04/06/2015

Como avaliar um Treinador?, ou a demagogia por detrás da defesa a Marco Silva

Devo confessar que, no meu tempo livre, gosto bastante de ler o que se escreve nos mais diversos blogues desportivos. Por razões muito distintas. Consulto alguns, como o Lateral Esquerdo e o Posse de Bola, para aprender mais sobre o que é o Futebol, para trocar opiniões sobre o jogo, e etc.. Outros, apenas consulto para conseguir perceber até que ponto vai a capacidade das pessoas em utilizar argumentos bacocos para defender a sua opinião. Confuso? Já vão entender...

Antes de mais, devo dizer que escrevi isto ontem, antes do turbilhão de notícias que deram Jorge Jesus como Treinador garantido do Sporting CP para 2015/2016, o que, ainda assim, não invalida nada do que escrevo abaixo.

Um dos temas mais abordados da actualidade tem sido a situação de Marco Silva no Sporting CP, e é sobre este tema que vários blogues mais se têm pronunciado. São vários os posts em que, directa ou indirectamente, a continuidade de Marco Silva como Treinador principal da equipa leonina é defendida - e até aqui tudo bem, dado que cada um é livre de defender a sua opinião. A incongruência surge quando, para se tentar justificar uma opinião - neste caso a excelente qualidade do trabalho de Marco Silva, se utilizam argumentos sem qualquer substância ou conteúdo. Argumentos que não dizem rigorosamente nada sobre a qualidade do trabalho desenvolvido pelo Treinador.

Por exemplo, muitos desses blogues (uns mais que outros) utilizam a vitória na Taça de Portugal como argumento para a continuidade de Marco Silva. Devo dizer que este tipo de argumentos me parece completamente absurdo: em primeiro lugar, porque o trabalho de um treinador nunca pode ser avaliado por apenas um jogo e, em segundo lugar, porque, apesar do Sporting Clube de Portugal ter ganho - de facto - a Taça de Portugal, o mérito de Marco Silva neste último jogo foi quase nulo. Além de ter defendido pessimamente mal, tanto com 11 como com 10 jogadores em campo, os golos do Sporting CP caíram literalmente do céu, ou melhor dizendo, de dois chutões do meio campo defensivo para a grande área adversária. Ora, a menos que o treinador trabalhe este tipo de lances durante a semana, o seu mérito na obtenção dos golos foi inexistente. 

O que esses blogues deviam tentar fazer era avaliar os comportamentos colectivos que a equipa demonstrou ao longo da época, já que andam tão preocupados em defender a continuidade de Marco Silva no Clube. Não é olhar para a classificação, ver X pontos e Y vitórias, e concluir que o trabalho do Treinador foi excelente. Isso faz qualquer miúdo de 15 anos quando lhe perguntam quem é o melhor Treinador. A estatística é a maior trapaceira, porque mente dizendo a verdade e diz a verdade mentindo!

Como muito provavelmente os editores desses blogues nem sabem avaliar no que o Treinador tem ou não responsabilidades directas, vou dar uma pequena ajuda:

Organização defensiva
  • A linha defensiva do Sporting CP sabe controlar a profundidade? Sabem bascular (sim, eu sei que é um "palavrão") para o lado da bola, diminuído assim o espaço, em largura, entre os elementos? Sabem que, quando um dos centrais sai para pressionar o portador da bola, os restantes três defesas devem aproximar e formar a linha de cobertura? 
  • Defendem num bloco compacto e com as linhas próximas, ou permitem muito espaço ao adversário para jogar entre-linhas? 
  • Pressionam de forma colectiva, ou são apenas dois jogadores a correr, feitos "loucos", na frente e os restantes afastadíssimos, a vários metros de distância?
Organização ofensiva
  • Conseguem construir de forma apoiada, desde o guarda-redes, ou a distância entre sectores é tão grande que são incapazes de sair de forma curta, principalmente se o adversário pressionar mais alto?
  • São dinâmicos na criação de linhas de passe ao portador da bola?
  • O portador da bola tem várias opções de passe?
  • Colocam jogadores entre-linhas?
  • Variam entre o jogo interior e exterior, ou limitam-se a cruzar sempre que a bola chega perto da linha de fundo?
  • Procuram desorganizar o adversário para criar situações de finalização?
Estes são apenas algum pontos-chave que podem ajudar a avaliar o trabalho de um treinador. Gostava, sinceramente, que certos editores de certos blogues se dessem ao trabalho de avaliar o trabalho de Marco Silva, com base no que realmente ele tem influência. Espero mesmo que comecem a perceber um pouco mais do que escrevem ou, então, qualquer dia estou a ler nos vossos blogues que Jaime Pacheco é melhor Treinador que José Peseiro , pura e simplesmente porque o primeiro foi Campeão Nacional e o segundo... não. Ou que Roberto Di Matteo é melhor que José Mourinho porque o primeiro ganhou uma UEFA Champions League ao serviço do Chelsea FC e outro não.

Vá lá... deixem lá se der tão redutores e rudimentares quando falam de Futebol... pode ser?!
Partilhar:

6 comentários:

  1. Honoris,

    Sinceramente, acho que não vale a pena. Essas pessoas acham que o trabalho do treinador é resultados. Ponto. Uma pessoa pode dizer que temos dificuldade em oportunidades de golo e eles respondem que o MS bateu um record qualquer de golos marcados. Se disser que defendemos mal, eles dizem que a culpa é do plantel que é fraco. Qualquer coisa que se diga, o MS não tem culpa de nada. É sempre responsabilidade de outro(s). Não conseguem apontar um único defeito a MS.

    Cumps

    ResponderEliminar
  2. Anónimo4/6/15 15:29

    Honoris,
    Eu sei que o tópico é sobre Msilva, mas importa destacar a entrevista de Leonardo Jardim hoje ao Jogo e o que refere sobre Bruno de Carvalho:

    https://i.imgur.com/ToZded9.jpg

    Atrevo-me ate a dizer que merece um post so sobre a mesma...

    SL

    ResponderEliminar
  3. Desportivamente, o scp vai dar um salto de certeza. JJ é o melhor treinador português da actualidade (a par de vitor pereira) - excluo o mourinho pq para mim o futebol do chelsea e uma valente pastilha de sono. A única coisa a lamentar e a forma como tudo foi feito. Fico triste por este processo e feliz por ver jj no scp. Acredito piamente que seremos candidatos a serio.

    Caro Honoris,

    COmo pessoa mais habilitada a comentar assuntos de 4 linhas, gostava de saber a sua opinião sobre o modelo do JJ na Europa, principalmente da LC. O porquê do constante fracasso. Há justificação ou trata-se apenas de "azar" (o ano dos 12 pontos) e de menos qualidade individual?

    SL

    ResponderEliminar
  4. Honoris,
    É isso mesmo. Gostava de saber o que diriam a maior parte dos que agora suportam a qualidade de MS na vitória da Taça, caso não a tivéssemos ganho.
    No És a Nossa Fé (passo a publicidade), fui analisando o MS durante a época, e não tenho dúvidas que o Sporting do início da época tinha melhores princípios e comportamentos colectivos que o Sporting dos últimos 20 jogos.
    Logo, resulta para mim claro que a qualidade do trabalho de MS foi decrescente ao longo da época.
    Como é possível chegar ao último jogo da época e ter a e ter a equipa com os
    comportamentos defensivos que apresentou no Jamor? Como é possível que a única forma para chegar à área adversária seja através de bolas lançadas para a área (muitos deles nem são cruzamentos) à procura que Slimani consiga fazer golo?
    No início da época vi jogos em que a equipa construía a partir do corredor lateral para o corredor central com Nani muitas vezes nas costas do avançado, dando opções ao portador e apresentando capacidade de penetração em posse. Nada de extraordinário, mas pelo menos existia essa intenção e a minha expectativa era que MS desenvolvesse alguns desses princípios.
    Qual não é o meu espanto, passamos metade da época a dar charutadas para a área à procura de Slimani ou de um ressalvo qualquer e com comportamentos defensivos ridículos...
    Parabéns pelos teus posts aqui e no Domínio.

    ResponderEliminar
  5. "COmo pessoa mais habilitada a comentar assuntos de 4 linhas, gostava de saber a sua opinião sobre o modelo do JJ na Europa, principalmente da LC. O porquê do constante fracasso. Há justificação ou trata-se apenas de "azar" (o ano dos 12 pontos) e de menos qualidade individual? "

    Eu acho que não se trata bem de fracasso. Nesse ano dos 12 pontos que refere e bem, o Benfica merecia claramente passar. Se repararmos, o Benfica nos últimos anos fez grandes jogos na Europa contra Chelsea, Tottenham, Juve, Sevilha e etc. Acho que o problema passa mesmo pela qualidade individual ainda que considere que em alguns jogos o JJ não tivesse sido tão cauteloso como devia.

    ResponderEliminar
  6. Obrigado pela resposta.

    Quem viu os jogos com a juve, com o tott (mas aí o tott estava sem treinador), com o chelsea e ate a final de sevilha fica claramente com a sensação que ha algo de falacioso na conversa de que la fora ele nao serve.

    O scp tera o melhor treinador desde que sou gente. A expectativa e enorme, e algo me diz que os profetas da formaçao terao um desgosto pq o JJ sabera o que fazer tambem ai.

    SL

    ResponderEliminar

O SVPN reserva-se ao direito de moderar sem aviso prévio, qualquer comentário abusivo/ofensivo ou insultuoso.

Qualquer comentário desenquadrado com o tema do post não será aprovado.

Para facilitar a discussão, agradecemos que assinem os comentários - quem não tem conta pode seleccionar o campo Nome/URL (o URL pode ser deixado em branco), onde podem assinar o vosso nome ou um qualquer nickname à vossa escolha!