Próximo Jogo

Próximo Jogo

03/08/2016

Hernán Barcos confessa estar "tudo fechado" para ingressar no Vélez, por empréstimo

Chegado dos chineses do Tianjin Teda FC, envolvido no negócio que levou Fredy Montero para o mesmo país asiático, em Janeiro último, Hernán Barcos está de saída do Sporting Clube de Portugal, apenas 7 meses depois.

Recorde-se que Hernán Barcos assinou por apenas época e meia, até 30 de Junho de 2017, mas com opção por mais 2 temporadas.

Sem o rendimento esperado, particularmente ao nível do que se pede a um avançado - golos, o argentino está a caminho do CA Vélez Sarsfield, 6.º classificado da Primera División da Argentina.

Ao que tudo indica, o experiente avançado será transferido por empréstimo de 1 época, sem qualquer taxa de transferência envolvida, ficando os argentinos com o ónus dos encargos salariais do atleta e salvaguardando uma cláusula de opção de compra.

Hernán Barcos terá confessado ao diário argentino Olé que o negócio está completamente fechado, apesar de ainda nada ser oficial.
Partilhar:

8 comentários:

  1. Custa-me compreender está contratação sem a criticar, e não é por achar que o jogador não tem qualidade.

    Primeiro contratamos o jogador sem ritmo, quando precisávamos que tivesse rendimento imediato, sendo que veio substituir montero, que estava a exercer esse papel na perfeição.

    Agora que ele já tinha feito a pre época e sendo o único pdl equipa disponível para jogar a primeira ronda da liga, despachamos o jogador?!? Ainda por cima por empréstimo ?!?!?
    Sou daqueles que acredita que processo da sua entrada no Sporting, e saída de montero, foi um dos factores que nos fez perder o título o ano passado.

    Esperemos que o seu processo de saída não nos impeça de conquistar os primeiros três pontos da temporada seguinte.

    De qualquer forma, não me pareceu bem gerido , nem num caso nem no outro.

    SL

    ResponderEliminar
  2. Um fiasco que ajuda a perceber a perda do campeonato.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Exacto. E juntamente com Aquilani, Ewerton, Teo e Naldo (jogadores que não contam), também ajudam a perceber porquê que, agora, não há dinheiro para ir ao mercado fazer o que se tinha de fazer: um GK suplente; dois avançados;

      Eliminar
    2. Só lembrar 2 coisas: depois da (metade da) época que fez com Marco Silva, toda a gente - eu incluído - "pediu" a contratação de Ewerton (salvo erro, por 1.5M €). Quanto ao Téo, caro ou não, problemático ou não, a verdade é que marcou 15 golos.

      E para finalizar, não é uma questão de não haver dinheiro, é uma questão de o gerir. É só lógico que se esteja à espera de oficializar as saídas de Téo e Barcos (que, além de tudo, recebem demasiado - tal como Labyad, por exemplo) para se ir buscar alguém, por exemplo. Felizmente, um Clube de Futebol não é uma mercearia de esquina, embora Hajam muitos que o parecem...

      Eliminar
    3. Mas se o Teo é (ou foi) tão bom, porquê que é para despachar? Pela falta de profissionalismo? Não me diga que isso constituiu uma surpresa? Se sim, então isto está pior do que gerir uma mercearia da esquina.

      Por existir um Labyad, há liberdade para se contratar outros de igual peso?

      Eliminar
    4. Octávio,

      Não foi nesse sentido que referi Labyad - como você maldosamente assumiu. Antes, numa perspectiva de gestão, quer financeira quer desportiva, tal como escrevi no meu comentário anterior. Se quiser perceber, percebe mas, como em tudo na vida, quem não quer entender nunca entende!

      Em momento algum referi que "o Téo é (ou foi) tão bom" mas, antes, que não foi assim tão mau como o dantesco quadro que se teima em pintar. Desportivamente falando, porque financeiramente decerto não valeu o investimento.

      "(...)então isto está pior do que gerir uma mercearia de esquina." - Ninguém compra uma casa nova sem antes alinhavar a venda da antiga; um simples acto de gestão que custa a entender a muito boa gente (e, também por isto, é que muita gente está nas condições financeiras em que estão).

      Portanto, hoje, a ambição é gerir uma equipa de topo com orçamentos pouco acima de um SC Braga (só pra citar um exemplo) bem como, nas contratações, não se pode ultrapassar os 2M €, sob pena do tribunal público aferir da sustentabilidade da mesma. Parece-me um bocadinho (para ser simpático) preconceituoso, mas isto é só a minha mera opinião...

      Há sempre espaço para melhorar, como em tudo na vida. E, dos adeptos, há sempre tudo a exigir, como em qualquer Clube, por mais e/ou melhor que se faça.

      Eliminar
  3. Anónimo3/8/16 19:59

    Do que foi explicado atempadamente,Montero estava descontente por ser suplente e teve uma proposta irrecusável da China, como gerir isso? Aposto que o BdC fez de tudo para manter Montero, ou então foi mesmo por dificuldades de tesouraria do Sporting. A vinda do Barcos se calhar, foi uma oportunidade do momento, porque era da mesma equipa para onde foi o Montero, e já tinhamos apalavrado/contratado o Ruiz que já tinha feito dupla com ele no Grémio. Barcos não teve tempo para mostrar mais e mostrou pouco de facto, no pouco tempo que dispos. De Teo fica a sensação que podia ter dado mais, que é malandro, ir ontem, já vai tarde! Venham dois grandes pl para materializar em golos o perfume do meio-campo campeão europeu!!

    ResponderEliminar
  4. Anónimo4/8/16 17:22

    Minha equipa em 4-2-3-1 (com os jogadores disponíveis):

    Patrício;
    Schelotto, Coates, Naldo, Zeegelaar;
    William, Adrien;
    João Mário, Bryan Ruiz, Alan Ruiz;
    Slimani.

    Era de testar Ronaldo Tavares durante +- 20 minutos.
    DUARTE



    ResponderEliminar

O SVPN reserva-se ao direito de moderar sem aviso prévio, qualquer comentário abusivo/ofensivo ou insultuoso.

Qualquer comentário desenquadrado com o tema do post não será aprovado.

Para facilitar a discussão, agradecemos que assinem os comentários - quem não tem conta pode seleccionar o campo Nome/URL (o URL pode ser deixado em branco), onde podem assinar o vosso nome ou um qualquer nickname à vossa escolha!