23/02/2016

Mais 11!

Vencemos ontem Numa partida bem ganha mas essencialmente mal jogada, ficam os 3 pontos e mais uma semana na liderança isolada da Liga NOS. Ficam a faltar 11 jornadas, 11 batalhas, 11 vitórias para o tão ambicionado título!

Pela negativa, o relvado. Andamos há épocas com este recorrente, sistemático e irritante problema. Não sei de que forma se pode resolver mas tenho a certeza que tem que o ser pois, assim, cada jogo em Alvalade torna-se um suplício exibicional. Quer para os próprios jogadores quer para os adeptos que, pagando bilhete, quotas, gamebox, alguns sacrificando outros afazeres e outros vindo de várias centenas de km's de distância, saem vezes demais a discutir não o jogo mas o estado do relvado.

O capitão Adrien Silva e o marcador de serviço dos leões, Islam Slimani, não viram a 9.ª cartolina amarela e, portanto, estão disponíveis para a viagem a Guimarães. O defesa-central Rúben Semedo viu o 4.º cartão amarelo ontem e fica assim "à bica" para o derby, daqui por 2 semanas. Concedendo que o jogo em Guimarães é sempre difícil (talvez o capitão e o ponta-de-lança sejam mesmo necessários), não deixa de ser um ponto negativo, numa partida que se prevê intensa (leia-se, fisicamente disputada). A ver vamos...

Pela positiva, voltámos a marcar golo de livre directo, ainda que com alguma sorte à mistura, pelo costa-riquenho Bryan Ruíz. Antes deste só Jefferson e Tanaka na época passada e, antes desses, Matías Fernández, na já longínqua temporada de 2011/12. O capitão Adrien Silva já havia marcado de livre, esta época, mas de livre indirecto, após toque de Jefferson.

Aliás, voltámos a marcar de bola parada - o que é raro, como também foi o caso do golo de Ewerton, através de um canto soberanamente marcado por Bryan Ruíz e de uma desmarcação feliz do defesa-central brasileiro.

Num fim-de-semana "à anos 90", a arbitragem de ontem, liderada por Rui Costa, não fugiu à regra. Incrível como tantos jogadores boavisteiros escaparam à sanção disciplinar durante tanto tempo, quando sistematicamente faziam faltas para, pelo menos, cartão amarelo. O lance da cotovelada de Philipe Sampaio e Gelson Martins resume na perfeição o "critério largo" de Rui Costa. Não houve "piscineiros", é verdade. Se calhar foi esse o único erro do Boavista FC: não ter ordenado os seus jogadores a mergulhar na jornada temática que se viveu este fim-de-semana. Quem sabe não sairiam recompensados?

A julgar pela equipa por que Jorge Jesus optou ontem, é expectável que na próxima Quinta-feira jogue o XI-base. Honestamente, o que quer que aconteça, só espero que não hajam lesões e que não se sobrecarregue fisicamente os jogadores, pois na Segunda-feira seguinte há mais um jogo importantíssimo, que jogamos novamente depois dos nossos mais directos rivais.

Por curiosidade: mais 11 é também a diferença de pontos, na Liga NOS, de 2014/15 para 2015/16, em igual período de tempo. Com mais 7 golos marcados e menos 6 golos sofridos.

Acabo como comecei: ficam a faltar 11 jornadas, 11 batalhas, 11 vitórias! Em frente, leões!
Partilhar:

9 comentários:

  1. Se ganharmos os dois próximos confrontos, com Guimarães e Benfica, o titulo ficará praticamente garantido. Não tenho dúvidas disso.
    Serão dois jogos dificílimos, tanto pelo valor dos adversários como pela carga emocional que cada um deles envolverá. Havendo ainda esse "pormaior" da gestão dos cartões por parte de Adrien e de Slimani - estou cada vez mais convencido que o "tal castigo" do Slimani não sairá, afinal, antes do derby, mas que vão tentar tirar o argelino do jogo com um amarelo em Guimarães.

    A arbitragem de ontem foi, de facto, à antiga portuguesa, permitindo-se entradas brutais aos carniceiros do Boavista sem qualquer sanção - sendo essa falta sobre Gelson o exemplo perfeito da postura do árbitro.

    Três pequenas notas, do jogo de ontem:
    1. Patrício esteve impecável;
    2. Os adeptos portaram-se maravilhosamente, não só pela comparência em peso no estádio (mais de 37.000 espectadores) numa segunda-feira, como pela ovação que dedicaram ao Teo no momento da substituição, respondendo ao apelo de Jorge Jesus e como que pedindo desculpa ao colombiano pelos assobios de 5ª feira;
    3. O SCP começa a saber resolver jogos em lances de bola parada.

    PS: Um reparo ao "post" - Tanaka também marcou de bola parada a época passada naquele livre no último minuto do jogo em Braga.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. +1 Excelente comentário. Subscrevo.

      Eliminar
  2. Entretanto Tiago Martins nomeado para o Vitoria-Sporting e Cosme Machado no Benfica-União.
    Pinho

    ResponderEliminar
  3. Na realidade só faltam ganhar 9 jogos, porque se isso acontecer, somos campeões com 100% de probabilidades! :)

    SL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Porto se ganhasse 11 , e desse 3-0 ao Sporting no Dragão como na época passada era campeão nas suas contas :)

      Eliminar
    2. Quando digo 9 vitórias, refiro-me aos 9 próximos jogos, ou pelo menos incluo os dois confrontos com os rivais nesses nove. Assim é garantido que somos campeões.


      SL

      Eliminar
  4. Não vi o jogo infelizmente , mas parecia que o Adrien queria o amarelo...

    De qualquer forma vamos ter aqui 2 finais pela frente , e claro , não consigo ver Adrien num jogo de alta intensidade sem levar amarelo , ou agora o Rúben Semedo...

    No jogo com o Nacional devíamos estar precavidos para isto , com BdC temos sido atentos , não entendo o que se passou para não terem sido gerido os cartões.

    No fim , acredito que JJ vá para a Alemanha para gerir a equipa e não ser goleado.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Adrien não viu amarelo contra o Nacional porque o William já tinha visto e já ia falhar o jogo com o Boavista, tudo bem que era o Boavista, mas é um clube que na 2º volta tinha tantos pontos como o Sporting e que na 1º volta já nos tinha tirado pontos e perder assim 2 médios titulares não seria bom na minha opinião... Claro que perder Adrien para o jogo com o Benfica também não será bom, vamos lá ver o que acontece.

      Quanto ao Slimani a intenção é não ver qualquer amarelo, para não falhar nenhum jogo, até porque as alternativas são Teo e Barcos, vamos lá ver se consegue.

      Em relação ao 11 para quinta feira, o meu seria algo do género: Patricio, João Pereira, Naldo, Ewerton, Jefferson, William, Adrien, Bruno César, Matheus Pereira, Mané e Teo.

      Eliminar
  5. Relativamente ao jogo de quinta tendo em vista os 2 jogos subsequentes do campeonato que serão demasiados exigentes apostava em:
    Rui Patrício, João Pereira(já descansou ), Naldo (o disponível apesar da paragem), Ewerton, Jefferson (o disponível e precisa recuperar forma para o derbi), William (já descansou), Adrien (1o levando em conta que este seja poupado pelo menos de início para Guimarães pois não acredito que com tanta intensidade que este imprime nos lances não leve amarelo impeditivo de jogar contra o Benfica onde será mais necessário, segundo porque apresenta a vantagem de termos em campo aquele que imprimir a garra necessária para fazer o quase impossível, a reviravolta ao Leverkusen), Gelson (quem confio ser o grande desequilibrador), o Matheus na esquerda a mini cerebro, Bruno César como o homem golo e o Barcos (Slimani desgartar se ia demais na procura da revira) espero que seja uma motivação extra e dê mais que o Teo que não conseguiu disputar fisicamente uma só bola.
    Assim descansava também o João Mário, o Bryan Ruiz que tanto são precisos frescos no jogos da liga que se aproximam.

    SL

    ResponderEliminar

O SVPN reserva-se ao direito de moderar sem aviso prévio, qualquer comentário abusivo/ofensivo ou insultuoso.

Qualquer comentário desenquadrado com o tema do post não será aprovado.

Para facilitar a discussão, agradecemos que assinem os comentários - quem não tem conta pode seleccionar o campo Nome/URL (o URL pode ser deixado em branco), onde podem assinar o vosso nome ou um qualquer nickname à vossa escolha!