25/02/2017

Futebol Feminino: Leoas vencem Braga em Alvalade e ficam isoladas na liderança

A equipa de Futebol Feminino do Sporting Clube de Portugal recebeu a formação do SC Braga, na tarde deste Sábado, em partida relativa à Jornada 18 da Liga Allianz, vencendo o desafio por 1-0. Ao intervalo, o marcador assinalava empate por 0-0.

O técnico Nuno Cristóvão fez alinhar a seguinte equipa: Patrícia Morais; Rita Fontemanha, Matilde Figueiras, Bruna Costa e Joana Marchão; Sara Granja (Ana Capeta), Fátima Pinto e Tatiana Pinto (Nadine Cordeiro); Solange Carvalhas, Ana Borges e Diana Silva (Bárbara Marques).

Solange Carvalhas foi a marcadora leonina desta partida.

De sublinhar que estiveram 9 263 espectadores hoje, no Estádio José Alvalade, a assistir ao encontro, estabelecendo um novo record de assistências da modalidade.

Na próxima jornada, agendada para as 15h do próximo dia 12 de Março, as leoas deslocam-se ao reduto da formação do CAC Pontinha.

Partilhar:

1 comentário:

  1. Não há dúvidas que Nuno Cristóvão sabe da poda, ele consegue obter das suas mulheres e raparigas tudo o que de bom elas podem dar, e se dúvidas havia o jogo com o S.C. Braga, foi o que se viu. Ao longo do jogo ele foi modificando a equipa, de acordo com o tempo de jogo, o esforço de cada jogadora foi sendo compensado ao longo do jogo, e se não vejamos. Começou com uma linha média composta por Tatiana, Sara e Fátima, que foi perdendo algum fulgor, embora as Pintainhas, tivessem que fazer um esforço suplementar, porque Sara Granja, não esteve bem nas opções atacantes, as bolas não chegavam à frente, e as poucas que chegaram foram de iniciativas individuais de Ana Borges. O treinador avança então com uma outra opção, e faz entrar Ana Capeta, e passa a jogar em 4x4x2, apenas com Ana Capeta e Diana Silva na frente, estávamos a cerca de 20 minutos do fim, e é nesta altura que temos o Sporting mais pressionante, Solange e Borges fazendo os corredores, as oportunidades começam a surgir, Tatiana faz um remate como ela sabe e sai ligeiramente acima, mas o treinador não estava satisfeito e jogou a ultima cartada, troca os extremos, Solange e Borges, e logo acontece uma das melhores jogadas do jogo, Solange combina com Capeta que cruza e onde Fátima aparece a obrigar a guardiã do Braga a fazer a 2ª grande defesa do jogo, o primeiro tinha sido a um livre de Joana Marchão. Nesta altura o Braga só pensa em defender o empate servia os seus objectivos, apenas despeja bolas, o Sporting faz duas substituições em simultâneo estávamos nos 88 minutos, e faltavam ainda os descontos, saem Diana e Tatiana, esta completamente esgotada, entram Nadine Cordeiro e Barbara Marques, e trocam de novo os extremos, só que Borges fica com o corredor direito todo, e Cristóvão joga a última cartada, manda avançar Fontemanha para a linha média, e Rita reforça o meio-campo e é ela que vai marcar este jogo, e no lugar onde sempre jogou, começa a empurrar o Braga, o sufoco era total, ela entra pelo lado direito isolada remata, mas não consegue marcar, mas estava condenada a resolver o problema e descobre Ana Borges a fazer uma diagonal para o interior da grande aérea e quando esta se ia a isolar, foi rasteirada pela internacional Sílvia Rebelo.
    O resto não há palavras para descrever, da frieza de Solange na marcação da penalidade, à loucura dos adeptos presentes em Alvalade. Nuno Cristóvão, tudo fez para ganhar este jogo, a 2ª parte foi de constantes alterações, adaptando as suas jogadoras consoante o tipo de jogo que mais lhe interessava, e sem dúvida, as suas mulheres e raparigas estiveram impecáveis.

    ResponderEliminar

O SVPN reserva-se ao direito de moderar sem aviso prévio, qualquer comentário abusivo/ofensivo ou insultuoso.

Qualquer comentário desenquadrado com o tema do post não será aprovado.

Para facilitar a discussão, agradecemos que assinem os comentários - quem não tem conta pode seleccionar o campo Nome/URL (o URL pode ser deixado em branco), onde podem assinar o vosso nome ou um qualquer nickname à vossa escolha!