Próximo Jogo

Próximo Jogo

04/06/2016

Ténis de Mesa: Sporting sagra-se Campeão Nacional


O Sporting Clube de Portugal é Campeão Nacional de Ténis de Mesa, após vencer o Juncal por 3-2 no Jogo 2 da Final do Play-Off do Campeonato Nacional por equipas, conquistando assim o seu 33.º Título na principal prova portuguesa da modalidade.

De recordar que, no Jogo 1 desta Final, a equipa leonina já se tinha deslocado aos Açores para bater a formação local por 1-3.

Mais um Título para acrescentar ao extenso rol de troféus que decoram o Museu leonino. Chen Shi Chao liderou a armada de leão rampante, no Multidesportivo de Alvalade, composta por Aruna Quadri, Bode Abiodun, Diogo Chen e João Seduvem a mais uma conquista.

Depois de na semana passada ter ganhado na Ilha Terceira ao Juncal por 1-3, o Sporting CP voltou a entrar a perder no jogo de hoje, na variante pares que opôs Bode Abiodun e Diogo Chen a Minhai Sargu e Alexandre Cazacu, pelos parciais de 12-10, 10-12, 6-11, 4-11. Aruna Quadri diria no final do jogo que “a equipa do Juncal é melhor do que o Sporting CP em pares, não querendo dizer que não possamos ganhar, mas eles, nessa variante, são favoritos”.

Seguiu-se o duelo que colocou de um lado o vencedor do prémio de melhor jogador do mundo em 2014, o nigeriano Aruna Quadri, e do outro o canhoto Minhai Sargu, que deu a réplica que pôde, mas que acabaria vencido por 11-8, 11-6 e 11-3. Feito o empate, Bode Abiodun tomou conta da mesa de novo para enfrentar Zhao Thianming. Num jogo que terminaria em 3-1, através dos parciais 11-6, 10-12, 11-6 e 11-9, seria a cumplicidade, vincada no cruzar de olhares, de Aruna, no banco, com o compatriota, a dar a confiança extra, aquela ‘última milha’ que faz qualquer atleta superar-se nos momentos de maior stress competitivo. Dois a um para o Sporting CP.

E chegamos a Diogo Chen, que entrou ‘electrizado’ contra Alexandre Cazacu, com um fortíssimo jogo de ataque a proporcionar o 11-4 inicial. Depois sucumbiu por 10-12 e 6-11, para renascer no quarto set por 11-5. Jogou-se o quinto e último set, e foi preciso ver Chen ‘nas cordas’, a perder por 8-10, para assistir a dois fantásticos pontos do mesa-tenista leonino, que empataram a partida. No total salvaria três match-points, ainda assim, insuficientes para evitar a derrota por 13-15.

Negra. Íamos ter negra. Assim tinha de ser. Mas Chen Shi Chao, treinador e antiga glória do Sporting CP, sabia que “o trabalho diário, o esforço de todos e o apoio da Direcção à modalidade mereciam ser recompensados”. Esperou quatro épocas para ver o Sporting CP campeão de novo, e para atingir esse desiderato precisava de mais Aruna, aquele jogador que a Direcção lhe tinha dado de presente no início de época. E o nigeriano entrou para ‘destruir’ Zhao Thianming num rápido e claro 3-0, com os parciais de 11-6, 11-8 e 11-5.

“Parabéns aos jogadores, ao público, a todos os Sportinguistas e à Direcção!”, exultou Chen Chi Chao. O Título de Campeão assenta-nos muito bem.

PARABÉNS, CAMPEÕES!!!
Partilhar:

0 comentários:

Enviar um comentário

O SVPN reserva-se ao direito de moderar sem aviso prévio, qualquer comentário abusivo/ofensivo ou insultuoso.

Qualquer comentário desenquadrado com o tema do post não será aprovado.

Para facilitar a discussão, agradecemos que assinem os comentários - quem não tem conta pode seleccionar o campo Nome/URL (o URL pode ser deixado em branco), onde podem assinar o vosso nome ou um qualquer nickname à vossa escolha!