20/01/2017

Futebol Feminino: Amélia Vale Pereira é reforço

"Temos equipa para atacar o título". Quem o diz, sem rodeios, é Amélia Vale Pereira. Uma verdadeira entrada de leoa, que é como quem diz um exemplo claro do lema: "Chegar, ver e (querer) vencer".

Aos 26 anos, a internacional portuguesa, que joga habitualmente no meio-campo, chega a Alvalade para assinar pelo Clube do coração, reforçando a equipa verde-e-branca do Futebol Feminino. A felicidade por vestir de leão ao peito não poderia ser maior.

"É um prazer enorme estar num Clube com a dimensão do Sporting CP. Já tive a oportunidade de estar na Academia, de ver o Estádio de Alvalade por dentro, que costumo visitar para ver os jogos da equipa principal de Futebol [masculina], e está a ser espectacular. O nível de profissionalismo, os treinadores... é tudo excelente, cinco estrelas", começou por dizer Amélia Vale Pereira ao Jornal Sporting, acrescentando que o 'namoro' já era antigo.

"Desde Maio do ano passado [2016] que o Sporting CP estava interessado em mim. Já era para ter vindo no Verão, quando a época começou, mas infelizmente não deu. Agora chegou o mercado de Inverno e cá estou eu. Houve sempre vontade das duas partes, que era o mais importante", explicou a nova jogadora leonina, que conta no currículo com passagens pelo Hartford Hawks (USA) e o Durham Women (Inglaterra). Uma 'bagagem' que pretende partilhar com as comandadas de Nuno Cristóvão no balneário leonino, até porque o ADN de vitórias do Clube já lhe é familiar.

"O Sporting CP entra sempre em todas as competições para ganhar. Depois de ter estado vários anos no estrangeiro, nos Estados Unidos e em Inglaterra, vi esta oportunidade como a ideal para regressar a casa. A experiência foi muito boa. Aprendi muito e acho que com aquilo que ganhei até agora [em termos competitivos], posso partilhar um futebol diferente com as minhas colegas de grupo", referiu.

Natural da Ribeira Brava, na Madeira, onde começou a dar os primeiros pontapés na bola com os amigos, Amélia Vale Pereira nem pensou duas vezes em carregar às costas a herança de outro madeirense, Cristiano Ronaldo, com provas dadas no Sporting CP e no Mundo. A julgar pelas suas palavras, a camisola 28 assenta-lhe na perfeição.

"Jogava com o 20 nos Estados Unidos e em Inglaterra, mas já estava ocupado. Escolhi o 28, o número do meu madeirense preferido [Cristiano Ronaldo]. É um orgulho enorme poder vestir esta camisola. Sei que é uma herança pesada, mas vou tentar corresponder às expectativas", rematou, selando o compromisso junto do Presidente Bruno de Carvalho 

Que assim seja. Os Sportinguistas agradecem.
Partilhar:

0 comentários:

Enviar um comentário

O SVPN reserva-se ao direito de moderar sem aviso prévio, qualquer comentário abusivo/ofensivo ou insultuoso.

Qualquer comentário desenquadrado com o tema do post não será aprovado.

Para facilitar a discussão, agradecemos que assinem os comentários - quem não tem conta pode seleccionar o campo Nome/URL (o URL pode ser deixado em branco), onde podem assinar o vosso nome ou um qualquer nickname à vossa escolha!