19/02/2017

Futebol Feminino: Leoas goleiam em A-dos-Francos antes da recepção ao Braga

A equipa de Futebol Feminino do Sporting Clube de Portugal deslocou-se ao reduto da formação do GDC A-dos-Francos, na tarde deste Domingo, em partida relativa à Jornada 17 da Liga Allianz, vencendo o desafio por 1-6. Ao intervalo, as leoas venciam por 1-3.

O técnico Nuno Cristóvão fez alinhar a seguinte equipa: Patrícia Morais; Rita Fontemanha (Ana Capeta), Matilde Figueiras, Bruna Costa e Joana Marchão; Sara Granja, Fátima Pinto (Nadine Cordeiro) e Tatiana Pinto; Solange Carvalhas, Ana Borges e Diana Silva (Amélia Pereira).

Solange Carvalhas (poker), Ana Capeta e Amélia Pereira foram as marcadoras leoninas desta partida.

Na próxima jornada, agendada para as 14h45 do próximo dia 25 de Fevereiro, as leoas recebem a formação do SC Braga.

Partilhar:

1 comentário:

  1. Um jogo que seria fácil, se a equipa leonina não o tivesse tornado complicado. Efectivamente houve um mau começo, e nos primeiros 20 minutos de jogo, a formação leonina não fez um único remate, e como se diz na gíria, “quem não marca sofre”, foi isso mesmo que aconteceu, e de um canto o A-dos-Francos adiantou-se no marcador.
    É por demais evidente, que quando a frente de ataque não tem bola, ou a bola não chega lá, são visíveis as dificuldades, pois as equipas mais pequenas, apenas defendem. Num campo bem difícil de se jogar, (um relvado sem grandes condições), com um vento enorme, levaram algum tempo no acerto, e foi Solange a fazer o empate. Depois foi Ana Borges (que muitas vezes tem sido injustiçada), fez o resto, com a sua velocidade começou a criar sérias dificuldades à defesa adversária, e ao longo do jogo foi ela a quem se deve 2 assistências para golo, e o penalti que Solange fechou o seu “poker”. Ana Borges começa a tornar-se indispensável no Sporting e na selecção nacional, e não fosse ela não estaríamos no Europeu.
    Falo de Ana Borges (cujo estilo faz lembrar Diego Capel), porque veio trazer à estratégia montada pelo treinador, uma velocidade maior, que até a essa altura estava apenas a cargo de Diana Silva. Actualmente temos um problema no meio campo, que com a saída de Patrícia Gouveia, acho que ainda não está resolvido, embora Sara Granja, tenha sido a solução possível, pois as nossas Pintainhas, Fátima e Tatiana, continuam órfãs, e a fazer um esforço maior, talvez por isso o treinador tenha substituído a madeirense na tentativa de a poupar para o próximo sábado, ela que é um poço de força. Duas novidades, Solange acabou a defesa-direito, um lugar que não lhe é totalmente desconhecido, pois foi aí que começou, e a ultima aquisição, Amélia Pereira, que fechou o marcador com assistência de Nadine Cordeiro.

    ResponderEliminar

O SVPN reserva-se ao direito de moderar sem aviso prévio, qualquer comentário abusivo/ofensivo ou insultuoso.

Qualquer comentário desenquadrado com o tema do post não será aprovado.

Para facilitar a discussão, agradecemos que assinem os comentários - quem não tem conta pode seleccionar o campo Nome/URL (o URL pode ser deixado em branco), onde podem assinar o vosso nome ou um qualquer nickname à vossa escolha!