporting.
    Muitas mais perguntas teria para vos fazer...mas não vale a pena. Pois esta situação do nosso Sporting equivale-se em tudo á situação nosso Portugal, já muitos de vós se esqueceram quem o colocou na Banca Rota, quem o endividou, que o vilipendiou e agora criticam quem o tenta salvar. Tal qual ouvimos os famosos "croquetes" arrasarem Bruno de Carvalho que igualmente salvou o SCP.
    Peço-vos.... pensem deixem o nosso Presidente trabalhar e no fim, quando soubermos o que na realidade se está a passar, critiquemos o que houver para criticar e louvemos a o que houver para louvar.
    PS-De todas as criticas a que mais me desgostou foi a do Ministro que considero um homem inteligente (mas por vezes também me engano). Haja pachorra.
    Eu continuo a acreditar no nosso Presidente
    Bem hajam Leões

    ResponderEliminar
  11. Anónimo9/6/15 11:21

    Parece mais que justo dizer que o BdC fez um excelente trabalho até aqui. O que me parece muito errado é que a semana passada me disse que não sabia o orçamento para a época e que dependia de muita coisa. Que era altura de poupar. Convenceu - me a dar 40 euros para ajudar o pavilhão.. E Agora tudo muda.. Não vou discutir o jj. É melhor que o MS logo a equipa fica mais forte. Não entendo o que acontece que em 1 semana tudo muda. O passivo ainda esta bem acima dos 200m. Estou triste porque em Portugal sobram 2 euros e vai logo tudo gastar 4 porque já sabem como se arranjam 2..

    ResponderEliminar
  12. Acostista9/6/15 23:52

    Excelente texto, autêntica peça jornalística de criar inveja a todos os meios de comunicação social - o que já é um marca SVPN há muito tempo e sempre a melhorar.
    Relata factos que revelam um trabalho com um resultado positivo, para não lhe chamar milagroso.
    Este último reforço, que vai aumentar o poder da marca Sporting, deu voz aos últimos gritos dos futuros condenados - só a ideia de serem conhecidos como sportinguistas me envergonha e dá náuseas.
    A contratação do Jorge Jesus faz lembrar a compra de uma viatura "topo de gama" com dinheiro de muito trabalho e logo invejado, desdenhado, e se possível sabotado, por quem comprou os seus bólides a roubar.
    Quem no lugar do nosso presidente não teria vontade de emitir comunicados ou dar entrevistas de cinco em cinco minutos para responder aos atentados que temos visto?
    Resumindo, parece-me uma excelente síntese do mandato, além de demonstrar esperança no futuro.
    Uma grande lição de gestão de "um garoto" como foi apelidado pelo aberrante Carlos Barbosa.
    Venha o resultado da auditoria que envergonhará ex-administradores, gestores e presidentes e que, no mínimo, os afastará para longe e para sempre da paixão e amor da nossa vida: O Sporting Clube de Portugal.

    ResponderEliminar
  13. Muito obrigado a todos por terem lido e comentado o texto , e quando o feedback é positivo ainda dá mais vontade de escrever , um prazer tem sido esta experiência graças ao convite do Mauro Silva , que me permitiu expor a minha opinião na blogoesfera leonina.

    Quero pegar nas palavras do Carmona para explicitar onde quis chegar:

    "Quando o Sangue Verde nos corre nas veias, bombeado por catadupas de noticias e acontecimentos marcantes, é extremamente difícil, pararmos para pensar. Mas neste momento o que se pede a um verdadeiro Sportinguista é apenas reflexão. Urge reflectirmos sobre o estado em que o nosso Sporting se encontrava á apenas dois anos e termos capacidade para verificar se devemos ou não dar o nosso apoio incondicional ao nosso Presidente Dr. Bruno de Carvalho"

    Dizer que eu mesmo ao escrever o texto pus os pés no chão , é um texto que vou ler e reler antes de pensar em criticar quando as coisas não estão fáceis , é difícil ter discernimento para ser justo, nem tudo foi perfeito , mas certamente na globalidade o trabalho da direção é mais que meritório pese embora se tente abafar isso nos últimos tempos.

    Saudações Leoninas.

    ResponderEliminar

O SVPN reserva-se ao direito de moderar sem aviso prévio, qualquer comentário abusivo/ofensivo ou insultuoso.

Qualquer comentário desenquadrado com o tema do post não será aprovado.

Para facilitar a discussão, agradecemos que assinem os comentários - quem não tem conta pode seleccionar o campo Nome/URL (o URL pode ser deixado em branco), onde podem assinar o vosso nome ou um qualquer nickname à vossa escolha!