03/05/2016

A recuperação desportiva do Sporting: e agora?

Apesar de ainda faltarem dois jogos, consigo desde já concluir que o Sporting fez uma boa temporada. Apesar da possibilidade de não sermos campeões ser real e até provável, fizemos mais pontos e tivemos mais clássicos ganhos que em qualquer outra época. Depois da brilhante vitória em pleno Estádio do Dragão (apenas a segunda na nossa história, para o campeonato), acho que é complicado refutar a ideia de que a equipa principal do Sporting Clube de Portugal teve um claro upgrade competitivo.

No fundo, é pacífico dizer que, em 2015/16, subimos ao nível futebolístico que os nossos rivais directos têm apresentado com regularidade nos últimos anos. Penso que também será justo atribuir a grande fatia do mérito por isso ao treinador Jorge Jesus, um profissional com evidente qualidade ao nível do treino e da preparação da equipa em geral. Não podemos também deixar de considerar o mérito que a direcção liderada por Bruno de Carvalho teve, não só ao conseguir contratar o melhor treinador possível (contra todas as probabilidades), mas também ao conseguir segurar as principais unidades da equipa, nomeadamente no fulcral sector do meio-campo.

Para completar a recuperação desportiva do Clube, com a indispensável conquista de títulos (leia-se campeonatos), é quanto a mim fundamental manter este nível competitivo como a base para as próximas temporadas. Servirá este post como a minha reflexão sobre aquelas que deverão ser as linhas mestras do futuro, no contexto da recuperação desportiva à qual fiz referência.


A permanência de Jorge Jesus enquanto treinador principal pelo menos durante mais uma temporada (o ideal seria cumprir o triénio contratualizado), parece-me uma absoluta prioridade. Isto porque para além das consequências directas que podemos retirar das suas evidentes qualidades, a sua reputação é por si só um chamariz para atletas de elevado gabarito, os quais há uns tempos nos seriam completamente inacessíveis. Tenho a profunda convicção de que iremos ser campeões pelo menos uma vez com este treinador. 

Adicionalmente, a boa gestão de activos durante o mercado de Verão será determinante. Por um lado convirá evitar um número excessivo de saídas de jogadores nucleares, e as inevitáveis terão de representar encaixes financeiros substanciais. Por outro, as entradas terão de ser cuidadosamente escolhidas, e não aqueles packs de 15 jogadores (em boa parte medianos ou medíocres) que estamos habituados a ver chegar todos os Verões. Estou mais confiante quanto às vendas do que quanto às compras, até porque uma das piores vertentes de Jorge Jesus se verifica precisamente ao nível do mercado de transferências. Veremos o que irá acontecer, espero ser mais uma vez contradito.

A inclusão de jovens valores já vinculados ao Sporting na equipa principal parece-me também uma prioridade. Refiro-me não só a jogadores formados no Clube (Iuri Medeiros é o caso mais evidente) como a jogadores que foram adquiridos muito novos (Ryan Gauld o mais óbvio), e que em ambos os casos já demonstraram ter qualidade mais do que suficiente para integrar a equipa principal. A optimização dos recursos disponíveis conjugada com o conhecimento que estes atletas já têm do Clube e do nosso futebol, formam a mais-valia que o seu aproveitamento desportivo representa, importantíssimo para construir um Sporting sustentável e forte.

O que vos parecem estas prioridades, Sportinguistas? quais acrescentariam/corrigiriam?

um abraço e Saudações Leoninas  
Partilhar:

19 comentários:

  1. Concordo plenamente, a continuidade de Jesus é fundamental, assim como a gestão das entradas e saidas, e como referes as escolhas do mister nen sempre são as melhores, eu ficaria bastante satisfeito simplesmente com a inclusão de alguns atletas da academia, a somar aos que já se encontran contratados

    ResponderEliminar
  2. Boa análise

    É fundamental continuar com Jorge Jesus. O homem é um visionário e só teríamos a ganhar com o seu trabalho. Diogo, gostei da menção a Bruno de Carvalho também pq virou moda falar mal do nosso presidente.

    Com as entradas de Iuri e Alan Ruiz (mantendo as principais figuras) temos tudo para fazer um excelente campeonato para o ano. Gostava que Jesus apostasse tb em Podence.





    ResponderEliminar
  3. setaverde3/5/16 17:29

    Boa tarde, caro Diogo. Concordo com tudo, excepto a parte do pack, onde penso que já existe contradição. A nossa defesa foi integralmente reconstruída no mercado de Janeiro, onde só se investiu cerca de 400 mil euros no Zeegelaar. Bem sei que o Coates custará 5 milhões de euros, mas, naquele momento, veio emprestado sem grandes custos para o clube. Venho fazer referência a este aspecto, porque é um exemplo de como funciona bem a nossa estrutura na prospeção de futebolistas valiosos a baixo custo. O FC Porto e até o Benfica, em menor escala, não o conseguiram. Abraço e saudações leoninas. Viva o SPORTING CLUBE DE PORTUGAL!

    ResponderEliminar
  4. Pois eu espero que Jesus não fique, só assim se ode cumprir esses pressupostos. A contrário são mais uns refugos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Relva, importa-se de substanciar essa opinião, no mínimo controversa?

      SL

      Eliminar
    2. Claro. Vários que falo tem essa opinião. Seis centrais, 3 alas de um lado mais três do outro. Marega, sá, suck, quase, desejo de jj. Scleloto coates, aquilani, teo, joão pereira, não são mais valias. Bryan ruiz não foi escolha de jj a unica que se mostrou acertada. Mané, paulo oliveira, esgaio, mateus queimados. 25 milhões de aumento de custos e uns 15 conseguidos na champions, um titulo supertaça, em principio. Arrogância e prepotência em abundância, doyen, carlos freitas e soo on. Salva-se joão mario e sli como activos claros, sem grande mérito do jj. saldo razoavelmente positivo.

      Eliminar
    3. Caro Relva

      Como poderá reparar no post que escrevi, sou da opinião de que o ponto em que jj é menos forte será no mercado. Dito isto, e concordando que várias das aquisições não foram bem conseguidas (especialmente os caros teo e aquilani), acho simplesmente absurdo que considere que por exemplo o Coates seja uma má aquisição.

      Igualmente chocante é a sua opinião de que o JJ apenas valorizou slimani e João Mário. Então e Adrien Silva? E Ruben Semedo? Gelson Martins?

      Parece-me que há aí uma implicância com pouca objectividade...

      Eliminar
    4. Concluo que me acabou dar razão. Gelson e ruben eram do sporting e o paulo oliveira e naldo, é inversamente ao ruben, com ganhos? Coates vai provar, já provu contra o porto, o jogo de mais exigência, e não vale nem de perto o dinheiro que ganha. Aliás o quarteto anterior não era inferior ao de agora, pelo contrário, fácil comprovar. Afinal a minha implicância é igual à sua, uma vez que concorda, fui objectivo?!

      Eliminar
    5. O Coates nesta meia época provou precisamente o contrário, por muito que queira discordar disso, é a realidade. É para mim aliás o melhor central da nossa Liga.

      O queimar do PO é uma realidade, não há muito a dizer, o JJ simplesmente não gosta do jogador. Prefere o Ruben Semedo, e só o futuro dirá quão certo ou errado ele está.

      Você começou por dizer que espera que o JJ não fique, e que com ele é só mais refugo. Se for "refugo" como o Coates, por exemplo, fico satisfeito. E mais, espero que o treinador que se prepara para fazer a nossa melhor pontuação de sempre no campeonato fique para a próxima época.

      Isto é ser objectivo, o que você faz é implicar, percebe a diferença?

      SL

      Eliminar
    6. Paulo Oliveira e Naldo sairam da equipa por lesão! E com os bons resultados da nova dupla Coates e Ruben, não é de admirar que continuem a jogar. Se estivessemos ainda noutras competições, os dois voltariam a ter oportunidades.

      Eliminar
  5. A permanência de Jorge Jesus é que seria o grande Às da próxima época. É um treinador brilhante que trouxe a cultura de entrega, seriedade, de exigência ao menor pormenor, da não conformação, o espírito que guia os campeões.
    No entanto ainda não estou satisfeito com a aposta em Alan Ruiz, pois acho que jogadores com o nível dele temos na Academia. Prefiro que a política de contratações seja de jogadores feitos como o Coates ou o propalado Luiz Carlos, veja se o caso de sucessos de curto prazo com jogadores como Brian Ruiz ou o Slimani, e sem ter de se pagar altos valores, é que tendo uma excelente academia como base, penso que estes é que devem ser os que realizarão grandes vendas, como acho que será com o João Mário e o William. Nesse âmbito penso que pelo menos a integração do Iuri e Wallison (na alternativa ao Adrien) estava de bom tamanho.
    Bruno de Carvalho e elenco em termos de trabalho de direcção tem estado na excelência, tem de melhorar na capacidade de negociação, quantidade de alternativas, timing de integração dos jogadores a emprestar, parece que até agora esse trabalho de casa fica para última hora e principalmente quando é para o estrangeiro vão para campeonatoser e clubes que não os valoriza e nem evolui o seu estilo de jogo.
    SL

    ResponderEliminar
  6. Anónimo4/5/16 21:53

    Quando li no texto Ryan gauld vi logo q só podia ser o diogo a escrever. Só faltava falar no wallyson malmann... desde q li tanta critica ao slimani e ao adrien por ele e o seu mentor honoris, agora q se vê o quanto eles valem só posso afirmar q não tem credibilidade nenhuma

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Brilhante comentário, construtivo e corajoso. Os meus parabéns.

      SL

      Eliminar
  7. Anónimo5/5/16 00:34

    O Post está bom, apesar de achar o Diogre um sportinguista à moda antiga, ou seja negativo. Os outros têm sempre equipas melhores, os outros vão ganhar tudo, nós não ganhamos (no Porto) ou aqui ou ali, seja no Futebol ou na modalidade A ou B etc. Falta-lhe confiança, na equipa de Futebol e nas modalidades, isto na minha modesta opinião. Eu, também era um pouco negativo, mas mudei o chip para positivo e tenho-me dado bem com isso, pois tanto o negativismo como o positivismo, transmitem-se a adeptos e a jogadores e equipas. Quanto aos comentários do Relva, estão ao nível do Camarote ou do a Norte, que fica a Leste do Sportinguismo. Basta fazerem zapping pelos vários blogues e ver o que o Relva comenta. P.S. - Não concordo com o comentador anterior, pois acho o Diogre um grande Sportinguista, embora muito negativo, ao passo que tenho muitas dúvidas que o Honoris seja Sportinguista. E muito menos que perceba muito de Futebol, apesar dele presumir que sabe muito. SL

    ResponderEliminar
  8. Anónimo5/5/16 11:16

    Boa tarde a todos.
    Nesta altura é bem evidente a importância de ter um treinador que além de estar ciente que sabe de futebol,trabalha e obriga o plantel a trabalhar de forma intensa e sistemática.é desta forma que JJ consegue potenciar a niveis elevados as capacidades que muitas vezes os jogadores têm mas que não conseguem colocar em campo.o nivel de futebol praticado pelo sporting este ano,atingiu uma qualidade que há muito não se via.quem disser o contrário ou não o queira ver,está a fazer uma análise pouco séria em relação á evolução do futebol que o sporting está a praticar.o meio campo do sporting com william, Adrien e joão Mario,joga hoje a um nivel que poucos acreditariam e Slimani atinge esta época um nivel ainda mais surpreendente para a maioria de nós.está claro que até podemos nem ser campeões este ano,mas que ninguém tenha dúvidas que o fundamental está feito.o sporting joga nas antas ou na luz para ganhar e os adversários já sabem e sentem isso.mérito a jj e a BDC.quer se goste ou não...

    Anibal777

    ResponderEliminar
  9. Anónimo5/5/16 16:01

    off-topic: Caro Diogre, vale a pena ler este bom e completo post, que encontrei no blogue bola na rede: http://www.bolanarede.pt/futebolnacional/sporting/o-absolutismo-benfiquista-ou-quando-o-delirio-se-torna-regra/

    ResponderEliminar
  10. O Sporting fez uma boa época! Muito por mérito do Jorge Jesus!

    ResponderEliminar
  11. O JJ é inteligente, arrogante, visionário. Os jogadores do Benfica e Sporting que trabalharam com ele falam em aprendizagem, visão, jogo sem bola. O JJ tem mérito de dar continuação a alguns jovens da academia, o que é de louvar. Por outro lado tem birras com outros, isto é uma característica dele, digamos que é um treinador com uma personalidade arrogante e retiro qq sentido depreciativo. Por agora para manter a estabilidade e ganhar o campeonato nacional acho que JJ é para manter. Para carreira na Europa tenho as minhas dúvidas, JJ esteve vários anos no rival, alguns deles com bons planteis e os sucessos europeus não foram por aí além. Portanto o receio é que aconteça o mesmo no SCP. Devido à sua personalidade, a sua substituição será sempre um processo difícil, o mesmo que se passou com RV no rival que tiveram que bater no fundo antes de fazer daqueles jogadores uma equipa. Em termos de mercado transferências, o presidente, apesar do seu estilo, tem mostrado lucidez em fazer as escolhas relativamente lógicas e racionais, esperemos que continue nesse sentido.SL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fernando, sem demais, e só porque acho uma injustiça grande que se faz recorrentemente com Jorge Jesus - admito que devido à comunicação Goebbels'iana que o SL Benfica teima em fazer, seguindo à risca o "uma mentira contada muitas vezes, eventualmente torna-se verdade", devo recordar que:

      Jorge Jesus conseguiu 2 finais europeias no SL Benfica (ambas na UEFA Europa League), algo que já não acontecia no SL Benfica há 20 e tais anos. E conseguiu, ainda que apenas uma vez, chegar aos Quartos-de-Final da UEFA Champions League. Pelo que, ainda que o compreenda, dizer que os sucessos europeus de JJ "não são por aí além" soa-me a descredibilização que não corresponde ao factual.

      Abraço

      Eliminar

O SVPN reserva-se ao direito de moderar sem aviso prévio, qualquer comentário abusivo/ofensivo ou insultuoso.

Qualquer comentário desenquadrado com o tema do post não será aprovado.

Para facilitar a discussão, agradecemos que assinem os comentários - quem não tem conta pode seleccionar o campo Nome/URL (o URL pode ser deixado em branco), onde podem assinar o vosso nome ou um qualquer nickname à vossa escolha!