Próximo Jogo

Próximo Jogo

07/12/2016

Gelo polaco atira Leão para fora da Europa

UEFA Champions League
KP Leagia Warszawa - 1 - 0 - Sporting CP
(Grupo F - Jornada 6)

Stadion Miejski Legii Warszawa im. Marszałka Józefa Piłsudskiego

Assistência
28 232

Árbitro
Gianluca Rocchi
(Itália)

Titulares:Rui Patrício; Paulo Oliveira, Sebastián Coates e Rúben Semedo; Bruno César e Marvin Zeegelaar; William Carvalho e Adrien Silva (cap.); Gelson Martins, Lazar Marković e Bas Dost.
Suplentes:Beto; Ricardo Esgaio e Douglas; Elias; Matheus Pereira e Bryan Ruíz; André.
Fora da Ficha de Jogo: Pedro Silva; Jefferson; Radosav Petrović e Marcelo Meli; Luc Castaignos
Treinador: Jorge Jesus.

Golos:
  • 30' - Golo de Guilherme (1-0). Aleksandar Prijovic recebe dentro da área, vai à linha e toca para a zona central, onde aparece Guilherme, que ganha o lance a Rúben Semedo, a encostar para o golo dos polacos. Muita passividade na defesa leonina.
Substituições:
  • 58' - Entra Ricardo Esgaio. Sai Paulo Oliveira. Jorge Jesus volta ao sistema preferencial de 4-4-2.
  • 59' - Entra Bryan Ruíz. Sai Lazar Marković.
  • 68' - Entra André. Sai Marvin Zeegelaar. Bruno César baixa para a lateral-esquerda, com André no apoio a Bas Dost.
Disciplina:
  • 7' - Golo bem anulado aos polacos, por offside de Aleksandar Prijovi
  • 56' - Cartão amarelo para Adrien Silva. Por protestar a não marcação de uma grande penalidade, por mão do adversário na área dos polacos. É o 2.º cartão amarelo do capitão leonino na UEFA Champions League, e o 4.º em toda a temporada.
  • 80' - Canto por assinalar a favor dos leões, que o árbitro assinala como pontapé-de-baliza a favor dos polacos. 
  • 81' - Cartão amarelo para William Carvalho. Por uma falta anterior sobre  Thibault Moulin . É o 2.º cartão amarelo do trinco na UEFA Champions League, e o 6.º em toda a temporada.
  • 85' - Segundo cartão amarelo e consequente cartão vermelho para William Carvalho. Por travar Vadis Odjidja.
  • 90' + 4 - Offside mal assinalado aos leões, na sequência de um livre, que acabou por levar muito perigo à baliza dos polacos.

Partilhar:

6 comentários:

  1. O gelo não é desculpa.
    Cada vez estou mais desgostoso com o meu clube.
    Há jogadores que não onram o simbolo que tem ao peito.
    Onde está a garra? E não me digam que tivemos mais posse de bola e não marcaram um penalty.
    É uma pena que isto esteja a acontecer...
    Leão verde

    ResponderEliminar
  2. Gelo polaco, vírgula. Bailava era na mente do JJ o dedicar-se apenas ao campeonato. Sinceramente, e tendo gamebox e visto todos os jogos fora na tv, acho que, ao fazer a linha e delinear aquela estratégia, o JJ não queria ganhar este jogo. Não foi o problema do Paulo Oliveira em vez do Esgaio apenas. O Markovic, pela enésima vez, foi igual a zero e, na 1ª parte, quem estava do lado direito? O Bruno César ou o Gélson, que nessa parte mais se viu? Apoio sempre o SPORTING porque o clube está acima dos que por lá passeiam mas acho que o JJ não prestou um bom serviço ao clube. Como quer ele ir treinar uma equipa estrangeira que dispute a Champions a fazer filmes destes?

    ResponderEliminar
  3. ConselheiroLeo8/12/16 00:42

    Tão típico...

    Sempre que partimos para um jogo decisivo onde "x" não pode acontecer, é exactamente "x" que acontece.
    Isto faz parte do nosso ADN, ou seja, chega um determinado momento fulcral na época e o resultado é o do costume: falhar redondamente.
    Seja o Peseiro o Treinador, o Vercauteren ou o Jesus, a bola acabará sempre por ir por cima da barra...
    O mesmo se aplica aos jogadores e diversos sistemas táticos ao longo destes anos todos! É um problema que tem décadas no nosso Clube e, infelizmente, acaba por ser uma realidade que a muitos custa aceitar: a tão famigerada falta de mentalidade ou atitude competitiva.

    Depois de mais um fiasco europeu, iremos -de novo- perder o nosso tempo a discutir opções táticas, escolhas no onze, questões relacionadas com a arbitragem, etc. Evitando, mais uma vez, olhar-se para o real problema e maior handicap que nos afecta desde que me lembro e acima mencionei.

    A título pessoal, e até porque a maior crítica está a ser apontada ao Treinador, tenho de dizer o seguinte: mal o mesmo se tornou no nosso Treinador que, para mim, esse lugar deixara de ser questionável! É, na minha opinião, o melhor Treinador da história do futebol português.
    Mas, talvez o problema deste sujeito tenha sido exactamente esse - ser o nosso Treinador. Caso contrário, continuaria a fazer história no nosso rival que veste de vermelho. Dúvidas houvessem, basta ver esse mesmo rival continuar a vencer com as ideias do Jesus.
    Então, onde reside a diferença? Enquanto uns, no "do or die" sofrem golos em lançamentos laterias -com todos a fazerem a marcação com os olhos- outros há que não facilitam. Gostamos de dar regalos constantemente aos nossos adversários, que se há-de fazer?... Culpar o Treinador; seja este ou outro qualquer como fazemos sempre?

    Bom, acabo por onde comecei. O problema é o mesmo de sempre independentemente dos Treinadores pois ainda está para vir o ano e eu testemunhar um conjunto de jogadores que se esfole, sangre e "coma a relva" caso seja necessário!

    ResponderEliminar
  4. HerrFlick8/12/16 16:09

    Agora, não há nada a fazer quanto à Europa. É mau, mas, neste momento, o mais importante é que a equipa perceba que tem, no domingo, uma grande oportunidade de mostrar que se pode contar com ela; e os adeptos terem cabeça-fria, por muito que custe a eliminação, para não se perder a época. Sabemos que o principal objectivo do Sporting é sempre a conquista do campeonato e é esse objectivo, perfeitamente alcançável, que não podemos perder de vista.

    ResponderEliminar
  5. setaverde8/12/16 23:26

    Depois da frustração da eliminação, acho engraçado virem "sportinguistas" como o carlos severino dizerem que o rei vai nú. Jorge Jesus fez, em seu entender o que achava melhor para a equipa. Pudémos constatar que, nos minutos em que esteve em campo, Ricardo ESgaio é defensivamente permeável, daí, a opção por Paulo Oliveira para a lateral direita. Muitos de nós diziam que Bryan Ruíz não estava em forma e que Markovic precisava de jogar mais vezes e mais tempo. Tudo isto aleado às lesões de Schelotto, de Joel Campbell e ao castigo de João Pereira, veio reduzir substancialmente as opções do nosso treinador para este jogo. Teoricamente, Jorge Jesus esteve bem, mas, muitas vezes, a prática torna a teoria absurda. Bruno César na direita teve como objetivo ajudar defensivamente Paulo Oliveira. Resumindo e concluindo, o nosso treinador disse tudo numa frase semelhante a esta: Quando deixamos o nosso apuramento para uma competição definida por grupos ficar dependente de um jogo, sujeitamo-nos a ser eliminados. Podem dizer que esta equipa polaca sofreu 24 golos na fase de grupos, mas substimam, primeiro, que os sofreu contra o Borussia Dortmund, que ganhou o grupo à frente do campeão europeu em título, contra o Real Madrid e contra nós, Sporting Clube de Portugal (há uns anos atrás sofremos 12 golos contra o Bayern Munique, uma equipa alemã, também para a liga dos campeões) e que esta equipa foi evoluindo ao longo desta competição e melhorou muito com a contratação do novo treinador. Não absolvo totalmente o nosso treinador de culpas nestas eliminação, pois, nem ele o fez, mas, calhámos num grupo com duas equipas fortíssimas, perdemos 3 jogadores importantes na equipa, slimani, joão mário e teo gutiérrez e os novos jogadores que chegaram, chegaram tardiamente e muitos deles chegaram com o objetivo de relançarem as carreiras, por isso, a tarefa do nosso treinador não se afigurou nem afigura nada fácil, mas estamos a melhorar de dia para dia, ficando cada vez mais consistente. Também foi ano de europeu, o que sobrecarregou alguns dos nossos principais jogadores, que não fizeram a pré-época, normal, o que, possivelmente fez com que Adrien tivesse que se submeter a uma cirurgia.

    PS: Mauro nunca tinha reparado que nasceste no dia 14 de Março, o dia do PI, o dia do nascimento de Einstein e curiosamente, a minha mãe também nasceu nesse dia, por isso sei que és do signo peixes.

    Abraço de um sportinguista.

    ResponderEliminar
  6. Estou de acordo com as ideias defendidas tanto pelo ConselheiroLeo - o SCP, enquanto um todo, tem um problema de mentalidade e de atitude competitiva - como pelo HerrFlick - há que manter a cabeça fria para o derby, numa competição que representa o principal objectivo do clube - e pelo Setaverde - o SCP é uma equipa ainda em construção e com este treinador está no caminho certo.
    Assim sendo, e em jeito de síntese conclusiva, teremos - nós, adeptos, e os jogadores - que superar quanto antes a prematura eliminação das competições europeias - onde, mais uma vez, a sorte nos foi madastra - e apresentar-mo-nos fortes e coesos no jogo com o Benfica.
    Se o SCP jogar o que já mostrou ser capaz de jogar - e nos últimos jogos vinha mostrando uma subida nítida de forma - é possível vencer o jogo.
    Se a abordagem ao jogo for efectuada com o espectro desta derrota na Polónia, o SCP dificilmente sairá da Luz com um resultado positivo - e aqui incluo o empate como um resultado claramente positivo.
    Por último, queria apenas sublinhar que só a anormalidade que representou o empate do Legia com o Real Madrid é que determinou a exclusão do SCP da Liga Europa.

    Saudações Leoninas.

    ResponderEliminar

O SVPN reserva-se ao direito de moderar sem aviso prévio, qualquer comentário abusivo/ofensivo ou insultuoso.

Qualquer comentário desenquadrado com o tema do post não será aprovado.

Para facilitar a discussão, agradecemos que assinem os comentários - quem não tem conta pode seleccionar o campo Nome/URL (o URL pode ser deixado em branco), onde podem assinar o vosso nome ou um qualquer nickname à vossa escolha!